quarta-feira, 8 de maio de 2013

PEDINDO RESTAURAÇÕES

 

PEDINDO RESTAURAÇÕES (SALMOS 80)

 

   

- Nós não somos autônomos em nossa própria existência. O que nos mantém vivos são as misericórdias do Senhor que nos impedem de sermos consumidos (Lm. 3.22). Precisamos da presença transformadora do Senhor em todas as áreas de nossas vidas.

- O salmo 80 foi escrito por Asafe em forma de testemunho e acabou se transformando em uma canção com a mesma melodia de uma bela música conhecida pelos judeus de “Os Lírios”. Esse salmo retrata na verdade a nossa condição diante do Senhor em face aos problemas que enfrentamos no dia a dia que despedaçam nossos sonhos, nossas vidas, nossas famílias, nossas finanças, nossos ministérios enfim, nossa vida espiritual.

- O povo judeu passou por várias perdas e Asaf ao escrever essa canção reconhece que somente o Senhor poderia restaurar a vida do povo.

Israel passou por altos e baixos em sua trajetória como podemos constatar:

a) Pelos pecados de Israel, Deus não respondia mais a oração de seu povo (v. 4);

b) Deus permitiu que várias situações trouxessem constantes choros e sofrimento ao povo (v. 5);

c) As brigas e contendas aumentaram e o povo não tinha mais paz (v. 6a);

d) Se tornaram uma grande piada (v. 6b);

e) Seus territórios eram constantemente invadidos (v. 12);

e) Foram golpeados e inflamados pelos ataques de seus inimigos (v. 16).

Os problemas que Israel enfrentava eram de ordem:

a) espiritual;

b) relacional;

c) moral;

d) psicológico;

e) emocional;

f) financeiro.

- Asafe sendo conhecedor dos fatos, reconhece que somente o Senhor poderia restaurá-los.

E ele faz essa oração comovente: “Restaura-nos ó Deus; faze resplandecer o teu rosto sobre nós e seremos salvos”.

Conosco não é diferente. Precisamos orar pedindo restaurações em todas as áreas de nossas vidas. Porém, eu gostaria de destacar três áreas principais e urgentes pelas quais precisamos urgentemente clamar da seguinte forma:

I) RESTAURA NOSSO ALTAR, SENHOR.

- Quando Elias confronta os profetas de Baal no monte Carmelo, antes de pedir a Intervenção de Deus, ele restaura o altar do Senhor que estava em ruínas (I Reis 18.30, 31).

- Meus amados, precisamos clamar ao Senhor para que seu rosto resplandeça sobre nós trazendo restauração sobre nossa vida espiritual, nosso relacionamento com Deus, nosso ministério, nossa visão do reino.

- Muita coisa vai mudar em sua vida, quando seu altar for restaurado. Peça isso ao Senhor: restaura nosso altar, nossa vida espiritual, Senhor.

Faze resplandecer teu rosto sobre nossa vida espiritual e seremos salvos.

II) RESTAURA MINHA FAMÍLIA, SENHOR.

- No salmo 127, Salomão reconhece que se o Senhor não agir em prol da família eleita por ele para ser uma bênção todos os nossos esforços serão em vão.

- Ao invés de vermos famílias sendo edificadas na rocha que é Jesus, temos visto famílias se fragmentarem e serem destruídas sobre a areia movediça.

- No salmo 126, o salmista ora ao Senhor pedindo a restauração da sorte de seu povo, família do Senhor.

- Precisamos orar pedindo a Deus para remover das nossas famílias as rixas, discórdias, facções, ciúmes, partidarismo, ódio enraizado, a mágoa que corrói, o espírito maligno de competição e a falta de amor no lar.

- Temos de orar a Deus para que haja harmonia em nosso casamento, fidelidade conjugal, respeito mútuo, e acima de tudo, amor. Restaura nossas famílias.

Faze resplandecer teu rosto sobre nossa casa, e seremos salvos.

III) RESTAURA NOSSA VIDA MATERIAL, SENHOR.

- Essa é uma área que deveríamos deixar por último, mas na maioria das vezes invertemos a ordem de prioridade e de valores.

- Muitas pessoas querem a bênção material como curas, milagres físicos, prosperidade financeira, mas com o altar quebrado e a família totalmente destruída.

- O Senhor propriamente nessa ordem, abençoará nossa vida material quando colocarmos em primeiro lugar nossa vida espiritual, e em segundo, nossa família.

- Aquele que anda nos caminhos do Senhor e se santifica a cada dia, tem uma família abençoada e tem sua vida material abençoada (Salmos 1.3; Josué 1.8).

- Prosperidade não é sinônimo de riquezas, mas sim de bênção de Deus, quando somos restaurados por ele.

Que possamos pedir: Senhor, restaura nossa vida Material; faze resplandecer o teu rosto sobre nossa vida material, tudo o que possuímos e seremos salvos.

- O senhor é aquele que cuida da vinha que plantou com a mão direita, que somos nós. Eel quer nos restaurar.

Quer restaurar nossa vida espiritual, nossa vida familiar e nossa vida material. Que seja este o nosso clamor: Restaura-nos Senhor. Em nome de Jesus, amém.

 

Auto: Rev. Adeir Goulart da Cruz


=====================================

=====================================

=====================================

=====================================

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.