terça-feira, 23 de abril de 2013

A depressão e a sua cura

 

A depressão

e a sua cura

 

Texto: 1 Reis 19 : 1 -16

 

 

 

INTRODUÇÃO

·  Nossa pretensão neste Estudo, é abordar o tema depressão sob a perspectiva bíblica.

·  Em Heb. 4:12 diz: “a Palavra de Deus é mais penetrante que espada de dois gumes, … e penetra até a divisão da alma e do espírito, das juntas e medulas e dos pensamentos e intenções do coração.

·  Sendo assim, ela quando aplicada é a melhor terapia para as crises humanas,

·   … pois é capaz de mostrar as grandes causas de nossos conflitos e ainda nos curar deles.

·  A depressão tem sido o drama de inúmeros brasileiros, em especial, a muitos evangélicos.

·  Muitos Pastores ensinam que a depressão é uma manifestação "diabólica", mesmo que seja  em crentes.

·   Estaremos mostrando que a depressão não é um desafio novo a vida cristã,

·  …mas que ela já fez parte da vida de muitos homens de Deus da história bíblica.

·  Exemplos de servos de Deus que tiveram Depressão:

·  O salmo 42, onde o salmista sente sua alma numa sequidão profunda,

·  … numa ausência de sentido para a vida ao ponto de assimilar a indagação dos ímpios: Onde está o seu Deus?

·  Por que não dizer de Elias, que ameaçado por Jezabel afugenta-se, pede a morte, esconde-se numa caverna, que existencialmente revela a complexidade de seus conflitos.

·  Tentaremos abordar este tema de forma a mostrar que este problema é mais fácil de superar quando se reconhece que ele faz parte da vida como os demais e precisa ser encarado sobre a perspectiva da graça de Deus.

 

I -  QUAIS OS Sintomas da depressão?

·  Dentro deste assunto estaremos mostrando algumas reações sintomáticas que sempre acometem a vida de uma pessoa depressiva. Vejamos:

1 -  visão pessimista e se torna autodepreciativo.

·  Passa a ver tudo do ponto de vista negativo, parece perder a fé na vida.

·  Sempre se desvaloriza diante de pessoas e situações das quais se sente desafiado.

·  E, por fim, chega a conclusão de que não vale a pena viver.

·  O conselho de Abraão Lincoln para este tipo faz muito sentido quando ele diz: " A maioria das pessoas será feliz na medida em que decidir sê-lo".

2 - PERDA do apetite

·  Como consequência ocorre a perda de peso

·   A pessoas que quando deprimidas passam a comer mais, enquanto outras perdem o apetite.

3 – O deprimido sofre perturbações do sono,

·        É uma sensação de cansaço físico e emocional impressionante e lentidão na fala e pensamentos.

·  Quando uma pessoa está deprimida, mesmo sem ter feito muita coisa,

·   … sente-se indisposto para trabalhar, algumas vezes até mesmo para tomar o café da manhã.

· Quando tenta falar nestas ocasiões nem eu mesmo consegue ouvir o que está dizendo.

·  A mente como  um idoso cansado a subir um mui alto morro.

4 – sentimentos de culpa e indignidade.

·  Essas culpas são reais ou imaginárias.

·  Por exemplo:   algumas pessoas deprimidas por crises financeiras podem se sentir culpadas por não serem ricas, que não faz nenhum sentido.

·  … E destas culpas, reais ou não, advém a "síndrome do coitadinho",

·  …ou seja, a pessoa passa a enfatizar seus defeitos e suprimir suas qualidades.

5 -  Isolamento social e familiar, introspecção.

6 -  Tristeza profunda e constante,

7 -  Falta de esperança

·  …que conduz a incapacidade de lutar pelo que se acredita na vida, a incapacidade de tomar decisões

8 – E tonturas, palpitações, dificuldades respiratórias, acidez estomacal, mudanças de temperamento e

9 -  Sensação de Inutilidade

10 -  Sensação de cansaço

11- Diminuição da Capacidade de Concentração

12 - Dor Crônica

13 - Ansiedade

14 - Indecisão ou Insegurança

15 -  Medo e Choro Fácil

16 - Diminuição do Impulso Sexual

17 - Hipocondria

18 - Irritabilidade

19 -  Redução da Capacidade de Experimentar Prazer

20 -  Desesperança

21 - DESEJO DE Suicídio

· Estes e outros sintomas perfazem o quadro de um deprimido

·   … e a pergunta natural que fazemos em vista de tão complexa sintomatologia é;

 

II  -  Quais sãos as causas da depressão?

·        Tentaremos enumerar algumas coisas que acreditamos ser causas da depressão, dividindo-as em algumas partes.

·        … Mas antes é bom dizer que os especialistas afirmam que

·        … algumas pessoas possuem propensão a depressão por questões genéticas, mas estas não são a maioria, por isso estudemos algumas causas.

1.      Causas existenciais

·        As principais são:

1.      Perda de um ente querido.

2.      Ruptura de um romance

3.      Rejeição por parte de pessoas queridas

4.      Separação matrimonial ou conflitos conjugais

5.      Enfermidades prolongadas

6.      Esgotamento físico-mental

7.      Endividamentos, crimes, acidentes e etc…

2.  Causas psicológicas

·        Dentre estas causas, destacamos

1.      a baixa estima,

2.      o complexo de inferioridade,

3.      o perfeccionismo,

4.      a solidão e a idade elevada.

5.      A ira, o rancor, o ódio e qualquer tipo de hostilidade,

·        … quando reprimidas no coração tendem a nos deprimir e a provocar variadas reações em cadeia que muito nos prejudicam.

6.      Um outro detalhe que não pode ser esquecido é que a culpa por pecados ocultos também pode ser uma grande causadora da depressão.

·        … Aliás, não só a depressão é patrocinada por causas psicológicas,

·        … mas grande parte das nossas doenças é também causada por este conflito.

3.  Causas espirituais

·        Ilustração:

·        Certa vez, em um programa de rádio, um irmão estava orando e repreendendo o "espírito de depressão" que atuava sobre a vidas das pessoas.

·        Na verdade não existe este "espírito",

·        …mas uma coisa é certa todos os demônios deprimem as pessoas, pois esta é a missão deles.

·        Contudo, se por falta de preparo um pastor considera estes tipos de problemas como sendo apenas espirituais, ele terá pessoas doentes em sua igreja.

1.      .. É preciso entender a necessidade de um especialista nestes casos

2.      …e também deve se ministrar mais freqüentemente sobre estes assuntos objetivando a cura.

·        A Bíblia fala de dois tipos de tristezas que podem nos acometer, "tristeza segundo Deus" e a "tristeza segundo o mundo".

·        Na "tristeza segundo Deus" opera-se o arrependimento,

·        …mas na "tristeza segundo o mundo" opera a morte, e naturalmente a depressão. 2 Co 7.10

·        Os cristãos devem discernir quando é que se esta enfrentando um abatimento,  uma crise intima por causa de pecados e um abatimento que leve a destruição.

·        Para melhor compreendermos este tema estudaremos, pois, a depressão de Elias.

III -  Elias, um homem de Deus deprimido. (1RS 19:1-16)

·        Quem lê o contexto antecedente deste capítulo fica sem entender esta ultima atitude de Elias.

·        Porque Elias foge da ameaça de uma mulher depois de ter prodigiosamente ter desafiado 450 homens e os vencidos?

·        Porque sua espiritualidade se curva de tal modo a fugir, a esconder-se?

·        Por que ele se deixou deprimir? Diríamos nós!!!

1.      Primeiro, porque quando ele chega na cidade ele percebe que tudo o que ele fez, parece não ter produzido o resultado esperado.

·        Pois ao invés dele ter sido recebido ele foi ameaçado.

·        Então ele se enche de medo, perde sua confiança inabalável no livramento de Deus

·        … e começa a fugir das piores humilhações que um homem pode receber, a humilhação de uma mulher.

·        E para fugir ele teve que caminhar muito já estando cansado ao ponto de chegar ao deserto e deitar-se debaixo de um zimbro pedindo a morte.

·        Aqui está o ápice de seu estado depressivo. Ele não quer morrer nas mãos de uma mulher como Jezabel, mas não admite fugir dela.

·        Talvez ele se perguntasse:

1.      porque eu não cri em Deus e fiquei lá mesmo a esperar o livramento de Deus?

2.       Como aquele povo me veria agora?

3.      Que belo profeta sou eu?

·        Não sei se eram estes os pensamentos mais que eram pensamentos negativos eu sei, pois levavam ao desejo de morrer.

·        E este tipo de desejo é comum em momentos que nos culpamos e nos sentimos inferiorizados por alguma coisa.

·        E ainda ele corre e entra numa caverna, que significa muitas coisas dentre elas

·        … que ele havia se fechado para o mundo, num universo reduzido a seus censos de proteção, longe de todo mundo na caverna de suas próprias razões e afirmações esperando um encontro com Deus.

·        E o interessante é que Deus não lhe culpa por seus sentimentos, não lhe dá um sermão por ter fugido, se escondido, pedido a morte.

·        Antes, Deus aparece como médico de Elias e o introduz dentro de uma terapia anti-depressiva que resolve o problema de Elias.

·        Veremos agora quais foram os meios usados por Deus para curar a depressão de Elias.

IV – Como Deus curou a Elias de sua depressão?

1 – Deus deu-lhe umas boas férias, com bastante comida e horas de repouso. v 8

·        Ser profeta como Elias e no momento dele era estressante e cansativo.

·        Elias estava esgotado físico-emocionalmente e Deus sabia disto.

·         E a terapia usada foi repor este esgotamento de Elias permitindo-o dormir e se alimentar bem.

·        A boa alimentação e o repouso físico são essenciais a recuperação dos deprimidos.

·        O sono deve ser de no mínimo oito horas e a alimentação deve se bem administrada.

·        Se possível, umas pequenas férias poderia ajudar, pois nos tiraria do nosso estado depressivo.

2 – Deus o conduz a reflexão consciente sobre sua condição. Que fazes aqui Elias? v 10

·        Na depressão nos tornamos todo emoção e deixamos de refletir sobre nossas verdadeiras causas.

·        A pergunta de Deus mexe com as razões de Elias, com as causas da caverna.

·        Levam-no a indagar sobre sua posição atual e sobre a vontade de Deus para ela.

·        E aqui que entra o trabalho do conselheiro cristão, que quando leva-nos a pensar em nossas razões ajuda-nos a sair do problema.

·        Muitas vezes me deprimi por coisas tão insignificantes que quando levado a pensar sobre elas,

·        … descobria que minha revolta e tristeza não tinha nenhuma procedência lógica.

3 – Deus o conduz a expor tudo que estava no seu coração em forma de confissões.

·        Por meio daquela pergunta de Deus a Elias, este se pôs a confessar o motivo de depressão, confira;

·        "E ele disse: Tenho sido muito zeloso pelo SENHOR Deus dos Exércitos, porque os filhos de Israel deixaram a tua aliança, derrubaram os teus altares, e mataram os teus profetas à espada, e só eu fiquei, e buscam a minha vida para ma tirarem."

·        Nem tudo o que Elias confessou era procedente,

·        ..mas pelo menos ele "descarregou" aquela carga de sentimentos e pensamentos que lhe atormentavam o ser.

·        E Deus levou-o a entender algumas razões de sua "caverna".

·        O Senhor permite que ele experimente tremendas manifestações do poder de Deus que não tinham a presença dele, observem;

·        Veja o que Deus lhe disse: (1RS 19:11-14)

1.      Com isto Deus levava-o a entender a diferença entre se ter o poder e se ter a presença de Deus, entre se conhecer o poder e conhecer a presença.

2.      Ensinava-o também a ouvir a voz de Deus, que nem sempre se faz ouvida nas manifestações mais fantásticas de Deus na história.

3.      E ainda Deus lhe fere o ego e cura-o do exclusivismo religioso no qual se encontrava, informando-o que ele não era o único profeta que sobrava, mas existiam sete mil que também se mantinham santos a Deus os quais ele não conhecia.

4.      Ou seja, Deus não estava perdendo, a coisa não estava feia para Deus, ele não era tudo o que Deus tinha.

5.      Deus mostra-lhe que a obra dele era maior do que Elias e do que ele pensava e que tudo estava sobre seu controle não existindo, portanto, razão para se desesperar, se deprimir.

·        Às vezes nos deprimimos por não entender esta Soberania de Deus.

·        E diante dos nossos problemas, ou até mesmo dos problemas da igreja ou ministério,

·        … pensamos que está tudo perdido e perdemos a esperança na ação de Deus a nosso favor.

·        E quando perdemos a esperança em Deus vendo a sua ação sob a perspectiva de nossa experiência, caímos em grande depressão.

4 – Deus o convida a comunhão da sua presença.

·        No verso 11 Deus o convida para se colocar em sua presença.

·        Deus esta fora da caverna e convida Elias a sair.

·        É importante que na hora da depressão busquemos mais intensamente a presença de Deus em nossa vida.

·        E isto quem nos ensina é Jesus em Lc 22:44 "E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão."

·        No momento de sua mais intensa depressão, ali no Getsêmani Jesus ao invés de partir para uma incredulidade apática ele se curva a uma mais intensa oração.

·        Quando estamos deprimidos, a tendência é negligenciar a oração, a leitura bíblica.

·        … Mas é nestas horas que devemos procurar a estar mais intensamente na presença do Senhor.

5 – Deus o entrega uma nova missão.

·        É comum perdermos em momentos de depressão muitos sonhos, objetivos e sobretudo, nosso sentido de vida.

·        E para curar-nos o Senhor nos convida a voltar para o nosso caminho (v 15)

·        … para realizar a nossa missão.

·        Elias recebe a missão de ungir dois reis e um profeta, entrega-lhe um ministério de confirmação espiritual.

1.      Qual foi o caminho que você abandonou?

2.      Qual foi o sonho?

3.      Qual foi a missão?

4.      Volta pelo teu caminho.

5.      O que Deus tem colocado em seu coração durante esta sua experiência de crise?

·        Pratique, projete sonhos, persiga objetivos, volta a ativa, esta é a Palavra de Deus para você.

·        Sua missão não acabou, sua utilidade para Deus e para o mundo não passou.

·        Existem pessoas que dependem de você para receberem a unção, como existiam pessoas que dependiam de receber a unção por meio de Elias.

·        Não é necessário temer ao inimigo, por que nem ele, nem você mesmo podem anular o amor de Deus.

·        O inimigo pode te fazer correr, mas Deus nunca deixará de te encontrar, ainda que você fuja para as suas mais escuras cavernas.

·        Deus está com você e curar VAI sua depressão em nome de Jesus.

CONCLUSÃO

·  Eu gostaria de terminar este estudo apresentando alguns conselhos úteis para os que vivem este estados de depressão.

·   Conselhos aos deprimidos.

1 – Procure pensar positivamente, evite negativismo (Pv. 23:7)
2 – Faça novas amizades com pessoas saudáveis.
3 – Busque sempre novos horizontes.
4 – Cuide melhor de sua aparência.
5 – Afaste-se do exclusivismo, você não é o único em nada, pense.
6 – Os melhores seres humanos não foram os nunca erraram, nem fracassaram,

… mas aqueles que interpretaram seus erros e fracassos de forma diferente,

…. vendo neles oportunidades para crescer e melhorar na vida.

…  Fracassos são boas escolas para o sucesso.

7 – Ame A SI MESMO e a vida.
8 – Saiba que embora você não tinha compreendido a Deus em muitas coisas, tudo o que ele permite visa seu bem em ultima instância  ( Rom. 8:28 )
9 -Ore agradecidamente.

·  Espero e oro para que este estudo possa  ajudá-los a tratar seus estados depressivos.

·  E que Deus nos Abençoe.

 

 

Fonte: http://www.esbocosdesermoes.com/2012/01/depressao-e-sua-cura.html

 

 

+++++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++++

A Colheita Espiritual da Igreja

 

A Colheita

Espiritual

da Igreja

 

Texto: João 4:27-38

 

 

INTRODUÇÃO

 

1. A colheita da igreja começa dentro dela.

- Há muitos que se dizem cristãos mais continuam sedentos de Deus. Se dentro das nossas igrejas encontramos pessoas nessas condições imagine fora dela.

2. Os campos estão brancos para que possamos colher os seus frutos.

- A nossa geração está buscando Deus em lugares diversos por não acharem as palavras do verdadeiro evangelho.

- A igreja precisa estar pronta para colher os frutos em sua geração através do evangelho de Cristo.
Como podemos estar prontos para colher os frutos maduros de nossa geração?
- No texto que lemos em João podemos aprender na experiência de Jesus e seus discípulos algumas qualidades daqueles que desejam colher os frutos de sua geração.

A primeira qualidade daqueles que desejam colher os frutos maduros de sua geração é:

 

I. A visão sem preconceito daqueles que precisam ouvir do evangelho de Deus.

1. Ao conversar com a mulher samaritana Jesus quebrou um preconceito social de sua época.

- Os discípulos se admiraram com a atitude do seu mestre (v. 27 “Neste ponto, chegaram os seus discípulos e se admiraram de que estivesse falando com uma mulher [...]”; cf. v. 9).

- Segundo a instrução rabínica não era conveniente a um homem conversar com uma mulher na rua, nem mesmo a sua esposa.

- Há muitos frutos a serem colhidos entre os drogados, prostitutas, homossexuais.

- Precisamos nos desvestir de nossos preconceitos e levar a palavra de libertação àqueles que vivem à margem da nossa sociedade.

2. O silêncio dos discípulos frente àquela cena onde Jesus conversava com aquela samaritana demonstrava o respeito pelo Mestre, mas também o menosprezo por ela(v. 27 “[...] todavia, nenhum lhe disse: que perguntas? Ou: Por que falas com ela?”).

- O preconceito que criamos em nossos relacionamentos são um entrave para nossa missão.

- Muitas vezes os pobres são tratados como se não tivessem alma. Não podemos impedir que o evangelho seja calado por causa das distinções sociais degradantes que nos rodeiam.

- Deus nos chamou para ser esperança para todos os homens independentes de sua situação social.
- Para que possamos colher os frutos maduros de nossa geração é preciso tirar dos nossos corações todo tipo de preconceito.

Uma segunda qualidade daqueles que desejam colher os frutos maduros de sua geração é:

 

II. A prioridade na vontade de Deus.

1. Enquanto os discípulos ofereciam comida à Jesus ele lhes mostrou qual era a verdadeira prioridade de sua vida: fazer a vontade de Deus (v. 34 “Disse-lhes Jesus: “A minha comida consiste em fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra”).

- A visão dos discípulos era restritamente material, pois acreditavam que a comida da qual Jesus lhes falava era uma comida material (cf. vv. 32,33).

- A missão de Jesus era mais importante do que o alimento físico. Sua prioridade estava na vontade de Deus.

2. Ora, a vontade de Deus é que levemos outros a se tornarem discípulos de Cristo(Mateus, 28:19 “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo” NVI).

- Devemos ter em mente que os frutos que colhemos devem ser frutos nos moldes de Cristo. Cada imitador de Cristo que fazemos é um fruto que colhemos em nossa geração.
- Os frutos maduros de nossa geração serão colhidos efetivamente quando priorizarmos a vontade de Deus em nossas vidas.

A terceira qualidade daqueles que desejam colher os frutos maduros de sua geração é:

 

III. A prontidão para obedecer à missão que receberam de Cristo.

1. Jesus deu uma missão para os seus discípulos e cabia a eles obedecer (v. 38 “Eu vos enviei para ceifar o que não semeaste; outros trabalharam, e vós entrastes no seu trabalho”).

- Ela era resultado daquilo que havia sido plantado por outros. No caso dos samaritanos que se aproximavam foi o próprio Cristo quem semeou (v. 30). É importante atentar que somos frutos de alguém que plantou em nós a palavra do evangelho.

- Há muitas pessoas que um dia ouviram o evangelho e que estão a espera daqueles que possam colhê-los. Para isso é preciso que respondamos positivamente à missão que nos foi dada.

2. Os discípulos não tinham mais o que esperar, pois os frutos já estavam maduros(v. 34 “Não dizeis vós que ainda há quatro meses até a ceifa? Eu, porém, vos digo: erguei os olhos e vede os campos, pois branquejam para a ceifa”).

- Como temos trabalhado na ceifa? Não podemos estar relaxados enquanto os frutos estão prontos para ser colhidos.

- Precisamos estar prontos para levar o evangelho aos que estão sedentos de salvação.

 

CONCLUSÃO

- A nossa geração esta pronta para ser colhida por aqueles que entenderam a missão que receberam de Cristo.

- Portanto, sejamos obedientes ao nosso chamado, rechaçando todo preconceito e priorizando a vontade de Deus. Assim estaremos qualificados para servir na ceara do Senhor.

 

 

Autor: Rev. Leonardo José Nunes Félix

 

++++++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++++