segunda-feira, 24 de maio de 2010


O que há
de errado,
Senhor?


- Com tanta catástrofe acontecendo nesses dias, com tanta violência, com tanta corrupção, muitas vezes não conseguimos evitar de perguntar para Deus: “O que há de errado, Senhor?”.

- Quando fazemos essa pergunta, muitas vezes o que realmente gostaríamos de dizer é “O que há de errado com o Senhor?”.

- Por que ele permite tudo isso? Mas se os terremotos parecem estar longe de nós, brasileiros, de repente ligamos a TV e vemos um dilúvio como esse que aconteceu principalmente no Rio e em Niterói, onde houve aquela avalanche que levou mais de 50 casas e provavelmente 200 vidas.

- Mas daí você acha que também essa desgraça está longe de você, quando o seu casamento acaba, os seus filhos desonram você, o seu chefe manda você embora, o médico diz que o pior foi diagnosticado. Então a vontade de perguntar “O que há de errado, Senhor? O que há de errado com o Senhor, que me deixa passar por isso?”.

- O salmista fez os mesmos questionamentos no salmo 77. Leia o Salmo 77

- O Salmista está em crise. Não tem medo de questionar sua indignação, declarar sua depressão, expor sua falta de esperança.

- Isso se assemelha muito com o que passamos, não é?

Basicamente a reclamação do salmista é que:

1) Parece que Deus não o escuta mais.

2) Pior do que isso. Parece que Deus não se importa mais com ele.

3) Ele sente que nada mais faz sentido e que não há esperança para ele. No texto, a partir do verso 7 ele começa a fazer algumas perguntas contundentes que merecem respostas vindas da própria Bíblia.

É assim que nos confortamos quando questionamos a nossa fé: voltamos à Palavra. Vamos às perguntas:
1) Deus vai me rejeitar para sempre?

- No meio da crise a idéia de que Deus está nos rejeitando sempre vem à mente. E o que a Bíblia responde? “...pois o SENHOR, o seu Deus, é bondoso e compassivo. Ele não os rejeitará, se vocês se voltarem para ele (2Cro 30.9b)

2) O Senhor nunca mais irá mostrar o seu favor?

- A forma como Deus agiu em meu favor no passado não vai mais acontecer?

- A ira d’Ele contra mim nunca acabará? É isso? A Bíblia responde: ” Pois a sua ira só dura um instante, mas o seu favor dura a vida toda; o choro pode persistir uma noite, mas de manhã irrompe a alegria. (Salmo 30.5)

3) Desapareceu para sempre o amor de Deus?

- O ser humano é curioso. Não demonstra amor a Deus e quando as coisas ficam ruins pergunta se foi Deus quem deixou de amar.

- Ao que vemos na Bíblia: “Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor”.(Romanos 8.38-39).

4) Deus se esqueceu de ser misericordioso?

- Somos tão pecadores que nem deveríamos estar falando com Deus. Não merecemos. Ainda assim achamos que Deus não é mais misericordioso.

- Lembre-se: misericórdia é o castigo que você merecia, mas não recebeu. O que a Bíblia fala sobre o “depósito de misericórdias” de Deus?

- Veja: “Graças ao grande amor do SENHOR é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. (Lamentações 3.22)

5) Deus refreou a sua compaixão?

- Aquele que se sente derrotado pelos problemas pensa que Deus deixou de ter compaixão, de ter “pena”. Nada mais longe da verdade!

- A realidade da dor e da existência do mal não apaga a realidade da compaixão de Deus por nós.

- “Como vocês sabem, nós consideramos felizes aqueles que mostraram perseverança.

- Vocês ouviram falar sobre a perseverança de Jó e viram o fim que o Senhor lhe proporcionou. O Senhor é cheio de compaixão e misericórdia. (Tiago 5.11).

- Jó sofreu muito, ainda mesmo com a permissão de Deus, mas o Senhor teve compaixão dele, assim como tem de nós.

6) Deus não age mais?

- Ah, essa é uma das idéias que o Inimigo semeia em nossas mentes. Aquele deus que fez tantos milagres e maravilhas parou. Não age mais. Isso é um erro!

- Olhe à sua volta e veja o que o Senhor ainda está fazendo!

- O Salmista teve essa dúvida, mas se animou lembrando das promessas que o Senhor fez e cumpriu. Não há razão para que Ele não cumpra as outras promessas. O pior é quando pensamos que não compensa ser crente, ser cristão. E

- não encontramos a seguinte resposta na Bíblia: “No dia em que eu agir”, diz o SENHOR dos Exércitos, “eles serão o meu tesouro pessoal.

- Eu terei compaixão deles como um pai tem compaixão do filho que lhe obedece. Então vocês verão novamente a diferença entre o justo e o ímpio, entre os que servem a Deus e os que não o servem”. (Malaquias 3.17-18). Eu mal posso esperar por esse dia! E você?

- Finalmente, o salmista faz uma declaração neste texto que precisa pautar a nossa vida em momentos de desespero como o que ele estava passando.

- Ele pergunta: “Que deus é semelhante ao nosso Deus?”. Então vem a resposta na própria Bíblia: “Voltem-se para mim e sejam salvos, todos vocês, confins da terra; pois eu sou Deus, e não há nenhum outro”. (Isaías 45.22)

E então? A Bíblia respondeu as suas perguntas?
Que Deus o abençoe!

Fonte: Pr. Davi Liepkan IBCNO © 2010

:::::::::::::::::::
:::::::::::::::::::

:::::::::::::::::::

:::::::::::::::::::

Às vezes as coisas
ficam piores antes
de melhorar2 Corintios 12.7-10

Introdução:

- Você já deve ter ouvido aquela expressão irônica: “Isso aqui para ficar ruim ainda tem que melhorar muito!”.

- Alguém diz isso querendo dizer que a coisa está tão feia que é pior do que ruim. Mas eu quero inverter e coocar da seguinte forma: “Existem certas coisas que estão ruins, mas que para melhorar tem que piorar muito!”. Como? “Depois da tempestade vem a calmaria!”.

- O texto que vamos usar é o de Paulo falando sobre algo que o incomodava, que lhe causava sofrimento. Mas aprendemos com ele que a sua expectativa era de uma vitória maior do que o sofrimento. Leia 1 Co 2.7-10.

A Bíblia está cheia de exemplo de coisas que ficaram iores antes de melhorar. Isso nos dá esperança!
1. As coisas ficam piores antes de melhorar porque muitas vezes este é o curso natural da cura e da libertação.

- Vejamos o exemplo do povo de Israel.

Eles não estavam bem no Egito.

Eles eram escravos. Não tinham liberdade. Para serem libertos, contudo, a coisa teve que ficar pior para eles.

Eles tiveram que enfrentar o deserto antes de chegar à Terra Prometida.

- O apóstolo Paulo também está nessa expectativa. Ele tem um “espinho na carne” que o incomoda. Porém ele sabe que o Senhor está no processo. Ele se rende à vontade de Deus.

- E quanto a você? Talvez esteja se perguntando se as coisas poderiam ser piores! Mas lembre-se de que Deus age de formas diferentes da nossa vontade e sempre é a melhor opção.
2. As coisas ficam piores antes de melhorar porque há um propósito de Deus para isso!

- Paulo tinha passado por um conflito. Pediu a Deus que o livra-se do seu “espinho”, mas a reposta de Deus foi NÃO! Este espinho pode ser um problema nos olhos, como a carta aos Gálatas sugere. Não importa o quem tenha sido. Deus não poupou Paulo deste sofrimento.

- Havia um propósito: era para que ele não fosse orgulhoso por causa das revelações espirituais que havia recebido do Senhor. Paulo reconhece isso!

- E você? Talvez seja necessário que você identifique um propósito para tudo aquilo pelo que você está passando em sua vida. Descanse no Senhor e espere o agir de Deus.
3. Quando as coisas ficam piores antes de melhorar, dependa da graça e somente na graça de Deus!
- Paulo não tinha outra escolha! Deus havia dito não ao seu pedido!

- Então é verdade que Deus pode decidir não curar alguém? Sim! Ele é soberano. E aquele que não é curado, restaurado ou levatando de imediato não é necessariamente por falta de fé ou pecado.

- Pode ser que simplesmente o Senhor esteja querendo dizer: “A minha graça de basta!”. E foi dependendo da graça, somente da graça de Deus que Paulo conseguiu superar o seu espinho na carne.

- E quanto a você? Já parou para pensar que nem você e nem ninguém merece nada do Senhor e que, se temos alguma coisa, é pela graça d’Ele? É por isso que é “graça!”.

4. Quando as coisas ficarem piores: alegre-se! A vitória está próxima!

- Com aquele problema que ele tinha, Paulo aprendeu a lição mais preciosa que ele poderia aprender.

- Ele teve a revelação mais profunda da essência do poder de Deus. Assim como quando Jesus estava na cruz numa aparente derrota, mas na verdade estava experimentando a maior vitória da história da humanidade, assim também foi com o apóstolo Paulo.

- Ele descobriu que o poder do Senhor se aperfeiçoa na fraqueza! Agora Paulo sabia que a vitória estava cada vez mais próxima. Não era uma vitória de prosperidade terrena, mas prosperidade espiritual!

- A nossa salvação baseia-se nisso! 23 Jesus respondeu: “Chegou a hora de ser glorificado o Filho do homem. 24 Digo-lhes verdadeiramente que, se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, continuará ele só. Mas se morrer, dará muito fruto.
25 Aquele que ama a sua vida, a perderá; ao passo que aquele que odeia a sua vida neste mundo, a conservará para a vida eterna. (João 12)

- O Senhor é capaz de mudar o choro em canto. “Mudaste o meu pranto em dança, a minha veste de lamento em veste de alegria” (Sl 30.11)

Que a graça e tão somente a graça do Senhor seja o bastante para a sua vida!

Pr. Davi Liepkan - IBCNO © 2009

++++++++++++
++++++++++++

++++++++++++

++++++++++++