quarta-feira, 10 de julho de 2013

SOLDADO FERIDO (Trechos do meu livro)

 

2013-04-26 21.37.16

TRECHOS MEU LIVRO:

SOLDADO FERIDO

(ainda não publicado)

 

     Em 1989, abandonei o Ministério pastoral, e também, os caminhos do Senhor. Entrei voluntariamente num tremendo deserto. Fiquei oito anos longe dos Caminhos do Senhor.
     Muitas vezes eu queria voltar, mas não tinha forças suficientes. Levava minha esposa e meu filho até à porta de uma igreja, mas eu não conseguia descer do carro e entrar. Faltavam-me forças físicas e espirituais.
E no dia que consegui entrar naquela igreja, eu dormi durante o culto. Achava tudo muito chato e monótono. Parecia que eles tinham mudado as músicas. Elas estavam mais longas e chatas, pareciam mantras. Ainda que eu conhecesse o texto bíblico, a palavra do pregador parecia uma língua estranha, isto é, ele não falava nada com nada. Na realidade, eu estava com uma vontade louca de ir embora daquele lugar. Em alguns momentos cheguei até a perguntar a Deus: “Deus, o Senhor não tem alguém melhor do que esse pregador? Ele fala errado demais, repete os assuntos; ele é cheio de cacoetes; ele não sabe se expressar; ele está super perdido nesta mensagem.” Mesmo com toda minha arrogância, Deus deu-me a resposta: “Meu filho, ele é o que tenho hoje aqui. Ele meu servo. Eu o capacito, e coloco nele a minha sabedoria e unção. Na realidade, eu gostaria de usar VOCÊ. Mas, você preferiu desertar do meu exército, você fugiu da minha presença”. Fiquei com vergonha. Aquela resposta de Deus mexeu muito comigo. Desde aquele dia, nunca mais ousei questionar a Deus sobre os vasos que Ele usa para ministrar a sua Palavra.
      Durante aqueles anos, daquele auto-exílio, daquele deserto, o Senhor Deus nunca me abandonou, nunca me deixou. Ele sempre supriu todas as minhas necessidades. Mesmo na minha infidelidade, Deus era fiel.

 

Autor: Pr. Robernane Ferreira Lima

 

+++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.