segunda-feira, 8 de outubro de 2012

MENSAGEM DE DEUS 
A JUÍZES E OFICIAIS 
DE JUSTIÇA 



INTRODUÇÃO: 

Texto bíblico: Deuteronômio 16:18-20 
Inspirado por Deus, Moisés escreve para juízes e oficiais de justiça: 

1. A teologia de liderança judicial possui valor prático de longo alcance para uma nação e/ou município. 

2. A teologia destes versos, caso sejam aplicados a juízes das cidades e oficiais de justiça, fariam uma diferença que impressionaria o mundo todo. 

3. A mensagem teológica para um Juiz e um oficial de justiça revela o plano de Deus para essas funções. 

Veja: 

 I. A TAREFA DE UM JUIZ E OFICIAL DE JUSTIÇA FOI ESTABELECIDA PELO SUPREMO JUIZ DO UNIVERSO 

– Deuteronômio 16:18 

1. A principal tarefa de um juiz ou oficial de justiça é julgar com justiça. 

2. A função estabelecida por Deus àqueles que administram a justiça é fazer a verdadeira justiça prevalecer. 

3. A justiça deve ser defendida, promovida e realizada por aqueles que são nomeados para oficiar a justiça imparcialmente. 

 II. O LIMITE DE ATUAÇÃO DO JUIZ E OFICIAL DE JUSTIÇA É DETERMINADO POR DEUS, O JUIZ DOS JUÍZES - Deuteronômio 16:19 

1. Não manipule a justiça: Diz Publius Syrus, “Você fere os bons quando poupa os maus”. As leis não devem ser deturpadas. A justiça verdadeira é única, e qualquer justiça alheia à justiça que vem de Deus é falha! 

2. Não faça acepção de pessoas ao julgar: Justiça com equidade são princípios fundamentais na administração da sociedade. Para julgar coerentemente é necessários buscar a verdadeira justiça e fazer uso dela independente da situação. 

3. Não aceite suborno: O suborno é peculiar àqueles que não têm noção de seu valor e esquecem-se de que há um Deus que é justo e julgará a todos com justiça. 

a) O suborno cega os mais sábios: Tudo o que te afaste de tuas decisões pelo certo é um tipo de suborno que "fura" os olhos dos sábios. 

b) O suborno corrompe as palavras dos sábios: Como o suborno tem a ver com egoísmo e não com cristianismo, corrói a alma com o pecado até dos mais sábios. 

c) O suborno corrói a justiça e aquele que julga: A justiça relativa torna-se corrupta. A justiça não deve mudar de acordo com a circunstância, pois assim não seria justiça! 

 III. A RECOMPENSA OFERECIDA POR DEUS ÀQUELES QUE ADMINISTRAM IMPARCIALMENTE A JUSTIÇA É VIDA ETERNA - Deuteronômio 16:20 

1. Siga a justiça verdadeira para que tenhas recompensa: Não há vida plena na corrupção, na injustiça. A Bíblia A Mensagem diz: “O direito! O direito! Desejem apenas o que é direito! É a única maneira de viver de verdade!”. 

2. Procure só a justiça a fim de que vivas: O Deus que é justo Juiz é o dono de tudo, a vida procede dEle. Quem vive com justiça vive a vida! 

3. Possua e pratique a justiça para que entres no Céu: O Céu é o lugar onde Deus habita e deseja levar pessoas para habitar com Ele. E, neste texto a promessa é para os Juízes e Oficiais de justiça justos e honestos. Quem vive a justiça viverá no Céu! 

CONCLUSÃO: 

1. A teologia e a vida pública são indissociáveis na visão de Moisés, o primeiro grande estadista da nação judaica. 

2. A teologia revela que os verdadeiros filhos de Deus estarão sempre do lado da justiça; ainda que sejam prejudicados aqui serão recompensados no Céu! 

3. A teologia da justiça declara que todas as considerações pessoais devem ser deixadas de lado para fazer o bem a todos, e, não fazer mal a ninguém.  

APELO: 

1. A você que exerce o direito de julgar, jamais se esqueça da justiça, muito menos dê espaço à corrupção. 

2. A você que preserva a justiça, nunca se esqueça de que tem alguém acima de você que julga com perfeita justiça. 

3. A você que deseja entrar no Céu, lembre-se que Deus te julgará antes. 


AUTOR E FONTE: Pr. Heber Toth Armí http://portal-biblico.blogspot.com.br/search/label/SERM%C3%83O%20EXPOSITIVO


===============
==============
=============
============
===========
==========


Nenhum comentário:

Postar um comentário