domingo, 29 de janeiro de 2012

Conselhos de
pai para filho


Referência: Provérbios 4.1.27

INTRODUÇÃO

Hoje é o dia dos pais e queremos trazer uma palavra da parte de Deus, o Pai das luzes, para os filhos. Este texto é uma espécie de testamento que Davi deixou para Salomão e este entregou a Roboão. Aqui temos muitas lições importantes a respeito de conselhos de pai para filho.

1. O aprendizado é um processo contínuo (4.3,4)

Davi dedicou-se a instruir Salomão desde a sua infância. A sabedoria que Salomão pediu a Deus foi fruto da instrução de seu pai desde a sua meninice. O legado que Salomão está entregando a seu filho, ele havia recebido de seu pai. O processo ensino-aprendizado deve passar de pai para filho, de geração para geração.

2. O aprendizado deve ser fundamento na verdade (4.2)

Davi deu boa doutrina a Salomão. Nós pais precisamos dar boa doutrina aos nossos filhos. Precisamos ensinar a eles a Palavra de Deus. Deuteronômio capítulo 6 diz que primeiro os pais vivem a verdade, depois a ensinam. Os pais devem ensinar com a vida antes de ensinar por preceitos.

Precisamos inculcar a verdade no coração dos filhos (Dt 6.7). Precisamos criá-los na disciplina e admoestação do Senhor (Ef 6.4). Precisamos ensiná-los no caminho em que devem andar (Pv 22.6).

I. OS FILHOS DEVEM BUSCAR A SABEDORIA MAIS DO QUE QUALQUER OUTRA COISA NA VIDA – (4.1-19)

A sabedoria é um dom de Deus (Tg 1.5). Salomão pediu a Deus sabedoria e recebeu com ela riquezas e glórias (1Rs 3.5-13). Davi disse para Salomão: 1) Adquire a sabedoria (4.5); 2) Não abandone a sabedoria (4.6); 3) Não deixe a sabedoria ir embora (4.13); 4) Ame a sabedoria (4.6); 5) Abrace a sabedoria (4.8).

Davi está ensinando a Salomão desde criança que a sabedoria vale mais do que dinheiro (4.7). Quantas falcatruas estão sendo feitas por causa do dinheiro. Os mensaleiros e as sanguessugas do congresso nacional provam que o dinheiro mal adquirido pode trazer conforto, mas na esteira da riqueza vem a vergonha, o opróbrio. Não vale a pena ganhar dinheiro com desonestidade.

Quais são os benefícios da sabedoria?

1. A sabedoria traz proteção (4.6,12)

Uma pessoa sábia não põe o pé no laço do passarinheiro. Uma pessoa sábia não anda na roda dos escarnecedores. Uma pessoa sábia foge de circunstâncias perigosas. A sabedoria é um freio que não o deixa resvalar os pés no terreno escorregadio da tentação.

Sansão tinha força nos braços, mas não sabedoria no coração. Ele pôs os seus pés nos terrenos escorregadios da tentação e acabou envergonhado e cego.

2. A sabedoria traz honra e exaltação (4.8,9)

A sabedoria promove você. Ela coloca você em destaque no meio da sua geração. Ela coroa você com um diadema de graça e põe na sua cabeça uma coroa de glória. Salomão pediu a Deus sabedoria e o Senhor fê-lo o homem mais sábio, mais rico e mais famoso da sua época. Enquanto o filho insensato é a tristeza da sua pai, o filho sábio é a alegria do seu pai. A sabedoria promove as pessoas.

O mundo hoje é dos espertos. As pessoas maquinam o mal e correm para praticá-lo. Mas, o final dessa linha tem escuridão. Mantém sua integridade. Não negocie os seus valores. Há seu tempo, Deus exaltará você. Se neste mundo você não for recompensado pela sua integridade, na glória você ouvirá: “Bom está servo bom e fiel, foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei, entra no gozo do teu senhor”.

3. A sabedoria traz satisfação interior (4.4,13)

Salomão tinha experiência dos dois lados da vida. Houve um tempo em que ele buscou a felicidade na bebida, na riqueza, no sexo e na fama e o resultado foi uma total frustração (Ec 2.1-11).

Agora, porém, ele está dizendo que pela observância dos mandamentos de Deus é que vivemos (4.4) e quando guardamos a instrução, isso é a nossa própria vida (4.13). Essa vida é aquela realização interior. É aquele preenchimento do vazio. É aquela satisfação interior que o homem busca nas coisas e não encontra.

4. A sabedoria traz longevidades (4.10)

A obediência traz qualidade de vida e também vida longa. Honrar pai e mãe é o primeiro mandamento com promessa e a promessa é vida longa sobre a terra. A sabedoria é o melhor elixir da juventude. A paz interior produzida pela sabedoria é o melhor tônico para uma vida de qualidade. Os maiores tormentos que o homem experimenta são fruto da sua desobediência aos princípios de Deus.

Os prazeres que o mundo oferece atormentam a alma e roubam os anos de vida. O pecado mata. A desobediência aos pais é um caminho de morte.

5. A sabedoria traz livramento de más influências (4.14-19)

Precisamos colocar o ninho dos nossos filhos longe dos predadores. Davi abriu o livro de Salmos dizendo que feliz é o homem que não anda no caminho do ímpio, não se detém no caminho dos pecadores nem se assenta na roda dos escarnecedores (Sl 1.1). A ordem de Salomão em relação ao caminho do perverso é clara: 1) Não entres (4.14); 2) Não sigas (4.14); 3) Evita (4.15); 4) Não passes por ele (4.15); 5) Desvia e passa de largo (4.15).

Por que os filhos precisam fugir do caminho dos perversos?

5.1) Porque eles têm pressa para fazer o mal (4.14-16) – Eles empregam toda a sua energia para conceber e praticar o mal. O prazer deles é fazer as pessoas tropeçarem. Eles são agentes da morte, filhos do inferno, instrumentos do diabo. Os traficantes ficam nas portas das escolas. Exemplo: vejo na porta do Darwin a panfletagem ostensiva dos shows, onde tantos jovens se iniciam na bebida, nas drogas e no sexo antes do casamento.

5.2) Porque eles vivem desonestamente (4.17). O dinheiro que eles ajuntam não é limpo. Os bens que eles acumulam é fruto de roubo. A corrupção ativa e passiva é um câncer na sociedade contemporânea. As pessoas roubam, corrompem, matam e morrem por causa de dinheiro.

5.3) Porque eles caminham sem rumo na história (4.19). O caminho do perverso mesmo com muito dinheiro é cheio de escuridão, cheio de tropeços, cheio opróbrio e vai desembocar no inferno. Seguir esse caminho é caminhar na direção do juízo.

II. OS FILHOS DEVEM SER GOVERNADOS TOTALMENTE PELA SABEDORIA – (4.18,20-27)

A observância dos preceitos de Deus produz vida e saúde (4.22). Aqueles que buscam a sabedoria têm qualidade superlativa de vida física e espiritual.

Como podemos ser governados pela sabedoria?

1. Que a sabedoria trombeteie aos seus ouvidos (4.20)

Deixe que a instrução dos seus pais penetre em seus ouvidos. Abra seus ouvidos para ouvir os conselhos. O caminho da obediência pode ser o mais estreito, mas só ele o levará à bem-aventurança e ao céu.

2. Que a sabedoria proteja seus pés (4.26,27)

Não ande por caminhos tortos. Não entre em lugares onde seu coração seja tentado a pecar contra Deus. Não vá a nenhum lugar onde você não possa levar com você o Espírito Santo e honrar a Jesus. Você é templo da habitação de Deus: aonde você vai, você transporta a presença de Deus.

Evite o caminho dos malfeitores. Fuja das zonas de perigo. Busque a casa de Deus. Tenha pressa em estar na presença do Senhor.

3. Que a sabedoria proteja sua língua (4.24)

A língua é fogo e veneno. Ela pode incendiar e pode envenenar. Ela é seta e espada; ela fere e mata. O pecado que mais a alma de Deus abomina é espalhar contenda entre os irmãos. A língua pode ser instrumento de morte (Pv 18.21). Ela pode espalhar boataria ou ser instrumento de vida. Lembre-se que você dará contas no dia do juízo por todas as palavras frívolas que proferir.

Afasta da sua boca as palavras torpes, as piadas imorais. Evite a maledicência. Corra do juízo temerário. Abandone a tendência de criticar as pessoas. Sua língua pode ser uma fonte de vida, em vez de ser uma cova de morte.

4. Que a sabedoria proteja seus olhos (4.25)

Os olhos são a lâmpada do corpo. Se seus olhos forem bons, todo o seu corpo será luminoso. Todas as coisas são puras para os puros. Não alimente seus olhos com a impureza. Faça aliança com seus olhos para não entregá-los à lascívia. Desvia os seus olhos daquilo que pode ser um tropeço para seu coração. Evite a pornografia, pois ela pode ser uma cova para seus pés.

Não tenha olhos cheios de cobiça como os de Eva. Não tenha olhos gananciosos como os de Acã. Não tenha olhos lascivos como os da mulher de Potifar. Não tenha olhos cobiçosos como os de Geazi.

5. Que a sabedoria proteja seu coração (4.23)

A batalha é ganha ou perdida na trincheira do coração. Assim como o homem pensa no seu coração, assim ele é. É do coração que procede todo mau desígnio. A boca fala aquilo de que o coração está cheio.

Não basta ter uma boa aparência e um coração sujo. Muitos jamais foram com os pés num prostíbulo, mas no coração não saem dele. Muitos nunca pegaram uma arma para matar uma pessoa, mas muitos matam o próximo com o ódio. Muitos jamais adulteraram, mas no coração são adúlteros inveterados.

Com nossos gestos podemos impressionar os homens, mas Deus vê o coração. Só os puros de coração verão a Deus. Ore como Davi: “Que as palavras da minha boca e o meditar do meu coração sejam agradáveis na tua presença, Senhor, rocha minha e redentor meu”.

CONCLUSÃO

O verso 18 fala que a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito. Cristo é o caminho e ele é a luz. Os justos são guiados pela Palavra que é luz para os nossos pés. Eles são luz e andam na luz do Senhor. Essa é uma luz crescente. A cada dia tornamo-nos mais parecidos com Jesus. Estamos sendo transformados de glória em glória na imagem de Cristo. Caminhamos para a cidade da luz, onde teremos um corpo de glória que vai brilhar como sol no firmamento.

Pais instruam os seus filhos com sabedoria!

Filhos sigam os conselhos sábios de seus pais!


AUTOR: Rev. Hernandes Dias Lopes



++++++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++++

Nenhum comentário:

Postar um comentário