sexta-feira, 3 de junho de 2011



Cristo no Centro
(Cristocentrismo)




- “Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro” Fil 1:21
- Jesus Cristo e’ o fundador do Cristianismo por volta dos anos 30-33 d.C na Judéia, região da Palestina (atual Israel).

- Jesus é Deus, a segunda pessoa da Trindade. Ele sempre existiu como Deus Filho e não foi criado. É plenamente Deus e plenamente Homem (duas Naturezas Unidas e não Amalgamadas).

- Como segunda pessoa da Trindade, é igual a Deus Pai e Deus Espírito Santo. Para se tornar humano, foi gerado pelo Espírito Santo e nasceu da virgem Maria.

- Jesus é o Único caminho para ir ao Pai, a Salvação e a Vida eterna. Ele morreu numa cruz, de acordo com o plano de Deus, como um Sacrifício Completo e expiou os nossos pecados. Ressuscitou dentre os mortos três dias após sua morte, fisicamente imortal. Durante os 40 dias seguintes foi visto por mais de 500 testemunhas oculares. Suas feridas foram tocadas e ele comeu diante dos discípulos. Ascendeu fisicamente aos céus.

- Jesus regressará outra vez, visivelmente e fisicamente, no fim dos tempos para estabelecer o Reino de Deus e julgar o mundo. Este é o Plano Amoroso de Deus para perdoar os pecadores.

- Os Apóstolos Paulo e João são os mais Cristocentricos da bíblia.
Col 1:15-23 e João 1:1-6.

Cristo deve ser o Centro:
1 – Da nossa Espiritualidade


- Os primeiros cristãos sentiam ter uma conexão toda especial com ele: eram batizados em seu nome, confessavam o seu nome, sofriam pelo seu nome. Com isso, ele se tornava o principal ponto de referência de suas vidas e o elemento focal da sua devoção. Essa piedade centrada em Cristo se tornou característica de alguns dos períodos de maior vitalidade e autenticidade do cristianismo.

1 Pedro 2:21 - Porquanto para isto mesmo fostes chamados, pois que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os seus passos,

2 – Da Nossa Doutrina

- Cristo deve ser o centro de nossos ensinamentos, do nosso culto e de nossas atitudes.

- Como o Deus encarnado, Cristo redimiu a natureza humana da corrupção do pecado, e como o segundo Adão ele reverteu os efeitos danosos da queda, encabeçando ou recapitulando uma nova humanidade restaurada.

- Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação. Rm 10:9,10

3 – Do nosso Serviço

- Nenhuma expressão do cristianismo pode ser considerada realmente cristocêntrica se não produzir frutos na vida prática, em termos de testemunho e serviço.

- O exemplo de Paulo e Timóteo – Fil 2:19-22; 1 Cor 10:24, 11:1

- Espero, porém, no Senhor Jesus, mandar-vos Timóteo, o mais breve possível, a fim de que eu me sinta animado também, tendo conhecimento da vossa situação. Porque a ninguém tenho de igual sentimento que, sinceramente, cuide dos vossos interesses; pois todos eles buscam o que é seu próprio, não o que é de Cristo Jesus. E conheceis o seu caráter provado, pois serviu ao evangelho, junto comigo, como filho ao pai.


- Busquemos os interesses de Cristo, não os seus!

- O exemplo de Cristo

- Mas ele lhes disse: Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis. Disse-lhes Jesus: A minha comida consiste em fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra. João 4:32-34

- E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. João 17:3;

- Jesus Cristo deve ser o centro de nossa espiritualidade, o centro da nossa doutrina e o centro de nosso serviço.

- A fé cristã tem uma contribuição singular e indispensável para o mundo. Essa contribuição, que nenhuma outra religião ou filosofia pode proporcionar, consiste na pessoa divino-humana de Jesus Cristo, o Filho de Deus. É importante que os fiéis, os pensadores e a igreja tomem a Cristo como o foco principal de suas ações e reflexões.

- Jesus deve ser o centro da nossa vida! aleluia é Natal! Cristo deve nascer todos os dias de nossa vida!


Autor: Pr. Eliseu Ribeiro
Fonte: http://www.ipag.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=24&Itemid=34





================
==================
=======================
========================



HÁ PODER NAS
PALAVRAS DE JESUS!




Pergunta de Ligação: Como posso provar que há poder nas Palavras de Jesus?

Resposta de Ligação: O texto em questão mostra-nos que Jesus não fala à toa, não fala por falar. Quando Ele fala, MILAGRES acontecem:

1. QUANDO ELE FALA, UMA ÚNICA PESSOA PODE SER CURADA (vs 15)

- Alguns temem ir à Cristo em busca de um milagre, pois, acreditam numa mentira que anda por aí, que diz que “Deus está muito ocupado com os grandes problemas da humanidade”. Ora, o Deus dessa gente não é Deus, pois, o Deus que a Bíblia nos revela é infinitamente maior que todas as coisas que existem e é capaz de atender e sustentar a sua própria criação.

- Outros dizem que devemos ir a Jesus somente quando as enfermidades não podem ser curadas pela medicina. Quantas vezes esse pensamento tem te impedido de crer? Jesus tem o poder de nos curar de todas as enfermidades, graves ou não.

- A Bíblia nos ensina que ele nos cura e não diz que o faz somente em caso de doenças graves.

I Pedro 2:24 diz: "... pela suas feridas fostes sarados".
Isaías 53.4 diz: “...verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades...”.

Ilustração:___________________________________________________________
Aplicação: Devemos crer que Seu poder e interesse por nós não se acabaram.

Apelo: Você está precisando ser curado? Creia em Jesus, pois, Ele pode te curar.
HÁ PODER NAS PALAVRAS DE JESUS!

2. QUANDO ELE FALA, UMA MULTIDÃO PODE SER CURADA (vs 16b)

- Alguns dizem que esse negócio de “muitos milagres” é pura fantasia, que Jesus não age assim, que é tudo manipulação dos líderes, etc. É verdade que muitas igrejas usam isso como marketing, mas, também é verdade que Jesus cura quem, quando e QUANTOS Ele quer, de uma só vez ou não. Afinal, Ele é Deus soberano.

João 12:32 diz: “E eu, quando for levantado da terra, todos atrairei a mim”.

Ilustração: Ele é como um homem carregando um balde de água no deserto, vai atrair a todos.

Aplicação: Devemos crer que Ele tem poder para nos curar, seja em nossos momentos particula-res de devoção ou em nossos cultos e reuniões de oração.

Apelo: Você está precisando ser curado? Creia no poder das Palavras de Jesus .


HÁ PODER NAS PALAVRAS DE JESUS!

3. QUANDO ELE FALA, OS DEMÔNIOS SAEM CORRENDO (vs 16a)

Mateus 17:18 diz: “E, repreendeu Jesus o demônio, que saiu dele”.
Marcos 5:8 diz: “Porque lhe dizia: Sai deste homem espírito imundo”.
João 8:32: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.
Colossences 2:15: “E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo”.

Ilustração: __________________________________________________

Aplicação: Devemos que quando Ele fala os demônios não o podem resistir.
Apelo: Você está precisando de libertação? Ouça as Palavras de Jesus.


HÁ PODER NAS PALAVRAS DE JESUS!

Conclusão:


Através desse texto bíblico descobrimos que Jesus, pelo poder de suas Palavras, cura uma única pessoa ou uma multidão, e põe os demônios pra correr.

Apelo Final:
Creia nas Suas Palavras de todo o seu coração, pois:
HÁ PODER NAS PALAVRAS DE JESUS!




Autor: Etiêne Pacífico Teixeira, aluno do curso “Explica a Palavra”, a quem agradecemos pela colaboração e pela autorização para publicar este esboço.

Fonte: http://www.sitedopastor.com.br/esbocos.htm





+++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++++