quarta-feira, 10 de julho de 2013

QUEM VAI GANHAR?

 

QUEM VAI GANHAR?

 

1 Co 9.24-27
 
 
Introdução
- Quando assistimos a um jogo, aquilo que mais queremos saber é quem vai ganhar. E queremos que seja o nosso time!
- A propósito de falarmos sobre um esporte em que o Brasil acaba de se consagrar campeão, o futebol, quando mais de 70 mil pessoas lotaram um estádio para ver  atletas correndo atrás de uma bola, vamos usar isso como tema da nossa meditação. Leia o texto de 1Co 9.24-17.
24 Vocês não sabem que dentre todos os que correm no estádio, apenas um ganha o prêmio? Corram de tal modo que alcancem o prêmio.
25 Todos os que competem nos jogos se submetem a um treinamento rigoroso, para obter uma coroa que logo perece; mas nós o fazemos para ganhar uma coroa que dura para sempre.
26 Sendo assim, não corro como quem corre sem alvo, e não luto como quem esmurra o ar.
27 Mas esmurro o meu corpo e faço dele meu escravo, para que, depois de ter pregado aos outros, eu mesmo não venha a ser reprovado.
- A cidade de Corinto era um lugar que só perdia para Grécia em sua importância nos esportes. É por esta razão que Paulo usa isso para falar da vida cristã.
- Paulo era um apreciador dos esportes, porque não foram poucas as vezes que ele fez referência a eles para falar da vida em Cristo.
Então, a partir deste texto, descobrimos quem é que vai ganhar:
1. Ganha quem corre com um alvo
- Paulo diz: “não corro como quem corre sem alvo”.
- Ele sabia que quem corresse nas competições sem um objetivo, não iria chegar a lugar algum. É por isso que na vida cristã deve haver um foco, um alvo.
- Ele também diz em outro lugar:  “"...prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus..."  Fp 3.14. 
- O nosso alvo é o prêmio que está em Cristo Jesus. O nosso alvo é agradar a Deus, fazendo dele o nosso salvador e Senhor. O nosso alvo é ser iguais a Cristo.
2. Ganha quem luta contra um inimigo definido
- Paulo diz: “não luto como quem esmurra o ar”.  Os lutadores também lutavam nos estádios. Os seus socos tinham que atingir o oponente. Não podiam lutar como que esmurrando o ar. Esmurrar o ar era só no treinamento. Na hora da luta o inimigo tinha que ser conhecido e definido, senão a luta estava perdida.
- Na vida cristã é a mesma coisa. Não estamos em treinamento. Agora  é pra valer!  E contra quem lutamos? “...pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais" (Ef 6.12).
3. Ganha aquele que consegue fazer o Espírito dominar sobre a carne.
- O que será que Paulo quis dizer com “esmurro o meu corpo e faço dele meu escravo”? Ele é masoquista? Ele se autoflagelava? Obviamente que não. Ele está falando sobre a disciplina do espírito sobre a carne.
- Veja o que ele diz em outra carta."Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja; mas quem, de acordo com o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito deseja".  (Rm 8.5).
- É assim que você vencerá a luta, o jogo, a corrida.
4. Ganha quem alcançar o prêmio já vencido por Jesus na cruz.
- É importante lembrar que nada do que fizermos nos fará merecedores do prêmio.
- Paulo compara o prêmio que os atletas da sua época levavam para casa. Era uma coroa vegetal, de louros, que murchava e se desfazia. Mas a cora que alguém alcança é Cristo é incorruptível! (v.25). 
- O autor de Hebreus (que alguns suspeitam que pode ter sido Paulo), também faz menção de um estádio lotado de testemunhas de uma corrida.
- Ele diz: “Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta, tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus. Pensem bem naquele que suportou tal oposição dos pecadores contra si mesmo, para que vocês não se cansem nem se desanimem.” (Hb 12.1-3).
- Os corredores tinham que se livrar de todo peso para correr em direção à meta. No caso do cristão, Jesus já alcançou a meta e já ganhou esse prêmio por nós, de forma que nós não o merecemos, mas apenas o recebemos pela graça de Deus.
Conclusão
- Quem vai ganhar?
- Aquele que colocar os olhos em Cristo.
- Aquele que não corre segundo suas próprias forças.
- Aquele que não depende da carne, mas do Espírito.
- Aquele que imita o seu Senhor, Salvador, Treinador e Campeão, o Senhor Jesus Cristo.
Que você seja “mais que vencedor”.  “Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou” (Rm 8.37).
 
 
Autor: Davi Liepkan / IBCNO © 2013
 
===============================
===============================
===============================
===============================

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.