segunda-feira, 15 de abril de 2013

As Coisas Boas de Deus

 

As Coisas Boas

de Deus

 

Texto:  “O Senhor é o meu pastor; nada me faltará” (Salmo 23.1).

Introdução:

- Como é agradável uma boa viagem, uma boa recuperação física, uma boa refeição, um bom descanso, uma boa notícia, um bom amigo, um bom conselho.

1. Deus pensa coisas boas a nosso respeito

“Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais” (Jeremias 29.11).

a. Deus está, através do profeta, dando ao seu povo uma palavra de ânimo numa hora difícil. Este texto bíblico está inserido no conteúdo da carta que Jeremias enviou a um grupo de exilados judeus na Babilônia.

b. O que Deus está pensando, planejando, a nosso respeito, é o melhor. O diabo tem procurado muitas vezes dizer ao contrário, todavia podemos estar seguros de uma coisa: Deus pensa, planeja o melhor para nós. Foi assim quando o homem pecou. Deus planejou lá no Éden a nossa redenção em Cristo Jesus – “Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar” (Gênesis 3.15).

c. Quem sabe você está vivendo o seu momento de exílio, de cativeiro, de desânimo, de lutas. Saiba que, ainda que a isto esteja acostumado, Deus está pensando algo bom, lindo, maravilhoso a seu respeito.

2. Deus prepara coisas boas para nós.

“mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam” (1 Coríntios 2.9).

a. “Preparas-me uma mesa...” (Salmo 23.5).

b. “Vinde porque tudo já está preparado” (Lucas 14.17).

c. “Vou preparar-vos lugar” (João 14.2).

- O que Deus tem preparado são coisas que os olhos não viram, os ouvidos não ouviram e nem subiram ao nosso coração.

3. Deus nos dá boas coisas.

“Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem?” (Mateus 7.11).

a. Jesus está usando a figura do Pai em relação ao filho para mostrar o interesse de Deus em nos dar as coisas boas.

b. quantas coisas boas Deus tem para nos dar: sua paz, sua graça, seu amor, sua força, sua proteção, seu alento, sua esperança, sua vida.

c. As mãos de Deus estão cheias e estendidas para nós, e, com grande amor, ele nos diz: filho meu, quero abençoar você. Não precisamos viver de migalhas, Deus tem muitas coisas boas para nos dar. Ele quer nos abençoar com toda sorte de bênçãos espirituais em Cristo nas regiões celestes

“Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo” (Efésios 1.3).

Conclusão:

Tudo o que temos de fazer é nos achegarmos a Deus e nos apropriarmos de tudo o que é nosso em Cristo Jesus.

 

 

Fonte: Messias Anacleto Rosa

 

=============================

=============================

=============================

=============================

Uma dieta para tornar a vida espiritualmente saudável

 

Uma dieta para tornar a vida espiritualmente saudável

 

 

Texto:  “Ouve o conselho e recebe a instrução, para que sejas sábio nos teus dias por vir” (Provérbios 19.20).

Introdução:

- Depois que um médico identifica alguns problemas de saúde no corpo de alguém, um nutricionista entra em ação e receita uma dieta. O objetivo da dieta é tornar o corpo novamente saudável e com energia para a vida.

Como “nutricionista espiritual” gostaria de recomendar a seguinte receita para uma dieta que torne sua vida saudável espiritualmente e tenha qualidade de vida:

1. Tenha cuidado com o que você pensa, pois a sua vida é dirigida pelos seus pensamentos – “Porque, como imagina em sua alma, assim ele é...” (Provérbios 23.7).

2. Abandone o orgulho, pois ele pode te levar à destruição e deixe a vaidade de lado, pois ela pode fazer você cair na desgraça – “A soberba precede a ruína,e a altivez do espírito, a queda” (Provérbios 16.18).

3. Cuidado com o que fala, pois você terá que aguentar as consequências de tudo o que disser – “A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto” (Provérbios 18.21). Veja também Provérbios 6.1-5.

4. Procure resolver sua causa diretamente com o seu próximo, e não revele o segredo de outra pessoa – “Pleiteia a tua causa diretamente com o teu próximo e não descubras o segredo de outrem; para que não te vitupere aquele que te ouvir, e não se te apegue a tua infâmia” (Provérbios 25.9, 10). Veja também: Provérbios 3.29; 11.9; 11.13; 24.28.

5. Não se mate de trabalhar, tentando ficar rico, nem pense demais nisso. Pois o seu dinheiro pode sumir de repente, como se tivesse criado asas e voado para longe como águia – “Não te fatigues para seres rico; não apliques nisso a tua inteligência. Porventura, fitarás os olhos naquilo que não é nada? Pois, certamente, a riqueza fará para si asas, como a águia que voa pelos céus” (Provérbios 23.4, 5). Veja também Provérbios 28.20 e Salmo 127.2.

6. Confie em Deus de todo o seu coração e não se apoie no seu próprio entendimento“Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. Não sejas sábio aos teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal” (Provérbios 3.5-7).

7. Guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida – “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida” (Provérbios 4.23).

8. Tema a Deus e obedeça aos seus mandamentos, porque foi para isso que fomos criados – “De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem” (Eclesiastes 12.13). Veja também: Provérbios 14.26; 19.23.

Conclusão:

- A parte boa desta receita é que ela tem mais de 3.000 anos e foi escrita pelo sábio “nutricionista espiritual” chamado Salomão.

Todos estes itens da receita estão no livro de Provérbios e Eclesiastes. Minha recomendação final é que depois que você conseguir praticar esta primeira etapa da receita, vá imediatamente para a segunda etapa do tratamento praticando os outros itens que Salomão recomenda.

 

 

Adaptado do texto do Pr. Josué Campanhã / http://www.esbocosdesermoes.com/2013/04/uma-dieta-para-tornar-vida.html

 

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

Lições para uma Vida de Santidade

 

Lições para uma Vida de Santidade

 

Texto:  “O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Tessalonicenses 5.23).

 

Introdução:

- É preciso que o adorador mantenha o seu espírito, a sua alma e o seu corpo plenamente irrepreensível para o dia de nosso Senhor Jesus Cristo.

- A Bíblia nos exorta a afastarmos-nos cada dia das práticas pecaminosas, aproximarmos de Deus com um coração íntegro e piedoso, e nos esforçarmos por viver de maneira santa.

1. Algumas características de um viver santo:

1.1. Santidade engloba todos os aspectos da vida humana.

- O viver santo tem um significado muito mais abrangente do que simplesmente obedecer a uma longa lista de proibições (1 Tessalonicenses 5.23).

1.2. Santidade é humildade e confissão.

- O princípio de um viver santo fundamenta-se na humildade, na confissão e no reconhecimento sincero de que a pessoa depende da misericórdia de Deus.

- O crente não deve justificar-se comparando-se com os outros.

“O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia” (Provérbios 28.13).
Veja também: João 8.3-9.

1.3. Santidade é ação do Espírito Santo.

- A ação do Espírito Santo na vida do crente torna-o santo.

“Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu, para o mundo” (Gálatas 6.14).

“Entretanto, devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados pelo Senhor, porque Deus vos escolheu desde o princípio para a salvação, pela santificação do Espírito e fé na verdade” (2 Tessalonicenses 2.13).

Meio divinos para a santificação:

Palavra: João 15.1-3.
Sangue: 1 João 1.7.
Espírito Santo: Efésios 5.18.

1.4. Santidade é negar o próprio ego.

- Se por seus próprios esforços o crente buscar a santificação estará satisfazendo a si mesmo, e o exercício da santificação se tornará uma espécie de concurso de beleza.

“Antes, ele dá maior graça; pelo que diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes” (Tiago 4.6).

2. Alguns aspectos que identificam o viver santo.

2.1. Manifestar o caráter de Deus buscando a perfeição.

Jesus terminou a sua bela mensagem exortando a multidão a aperfeiçoar-se.

“Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste” (Mateus 5.48).

2.2. Amar a Deus.

- Este primeiro mandamento deve estar presente no exercício da santidade.

“Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento” (Mateus 22.37, 38).

2.3. Deixar a vida divina encher a vida humana.

- Santidade é negar os desejos e as vontades humanas. É deixar que Deus encha o coração com a vontade do Senhor.

“logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim” (Gálatas 2.20).

2.4. Separar-se do pecado.

- Deus não chamou o crente para imundícia, mas para a santificação.

“porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação. portanto, quem rejeita estas coisas não rejeita o homem, e sim a Deus, que também vos dá o seu Espírito Santo” (1 Tessalonicenses 4.7, 8).

Conclusão:

- Ter uma vida santa é não concordar com o pecado. Não é somente evitar os pecados citados em Gálatas 5.19-21, mas é também se opor ao pecado (Gálatas 5.22, 23).

- A santidade é um mandamento de fundamental importância em torno do qual gira a vida cristã (1 Pedro 1.15, 16).

- O crente não deve ser santo somente entre quatro paredes, nem seguir o mau exemplo de quem apresenta duplicidade de caráter (Romanos 12.2). Mas deve manter-se irrepreensível e obediente ao que disse o apóstolo Paulo em Filipenses 2.15, que diz: “para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo”.

 

 

Adaptado de esboço do Pr. Silas Malafaia / http://www.esbocosdesermoes.com/2013/04/licoes-para-uma-vida-de-santidade.html

 

 

################################

################################

################################

################################