sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

ENQUANTO JESUS 
NÃO VEM!


Texto: Lucas 19: 11-27. 


 INTRODUÇÃO: 

-  Há vários tipos de pessoas que estão à procura de Jesus. 

Vejamos: 

1. Zaqueu. 

- Existem aqueles que são como Zaqueu, pecador, cheio de erros e defeitos, mas sentem a necessidade de mudança e transformação de vida, e fazem de tudo para encontrar-se com Jesus, e quando encontram descobrem que Jesus esta a sua procura por muito tempo. 

“Então Jesus lhe disse: Hoje houve salvação nesta casa, pois também este é filho de Abraão” (Lucas 19: 9). 

2. Multidão. 

- Muitos estão à procura de Jesus apenas por curiosidade ou para seu próprio beneficio. 

- Buscam a benção e não o abençoador. Jesus pela sua infinita misericórdia atende a todos, mas o seu objetivo é a salvação. 

- Estes vivem assim: Sempre buscando algo para saciar o seu vazio. 

3. Murmuradores. 

- Este grupo é o que chamamos de intelectuais da fé, se dizem entendidos, mas na verdade nada conhecem do Senhor, e a prova é que não reconheceram que Jesus era o messias. 

- Eles estão diante do Senhor, mas para afrontá-lo e julgá-lo. 

“Todos os que viram isto murmuravam, dizendo que ele se hospedara com homem pecador” (Lucas 19: 7). 

- Não querem compreender qual é a missão do Senhor. 

“Porque o filho do homem veio buscar e salvar o perdido” (Lucas 9: 10). 

 - Logo depois de Zaqueu ser alcançado, houve um grande questionamento por parte daqueles que seguiam a Jesus: E, ouvindo eles estas coisas. A multidão e os murmuradores questionaram a Jesus com relação ao reino de Deus, e Jesus começa a ensiná-los e também nos dá uma grande lição. 

Mas a pergunta é: 

ENQUANTO JESUS NÃO VOLTA O QUE DEVO FAZER?  

- Muitos já leram esta parábola, mas não atentaram para o grande ensinamento de Jesus para aqueles que se dizem “servos”. Esta parábola tem como finalidade nos despertar para o tempo da sua volta. Para compreendermos melhor, é necessário compreender os personagens e objetos desta parábola, vejamos: 

4. Mina: 

- Medida de peso que equivale a 355 gramas de ouro ou igual a 100 denários. 

5. Homem nobre: 

- Jesus fala de si mesmo, e que vai para uma terra distante estabelecer seu reino celestial, porém há de voltar. 

6. 10 servos: Todos os tipos de servos. 

7. Concidadãos: 

- O mundo e o seu povo dominado por satanás. 

 A verdadeira lição contida nesta parábola é que é tempo de muito trabalho. 

 1. É TEMPO DE TRABALHO: 

“E, chamando dez servos seus, deu-lhes dez minas, e disse-lhes: Negociai até que eu venha” (Versículo 13). 

-  O Senhor Jesus diz: Negociai até que eu venha. O Senhor nos delegou autoridade. 

- Temos a obrigação de TRABALHAR para o Senhor. É PRA TODOS: Em João 15: 16 diz: 

“Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda”. 

- O chamado de Jesus é sem reservas, não há acepção, todos são iguais diante de Deus. A oportunidade de trabalho é pra quem se dispuser. 

- O Espírito Santo é quem vai capacitar a cada um. É PRA AGORA: A palavra “Negociai” expressa a necessidade de trabalhar, se ocupar com as coisas do Senhor enquanto é dia. 

“Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar” (João 9: 4). 

 2. O MUNDO PROMOVE O DESANIMO: 

“Mas os seus concidadãos odiavam-no, e mandaram após ele embaixadores, dizendo: Não queremos que este reine sobre nós” (Versículo 14). 

 -= São muitos os que não aceitam o Senhorio de Jesus Cristo sobre suas vidas. 

-= Acreditar em Jesus muitos até acreditam, até o próprio Satanás acredita na soberania de Jesus, mas aceitar as suas regras e fazer a sua vontade são poucos os que aceitam. 

-= O mundo traz o disfarce de um camaleão, e muitos aceitam tomar a forma do mundo. Até dentro das Igrejas existem os infiltrados do diabo para lançar o desanimo, e fazer com que venhamos desistir do trabalho na obra de Deus. 

É fácil identificar os tais infiltrados: 

 -= Aqueles que conversam no momento do culto. 
-= Aqueles que não assumem um compromisso com a Igreja. 
-= Aqueles que gostam de falar mal da vida do outro; etc. 
 -= Nem todos os que estão dentro das Igrejas tem compromisso com o Senhor e a sua obra. 

 3. SOMOS MORDOMOS E VAMOS PRESTAR CONTAS: 

“E aconteceu que, voltando ele, depois de ter tomado o reino, disse que lhe chamassem aqueles servos, a quem tinha dado o dinheiro, para saber o que cada um tinha ganhado, negociando” (Versículo 15). 

 -= Temos o costume de achar que as coisas deste mundo nos pertence. Nada trouxemos e nada levamos. 

-= Deus criou o universo e nos colocou como seu mordomo. MORDOMO NÃO É DONO. 

-= Muitos caminham neste mundo achando que nunca vão ter que prestar conta com seu criador. Vivem de maneira como se fossem os donos de suas próprias vidas. 

“Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?” (Lucas 12: 20). 

 4. O JULGAMENTO DO SENHOR É JUSTO: 

“E veio o primeiro, dizendo: Senhor, a tua mina rendeu dez minas. E ele lhe disse: Bem está, servo bom, porque no mínimo foste fiel, sobre dez cidades terás autoridade. E veio o segundo, dizendo: Senhor, a tua mina rendeu cinco minas. E a este disse também: Sê tu também sobre cinco cidades. E veio outro, dizendo: Senhor, aqui está a tua mina, que guardei num lenço; Porque tive medo de ti, que és homem rigoroso, que tomas o que não puseste, e segas o que não semeaste. Porém, ele lhe disse: Mau servo, pela tua boca te julgarei. Sabias que eu sou homem rigoroso, que tomo o que não pus, e sego o que não semeei; Por que não puseste, pois, o meu dinheiro no banco, para que eu, vindo, o exigisse com os juros?” (Versículos 20 ao 23). 

 -= Muitos deixam de enxergar as advertências do Senhor e preferem viver de forma contraria a Palavra de Deus, muitos dizem: 

 -= Não fumo, não bebo, não adultero, não mato. Sou um bom homem. 

-= Freqüento a igreja todos os domingos. 

-= Não falo mal de ninguém, como muitos. 

-= Devolvo o dízimo e ainda oferto. 

 -= MAS EXISTE UMA PERGUNTA A FAZER! 

 -= NEGOCIOU? 

-= TROUXE ALMAS PARA CRISTO? 

-= AMOU O PROXIMO COMO A TI MESMO? 

-= ENTREGOU O SEU TALENTO PARA O TRABALHO DO SENHOR? 

 -= Algum dia perguntou a Deus em suas orações, SE É QUE ORA! Qual deve ser á vontade Dele na sua vida. 

-= Muitos estão paralisados, sem nada a fazer em prol do trabalho da obra de Deus, e quando são cobrados, preferem mudar de Igreja a assumir o seu erro, pedir perdão e começar a trabalhar. 

APLICAÇÃO: 

 PRIMEIRA: “E disse aos que estavam com ele: Tirai-lhe a mina, e dai-a ao que tem dez minas. E disseram-lhe eles: Senhor, ele tem dez minas. Pois eu vos digo que a qualquer que tiver ser-lhe-á dado, mas ao que não tiver, até o que tem lhe será tirado” (Versículos 24 ao 26). O infiel perde tudo o que havia recebido. 

SEGUNDA: “E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim” (Versículo 27). 

Ser executado na presença de Deus é ser lançado longe do Senhor para eternidade. 

 CONCLUSÃO. 


 Hoje ainda temos a oportunidade de se achegarmos diante de Deus, pedir perdão, e voltar a produzir segundo a proporção do nosso conhecimento. 


 Escrito por Pr Luis Antonio de Carvalho
 Dom, 15 de Abril de 2012 14:27




=
==
===
====
=====
======
=======
========
========
===
===
===
===
===
===
===


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.