terça-feira, 3 de julho de 2012

A Verdade sobre
o Inferno



Texto: Daniel 12.2


Introdução

- A idéia do inferno deixa as pessoas desconfortáveis. Como um Deus amoroso torturaria pessoas no inferno? O inferno é punição, mas não é tortura.

- C. S. Lewis disse certa vez que a doutrina do inferno é “uma das principais razões pelas quais o cristianismo é atacado como algo bárbaro e a bondade de Deus é impugnada”.

- O assunto do inferno é deveras muito difícil e aterrorizador. Todavia, ele é um claro ensino da Bíblia e necessita ser entendido; não podemos ignorar os fatos sobre algo que Deus revelou simplesmente porque ele é desconfortável (Matt Perman).

- É irônico que muitos ateus abracem Jesus como um grande mestre e não reconheçam o que ele disse a respeito do inferno e de tantos outros assuntos. Foi Jesus quem mais teve o que dizer a respeito do inferno.

Transição (AT)

O inferno é uma realidade justa, terrível e eterna. (ST) A Bíblia nos ensina algumas verdades sobre o inferno.

I.) O inferno é o lugar para onde irão as pessoas que passarão a eternidade longe de Deus – Mt 25.41,46

- Por que as pessoas são punidas por toda a eternidade? O grau da justa punição de alguém não é proporcional ao tempo que levou para cometer a ação; antes, é proporcional à própria gravidade do ato.

- Qual é o crime supremo? Nos EUA o assassinato é punido com o castigo mais rigoroso: prisão perpétua ou pena de morte.

- Qual é o pecado supremo? Blasfêmia contra o Espírito Santo (Mt 12.31,32). Para alguns esse pecado é justamente rejeitar a oferta de Salvação em Cristo; rejeitar a revelação de Deus.

- Há lógica em dizer que a violação deliberada da lei suprema de Deus deve acarretar o castigo supremo que é ficar separado de Deus por toda a eternidade.

- Por que Deus não destrói as pessoas? Ele se recusa a destruir uma criatura que foi feita à Sua imagem!

II.) O inferno é o lugar preparado para aqueles que escolheram viver para si mesmos – Mt 10.39; Mc 8.35

- O inferno é o lugar para pessoas que escolhem por não se preocupar com os valores que estarão presentes no céu todos os dias.

- O inferno é o fim de um caminho que é escolhido, até certo ponto, nesta vida, aqui e agora, dia a dia. Cada escolha nossa demonstra onde realmente queremos estar por toda a eternidade!

- Não haverá ninguém no inferno que, se tivesse um pouco mais de tempo nesta terra, teria escolhido ir para o céu. Ninguém irá para o inferno simplesmente porque tudo o que necessitava era um pouco mais de tempo, e morreu prematuramente. Se tudo que uma pessoa precisasse fosse um pouco mais de tempo para ir a Cristo, então Deus estenderia o seu tempo de vida na terra para dar-lhe essa oportunidade. Deus é justo. Ele não está tentando tornar as coisas difíceis para as pessoas.

- Por que Deus não obriga todas as pessoas a irem para o céu? Por que Deus simplesmente não destrói as pessoas? O inferno será para sempre um monumento à dignidade humana e ao valor da escolha humana.

- É um isolamento em que Deus diz duas coisas importantes: “Meu respeito à liberdade de escolha é tal que não vou coagir as pessoas, e eu valorizo tanto os que têm a minha imagem que não vou destruí-los”.

III.) O inferno é o lugar de manifestação do justo juízo de Deus – Mc 9.43-48

- O inferno é um lugar onde a justiça de Deus se manifestará de forma proporcional a cada existência. Nem todos experimentarão o inferno da mesma maneira. A Bíblia ensina que existem diferentes graus de sofrimento e punição (Mt 11.20-24).

- O inferno não é uma eterna tortura consciente; é um eterno sofrimento consciente por estar condenado a ficar longe de Deus.

IV.) O inferno é a pior situação possível que jamais poderia ocorrer a uma pessoa – Mt 13.42,50

- Ainda que no inferno a justiça de Deus se manifestará de forma proporcional, ainda que as chamas sejam figuradas e ainda que não será um lugar de tortura, ainda assim o inferno é a pior situação possível que jamais poderia ocorrer a uma pessoa!

- Significado de ranger de dentes: essa expressão visa descrever um estado de percepção de uma grande perda; é uma expressão de inconformidade pela consciência de que se cometeu um enorme erro.

- Ap 20.10-15.

AUTOR: Pr. Ronaldo Guedes Beserra com várias informações obtidas no livro “Em Defesa da Fé” de Lee Strobel.



=
==
===
====
=====
======
=======

==========
==========
==========

Nenhum comentário:

Postar um comentário