sexta-feira, 1 de abril de 2011


COMO ALCANÇAR

O FAVOR DO REI

Ester Cap 1 a 9



1. Quem deseja o favor do Rei precisa entender que é o Rei quem estabelece as exigências para as suas escolhas, e o seu favor alcança quem as cumpre:

2:1 Passadas estas coisas, e apaziguado já o furor do rei Assuero, lembrou-se de Vasti, e do que ela fizera, e do que se tinha decretado contra ela.

2 Então, disseram os jovens do rei, que lhe serviam: Tragam-se moças para o rei, virgens de boa aparência e formosura. 3 Ponha o rei comissários em todas as províncias do seu reino, que reúnam todas as moças virgens, de boa aparência e formosura, na cidadela de Susã, na casa das mulheres, sob as vistas de Hegai, eunuco do rei, guarda das mulheres, e dêem-se-lhes os seus ungüentos. 4 A moça que cair no agrado do rei, essa reine em lugar de Vasti. Com isto concordou o rei, e assim se fez.

1) Exigências: uma estética interior impecável; uma bela estética exterior e uma conduta ética incontestável.

2. O favor do Rei pode lhe alcançar independente do seu berço social:

2:5 Ora, na cidadela de Susã havia certo homem judeu, benjamita, chamado Mordecai, filho de Jair, filho de Simei, filho de Quis, 6 que fora transportado de Jerusalém com os exilados que foram deportados com Jeconias, rei de Judá, a quem Nabucodonosor, rei da Babilônia, havia transportado. 7 Ele criara a Hadassa, que é Ester, filha de seu tio, a qual não tinha pai nem mãe; e era jovem bela, de boa aparência e formosura. Tendo-lhe morrido o pai e a mãe, Mordecai a tomara por filha.

1) Ester tinha dois problemas, era escrava e órfão;


2) Não ficou desamparada porque Mordecai a tomara por filha, tornando-se o seu mentor;

3) Tanto Mordecai como Ester eram Judeus, conseqüentemente escravos, e os seus direitos eram não terem direitos;

4) Porém, os seus problemas não lhes tiraram os atributos que atendiam às exigências para alcançar o favor do Rei.

3. Se você quer alcançar o favor do Rei precisa ter uma visão clara acerca de si mesmo, ou seja, como você de fato é e não como se imagina ser, para ter convicção de que as pessoas que Deus colocará em sua vida para lhe abrir portas o enxergarão do modo como você é:

2:8 Em se divulgando, pois, o mandado do rei e a sua lei, ao serem ajuntadas muitas moças na cidadela de Susã, sob as vistas de Hegai, levaram também Ester à casa do rei, sob os cuidados de Hegai, guarda das mulheres.

9 A moça lhe pareceu formosa e alcançou favor perante ele; pelo que se apressou em dar-lhe os ungüentos e os devidos alimentos, como também sete jovens escolhidas da casa do rei; e a fez passar com as suas jovens para os melhores aposentos da casa das mulheres.

1) As pessoas verão em você qualidades em nível de excelência;

2) Esses atributos lhe garantirão tratamento diferenciado;

3) Muitas oportunidades lhes serão dadas com exclusividade, apesar de haverem outras pessoas com boas qualificações.

4. Para que você alcance o favor do Rei é importante estar sob as orientações de um mentor:

2:10 Ester não havia declarado o seu povo nem a sua linhagem, pois Mordecai lhe ordenara que o não declarasse.

11 Passeava Mordecai todos os dias diante do átrio da casa das mulheres, para se informar de como passava Ester e do que lhe sucederia.

1) Ester precisava dar as costas para o seu passado;


2) Mordecai acompanhava de perto tudo o que se passava com Ester.

5. Para que você alcance o favor do Rei é fundamental que passe por um tratamento estético intensivo:

2:12 Em chegando o prazo de cada moça vir ao rei Assuero, depois de tratada segundo as prescrições para as mulheres, por doze meses (porque assim se cumpriam os dias de seu embelezamento, seis meses com óleo de mirra e seis meses com especiarias e com os perfumes e ungüentos em uso entre as mulheres),

1) É preciso estar devidamente preparado para o dia do favor do Rei;

2) Os dias que antecedem ao grande evento são dias de embelezamento. Tratamento da estética interior e exterior;

3) Você precisa se apresentar ao Rei da forma mais bela possível.

6. Não é apenas através de pedidos que você alcança o favor do Rei, mesmo sendo isso um direito adquirido:

2:13 então, é que vinha a jovem ao rei; a ela se dava o que desejasse para levar consigo da casa das mulheres para a casa do rei.

15 Ester, filha de Abiail, tio de Mordecai, que a tomara por filha, quando lhe chegou a vez de ir ao rei, nada pediu além do que disse Hegai, eunuco do rei, guarda das mulheres. E Ester alcançou favor de todos quantos a viam.

1) Ester agiu diferente das outras mulheres, não pediu nada;

2) A sua excelente estética interior e exterior encantou a todos e principalmente ao Rei Assuero;

3) Antes de receber o favor do Rei você precisa “encantá-lo”.

7. Mais do que receber o favor do Rei, você precisa sentir o seu amor:

2:16 Assim, foi levada Ester ao rei Assuero, à casa real, no décimo mês, que é o mês de tebete, no sétimo ano do seu reinado.

17 O rei amou a Ester mais do que a todas as mulheres, e ela alcançou perante ele favor e benevolência mais do que todas as virgens; o rei pôs-lhe na cabeça a coroa real e a fez rainha em lugar de Vasti.

1) É pelo amor do Rei que recebemos favor e benevolência;

2) O favor do Rei lhe impulsionará até um lugar de projeção e influência;

3) Um lugar que lhe possibilitará realizar os seus desejos e sonhos, não lhe roubando o que a vida pode lhe dar de melhor;

4) A pobreza rouba o que o indivíduo deseja de melhor;

5) O lugar onde Deus quer lhe colocar quebrará toda a estrutura da pobreza, da miséria, da escassez e das doenças;

6) É a coroa da conquista que brilhará intensamente sobre a sua cabeça.

8. Um dos princípios para alcançar o favor do Rei é favorecer ao Rei:

2:21 ¶ Naqueles dias, estando Mordecai sentado à porta do rei, dois eunucos do rei, dos guardas da porta, Bigtã e Teres, sobremodo se indignaram e tramaram atentar contra o rei Assuero.

22 Veio isso ao conhecimento de Mordecai, que o revelou à rainha Ester, e Ester o disse ao rei, em nome de Mordecai.

23 Investigou-se o caso, e era fato; e ambos foram pendurados numa forca. Isso foi escrito no Livro das Crônicas, perante o rei.

1) Como alguém pode desejar o favor do Rei se trama como Ele e contra o Seu reino?

2) Pode você querer o favor do Rei se no momento de agir contra aqueles que trama, você se omite, como se isso não fosse de sua conta?

3) Como você pode alcançar o favor do Rei se não se importa com a integridade daquilo que lhe é mais importante?

4) Quando você demonstra interesse pelo Rei e por tudo o que a Ele pertence, Ele se interessa pela sua vida e por tudo o que é importante pra você nessa vida;

9. Todo favorecimento que você dá ao Rei, mesmo que não recompensado de imediato, é uma semente que lhe proporcionará uma colheita abundante no futuro. Mesmo que venham tempos de terríveis adversidades e perseguições, a sua colheita virá, é o favor do Rei que não fica devendo nada pra ninguém. Mas, os tempos difíceis virão:

3:1 Depois destas coisas, o rei Assuero engrandeceu a Hamã, filho de Hamedata, agagita, e o exaltou, e lhe pôs o trono acima de todos os príncipes que estavam com ele.

1) Para tentar impedir o favor do Rei sobre você, pessoas que foram engrandecidas, exaltadas, e colocadas em lugar de honra e destaque (até através de você), armarão ciladas e conspirações para lhe destruir, usando alguns deles o nome do Rei.

3:2 Todos os servos do rei, que estavam à porta do rei, se inclinavam e se prostravam perante Hamã; porque assim tinha ordenado o rei a respeito dele. Mordecai, porém, não se inclinava, nem se prostrava.

1) Mordecai não se inclinava e não se prostrava para Hamã. Se você quer verdadeiramente o favor do Rei, não se prostre ante aqueles que ocupam lugares que devem ser fontes do bem, mas, os transformam em nascedouro de iniqüidades e malignidades.

3:5 Vendo, pois, Hamã que Mordecai não se inclinava, nem se prostrava diante dele, encheu-se de furor.

1) A sua postura de não envergar diante dos intentos malignos produzirá maior furor em quem se coloca no papel de perseguidor e inimigo.

3:6 Porém teve como pouco, nos seus propósitos, o atentar apenas contra Mordecai, porque lhe haviam declarado de que povo era Mordecai; por isso, procurou Hamã destruir todos os judeus, povo de Mordecai, que havia em todo o reino de Assuero.

7 No primeiro mês, que é o mês de nisã, no ano duodécimo do rei Assuero, se lançou o Pur, isto é, sortes, perante Hamã, dia a dia, mês a mês, até ao duodécimo, que é o mês de adar.

13 Enviaram-se as cartas, por intermédio dos correios, a todas as províncias do rei, para que se destruíssem, matassem e aniquilassem de vez a todos os judeus, moços e velhos, crianças e mulheres, em um só dia, no dia treze do duodécimo mês, que é o mês de adar, e que lhes saqueassem os bens.

1) O sentimento gerado pela sua postura íntegra, oriunda de um cristão, elevará o nível do furor para os patamares das mais indignas malignidades;

2) Perseguir e prejudicar você será pouco, o furor será saciado apenas com perdas terríveis de todos os que caminham com você;

3) Não tenha dúvida que conclamarão um dia de “Pur” na sua vida, um dia sorteado para lhe causar danos. Um dia em que o inferno e os seus soldados tentarão roubar todos os teus bens.

10. Você certamente quer o favor do Rei, mas responda-me: como você reage diante das adversidades?

4:1 Quando soube Mordecai tudo quanto se havia passado, rasgou as suas vestes, e se cobriu de pano de saco e de cinza, e, saindo pela cidade, clamou com grande e amargo clamor;

2 e chegou até à porta do rei; porque ninguém vestido de pano de saco podia entrar pelas portas do rei. 3 Em todas as províncias aonde chegava a palavra do rei e a sua lei, havia entre os judeus grande luto, com jejum, e choro, e lamentação; e muitos se deitavam em pano de saco e em cinza.

1) O mesmo homem que foi corajoso para denunciar a trama contra o Rei, agora se desestruturava e entrava em agonia e desespero;

2) É dessa forma que os seus inimigos desejam lhe encontrar: desestruturado psicologicamente, emocionalmente e fisicamente;

3) Vestindo-se de frangalhos, porque sabem que ninguém nesse estado entra pela porta do Rei;

4) As portas do Rei não se abrem quando o povo está em luto, sem comer, em prantos e lamentos, deitados em panos de saco e cinza;

5) O Rei da glória não abre mão da dignidade do povo que anseia pelos seus favores.

11. Mesmo nas grandes adversidades Deus quer vestir você com vestes de honra:

4:4 Então, vieram as servas de Ester e os eunucos e fizeram-na saber, com o que a rainha muito se doeu; e mandou roupas para vestir a Mordecai e tirar-lhe o pano de saco; porém ele não as aceitou. ]

1) Não estou falando de humilhar-se e quebrantar-se. Estou falando de lamentações, desesperos e desesperanças;

2) Deus quer trocar as suas vestes, ao invés de lamentos e desesperos, louvor e adoração, porque és precioso aos seus olhos e ninguém tocará num fio do seu cabelo sem que haja o Seu consentimento e que Ele o capacite para superar os tempos adversos.

12. Para obter o favor do Rei narre a Ele às tramas que tecem as malhas da sua adversidade, porque Deus não quer ouvir as suas queixas, os seus lamentos, e muito menos o seu desespero e as suas desesperanças:

4:5 Então, Ester chamou a Hataque, um dos eunucos do rei, que este lhe dera para a servir, e lhe ordenou que fosse a Mordecai para saber que era aquilo e o seu motivo.

6 Saiu, pois, Hataque à praça da cidade para encontrar-se com Mordecai à porta do rei.

7 Mordecai lhe fez saber tudo quanto lhe tinha sucedido; como também a quantia certa da prata que Hamã prometera pagar aos tesouros do rei pelo aniquilamento dos judeus.

8 Também lhe deu o traslado do decreto escrito que se publicara em Susã para os destruir, para que o mostrasse a Ester e a fizesse saber, a fim de que fosse ter com o rei, e lhe pedisse misericórdia, e, na sua presença, lhe suplicasse pelo povo dela.

1) Deus não trata com pobres coitados, porque se assim fosse, você jamais teria chances, porque haverá sempre alguém em situação pior que a sua;

2) A rainha Ester queria um relatório não uma lista de reclamações;

3) Se quer ouvir um relatório de futuras vitórias nunca peça isso a um perdedor;

4) Leve ao Rei as suas causas, não as suas queixas, e certamente encontrarás a misericórdia.

13. O que foi que paralisou você?

4:10 Então, respondeu Ester a Hataque e mandou-lhe dizer a Mordecai:

11 Todos os servos do rei e o povo das províncias do rei sabem que, para qualquer homem ou mulher que, sem ser chamado, entrar no pátio interior para avistar-se com o rei, não há senão uma sentença, a de morte, salvo se o rei estender para ele o cetro de ouro, para que viva; e eu, nestes trinta dias, não fui chamada para entrar ao rei.

1) O favor do Senhor não é liberado para os que persistem em ficar prostrados em suas medíocres paralisias, verbalizando desculpas quando deveriam ter ações;

2) Se você está onde está, independente de onde está e o que está fazendo no momento, saiba que momentos maiores e melhores oriundos dos favores do Rei apenas virão se você fizer o que tem que ser feito, pois foi pra isso que o Rei colocou você aí;

3) Ninguém recebe o favor do Rei se não entrar na presença do Rei;

4) Ninguém recebe o favor do Rei se não acreditar que o Rei estenderá o cetro de ouro liberando o Seu favor;

5) O cetro de ouro estendido é a manifestação do favor do Rei;

6) Ninguém recebe o favor do rei se não acreditar que o favor do Rei é tão grande que apaga todas as suas iniqüidades para que o assunto com o Rei seja apenas de vitórias.

14. Não importa o cargo que você ocupa e muito menos o lugar onde você está. Você do jeito que é e em qualquer função social ou ministerial que esteja tem que ser veículo de mudanças e transformações do meio em que vive, e se isso não acontece você não está sendo a pessoa que Deus escolheu pra ser:

4:12 Fizeram saber a Mordecai as palavras de Ester.

13 Então, lhes disse Mordecai que respondessem a Ester: Não imagines que, por estares na casa do rei, só tu escaparás entre todos os judeus.

14 Porque, se de todo te calares agora, de outra parte se levantará para os judeus socorro e livramento, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para conjuntura como esta é que foste elevada a rainha?

1) Os problemas que você acha que não são teus e por isso se omite de ajudar a resolvêlos, estarão amanhã à tua porta e tornar-se-ão os teus maiores companheiros;

2) A omissão nunca lhe dará segurança ou imunidade, mesmo você estando no palácio do Rei;

3) Se você não faz para o Rei e o seu reino o que precisa ser feito Deus usará outra pessoa para que os seus favores sejam liberados;

4) Sabe o que aprendo? Os favores do Senhor não podem ficar retidos.

15. Entrar na presença do Rei para obter os seus favores, além de confiança, exige sacrifício coletivo e pessoal, além de cooperação:

4:15 Então, disse Ester que respondessem a Mordecai:

16 Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais, nem bebais por três dias, nem de noite nem de dia; eu e as minhas servas também jejuaremos. Depois, irei ter com o rei, ainda que é contra a lei; se perecer, pereci.

1) Protelar responsabilidades e decisões é retardar a liberação dos favores do Rei;

2) Deus não dá mole pra ninguém, não pense que com você será diferente;

3) Sacrifício, privação e renúncia hoje é garantia de deleite no amanhã.

5:1 Ao terceiro dia, Ester se aprontou com seus trajes reais e se pôs no pátio interior da casa do rei, defronte da residência do rei; o rei estava assentado no seu trono real fronteiro à porta da residência.

2 Quando o rei viu a rainha Ester parada no pátio, alcançou ela favor perante ele; estendeu o rei para Ester o cetro de ouro que tinha na mão; Ester se chegou e tocou a ponta do cetro.

1) Espero mesmo que você tenha se preparado e se aprontado devidamente para entrar na presença do Rei e obter os seus favores;

2) O Rei vai estender em sua direção o Seu cetro de ouro, e só você chegar e tocá-lo confiantemente.

16. Veja que grandiosas lições. Aprende quem tem juízo e deseja verdadeiramente o favor do Rei:

5:3 Então, lhe disse o rei: Que é o que tens, rainha Ester, ou qual é a tua petição? Até metade do reino se te dará.

1) A rainha Ester sabia o que tinha que pedir. Certamente você sabe o que pedir ao Rei hoje, não é?

2) Ela preparou-se na estética interior e na exterior. Creio que você preparou o seu espírito, a sua alma e o seu corpo para esse dia que pode fazer toda a diferença na sua vida;

3) Ela aprontou-se com os seus melhores trajes reais. Creio que você se aprontou da melhor forma possível para apresentar-se ao Seu Rei;

4) Antes que ela pedisse algo o Rei declarou que a daria até metade do seu reino. Isso nos fala do nosso entendimento de que Deus está com muita vontade de nos dar os seus favores.

5:4 Respondeu Ester: Se bem te parecer, venha o rei e Hamã, hoje, ao banquete que eu preparei ao rei.

5 Então, disse o rei: Fazei apressar a Hamã, para que atendamos ao que Ester deseja. Vindo, pois, o rei e Hamã ao banquete que Ester havia preparado,

6 disse o rei a Ester, no banquete do vinho: Qual é a tua petição? E se te dará. Que desejas? Cumprir-se-á, ainda que seja metade do reino.

7 Então, respondeu Ester e disse: Minha petição e desejo são o seguinte:

8 se achei favor perante o rei, e se bem parecer ao rei conceder-me a petição e cumprir o meu desejo, venha o rei com Hamã ao banquete que lhes hei de preparar amanhã, e, então, farei segundo o rei me concede.

1) A rainha Ester, mesmo tendo o amor e a predileção do Rei, não intentou pedir o que tinha necessidade, e era necessidade extrema, de vida e de morte;

2) Ela ofereceu ao Rei um banquete;

3) Ela levou a sua maior adversidade e a de seu povo, Hamã, à presença do Rei;

4) Mesmo oferecendo um banquete ela ainda não tinha obtido o favor que queria do Rei;

5) Mesmo o Rei desejando muito estender o seu favor a sua rainha, ela lhe ofereceu um novo banquete no dia seguinte, e manteve o propósito de levar a presença do Rei a sua maior adversidade e a de seu povo, Hamã.

17. Quando levamos nossas lutas e tribulações à presença do Rei, elas nem sempre se resolvem de imediato e parece até que pioram, se fortalecem e se tornam mais graves:

5:9 Então, saiu Hamã, naquele dia, alegre e de bom ânimo; quando viu, porém, Mordecai à porta do rei e que não se levantara, nem se movera diante dele, então, se encheu de furor contra Mordecai.

10 Hamã, porém, se conteve e foi para casa; e mandou vir os seus amigos e a Zeres, sua mulher.

11 Contou-lhes Hamã a glória das suas riquezas e a multidão de seus filhos, e tudo em que o rei o tinha engrandecido, e como o tinha exaltado sobre os príncipes e servos do rei.

12 Disse mais Hamã: A própria rainha Ester a ninguém fez vir com o rei ao banquete que tinha preparado, senão a mim; e também para amanhã estou convidado por ela, juntamente com o rei.

1) Os problemas do povo Judeu e da própria rainha Ester não tinham se resolvido, ao contrário, Hamã sentiu-se prestigiado e até fortalecido;

2) Ele desconhecia a origem da rainha Ester, lembra-se a instrução que Mordecai tinha dado a Ela?

3) Mordecai continuou a porta do Rei e não se encurvou diante de Hamã, que devia ter pensado: o dia da tua sorte está marcado!

4) Eu quero declarar em nome de Jesus: o dia da tua sorte está marcado, mas não será como as tuas adversidades e os teus adversários intentem, mas será segundo o coração do teu Rei.

18. Você receberá sim o favor do Rei, mas entenda que toda preciosidade para ser possuída exige sacrifícios. Você não vai ter moleza porque o mal não se satisfaz:

5:13 Porém tudo isto não me satisfaz, enquanto vir o judeu Mordecai assentado à porta do rei.

14 Então, lhe disse Zeres, sua mulher, e todos os seus amigos: Faça-se uma forca de cinqüenta côvados de altura, e, pela manhã, dize ao rei que nela enforquem Mordecai; então, entra alegre com o rei ao banquete. A sugestão foi bem aceita por Hamã, que mandou levantar a forca.

19. Na maioria das vezes Deus trabalha enquanto a gente não vê:

6:1 Naquela noite, o rei não pôde dormir; então, mandou trazer o Livro dos Feitos Memoráveis, e nele se leu diante do rei.

2 Achou-se escrito que Mordecai é quem havia denunciado a Bigtã e a Teres, os dois eunucos do rei, guardas da porta, que tinham procurado matar o rei Assuero.

1) Você se lembra do que eu disse no início, que você nem sempre tem de Deus a recompensa imediata pelos seus feitos, mas que Deus não fica devendo nada a ninguém?

2) Deus avivou a memória do rei Assuero. A memória do teu Rei está avivada e nada que você tenha investido ficará sem a recompensa dos seus favores.

20. Coisa alguma está fora do controle do Rei, mesmo as que se manifestam nas horas mais negras de nossas vidas. Sempre haverá vilões ameaçadores contra nós, mas nenhum deles pode, realmente, prejudicar-nos se estamos dentro da vontade do Rei. Na providência divina surgirão pessoas e circunstâncias favoráveis a nós na hora de nossa necessidade:

6:3 Então, disse o rei: Que honras e distinções se deram a Mordecai por isso? Nada lhe foi conferido, responderam os servos do rei que o serviam.

1) Os teus feitos podem estar em estado de espera, não mortos, pois estão registrados nos livros memoráveis do Rei;

2) É o tempo do favor de Deus em sua vida, das memórias dos teus sacrifícios e feitos serem lembrados e honrados.

6:4 Perguntou o rei: Quem está no pátio? Ora, Hamã tinha entrado no pátio exterior da casa do rei, para dizer ao rei que se enforcasse a Mordecai na forca que ele, Hamã, lhe tinha preparado.

5 Os servos do rei lhe disseram: Hamã está no pátio. Disse o rei que entrasse.

6 Entrou Hamã. O rei lhe disse: Que se fará ao homem a quem o rei deseja honrar? Então, Hamã disse consigo mesmo: De quem se agradaria o rei mais do que de mim para honrá-lo?

1) Tudo o que as tuas adversidades e os teus adversários fazem no intuito de suprimir da sua vida é conhecido pelo Rei;

2) Um dos grandes erros dos inimigos é se acharem dignos e aos demais indignos.

6:7 E respondeu ao rei: Quanto ao homem a quem agrada ao rei honrá-lo,

8 tragam-se as vestes reais, que o rei costuma usar, e o cavalo em que o rei costuma andar montado, e tenha na cabeça a coroa real;

9 entreguem-se as vestes e o cavalo às mãos dos mais nobres príncipes do rei, e vistam delas aquele a quem o rei deseja honrar; levem-no a cavalo pela praça da cidade e diante dele apregoem: Assim se faz ao homem a quem o rei deseja honrar.

10 Então, disse o rei a Hamã: Apressa-te, toma as vestes e o cavalo, como disseste, e faze assim para com o judeu Mordecai, que está assentado à porta do rei; e não omitas coisa nenhuma de tudo quanto disseste.

11 Hamã tomou as vestes e o cavalo, vestiu a Mordecai, e o levou a cavalo pela praça da cidade, e apregoou diante dele: Assim se faz ao homem a quem o rei deseja honrar.

1) Será que você pode ver essa cena? Mordecai com as vestes reais, com a coroa do rei na cabeça, e montado no cavalo do Rei, enquanto Hamã andando a pé vai puxando o cavalo pela praça da cidade, gritando pra todos ouvirem: assim se faz ao homem a quem o Rei deseja honrar;

2) Imaginou o burburinho do povo e os comentários? Hamã está puxando o cavalo do homem que queria enforcar, mas ele alcançou o favor do Rei!

3) Você está preparado para ser exaltado pelo Senhor quando o seu favor inundar a sua vida?

21. Você vai alcançar o favor do Rei e eu vou lhe dizer como vai ficar a cara das tuas adversidades e dos teus inimigos:

6:12 Depois disto, Mordecai voltou para a porta do rei; porém Hamã se retirou correndo para casa, angustiado e de cabeça coberta.

13 Contou Hamã a Zeres, sua mulher, e a todos os seus amigos tudo quanto lhe tinha sucedido. Então, os seus sábios e Zeres, sua mulher, lhe disseram: Se Mordecai, perante o qual já começaste a cair, é da descendência dos judeus, não prevalecerás contra ele; antes, certamente, cairás diante dele.

1) Enquanto você vai pra porta do Rei, eles vão correndo para as sua cavernas podres e sujas;

2) Enquanto você sorri e é festejado, eles serão tragados por suas angústias;

3) Enquanto a sua cabeça terá uma coroa real, a deles um pano sujo pra tapar a vergonha e o escárnio;

4) Então, até os que com eles estavam vão declarar que você será levantado, honrado e exaltado e eles não prevalecerão e cairão.

22. Não se esqueça de que todo o povo ainda estava sob o fatídico dia do Pur, a terrível sorte lançada por Hamã. Mas, a rainha Ester tinha oferecido um segundo banquete ao Rei, um banquete para agradá-lo e para que pudesse receber o seu favor:

7:2 No segundo dia, durante o banquete do vinho, disse o rei a Ester: Qual é a tua petição, rainha Ester? E se te dará. Que desejas? Cumprir-se-á ainda que seja metade do reino.

3 Então, respondeu a rainha Ester e disse: Se perante ti, ó rei, achei favor, e se bem parecer ao rei, dê-se-me por minha petição a minha vida, e, pelo meu desejo, a vida do meu povo.

1) A rainha Ester pediu pela sua vida e pela vida do seu povo.

7:4 Porque fomos vendidos, eu e o meu povo, para nos destruírem, matarem e aniquilarem de vez; se ainda como servos e como servas nos tivessem vendido, calar-meia, porque o inimigo não merece que eu moleste o rei.

1) Ela revelou ao Rei toda a trama elaborada para destruí-los.

7:5 Então, falou o rei Assuero e disse à rainha Ester: Quem é esse e onde está esse cujo coração o instigou a fazer assim?

6 Respondeu Ester: O adversário e inimigo é este mau Hamã. Então, Hamã se perturbou perante o rei e a rainha.

1) Ninguém que se propõe ao mal, mesmo que o negue e até usando aparência do bem e da piedade permanecerá oculto o tempo inteiro;

2) Um dia aquilo que está em oculto será revelado e trará humilhação e vergonha.

7:7 O rei, no seu furor, se levantou do banquete do vinho e passou para o jardim do palácio; Hamã, porém, ficou para rogar por sua vida à rainha Ester, pois viu que o mal contra ele já estava determinado pelo rei.

8 Tornando o rei do jardim do palácio à casa do banquete do vinho, Hamã tinha caído sobre o divã em que se achava Ester. Então, disse o rei: Acaso, teria ele querido forçar a rainha perante mim, na minha casa? Tendo o rei dito estas palavras, cobriram o rosto de Hamã.

9 Então, disse Harbona, um dos eunucos que serviam o rei: Eis que existe junto à casa de Hamã a forca de cinqüenta côvados de altura que ele preparou para Mordecai, que falara em defesa do rei. Então, disse o rei: Enforcai-o nela.

10 Enforcaram, pois, Hamã na forca que ele tinha preparado para Mordecai. Então, o furor do rei se aplacou.

1) O favor do Rei alcançará você;

2) Mais que isso, o favor do Rei tem um lugar especial destinado para sufocar de vez tudo aquilo que veio para impedir que você seja aquilo que Deus preparou pra você ser e ter.

23. Hamã tinha lançado o Pur:

9:24 porque Hamã, filho de Hamedata, o agagita, inimigo de todos os judeus, tinha intentado destruir os judeus; e tinha lançado o Pur, isto é, sortes, para os assolar e destruir.

1) O que os Hamãs da vida fizeram contra nós para nos prejudicar? Tudo o que se possa imaginar;

2) Querem impedir a todo custo que você, eu, nós sejamos o que Deus intentou em seu coração para sermos.

24. Mas Deus mudou a nossa sorte:

9:20 Mordecai escreveu estas coisas e enviou cartas a todos os judeus que se achavam em todas as províncias do rei Assuero, aos de perto e aos de longe,

21 ordenando-lhes que comemorassem o dia catorze do mês de adar e o dia quinze do mesmo, todos os anos,

22 como os dias em que os judeus tiveram sossego dos seus inimigos, e o mês que se lhes mudou de tristeza em alegria, e de luto em dia de festa; para que os fizessem dias de banquetes e de alegria, e de mandarem porções dos banquetes uns aos outros, e dádivas aos pobres.

1) Veja os favores de Deus que virão;

2) Sossego dos inimigos;

3) Vai mudar a tristeza em alegria. Será um tempo de festa;

4) Vai transformar o luto em dia de festa. Será um tempo onde ganhará terá vida;

5) Uma temporada de banquete e de júbilo virá;

6) As porções dos banquetes apontam para tempo de abundância e refrigério;

7) No tempo de multiplicação as nossas mãos poderão alcançar outras mais distantes e em condições adversas;

8) É um tempo em que seremos tremendamente ajudados e faremos grandes obras.




AUTOR: Pr. Josué Gomes






+++++++++++++

++++++++++++++

+++++++++++++++

++++++++++++++++


Nenhum comentário:

Postar um comentário