sexta-feira, 31 de maio de 2013

O Socorro Divino na Vida dos Aflitos

 

O Socorro Divino

na Vida

dos Aflitos

Texto: Salmos 40:1-3

 

 

 

INTRODUÇÃO

 

1. Quem dera todos nos confiássemos em Deus como uma criança confia nos seus pais.

O colo dos pais dá segurança contra as intempéries. Todos nós desejaríamos um lugar como o colo dos nossos pais onde pudéssemos encontrar socorro.

2. Em Deus todos nós podemos encontrar socorro para nossas aflições. A sua Palavra nos garante que ele é socorro certo para os que nele confiam.
De que forma aqueles que confiam em Deus podem experimentar o seu socorro?

O salmista Davi nos mostra alguns efeitos do socorro de Deus em sua vida.

O primeiro efeito do socorro de Deus foi:

I. A libertação da perdição.

1. Davi se via liberto da perdição como alguém que estava preso num atoleiro (v.2 “Tirou-me de um poço de perdição, de um tremedal de lama”).

- As palavras dele referem-se à prisão que todos os homens estão enquanto estão sem Deus.

- Quando somos socorridos pelo Senhor ele nos tira do lamaçal do pecado. O socorro de Deus resgata a alma do homem da condenação do Pecado (cf. João, 8:32).

- Davi expressou o que sentiu quando Deus o resgatou da morte. A libertação é o socorro mais urgente que nossas almas precisam.

O segundo efeito do socorro de Deus foi:

II. A segurança para prosseguir na vida.

1. Deus firmou Davi numa rocha segura onde sua alma experimentava a segurança eterna(v. 2b “... colocou-me os pés sobre uma rocha e me firmou os passos”).

- Os “pés” (“passos” – NVI) faz menção aos caminhos dessa vida em que o salmista poderia seguir seguro, pois o Senhor havia firmado os seus passos.

- Quem é socorrido por Deus tem os seus caminhos trilhados por ele. Por isso anda seguro. O socorro divino ilumina os lugares escuros dessa vida. Assim podemos andar na segurança da luz.

Ilustração:

Jesus é a luz do mundo (João 8:12) – quem segue os seus passos tem a segurança divina em sua vida.

- O salmista Davi estava seguro porque estava em Deus. O socorro do Senhor nos dar segurança.

O terceiro efeito do socorro de Deus foi:

III. O Louvor pela sua Graça.

1. A ação de Deus na vida de Davi produziria louvor em seus lábios (v.3 “E me pôs nos lábios um novo cântico, um hino de louvor ao nosso Deus”).

- A ação de quem recebe o socorro do Senhor é gratidão pela sua ajuda.

- O salmista expressaria os feitos do Senhor em sua vida através de um cânticos de gratidão. Todos nós temos muito que agradecer ao Senhor. Ele nos elegeu para a salvação, tirou toda culpa que havia sobre nós, nos deu uma nova vida.

- Como temos agradecido? Não podemos ser ingratos ao Deus que nos socorreu de forma tão tremenda.

Ilustração:

Salmo 116:12 – “Que darei eu ao Senhor [...]”
O louvor brotaria dos lábios de Davi por causa do livramento que o Senhor lhe deu.

Por fim, o quarto efeito do socorro de Deus em Davi foi:

IV. O testemunho da ação de Deus para o mundo.

1. A experiência de libertação divina na vida do salmista Davi resultaria em testemunho da bondade do Senhor para o mundo (v. 3b “[...] muitos verão essas coisas, temerão e confiarão no Senhor”).

- Há muita gente precisando ouvir da obra maravilhosa de libertação que Deus tem operado em nossas vidas.

- São muitos os que estão sofrendo nessa vida por colocarem a sua confiança no lugar errado.

- Precisamos testemunhar o que experimentamos do Senhor quando ele estendeu a sua mão e nos libertou do domínio da mentira, dos vícios, da prostituição. Assim muitos saberão que em Deus podem confiar.

CONCLUSÃO

- Todo cristão experimentou o socorro de Deus através de Cristo. Por isso devemos louvar a ele com tudo o que somos e testemunhar aos perdidos da sua misericórdia.

- Portanto, você que estar sem esperança, confie naquele que estar pronto a socorrer os que nele confiam! Amém!

 

Autor: Rev. Leonardo José Nunes Félix

 

++++++++++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Os dois dias mais importantes da vida

 

Os dois dias

mais importantes da vida

 

Texto: Eclesiastes 7:14

“No dia da prosperidade, goza do bem,  mas, no dia da adversidade, considera...”

 

 

Introdução:

 

  • A química da vida tem como elementos principais, dois dias: O dia da prosperidade e o dia da adversidade.
  • O texto bíblico de Eclesiastes 7.14, é claro em afirmar, que o dia da adversidade faz oposição ao dia da prosperidade.
  • Ainda nos declara o texto, que não é o diabo e o inferno, mas, sim o próprio Deus que promove o contraditório entre estes dois dias em nossa vida:  A sequência do verso diz: ... porque também Deus fez este em oposição àquele...
  • Por mais que não concordamos muitas vezes, estes dois dias são inseparáveis em nosso calendário existencial.  Quantos cristãos que erroneamente dizem: Quero somente benção, alegrias, saúde e prosperidade...Fora disso, não é plano de Deus para minha vida...
  • Mas, segundo a Palavra de Deus, não podemos viver só no dia da prosperidade, temos que também que provar a dor, a tristeza, as lágrimas, do amargo dia da adversidade.
  • A divina mescla destes dois dias, aparecem nitidamente através das Sagradas Escrituras:

-Salmo 23.5    Preparas uma mesa perante mim, na presença de meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, meu cálice transborda.

.Mesa preparada e cabeça ungida (Dia da prosperidade)

.Na presença dos inimigos  (Dia da adversidade)

-Dt 11.11 Mas, a terra que passais a possuir é terra de montes e vales...

.Terra de montes (Dia da prosperidade)

.Terra de vales  (Dia da adversidade)

-Mc 1.13 E ali esteve no deserto quarenta dias, tentado por Satanás.  E vivia entre as feras,  e os anjos o serviam.

.Anjos servindo  (Dia da prosperidade)

.Vivendo entre as feras (Dia da adversidade)

 

I. TRÊS COISAS QUE DEVEMOS FAZER NO DIA DA PROSPERIDADE

Eclesiastes 7.14, aconselha:  No dia da prosperidade, goza do bem...   (Isto é, desfrute do que é bom,  usufrua da benção de Deus).

1. Desfrute com gratidão - (Sl 103.1,2) (1 Ts 5.18)

2. Desfrute com sabedoria - (Mt 6.33)

3. Desfrute com generosidade - (Pv 3.9,10;  11.24,25)(Lc 6.38)(2 Co 9.6-12)

 

II. TRÊS PARA CONSIDERAR NO DIA DA ADVERSIDADE

Note que o texto de Eclesiastes 7.14, nos diz que: ...no dia da adversidade, considere...

1. Considere que no mundo teremos aflições (Jo 16.33)

2. Considere que você não está sozinho no dia da adversidade (Sl 23.4) (Is 43.2) (Mt 28.20)

3. Considere que o dia da adversidade, não é para nossa destruição,  mas, para o nosso crescimento (Rm 5.3;  8.28)

 

 

Autor: Pastor Marcos Antonio

 

===================================

===================================

===================================

===================================

quinta-feira, 30 de maio de 2013

A MENSAGEM DA CRUZ (1º CORÍNTIOS 1.18-25)

1191445947

A MENSAGEM
DA CRUZ
(1º CORÍNTIOS 1.18-25)

 

      - O evangelho está se espalhando na medida em que o reino do Messias progride. Igrejas estão sendo plantadas, comunidades se espalham por toda a parte, e ser evangélico hoje traz para uma boa parte das pessoas uma conotação completamente financeira, e centrada na pessoa do homem.

      - Na medida em que muitas pessoas são atraídas por uma proposta inovadora, percebemos também um aumento das fábulas, heresias e ensinamentos profanos. Muitas pessoas, embora sejam evangélicas estão longe da cruz de Cristo. Talvez nunca estiveram perto dela.

- Na realidade, com o avanço do evangelho da prosperidade, da confissão positiva, de ministrações proféticas, muitos hoje simplesmente odeiam a cruz de Cristo.

       - Com toda a certeza, a cruz usada na antiguidade, como uma pena capital estabelecida pelos romanos, era sinal de maldição, humilhação e morte. Porém, para a Igreja Salva e remida em Cristo Jesus, hoje, é sinônimo de benção, glorificação e vida eterna.

      - Há muitos líderes religiosos que estão se tornando hoje, inimigos da cruz de Cristo, como se vê em Filipenses 3.17-21. Paulo os chama de inimigos da cruz, porque eles a rejeitam, e vivem suas vidas centradas em si próprios, buscando sua satisfação pessoal.

      - Hoje, há muitos inimigos da cruz de Cristo espalhados pelas igrejas afora. Pessoas que usam o evangelho para o bel prazer humano, sem compromisso com a cruz. Não há evangelho sem a cruz; não há benção de Deus sem a cruz, não há salvação sem a cruz. A cruz é na verdade o resumo de tudo o que nós cremos, tudo o que buscamos e a ponte que nos conduz aos aposentos celestiais (João 14.6).

      - Paulo ao escrever sua epístola aos crentes em Corinto, precisamente no capítulo 1, ele pretende mostrar que todos aqueles que amam e abraçam a mensagem da cruz, tem suas vidas completamente transformadas por meio do Redentor, Jesus Cristo.

      - Na dispensação da graça nos primeiros séculos da igreja primitiva, haviam pessoas de diversos povos que deveriam ouvir essa mensagem. Os judeus pediam sinais do cumprimento profético das Escrituras; os gregos desejavam uma explicação lógica e racional para o evangelho de Cristo Jesus, isto é, sabedoria, e os gentios no meio desse fogo cruzado buscavam uma direção para suas vidas.

      - Paulo pregava a esse grupo de pessoas fazendo apologia a um evangelho centrado na cruz, isto é, na morte e na ressurreição de Cristo.

      - Por isso, amamos a cruz de Cristo, não como um objeto de adoração que se pendura na parede ou no pescoço, mas como símbolo da nossa redenção, da misericórdia de Deus, da nossa justificação e da nossa ressurreição gloriosa.

      - Não devemos odiar a Cruz, nem o que ela significa para nós.

Devemos amar a mensagem da cruz porque:

1) A MENSAGEM DA CRUZ É O PODER DE DEUS, PARA OS SALVOS (1Coríntios 1.18)

      - O poder da cruz não é manifesto quando a penduramos numa parede ou no pescoço, mas sim, quando anunciamos a sua mensagem salvífica, pois aquele que foi pendurado nela, nela morreu, mas ressuscitou ao terceiro dia e foi glorificado como o Rei dos Reis ressurreto.

      - Essa mensagem é poderosa para livrar o homem de seus pecados;

      - Essa mensagem é poderosa para salvar o homem da perdição eterna;

      - Essa mensagem é poderosa para restaurar famílias;

      - Essa mensagem é poderosa para trazer alegria;

      - Essa mensagem é poderosa para trazer paz;

      - Essa mensagem é poderosa para nos ressuscitar no último dia;

      - Essa mensagem é poderosa para nos dar esperança de que um dia estaremos com o Senhor na eternidade.

2) A MENSAGEM DA CRUZ É A ÚNICA MENSAGEM QUE PRECISAMOS (1 Coríntios 1.22-24)

      - Os gregos pediam sabedoria para entenderem o poder de Deus, e os judeus pediam um sinal para constatarem o poder de Deus. Mas a mensagem que Paulo não abre mão é, ao mesmo tempo a sabedoria de Deus, e o poder de Deus. Paulo entendeu que a mensagem que todo homem precisa, seja qual for sua raça ou etnia, é a mensagem da Cruz (2 Coríntios 2.1-5).

      - Existem dois extremos: de um lado muitos hoje pedem somente explicações racionais e querem até mesmo questionar a natureza dos milagres históricos de Jesus e dos milagres hodiernos. Se a razão não explicarem, não crêem.

      - Do outro lado existem aqueles que querem sinais sobrenaturais o tempo todo. Usam a cruz como objeto de adoração, invalidam a obra que Jesus já realizou na cruz do Calvário, e se tornam inimigos da cruz de Cristo, odiando-a e usando-a como algo mágico simplesmente para resolver seus problemas particulares. São os inimigos da cruz.

      - A mensagem que conheço que transformou minha vida e a vida de muitos que hoje se encontram aqui, é Cristo, crucificado e ressurreto, o resto é entretenimento de bodes, um show, um engodo do inimigo para aprisionar almas num sistema religioso herético. Somente Jesus pode transformar nossas vidas.

3) A MENSAGEM DA CRUZ NOS DÁ SEGURANÇA AQUI E NO PORVIR (João 3.16)

      - Existe uma matéria muito bela e profunda na teologia sistemática, ensinada por Calvino e Louis Berkhof chamada União Mística de Cristo com a Igreja. Isso significa que estamos unidos a Cristo na sua crucificação, na sua morte, na sua ressurreição, na sua ascensão, na sua glorificação e no seu reino eterno. Isso significa que se estamos unidos a ele em toda sua vida, também temos segurança de que ele nos abençoará aqui e na eternidade, já que essa união é total, indissolúvel e eterna.

      - O que nos faz crer nessa união que nos traz segurança é a cruz, que foi símbolo de tortura e humilhação para Jesus, mas para nós símbolo de redenção, pois a maldição foi removida.

      - A mensagem da Cruz nos dá a certeza de que pertencemos eternamente à Jesus;

      - A mensagem da Cruz nos dá a segurança de que estamos salvos;

      - A mensagem da Cruz nos dá alegria em Cristo Jesus;

      - A Mensagem da Cruz nos dá a certeza de que Jesus olha por nós aqui e na eternidade.

      - Não seja mais um inimigo da Cruz de Cristo.

      - Viva o evangelho transformador de Cristo, não o evangelho massageador do ego humano.

      - Não perverta essa mensagem.

      - Não dê crédito à outro evangelho.

      - Seja fiel à esta mensagem e ore a Deus para que as novidades e as fábulas heréticas não lhe enganem.

      - Amamos a cruz, pois ela nos proporcionou a reconciliação com Deus por intermédio de Jesus.

      Que Deus nos ajude nessa árdua, mas gloriosa tarefa em nome de Jesus, amém.

 

 

AUTOR: Reverendo Adeir Goulart da Cruz

 

######################################

######################################

######################################

######################################

A IGREJA E NEM SEUS LÍDERES ESTÃO LIVRES DE ERRAR!

 

igreja
A IGREJA E NEM
SEUS LÍDERES
ESTÃO LIVRES
DE ERRAR!

 

INTRODUÇÃO: Texto Bíblico: Êxodo 32:1-24

 

1. Deus é o dono da igreja, embora Ele seja perfeito, a igreja ainda caminha da perdição para a perfeição.

2. Deus é poderoso, no entanto, Sua igreja pode enfraquecer ao afasta-se dEle e pode cair em erros crassos que precisam ser corrigidos.

3. Deus é santo, mas Sua igreja ainda não é; no entanto, Ele cuida e trabalha por ela para atingir a santidade. Enquanto isso a igreja pode cair em pecados, dos quais veremos três, mas não deve permanecer neles.

I. PRIMEIRO ERRO QUE A IGREJA CORRE O RISCO DE CAIR: INGRATIDÃO DIANTE DA GRAÇA DE DEUS – Êxodo 32:1

1. A insatisfação gera ingratidão para com Deus: Os israelitas solicitaram a presença de outro deus, ainda que falso, porque ficaram insatisfeitos com a demora de Moisés no Monte Sinai.

2. A ingratidão desvia o ser humano de Deus: O Deus que fizera grandes maravilhas no Egito, tirando o povo da escravidão, que fez atravessar o Mar Vermelho e no mesmo lugar fez perecer o exército inimigo, foi substituído por um deus inventado pelo homem.

3. A ingratidão conduz às distorções teológicas: A ingratidão gerada pela insatisfação fez o povo ficar nervoso com a demora de Moisés no monte, com isso surgiu a dúvida que é a falta de fé firmada na desconfiança!

II. SEGUNDO ERRO QUE A IGREJA CORRE O RISCO DE CAIR: INTENTAR SUBSTITUIR UM DEUS PODEROSO POR DEUSES MARIONETES - Êxodo 32:2-20

1. O povo de Deus tem uma facilidade para mudar Deus: O fato de ter tantas religiões revela que as pessoas mudam Deus conforme o coração perverso desejar.

2. O povo de Deus esquece dEle quando não tem tempo para Ele: Como ao povo pareceu que Deus estava distante e despreocupado, relaxou-se no compromisso e dedicação a Ele.

3. O povo substitui Deus quando prefere um deus diferente dEle: Essa substituição acontece assim:

a) Muitos desejam um Deus mais “real”: visível e tocável;

b) Outros desejam um deus maleável, transportável, ainda que não seja vivo;

c) Ainda tem aqueles que criam fantasia sobre seu deus, um deus mais tolerante e submisso do que Àquele que a Bíblia apresenta.

d) Tem também os que preferem imagens e ídolos como seus deuses.

III. TERCEIRO ERRO QUE A IGREJA CORRE O RISCO DE CAIR: INCAPACIDADE DE RECONHECER OS SEUS PECADOS - Êxodo 32:21-24

1. Quem comete pecado tem dificuldades imensas de admitir seus erros: Arão foi incumbido pelo povo de construir um deus; por isso pediu a este que providenciasse ouro e construiu um deus em forma de bezerro. Mas não admitiu seu erro.

2. Quem é influenciado pelo pecado se torna uma influência positiva para o mau, mas não para Deus: Arão poderia ter liderado o povo para Deus, mas foi influenciado pelo pecado do povo e fez pior do que este. Mas não admitiu seu erro.

3. Quem lidera o pecado se torna orgulhoso a ponto de culpar outros pelo seu erro: Arão justificou a Moisés que só havia feito o que o povo havia pedido.

Assim, quem lidera o pecado se faz de inocente ou de vítima, quantas vezes se ouvem as seguintes expressões:

a) O que foi que eu fiz?

b) O que de mal há no que fiz?

c) Eu não fiz nada!

CONCLUSÃO:

1. Há uma grande tentação de permitir que entre na mente do povo de Deus ideias erradas sobre Deus pelo fato das pessoas preferirem um deus que lhes obedeçam e para não precisar obedecer-Lhe!

2. Há outra grande tentação de tentar substituir Deus ou aceitar noções ideológicas que O diminuem. Tem gente que quer controlar Deus  por não permitir que Ele reine!

3. Há ainda a grande tentação forjar ideias sobre Deus de acordo com as inclinações da carne tendo como base as preferências humanas. Então:

APELO:

1. Permita que a Bíblia defina Deus a você sem tentar manipular a revelação que o próprio Deus nos deixou em Sua Palavra.

2. Conheça a Deus e não se deixe influenciar com ideias, conceitos e noções erradas sobre Ele!

3. Revele o verdeiro Deus àqueles que não O conhecem e convide mais pessoas a fazer o mesmo que você.

 

 

AUTOR E FONTE: Pr. Heber Toth Armí / http://portal-biblico.blogspot.com.br/search/label/SERM%C3%83O%20EXPOSITIVO

 

 

++++++++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++++++++

quarta-feira, 29 de maio de 2013

SERVINDO A DEUS NOS DÍZIMOS E NAS OFERTAS.

 

SERVINDO A DEUS NOS DÍZIMOS E NAS OFERTAS.

 

 

“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não abrir as janelas do céu e derramar sobre vós benção sem medida” (Ml 3.10)

 

- O ensinamento dos dízimos e das ofertas é fundamental para o crescimento do reino de Deus, é um mandamento do Senhor, é uma obrigação dos que reconhecem que todas as boas dádivas provêm de Deus, pois eles tiveram inicio antes da lei. Após Abraão ser abençoado por Melquisedeque, deu o dízimo de tudo (Gn 14.19,20).

- Não cumprir essa obrigação é tirar de Deus a participação do que ele tem direito sobre os nossos ganhos Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas (Ml 3.8).

Discorreremos de forma simples e breve sobre as consequências dos que não dizimam e as bênçãos que advém da parte de Deus para os dizimistas e ofertantes.

I. Etimologia do termo

a. No hebraico a palavra Asar significa (10) décima parte, com o sentido de dizimo aparece por sete vezes; Maaser (décima parte) palavra usada por 32 vezes nas escrituras.

- No novo testamento é citada por três formas; Dekátóo, apodekatoo, e dekate que significam a décima parte.

b. É a décima parte daquilo que recebemos como produto do nosso trabalho.

- O dízimo passou ser empregada dentro do sistema de sacrifício como parte do culto prestado a Deus, para cobrir as despesas do culto e o sustento dos sacerdotes levíticos; e provavelmente esses fundos também eram usados para ajudar os pobres em suas necessidades.

- Podiam ser o produto animal e agrícola, eram oferecidos ao Senhor, essa prática certamente foi passada de pais para filhos (Gn 4:3,4; Gn 14:20; Lv 27:30).

- Na lei mosaica os israelitas tinham obrigações de entregar a décima parte das crias dos animais domésticos, dos produtos da terra e de outras rendas como reconhecimento e gratidão pelas bênçãos divinas (Lv 27:30-32; Nr 18:21,26; Dt 14:22-29).

- Deus considerava o seu povo responsável pelo sustento e manejo de todo os recursos da sua obra.

II. Roubará o homem a Deus?

- Os israelitas roubaram a Deus porque eles deixaram de lhe trazer os dízimos (a décima parte do que ganhavam) e as ofertas alçadas, mesmo sabendo que era exigido na lei de Moises e por essa razão Deus os alertavam sobre as maldições, os que egocentricamente recusavam contribuir (Ml 3:8). Eles foram agressivos ao Senhor (Ml 3:13), diziam inútil é servir a Deus, pensavam que a adoração externa era suficiente para receber a benção de Deus, alegavam também que não valia a pena (Ml 3:14).

- Os fariseus pensavam a mesma coisa, que pelo fato de dizimar isentaria das demais faltas (Mt 23:23).

III. As consequências

- As maldições trariam uma série de consequências consideradas terríveis, era uma sequência de destruição, pois a desobediência tomara conta como veio a palavra do Senhor ao Profeta Joel (Jl 1:1-20) e uma delas era o devorador para destruir a lavoura e tudo quanto eles tinham, prejuízos como endividamento, impossibilidade de saldar seus débitos (Ag 1:6,7), porque as bênçãos de Deus dependeriam da sua fidelidade a Deus como é também a nossa (Ml 3:10,11).

IV. As exigências de Deus

-Tragam todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento em minha casa (Ml 3:10ª)

-Façam prova de mim (Ml 3:10b),


V. As bênçãos prometidas

- Repreenderei o devorador (Ml 3.11).

- Vós sereis uma terra deleitosa (Ml 3.12)

- Quando contribuímos e entregamos todos os dízimos do Senhor, devemos nos lembrar de que as promessas de Deus não são sempre materiais, e não podem ser completamente experimentadas aqui na terra, mas certamente as receberemos em nossa vida futura, no céu.

- Como crentes devemos ser cautelosos para não contrair maldições para as nossas vidas, desobedecendo a Deus nos dízimos e nas ofertas, importância (valor) que não nos pertence.

- Sejamos dizimistas na igreja ou congregação aonde cultuamos, não permita que ninguém lhe prive dessa graça fazendo-lhe administrar o que não lhe pertence, No ano 520 a.C, o profeta Ageu no seu livro teve o propósito de repreender, exortar a Zorobabel e Josué o sumo sacerdote a mobilizarem o povo para a reedificação do templo e reordenar para que o povo priorizasse a obra.

- Em nossos dias devemos fazer o mesmo, nos mobilizar para que a obra seja feita com os nossos esforços e assim veremos as mãos de Deus nos abençoar.

- Na igreja primitiva os dízimos e as ofertas eram depositados aos pés dos apóstolos, “José, a quem os apóstolos deram o sobrenome de Barnabé, que quer dizer filho da consolação, levita, natural de Chipre, como tivesse um campo, vendendo-o, trouxe o preço e depositou aos pés dos apóstolos” (At 4.36,37).

- Jamais devemos fazer uso daquilo que não é nosso como fez Ananias e Safira retendo parte do valor que havia prometido aos apóstolos (At 5.1-11). Cuidado o dízimo não é seu!

 

 

Autor: Pr. Elis Clementino – Itapissuma/PE

 

 

==================================

==================================

==================================

==================================

terça-feira, 28 de maio de 2013

VIVENDO O LIMITE

 

VIVENDO

NO LIMITE.

 

(I Pedro 5:7) "Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós".

 

Introdução.

A sociedade moderna apesar de todas as facilidades e acessibilidade de nossos dias anda completamente estressada.  (até os animais)

Uma revista de economia publicou uma matéria apontando que em relação aos feriados somos uns dos primeiros no mundo.

No entanto, o que vemos. O nosso povo esta cansado. A mente sobrecarregada e o corpo pior, mal condicionado.

1. O que é viver no limite?

Há tempos atrás havia na TV um reality show chamado NO LIMITE.  Participantes iniciavam uma disputa em que cada pessoa passava por desafios que justamente iam ao seu limite. Tarefas que produziam um esgotamento mental, emocional e físico. E o final é que tinham de pedir para sair.

Viver no limite é a soma dos desafios que acabam não tendo uma resposta satisfatória e tende a se acumular formando represas emocionais.

O nosso limite é uma fronteira perigosae que deve ser estudada e acima de tudo evitada.

Conversando com pessoas que viveram por tempo no seu limite elas tinham alguns sintomas:

- Tremedeiras incontidas pelo corpo;

- Insônia;

- Crises de coceiras;

- Amargo na boca;

- Dores no corpo, principalmente no estômago;

- Sem forças e vontade para a vida.

2. Uma abordagem bíblica para o assunto.

A Bíblia trata o assunto da seguinte forma:

a. ANSIEDADE – A ansiedade no coração deixa o homem abatido, mas uma boa palavra o alegra.Pr 12:25

b. ANGÚSTIA – E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações...Lucas 21:25

c. AFLIÇÃO – Lembra-te da minha aflição e do meu pranto, do absinto e do fel. (Lam. 3:19)

d. APERTO NO CORAÇÃO

e. O ÍMPETO

f. A VIOLÊNCIA

g. A DECISÃO PRECIPITADA

As crises que encontramos nos registros bíblicos são decorrentes de situações que chegaram ao extremo ao limite então ocorre um desfecho.

3. Atingidos pelo mal do século.

Você já ouviu algo sobre O Mal do Século.

“Uma pessoa que não tem plena confiança em Deus e depende totalmente do que tem em suas mãos, não tem certeza de vitória, vive numa eterna ansiedade”

Pessoas doentes na alma conhecidas como doenças psicossomáticas.

Quem já ouviu alguém dizer:

- Estou a ponto de estourar;

- A qualquer momento jogo tudo para o alto;

- Confesso que estou confuso, não mais nada, nem o que fazer;

E o mais extremo: Vida loka é assim que me sinto!

Onde será que tudo vai parar? O que deixaremos como legado para as gerações futuras.

A pergunta mais difícil: Como cristãos que modelo de vida temos?

A verdade triste é que o vírus também está em nós! A contaminação nos apanhou de tal forma que por vezes mesmo tendo grandes promessas de Deus, acabamos sendo pessoas vivendo no limite.

O mal do século nos atingiu em cheio!

Certa vez um economista disse: Ficar no vermelho numa conta especial é fácil demais. Prepare-se para dor de cabeça!

A questão, não é saber por que estou assim, o fato é que preciso sair disto.

Viver no limite é um mal que não está jamais na vontade de Deus.

4. Fazer o caminho da volta.

Tudo na vida existe uma saída. É preciso organizar o nosso interior.

Por várias vezes ouvimos que Deus agirá em nosso favor. Mas a confusão é tanta que as palavras faz um bate-volta.

Olhando o caminho de alguns príncipes de Deus.

a. Olha José viveu fases da na sua vida que pode ser um grande exemplo para cada um que está aqui.

b. No livro de I Samuel 30 vemos Davi perdendo tudo e sendo ameaçado de morte pelos seus próprios irmãos.

Verso 6 declara: Que se fortaleceu em Deus.

c. Daniel foi sentenciado a morte por causa do seu Deus, mas ao invés de se esconder, reclamar ele foi orar e o fazia três vezes por dia.

Faltará tempo para falarmos de tantos que lutaram e subiram acima dos seus limites.

Precisamos fazer o caminho para Deus, para a Sua presença e buscar viver na sua dimensão. Toda a decisão passará pela vontade do Pai.

“A esperança adiada desfalece o coração, mas o desejo atendido é árvore da vida”Provérbios 13:12.

O que preciso para viver as promessas e não no limite.

Decisões sábias constitue o fator primordial. Há decisões que tomamos que nos marcam profudamente.

A busca do Espírito Santo é a chave para uma vida de paz, alegria e cura.

Limpar seu interior, arrancar as amarras que te prende, a dor é passageira a alegria é eterna.

A visitação de Deus é para um coração aberto pronto para Ele colocar coisas novas. 

Amém!!

 

 

 

Autor: Ap. David Rosa Filho

 

 

==================================

==================================

==================================

==================================

UMA VITÓRIA COMPLETA

 

UMA VITÓRIA COMPLETA
 
Texto: Exôdo 14:1-4
 
- Disse o Senhor a Moisés: "Diga aos israelitas que mudem o rumo e acampem perto de Pi-Hairote, entre Migdol e o mar. Acampem à beira-mar, defronte de Baal-Zefom.O faraó pensará que os israelitas estão vagando confusos, cercados pelo deserto.Então endurecerei o coração do faraó, e ele os perseguirá. Todavia, eu serei glorificado por meio do faraó e de todo o seu exército; e os egípcios saberão que eu sou o Senhor". E assim fizeram os israelitas.
 
Verdade Central:
Quem está com Deus na sua vida a guerra sempre tomará outro caminho. Não importa qual seja a rota a vitória será completa.
 
Introdução
Israel viveu escravo no Egito por 430 anos (Êx12:40). A escravidão é algo terrível, pessoas escravas não vislumbram futuro, não esperam dias melhores.
É só perguntar para quem foi escravo dos vícios. Quem serviu na escravidão de alguma coisa entenderá muito bem onde quero chegar.
Há muitos escravos em nossos dias: trabalho, sentimentos, da religião, da própria vontade.
Todo escravo vê sua vida como uma eterna dívida e nunca poderá paga-la.
Hoje a nossa vitória foi decretada. A escravidão seja qual nível vai ser anulada pelo decreto maior. O poder da cruz!
Hoje os livres se manifestarão neste lugar. O toque do Senhor as algemas cairão, as mentes serão transformadas e alegria inundará este lugar. A vitória total você receberá nesta palavra de unção.
1. A LUTA PELA LIBERDADE
O maior desejo de um escravo é ser livre. Deus nos criou livres. A liberdade é uma forma de conhecermos a bondade de Deus.
Israel queria a libertação e Deus levantou um libertador. Imagine que o opressor iria deixar aquele povo sair livremente.
A Bíblia registra que depois de uma intensa batalha entre os deuses do Egito e JeovahSabaoth (O Senhor dos Exércitos), o povo saiu da escravidão em direção a uma terra de promessa, mas no meio do caminho sua liberdade foi colocada a prova.
No cenário geográfico de Êxodo 14 encontramos:
Faraó – o deus opressor do Egito;
O deserto - uma geografia de montanhas e pedras formando paredes altas e valas profundas.
O Mar vermelho – que representa o desafio de viver a liberdade, pois do outro lado começaria a caminhada rumo a terra da promessa.
Aqui temos 3 realidades que apontam par uma luta pela liberdade.
Egito – o seu passado um lugar onde você viveu escravidão, dor, fracassos, traumas; é interessante que neste lugar você comia momentos que pareciam ser bons.
O deserto – quando Israel saiu do Egito chegou uma região que é difícil caminhar. Imagine uma multidão andando entre pedregulhos e ambiente extremamente hostil.
Isto representa o nosso presente quantos desertos temos enfrentado em direção a nossa promessa. Dias de sequidão, serpentes (traição e venenos), vencer as barreiras das montanhas e não cair nos buracos que põem em nosso caminho.
O Mar vermelho – eu o chamo de nosso futuro, o desafio de ver a fé funcionar. Caminhar sobre algo que não se via esta era a ordem: Marchem... (Êxodo 14:15)
O que faremos? Ficaremos no Egito, Fracassaremos no deserto, ou confiaremos que Deus abrirá o mar cumprindo suas promessas em nossa vida.
Bem certo que alguns pensaram em voltar e até tentaram, mas já pode imaginar o que aconteceu com eles. O inimigo não tem piedade !!
Esta é a luta pela nossa liberdade. É a nossa escolha a nossa decisão daqui para frente.
2. AS ARMAS DA NOSSA GUERRA.
Uma vez que o povo estava encurralado. Na sua frente águas, ao seu redor montanhas e deserto e atrás um exército fortemente armado e determinado em destruir a todos. Israel tinha 3 opções:
a.Render-se e pensar em misericórdia do inimigo;
b.lutar com que tinham em mãos;
c.ou acima de qualquer circinstância CONFIAR EM DEUS.
Numa batalha quais devem ser as armas que precisamos para ter a garantia da vitória.
2.1. A revelação da vontade de Deus;
Nenhuma atitude deve ser tomada se entendermos o que Deus quer fazer.
2.2. O cajado em nossa mão;
Representa a Autoridade delegada para viver milagres. Você crê que pode abrir um mar na sua vida? Esta é a grande marca em nós. Entrar na promessa.
2.3. A coluna de nuvem e fogo;
Durante o dia aquela coluna de nuvem era a sombra e a noite a luz que iluminava o caminho e aquecia do frio. Isto represente o cuidado de Deus para com seu povo.
2.4. O Anjo de Deus;
Em toda aquela cominhada um Anjo os guiava fazendo sinais poderosos e sendo a presença manifesta de Deus.
As experências com anjos não é algo do Velho Testamento.
A Teofania do VT esta hoje em nós através de Jesus Cristo que se manifesta na presença do Seu Espírito Santo que se move na igreja.
3. O INIMIGO VAI CAIR.
Algo impossível estava para acontecer. Hoje as pessoas duvidam desta passagem bíblica. Um mar se abrir e uma multidão passar por ele a seco.
Independente de como foi o milagre de como Deus fez a coisa acontecer.Eu sei que: O INIMIGO VAI CAIR.
Pelas seguintes razões:
3.1.Deus é maior – os egípcios deveriam ter aprendido que Deus não era um deus do deserto.
3.2.Tudo está debaixo de um propósito – quando entendo a isto saio de qualquer situação. Quando olho as situações que Davi passou ele poderia facilmente ter sido capturado e morto. Mas o Senhor o guardou o tempo todo.
3.3. O nosso futuro deve ser visto olhando para o passado – veja Êxodo 13:14 “Se acontecer que teu filho no tempo futuro te pergunte, dizendo:Que é isto? Dir-lhe-ás: O Senhor nos tirou com mão forte do Egito, da casa da servidão”.
Isto é o Senhor que luta por você, o Deus poderoso faz guerra a nossa causa.
Liberte-se do medo, dos traumas e fortaleça-se em Deus. No Senhor temos proteção.
“Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro.O meu socorro vem do SENHOR que fez o céu e a terra.Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará.Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.O SENHOR é quem te guarda; o SENHOR é a tua sombra à tua direita.O sol não te molestará de dia nem a lua de noite.O SENHOR te guardará de todo o mal; guardará a tua alma.O SENHOR guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre”. (Salmos 121:1-8)
Conclusão.
O que diremos das maravilhas que o Senhor tem feito.
Hoje estou convicto que grandes vitórias é destinada aos que estão dispostos a seguir em frente enfrentando desertos e toda adversidade possível, mas sempre crendo na Palavra Fiel no Deus Fiel e no poder que Ele concede aos seus filhos.
A escravidão, as ameaças e afrontas não vão tirar-me da rota da Vitória Total que estou buscando.
 
 
Autor: Ap. David Rosa Filho

 

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

domingo, 26 de maio de 2013

LENTILHA FAZ MAL AO CORAÇÃO?

 

LENTILHA

FAZ MAL

AO CORAÇÃO?

Gênesis 25:29-34

 


Introdução:

Será que lentilha faz mal para o coração? Não, claro que não, mas "certos temperos" venenosos, estes, sim, fazem mal, e podem até matar.

Ideia Central do Sermão: 
Muitos cristãos podem estar desprezando a herança de Deus sem se darem conta das atitudes venenosas que os têm levado a isso.

Frase de Efeito: CUIDE DO SEU CORAÇÃO!

 

Quais "VENENOS" tinha nesta lentilha, que tanto mal fizeram ao coração de Esaú?

Primeiro "veneno": IRREVERÊNCIA

- Esaú tratou assuntos sérios na brincadeira. Ele poderia ter pensado assim: "Esse acordozinho aqui com meu irmão não vale nada", só tô tirando uma "onda" da cara dele.
Mas, todo mundo já sabe que há certas coisas com as quais não se deve brincar.

- Todo mundo já sabe que com Deus não se brinca.

(Sugestão de video para ilustrar esta verdade: http://www.youtube.com/watch?v=pjoHmuqIUzk).

- Cuide do seu coração, não leve as coisas na brincadeira, não tempere os assuntos importantes da vida com o veneno da irreverência.

Segundo "veneno": ARROGÂNCIA

- Esaú achou que jamais perderia a sua herança para o seu irmão, pois ele era o “queridinho” do papai, o seu protegido.

- Ele poderia ter pensado assim: "Mesmo que esse acordo tenha algum valor, meu pai não vai dar a minha herança para Jacó, pois eu sou o ‘filhinho do papai’, o preferido dele".

- Tem muita gente achando que pode fazer o que quer pois é filho de crente, de diácono, de presbítero, de pastor...

- Tem muita gente achando que pode fazer o que quer pois "é filho do Rei", é filho de Deus, e que Deus vai protegê-lo das consequências das suas brincadeira, zombarias e pecados.

- Jesus, sim, era o filho amado do Pai, mas nunca fez o que lhe deu na cabeça, sempre colocou a vontade do Pai acima da sua própria.

- Cuide do seu coração, não tempere as suas decisões com o veneno da arrogância.

Terceiro "veneno":  INCONSEQUÊNCIA

- Esaú foi absolutamente inconsequente, não pensou nas consequências. 

- Talvez ele tenha imaginado que poderia resolver o assunto depois.

- Talvez tenha pensado que poderia voltar atrás em seu juramento.

- Talvez tenha pensado assim: "Ah... Não dá nada, depois eu dou um jeito de pagar essa porcaria de prato de lentilha pro meu irmão".

- Mas não teve volta. Jacó não estava brincando e fez de tudo para ficar com a sua bênção.

- Ainda que Esaú tenha buscado arrependimento, mas não pode voltar atrás da decisão inconsequente que tomou: “Porque bem sabeis que, querendo ele ainda depois herdar a bênção, foi rejeitado, porque não achou lugar de arrependimento, ainda que com lágrimas o buscou” - Hebreus 12:17.

- A Bíblia não diz, mas quem sabe ele tenha chorado até na frente do seu irmão, querendo a bênção de volta, mas não adiantou.

- Há consequências na vida que não têm volta. Há planos que não podem ser refeitos.

- Há sonhos que não podem ser sonhados novamente.

- Há perdas que não têm restituição.

- Há prejuízos sem volta. Há oportunidades que são perdidas para sempre.

- Cuide do seu coração, não use o veneno da inconsequência.

CONCLUSÃO

- Lentilha é bom pra saúde, mas, se estiver envenenada com IRREVERÊNCIA, ARROGÂNCIA E INCONSEQUÊNCIA, podem destruir um coração.

Deus seja louvado!

 

Autor: Pr Ronaldo Franco

============================================================================================================================

 

sábado, 25 de maio de 2013

Advertência aos pastores

 

Advertência

aos pastores

 

Ezequiel 4.1-10

 

 

Introdução:

- Deus tem uma contenda com os seus pastores. Essa mensagem é destinada aos pastores que estão vivendo uma vida irregular, cometendo vários erros ministeriais, prejudicando a igreja.

- A Palavra de Deus é contundente àqueles que persistem no erro:

“ Ai de vós pastores...”
1 Veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
2 Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel; profetiza e dize-lhes: Assim diz o SENHOR Deus: Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não apascentarão os pastores as ovelhas?
3 Comeis a gordura, vestis-vos da lã e degolais o cevado; mas não apascentais as ovelhas.
4 A fraca não fortalecestes, a doente não curastes, a quebrada não ligastes, a desgarrada não tornastes a trazer e a perdida não buscastes; mas dominais sobre elas com rigor e dureza.
5 Assim, se espalharam, por não haver pastor, e se tornaram pasto para todas as feras do campo.
6 As minhas ovelhas andam desgarradas por todos os montes e por todo elevado outeiro; as minhas ovelhas andam espalhadas por toda a terra, sem haver quem as procure ou quem as busque.
7 Portanto, ó pastores, ouvi a palavra do SENHOR:
8 Tão certo como eu vivo, diz o SENHOR Deus, visto que as minhas ovelhas foram entregues à rapina e se tornaram pasto para todas as feras do campo, por não haver pastor, e que os meus pastores não procuram as minhas ovelhas, pois se apascentam a si mesmos e não apascentam as minhas ovelhas, —
9 portanto, ó pastores, ouvi a palavra do SENHOR:
10 Assim diz o SENHOR Deus: Eis que eu estou contra os pastores e deles demandarei as minhas ovelhas; porei termo no seu pastoreio, e não se apascentarão mais a si mesmos; livrarei as minhas ovelhas da sua boca, para que já não lhes sirvam de pasto.

 

F.T.: Em primeiro lugar o “AI” é para...
I - PASTORES QUE APASCENTAM A SI MESMOS:

"Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel; profetiza, e dize aos pastores: Assim diz o Senhor DEUS: Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não devem os pastores apascentar as ovelhas?" (v. 2)

- O primeiro alerta do Senhor é contra aqueles pastores que pastoreiam apenas a si mesmos. Estão à frente de um ministério, mas não se preocupam com suas ovelhas.
- Dizem não ter tempo pra aconselhamento.- Não participam de um evangelismo.
- Não visitam os pobres e necessitados.
- Não visitam os membros de sua igreja.
- Somente se preocupam com sigo mesmos.
Ai de vós, pastores egoístas. O Senhor te pergunta: Não deveriam estar apascentando as suas ovelhas?

F.T.: Em segundo lugar o “AI” é para...
II - PASTORES MERCENÁRIOS QUE TRABALHAM PELOS BENEFÍCIOS QUE O MINSITÉRIO PROPORCIONA MAS NÃO AMA AS OVELHAS DE VERDADE:

"Comeis a gordura, e vos vestis da lã; matais o cevado; mas não apascentais as ovelhas." (v.3)

- Estes pastores, são raça má. Ou se consertam ou vão sofrer o juízo de Deus.
Eles engordam com os bens da igreja. Se vestem de lã, ou seja, dos melhores ternos, dos mais caros. Compram bens com o dinheiro da igreja, com o alto salário oferecido pelos humildes membros, mas não apascentam as ovelhas.

- Observe como Deus está preocupado com sua noiva. Ele mais uma vez repetiu, o pastor deve priorizar apascentar a igreja.

- Muitos pensam apenas no crescimento financeiro da igreja, que é importante concordo. A igreja se torna uma igreja rica, com poltronas confortáves, ótimos instrumentos musicais, perfeita infra-estrutura... mas não apascentam as ovelhas!

F.T.: Em terceiro lugar o “AI” é para...
III - OS PASTORES QUE DESPREZAM AS OVELHAS CARENTES DO REBANHO:

"As fracas não fortalecestes, e a doente não curastes, e a quebrada não ligastes, e a desgarrada não tornastes a trazer, e a perdida não buscastes; mas dominais sobre elas com rigor e dureza." (v. 4)

a) Ovelhas fracas: "as fracas não fortalecestes"

Muitas vezes alguns crentes se enfraquecem na fé, precisam de uma ajuda do mais forte, precisam de uma injeção de ânimo. O pastor tem unção e força para ministrar renovo, e até carregar no colo a ovelha enfraquecida. No versículo acima Deus fala que os pastores infiéis esqueceram as ovelhas fracas, não as fortalecendo.

b) Ovelhas doentes: "a doente não curastes"

O crente doente precisa de cura; a cura espiritual e a cura física. O pastor deve estar atencioso e voltado para esse tipo de ovelhas. O doente espiritual precisa ser esclarecido, e liberto das chagas do mal. O doente físico, precisa ser ajudado pela igreja, até muitas vezes com remédios, se necessário. Não sejamos hipócritas. Precisamos cuidar das ovelhas doentes, conforme disse o profeta.

c) Ovelhas quebradas: "A quebrada não ligastes:"

Isso é profundo. Penso que o Espírito Santo pode usar de meios tremendos para quebrar (quebrantar) o coração da ovelha, mas é necessário uma ministração especial do pastor, para fazer essa pessoa apresentar o seu pecado, e arrependimento, diante de Deus. Quando o pastor deixa a ovelha de lado, muitas vezes ela se quebranta, mas não encontra coragem e força para prosseguir na caminhada, se consertando na presença de Deus.

d) Ovelhas desgarradas: "a desgarrada não tornaste a trazer"

Ao deixar as ovelhas abandonadas, muitas se chateiam, se escandalizam, e se afastam da casa de Deus, e até da presença de Deus. Se tornam ovelhas desgarradas, soltas; presas fáceis para Satanás. O pastor fiel deve trazê-la devolta, mas o pastor infiel, citado pelo profeta, não as trouxe devolta.
Eu vi isso pessoalmente, e conheço muitas ovelhas desgarradas. Ai de vós pastores infiéis; descuidaram com a noiva do Cristo. Ele virá, com justiça e amor, porém punirá aos infiéis. Corrija-se!

e) Ovelhas perdidas: "e a perdida não buscastes"

A ovelha abandonada, maltratada ou ignorada, se perde. Fica sem direção. Conhecemos a parábola bíblica, das 100 ovelhas. O pastor fiel deixa as 99 em lugar seguro, e corre em busta da única ovelha que está perdida. Deus é individualista, e quer salvar um por um. O pastor infiel não buscou a ovelha perdida, mas Deus nos dá um bom exemplo. Ovelha perdida, para Ele, é prioridade.

IV - PASTORES INFIÉIS DOMINAM COM RIGOR E DUREZA:

No final do versículo 4, o profeta de Deus diz que o pastor infiel domina suas ovelhas com RIGOR e DUREZA.

- Não age com amor, mas prioriza a doutrina.

- Não age com carinho, mas prioriza a punição. É jugo pesado, é fardo cansativo. A ovelha não suporta tal agressividade.

V - AS OVELHAS ACABAM SE ESPALHANDO, TORNANDO-SE PRESAS PARA SATANÁS E SEUS DEMÔNIOS:

"Assim se espalharam, por não haver pastor, e tornaram-se pasto para todas as feras do campo, porquanto se espalharam." (v. 5)

- Observe o versículo acima. As ovelhas cansaram deste destrato, jugo pesado; e se espalharam. Consequência disso, se tornaram pasto para as "feras do campo".
Entendemos claramente, que da mesma forma que os crentes são considerados ovelhas, os demônios são as feras do campo. Eles estão ao nosso derredor, buscando a quem possa tragar.

- Ovelhas abandonadas, vão para o mundo. No mundo, o diabo as pega. Ele não quer mais oferecer propostas ao crente desviado. Ele quer destruir, matar. Ele sabe que a ovelha perdida conhece a verdade, e jamais poderá ser uma "serva do diabo". Por isso ele coloca enfermidades, provas, lutas, etc.
Esta ovelha, por estar enfraquecida espiritualmente, em crise, magoada, chateada, escandalizada... torna-se isca fácil para o diabo. O sangue de JESUS tem poder!

Mais uma vez, Deus reclama o descuido com suas ovelhas:

"As minhas ovelhas andaram desgarradas por todos os montes, e por todo o alto outeiro; sim, as minhas ovelhas andaram espalhadas por toda a face da terra, sem haver quem perguntasse por elas, nem quem as buscasse." (v. 6)
Observe, que há crente afastado em todos os montes, todo alto outeiro. Monte parece refúgio. Tudo indica que esse crente está refugiado, está bem, até dentro da igreja. Mas há tempos estão desgarrados. Como diria uma música gospel: "estão perdidos na casa do pai".

Conclusão:

"Portanto, ó pastores, ouvi a palavra do SENHOR: Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que, porquanto as minhas ovelhas foram entregues à rapina, e as minhas ovelhas vieram a servir de pasto a todas as feras do campo, por falta de pastor, e os meus pastores não procuraram as minhas ovelhas; e os pastores apascentaram a si mesmos, e não apascentaram as minhas ovelhas;
Portanto, ó pastores, ouvi a palavra do SENHOR: Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu estou contra os pastores; das suas mãos demandarei as minhas ovelhas, e eles deixarão de apascentar as ovelhas; os pastores não se apascentarão mais a si mesmos; e livrarei as minhas ovelhas da sua boca, e não lhes servirão mais de pasto."
(versículos 7-10)

 

 

Autor: Pr. Ricardo Guimarães
pr.ricardo@videirario.com.br

 

 

===================================

===================================

===================================

===================================

O ano da Dupla Honra

 

O ano da

Dupla Honra

 

Isaías 61.7
“Em lugar da vossa vergonha, tereis dupla honra; em lugar da afronta, exultareis na vossa herança; por isso, na vossa terra possuireis o dobro e tereis perpétua alegria.”

 

Introdução:

 

- A palavra de Deus para o ano de 2008, vem recheada de promessas grandiosas para a nossa vida. São tantas promessas que se você não abrir bem o seu coração não conseguirá reter todas.
Portanto, vamos começar nos posicionando espiritualmente: Levante a sua mão diga para Deus:
“Eu abro o meu coração para receber tudo o que o Senhor tem para a minha vida nessa noite”

Nós estamos em contagem regressiva para o novo ano. Dentro de alguns minutos entraremos na posse da promessa. Receberemos o novo ano debaixo de uma forte palavra profética do Senhor.

Vamos deixar para trás o ano que está se encerrando. Vamos levar para o novo ano, a visão e o sonho de conquista. 2008 será o nono ano do nosso ministério. O nono ano é o segundo ano de um novo ciclo. O segundo ano, de acordo com o ensino bíblico é o ano do trabalho e do serviço. Mas não como no primeiro ciclo em que não tínhamos a mesma experiência.

Por isso a palavra de Deus para nós é de que 2008 será o ano da DUPLA HONRA! Vai ter muito trabalho, vai ter muito serviço, vai ter muitos desafios, mas também haverá grandes vitórias! Haverá muita recompensa e alegria da parte de Deus!
É isso que nos diz Isaías 61.7:
“Em lugar da vossa vergonha, tereis dupla honra; em lugar da afronta, exultareis na vossa herança; por isso, na vossa terra possuireis o dobro e tereis perpétua alegria.”

Essa palavra só tem coisas boas. Tudo o que tem aqui eu quero para a minha vida. E baseado nessa promessa eu quero profetizar cinco coisas que Deus fará em sua vida nesse novo ano:

F.T.: Em primeiro lugar...
I – DEUS REMOVERÁ A VERGONHA:

1.1. O alvo do Diabo é sempre nos envergonhar. Ele se aproveita das situações de insucessos em nossa vida, para nos expor, e destruir a fé que há em nosso coração.

1.2. O inimigo que nos ver encurralados, sem resposta, sem saída e sem direção. E quando isso acontece, ele usa as pessoas mais próximas possível de m\nós para nos envergonhar.
* Talvez ao longo desse ano você viveu experiência de vergonha e de humilhação. Mas hoje Deus trás uma palavra profética sobre a sua vida. O
tempo da vergonha está se encerrando.
* Deus começará um novo tempo em sua vida. E o ano d e2008 será um ano em que toda vergonha será removida.
* Você já passou pela experiência de fazer tudo o ainda assim não funcionar? Mas hoje a palavra de Deus para suas vida é: SUA VERGONHA SERÁ REMOVIDA.
Esse é um dia que será inesquecível para sua vida. Você tem tido vergonha do número de células que você tem. Você tem vergonha de dizer quanto tempo você ora, quanto tempo você ler a Bíblia. Mas Deus planta em você dupla honra.

• Comece a agradecer a Deus pelo que Ele vai fazer em sua vida . Porque a gratidão abre as portas dos céus, e a ingratidão fecha as portas e atrai o destruidor.

• Hoje é o dia do Senhor remover a sua vergonha.

• Estamos às portas de um novo tempo, onde a honra tomará o lugar da vergonha em nossa vida.

II – DEUS REMOVERÁ A AFRONTA:

2.1. O homem religioso fica sempre se lamentando de suas lutas e o seu sentimento é rejeitar a luta. Luta para o religioso é uma desgraça, mas para o homem de Deus luta é a oportunidade de Deus envergonhar o diabo.

2.2. Satanás quer nos deixar acabados, debaixo de acusações e envolvidos pela impotência humana. O diabo quer fazer de você um derrotado, sempre fugindo da batalha.

* Mas a partir de hoje, você não ouvirá mais a voz do Diabo. Você ouvirá de Deus falando ao seu coração!
* Toda afronta será removida. Deus vai exaltar você diante dos seus adversários.
* Deus vai colocar os seus pés sobre uma rocha firme.

2.3. A afronta nada mais é do que um blefe do inimigo para tirar você da batalha antes que a sua vitória chegue. Mas nesse novo ano o Espírito do Senhor vai impelir sua vida a fazer coisas que você nunca fez.

• Você que sempre andou no natural, na perspectiva humana, sempre dependeu das circunstâncias externas, agora você será uma pessoa intrépida...Mas agora, CORAGEM E OUSADIA VIRÃO SOBRE A SUA VIDA

• Toda a timidez espiritual sairá de você. Você será conhecido com o um homem de fé. Uma mulher de fé.

• Natural prá você será conviver com os milagres de Deus.

III – DEUS RESTITUIRÁ A HERANÇA:

3.1. Herança é algo que já lhe pertence, mas que muitas vezes você desconhece. E enquanto você não toma consciência você não pode se valer do seu direito e usufruir do que lhe pertence.

3.2. O Diabo quer roubar o suprimento de Deus para a nossa vida. Mas vai chegar o tempo de restituição. Você precisa crer que as coisas vão melhorar na sua vida. E o que é seu voltará para suas mãos.

3.3. Nós temos que entender que quando somos roubados não é algo isolado, é na verdade uma estratégia do inimigo de enfraquecer o corpo. Satanás quer tirar o suprimento do povo de Deus para que este fique sem condições de viver uma vida abundante.

Ilust.:
Foi o que aconteceu com Davi em Ziclague, o inimigo roubou o suprimento, aquilo que era a estrutura de Davi e de seus homens. Imagine tudo que você plantou e cuidou de uma hora para outra ser roubada de forma violenta:

• Houve muito roubo na nossa vida. Roubo por ignorância. Roubo por desprezo, roubo por não conhecer a glória de Deus.

• Muitos foram roubados ministerialmente.

• Outros foram roubados em sua prosperidade.

• Mas no momento em que você se levantar, Deus vai exaltá-lo de forma poderosa.

• Ele vai restituir toda a sua herança. E você vai experimentar do melhor de Deus em sua vida.

3.3. Deus tem liberado uma unção de conquista sobre a sua igreja nesses últimos dias. E conquista fala de oportunidades. Deus colocará você diante de situações, onde você terá oportunidade de conquistar coisas, pessoas, e dimensões que você vem pedindo a deus durante muito tempo.

3.4. Conquista fala que teremos que confrontar situações. Vamos ter que usar armas espirituais. Vamos ter guerrear. Mas a promessa irá se cumprir.

3.5. Conquista fala de situações novas. Novos horizontes. Recomeço. Para muitos 2008 será um grande recomeço.

3.6. Conquista fala de empreendimento. De força, de esforço, mas do aparecimento do fruto.

3.7. Algumas situações vão requerer muito de nós que estejamos à frente da batalha. Você vai lutar pelo que é seu e você vai conquistar suas bênçãos.

• Mas você deve estar pronto também para guerrear. Porque não existe restituição e conquista sem que antes uma guerra seja travada.

• O Senhor diz que Inimigos se levantarão, línguas mentirosas o acusarão, conspirações podem acontecer (pessoas que estão perto de você).

• Mas ele também afirma: os inimigos cairão, as armas forjadas não prosperarão. As línguas mentirosas serão condenadas... Aleluia!

• Nas horas de apertos e de dificuldades, lembre-se: o Senhor batalha por nós e ele é quem assegura a nossa vitória.

IV – DEUS DOBRARÁ AS BÊNÇÃOS SOBRE NÓS:

4.1. A palavra profética de Deus para 2008 nos diz, que todas as bênçãos serão multiplicadas em nossa vida. Nós já vamos entrar no novo ano , debaixo de unção de dupla honra.
Ouvia falar de uma igreja, em que o pastor lançou uma campanha para comprar um terreno,
e um irmão que tinha posses falou ao pastor. Faça a campanha do jeito que o seu planejou e depois me diga quanto deu a oferta. Para cada real que entrar de ofertarei mais um .
Ou seja eu vou dobrar o valor de qualquer oferta que seja feita para essa campanha.

• Isso é que é bênção dobrada. Você trabalha por um, mas o fruto do seu trabalho é são dois.

• Você guerreia por dois e conquista quatro.

4.2. É isso que Deus está dizendo... Para cada conquista que você alcançar ele vai dobrar na sua vida. Ou seja, você tem que conquistar e ele dobrará as bênçãos sobre sua vida.

4.3. Agora, isso não significa que tudo virá de mão de beijada. Não! O que ele está dizendo é que cada conquista nossa terá um gosta de um bônus a mais. Você vai lutar por algo e vai receber dobrado.

• Prepare-se porque virá um tempo surpreendente da parte de Deus para a nossa vida.

• Apalavra de Deus para o próximo ano, vem com uma promessa de prosperidade. Fala de crescimento, de expansão, de nos espaços, de novos horizontes, de transbordamento...

• O que até hoje tem sido escassez, no próximo ano, será fartura.

• O que tem sido hoje recursos limitados, vem uma promessa de suprimento abundante.

• Isso diz respeito a sua vida pessoa, aos seus negócios e ao seu ministério.

• Fala da igreja como corpo, mas fala de cada um individualmente.

• Há uma prosperidade que vem de Deus.

• Essa promessa já tem se tornado rhema na vida de muitos. E eu creio que aqueles que se apegarem a ela verão o seu cumprimento

• Um dia o inimigo invadiu sua vida, sua casa, seus negócios e lhe causou dano, prejuízos, perdas.

• Mas Deus traz uma promessa, de restituição.
2008 E UM SERÁ O ANO DA RESTITUIÇÃO EM SUA VIDA!!

• Há uma aliança entre você e Deus. Acredite que o nosso Deus é alguém que NUNCA FALHOU E NUNCA FALHARÁ.

V – DEUS NOS PROPORCINARÁ UM TEMPO DE GRANDE ALEGRIA:

5.1. O tempo de luta passará.

• Há tempo para chorar e há tempo para rir. Você que chorou tanto ao longo de 2007. Deus vai converter o seu prato e alegria...

• Essa promessa vem precedida do verso 3 que diz assim: “ e a pôr sobre os que em Sião estão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria, em vez de pranto, veste de louvor, em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo SENHOR para a sua glória.”

5.2. Uma pessoa desanimada é alguém sem vida. Você já viu uma pessoa desanimada conquistar? Tem gente que vive debaixo de mentiras do inferno, pois dizem “Nem adianta lutar, não vou conseguir mesmo, ‘e melhor eu ficar aqui quieto!!“ , “Para que levantar e ir procurar emprego, não vou achar !!!”
Eu tenho uma palavra de Deus para você, é :
Isaias 40:31
“ mas os que esperam no Senhor renovam as suas forcas, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam”

• Deus fortalecerá áreas fracas de sua vida....

• Deus vai restabelecer tudo o que é muro caído em sua vida.

• O que hoje são muros caídos em sua vida? A oração? O jejum? A Santidade? O Estudo da Palavra?

• No Novo Ano, Deus lhe dará a oportunidade de erguer esses muros caídos. Mas eles não serão erguidos de qualquer maneira.

• Você vai poder cantar o cântico do povo de Deus quando retornou do cativeiro da Babilônia para Jerusalém:
Salmos 126:1-6
1 ¶ Quando o SENHOR restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha.
2 Então, a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua, de júbilo; então, entre as nações se dizia: Grandes coisas o SENHOR tem feito por eles.
3 Com efeito, grandes coisas fez o SENHOR por nós; por isso, estamos alegres.
4 ¶ Restaura, SENHOR, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe.
5 Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão.
6 Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes.

• Você vai cantar o Cântico de Maria: Lucas 1.46-49:
“Então, disse Maria: A minha alma engrandece ao Senhor,
47 e o meu espírito se alegrou em Deus, meu Salvador,
48 porque contemplou na humildade da sua serva. Pois, desde agora, todas as gerações me considerarão bem-aventurada, 49 porque o Poderoso me fez grandes coisas. Santo é o seu nome.”

Conclusão:

Eu quero concluir compartilhado alguns conselhos que ajudarão você a se manter na rota do êxito e da conquista.
Conta-se que um casal de jovens recém-casados, era muito pobre e vivia de favores num sítio do interior. Um dia o marido fez a seguinte proposta para a esposa:
- "Querida eu vou sair de casa, vou viajar para bem longe, arrumar um emprego e trabalhar até ter condições para voltar e dar-te uma vida mais digna e confortável. Não sei quanto tempo vou ficar longe, só peço uma coisa, que você me espere e enquanto eu estiver fora, seja FIEL a mim, pois eu serei fiel a você".
Assim sendo, o jovem saiu. Andou muitos dias a pé, até que encontrou um fazendeiro que estava precisando de alguém para ajudá-lo em sua fazenda.
O jovem chegou e ofereceu-se para trabalhar, no que foi aceito. Pediu para fazer um pacto com o patrão, o que também foi aceito.
O pacto foi o seguinte:
- "Me deixe trabalhar pelo tempo que eu quiser e quando eu achar que devo ir, o senhor me dispensa das minhas obrigações. EU NÃO QUERO RECEBER O MEU SALÁRIO. Peço que o senhor o coloque na poupança até o dia em que eu for embora.
No dia em que eu sair o senhor me dá o dinheiro e eu sigo o meu caminho".
Tudo combinado. Aquele jovem trabalhou DURANTE VINTE ANOS, sem férias e sem descanso. Depois de vinte anos chegou para o patrão e disse:
- "Patrão, eu quero o meu dinheiro, pois estou voltando para a minha casa".
O patrão então lhe respondeu:
- "Tudo bem, afinal, fizemos um pacto e vou cumpri-lo, só que antes quero lhe fazer uma proposta, tudo bem? Eu lhe dou o seu dinheiro e você vai embora, ou LHE DOU TRÊS CONSELHOS e não lhe dou o dinheiro e você vai embora. Se eu lhe der o dinheiro eu não lhe dou os conselhos, se eu lhe der os conselhos, eu não lhe dou o dinheiro. Vá para o seu quarto, pense e depois me dê a resposta".
Ele pensou durante dois dias, procurou o patrão e disse-lhe:
- "QUERO OS TRÊS CONSELHOS".
O patrão novamente frisou:
- "Se lhe der os conselhos, não lhe dou o dinheiro".
E o empregado respondeu:
- "Quero os conselhos".

O patrão então lhe falou:

1. "NUNCA TOME ATALHOS EM SUA VIDA. Caminhos mais curtos e desconhecidos podem custar a sua vida.

2. NUNCA SEJA CURIOSO PARA AQUILO QUE É MAL, pois a curiosidade pro mal pode ser mortal.

3. NUNCA TOME DECISÕES EM MOMENTOS DE ÓDIO OU DE DOR, pois você pode se arrepender e ser tarde demais."

Após dar os conselhos, o patrão disse ao rapaz, que já não era tão jovem assim:
- "AQUI VOCÊ TEM TRÊS PÃES, estes dois são para você comer durante a viagem e este terceiro é para comer com sua esposa quando chegar a sua casa".
O homem então, seguiu seu caminho de volta, depois de vinte anos longe de casa e da esposa que ele tanto amava.
Após primeiro dia de viagem, encontrou um andarilho que o cumprimentou e lhe perguntou:
- "Pra onde você vai?" - Ele respondeu:
"Vou para um lugar muito distante que fica a mais de vinte dias de caminhada por essa estrada".
O andarilho disse-lhe então:
- "Rapaz, este caminho é muito longo, eu conheço um atalho que é dez, e você chega em poucos dias".
O rapaz contente, começou a seguir pelo atalho, quando lembrou-se do primeiro conselho, então voltou e seguiu o caminho normal.
- Dias depois soube que o atalho levava a uma emboscada.
Depois de alguns dias de viagem, cansado ao extremo, achou pensão à beira da estrada, onde pode hospedar-se. Pagou a diária e após tomar um banho deitou-se para dormir.
De madrugada acordou assustado com um grito estarrecedor. Levantou-se de um salto só e dirigiu-se à porta para ir até o local do grito.
Quando estava abrindo a porta, lembrou-se do segundo conselho. Voltou, deitou- se e dormiu.
Ao amanhecer, após tomar café, o dono da hospedagem lhe perguntou se ele não havia ouvido um grito e ele disse que tinha ouvido.
- E você não ficou curioso?
Ele disse que não.
No que o hospedeiro respondeu: VOCÊ É O PRIMEIRO HÓSPEDE A SAIR DAQUI VIVO, pois meu filho tem crises de loucura, grita durante a noite e quando o hóspede sai, mata-o e enterra-o no quintal.
O rapaz prosseguiu na sua longa jornada, ansioso por chegar a sua casa.
Depois de muitos dias e noites de caminhada...
Já ao entardecer, viu entre as árvores a fumaça de sua casinha, andou e logo viu entre os arbustos a silhueta de sua esposa. Estava anoitecendo, mas ele pode ver que ela não estava só. Andou mais um pouco e viu que ela tinha entre as pernas, um homem a quem estava acariciando os cabelos.
Quando viu aquela cena, seu coração se encheu de ódio e amargura e decidiu-se a correr de encontro aos dois e a matá-los sem piedade.
Respirou fundo, apressou os passos, quando lembrou-se do terceiro conselho.
Então parou, refletiu e decidiu dormir aquela noite ali mesmo e no dia seguinte tomar uma decisão. Ao amanhecer, já com a cabeça fria, ele disse:
"NÃO VOU MATAR MINHA ESPOSA E NEM O SEU AMANTE. Vou voltar para o meu patrão e pedir que ele me aceite de volta. Só que antes, quero dizer a minha esposa que eu sempre FUI FIEL A ELA".
Dirigiu-se à porta da casa e bateu. Quando a esposa abre a porta e o reconhece, se atira em seu pescoço e o abraça afetuosamente. Ele tenta afastá-la, mas não consegue. Então com as lágrimas nos olhos lhe diz:
- Eu fui fiel a você e você me traiu...
Ela espantada lhe responde:
- Como? eu nunca lhe trai, esperei durante esses vintes anos.
Ele então lhe perguntou:
- E aquele homem que você estava acariciando ontem ao entardecer?
E ela lhe disse:
- AQUELE HOMEM É NOSSO FILHO. Quando você foi embora, descobri que estava grávida. Hoje ele está com vinte anos de idade".
Então o marido entrou, conheceu, abraçou o filho e contou-lhes toda a sua história, enquanto a esposa preparava o café.
Sentaram-se para tomar café e comer juntos o último pão.

APÓS A ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO, COM LÁGRIMAS DE EMOÇÃO, ele parte o pão e ao abri-lo encontra todo o seu dinheiro, o pagamento por seus vinte anos de dedicação.

Moral da História: A promessa de Deus está sendo liberada sobre as nossas vidas. Mas precisamos dar ouvidos aos conselhos da sua Palavra:
1) Que no ano de 2008 você possa andar em linha com a Palavra de Deus. Não queime etapas em sua vida. Há um tempo de Deus para todas as coisas.
2) Não seja curioso para o mal. Muitas vezes somos curiosos, queremos saber de coisas que nem ao menos nos dizem respeito e que nada de bom nos acrescentará...
3) Uma decisão pode mudar a história da nossa vida. Por isso nunca decida nada por impulso, nem quando estiver irado.

Quanto ao mais, mantenha-se em conexão com Deus, todos os minutos, todos os dias, sonhe sonhos grandes, Acredite mais em você mesmo; dê passos mais ousados; não ceda a tentação da carne, trabalhe mais em equipe. Envolva-se mais com a célula; dê às pessoas mais do que esperam de você; semeie generosamente. Da forma como se semeia, se colhe; faça de seu lar um lugar de alegria e paz; leia mais livros e assista menos TV; sorria mais; invista nos relacionamentos antigos mas lembre-se de fazer novos amigos, nunca pague o mal com o mal, nem procure se vingar; seja rápido para elogiar, tardio para criticar; seja rápido para admitir erros e pedir perdão, dê graças em todas as circunstâncias e sobre todas as coisas, viva a vida a partir de uma perspectiva de eternidade.

Se recebe de coração aberto essa palavra, então...

 

Aliançados em Cristo Jesus,

Pr. Ricardo Guimarães
(21) 7827-3782
(21) 3327-1982
pr.ricardo@videirairo.com.br

 

====================================

====================================

====================================

====================================