sábado, 23 de maio de 2009


VOCÊ ESTÁ
ANDANDO
EM CÍRCULOS?
PORQUE?
Ex 5.1.- Dt 14.2.


· Às vezes ouço através de pessoas cristãs, ou leio em páginas da internet, jornais e revistas, que a população evangélica no Brasil e até no mundo tem crescido “assustadoramente” e que há outras “religiões” preocupadas em perder os seus fiéis para o cristianismo, ou melhor, o medo de se tornarem “crentes”.

· Penso ser muito bom o crescimento de cristãos por toda a face da terra e termos igrejas cheias, mas fico a imaginar onde está a qualidade do povo que Deus tem levantado, será que é só multidão, ou seja, quantidade sem qualidade nenhuma. Isto é o que me preocupa.

· Pessoas virem a se tornar cristãs por Cristo ou por que é moda. Ser crente hoje em dia tem se tornado “status”em muitos lugares do Brasil e fora também.

· O cristão tem ao seu dispor toda uma “parafernália” de acessórios para sustentar a sua condição de “crente”.

· Quando penso nisso tudo fico a me lembrar do povo de Israel, escravo no Egito. Deus levantou Moisés e Arão para irem diante do Faraó e pedir que liberasse o povo, pois o Senhor os queria como povo Seu para adora-lo.

· Este povo era muito numeroso como o são os evangélicos nos dias de hoje. Claro que existia no meio deles gente extremamente comprometida com Deus, mas a maioria era superficial em seus sentimentos para com Deus. Isto me lembra do que a palavra diz: “...muitos são chamados, mas poucos escolhidos” Mateus 20.16.

· Entendam que não estou generalizando, mas Deus requer um povo santo, separado, determinado a servi-lo e busca-lo acima de qualquer coisa.

· · Vejo nas igrejas de maneira geral, comportamentos do povo que “se diz ser de Deus”, parecido com as atitudes do povo de Israel quando saiu do Egito, e gostaria de compartilhar com você algumas destas atitudes que devemos atentar para não cairmos no mesmo erro.

ATITUDES DE UM POVO QUE ANDA EM CÍRCULOS:
A primeira que observo é a murmuração do povo (Êxodo 14.11-12; 15.24; 16.2; 17.3).

· Reclamando das condições as quais Deus os submetia, e a pergunta que não saia de suas bocas era “Porque Deus nos tirou do Egito? Lá embora fossemos escravos tínhamos de tudo ao nosso dispor!!”

· Enfim, os textos citados são só alguns dentre tantos, aonde o povo murmura contra Moisés e Arão, sem perceber que esta murmuração atingia direto o coração de Deus.

· · Percebo hoje, que vivemos dias parecidos em nossas igrejas, pessoas que são presas ao passado, ficam se lamentando de tudo, questionam as decisões e atitudes de seus pastores ou líderes, aceitam tudo na frente, mas por trás só reclamam.

· “Ah! No tempo do pastor fulano de tal, tudo era diferente”; “Se o beltrano estivesse a frente nada disso teria acontecido”. Bem, tudo isto ao meu ver entristece o coração do Pai.

· · Amados, no amor, em João 6.43 Jesus diz: “Não murmureis entre vós”. Neste trecho de João, os judeus murmuravam contra Jesus, duvidando de suas palavras e sua autoridade, hoje em dia se não nos cuidarmos podemos fazer isto com os servos instituídos por Deus nas igrejas.

ATITUDES DE UM POVO QUE ANDA EM CÍRCULOS:
A segunda atitude que observo no povo de Israel é que viviam presenciando sinais e prodígios de Deus em suas vidas diariamente, mas quando se passavam os dias voltavam a sua incredulidade novamente, é como se nada tivesse acontecido.

O que buscavam nos sinais e prodígios de Deus é sua própria satisfação, seu conforto.

· Nos mesmos textos acima de Êxodo viveram sinais de Deus sobrenaturais.

· O que me intriga é que viram tudo com seus próprios olhos e ainda assim não amavam a Deus, quebraram sua aliança com Ele.

· · Nas igrejas hoje não é diferente, às vezes participamos de um culto tremendo, onde a presença de Deus é sobre nós de forma indescritível, pessoas chorando, prostradas, envolvidas pela presença do Pai, realmente algo marcante.

· Passam-se alguns dias percebemos que o povo parece que não sabia nem o que tinha acontecido, tamanha era sua expressão de apatia.

· Claro que não estou generalizando, mas infelizmente muitos estão com esta expressão.

· Poucos ficam com o semblante de “quero mais Deus, eu te amo Pai”.

· · Tudo isso muito semelhante ao povo que estava no deserto. Possuíam um coração de dura cerviz.

· · Precisamos viver de forma mais intensa a presença de Deus em nossas vidas, amá-lo cada vez mais, não importando se vamos ganhar alguma coisa ou não, mas buscá-lo sempre custe o que custar.

ATITUDES DE UM POVO QUE ANDA EM CÍRCULOS:
A terceira característica que vejo no povo de Israel, é que a sua murmuração, indiferença, desobediência e falta de amor a Deus, os levou a sofrer sérias intervenções de Deus sobre sua caminhada à terra prometida.

· Em Números 32.13, Deus os fez andar em círculos devido a sua dureza de coração, até que aquela geração fosse consumida, ou seja, morta.

· · É preciso refletir sobre nossa situação hoje, para que não venhamos a cair nos mesmos erros de Israel e com perdermos os benefícios da presença de Deus sobre nós.

· · Corremos o risco de ficarmos andando em círculos em nossa vida, sem achar alegria ou realização em nada e de morrermos, não fisicamente, mas espiritualmente.

· · Amado, siga em frente priorizando Jesus em sua vida, amando a Deus de todo o coração, de toda sua alma e do todo o seu entendimento.

· · Se fizer isto estará permanentemente debaixo da presença do Aba Pai.


Nenhum comentário:

Postar um comentário