quarta-feira, 27 de março de 2013

A BÍBLIA E A UNIÃO HOMOSSEXUAL

 

A BÍBLIA

E A UNIÃO HOMOSSEXUAL

- Como os cristãos devem reagir à tendência da união conjugal de pessoas do mesmo sexo?

- Devemos ter o mesmo procedimento de quando tratamos de outros assuntos polêmicos e aceitar como veredicto final a que a Palavra de Deus fala sobre o assunto.

Vejamos então algumas verdades bíblicas relacionadas a este tema:

I - A única união conjugal aceita por Deus é o casamento de homem e mulher

- No princípio Deus criou o homem e a mulher (Gênesis 1.27) e deu ordem para que eles se unissem em matrimônio (Gn. 2.24).

- O Senhor Jesus reforça este princípio em Mateus 19.4,5:
Então, respondeu ele: Não tendes lido que o Criador, desde o princípio, os fez homem e mulher e que disse: Por esta causa deixará o homem pai e mãe e se unirá a sua mulher, tornando-se os dois uma só carne?

- Para defender a união homossexual alguns citam palavras de Jesus, fora do contexto, no sentido de defender este ato, como por exemplo quando dizem que não devemos julguar( Mt 7.1). No entanto aqui Jesus é taxativo ao afirmar que no princípio Deus fez “homem e mulher”, e mais ninguém.

- Há dimensões nesta união conjugal que o próprio Deus estabeleceu que só podem ser experimentadas por um homem e uma mulher, dentro do contexto do casamento, estabelecidos no jardim, tais como:

1 – Procriação

Gn. 1.28:
E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra.

2 – Intimidade

Gn. 2. 24-25:
Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.Ora, um e outro, o homem e sua mulher, estavam nus e não se envergonhavam.

3 – Autoridade

Gn. 3.16:
E à mulher disse: Multiplicarei sobremodo os sofrimentos da tua gravidez; em meio de dores darás à luz filhos; o teu desejo será para o teu marido, e ele te governará.
Este mesmo princípio de autoridade foi reforçado pelos Apóstolos Paulo (Ef 5.18-25) e Pedro( 1 Pe 3.1).

II - A única forma de se ter saúde emocional, especialmente dos filhos, é dentro de um casamento heterossexual e monogâmico

- A Bíblia nos aponta um modelo de família que permite aos pais e especialmente aos filhos construírem em suas mentes o que elas mesmas devem fazer e especialmente ser quando se casarem.

- No ambiente de casamento heterossexual pai é o principal provedor, o líder do lar, o protetor, o que dá a direção, o que guia a casa, o que é a maior autoridade. A mãe é a auxiliadora, a que ajuda, a que tem o papel de manter o equilíbrio entre o pai e os filhos, a que suaviza a casa, a que torna a casa mais terna e mais doce. Não é sem propósito que o livro de Provérbios nos diz que a mulher sábia edifica a sua casa (Pv. 14:1).

- Quando se pensa em adoção de crianças por parceiros homossexuais deve-se levar em conta que não é saudável uma criança órfã ou abandonada, já cheia de suas próprias crises, ter que observar, sem nenhum crivo, sem nenhuma maturidade, a pratica do lesbianismo e homossexualismo no seu círculo mais íntimo de convivência.

- Parece que o antigo desejo de Satanás de destruir as crianças ainda está aceso. Ele foi homicida desde o princípio (João 8:44), e como ladrão vem para matar roubar e destruir (João 10:10).

- Não é sem propósito que Faraó quis que as crianças de Israel ficassem no Egito enquanto os seus pais fossem embora para o deserto (Êxodo 10.10-11). A resposta de Moisés à tão vergonhosa proposta nos enche de coragem para agir da mesma forma:

“Havemos de ir com nossos jovens, e com os nossos velhos, e com os filhos, e com as filhas, e com os nossos rebanhos, e com os nossos gados; havemos de ir, porque temos de celebrar festa ao Senhor”. (v. 9).

- A fúria de Herodes e o infanticídio que cometeu ao matar milhares de crianças na tentativa de eliminar o Salvador também demonstra como o inimigo de nossas almas almeja destruir as criançinhas, as quais Deus ama tanto.

- Entregar crianças para a adoção de casais gays é uma forma de destruir desde cedo o modelo de família, de sexualidade, de sociedade que Deus projetou para nossos filhos.

III - A união homossexual é condenada pela Bíblia

John MacArthur analisa assim a questão:

“Deus condena a homossexualidade, e isto é muito evidente. Ele se opõe à homossexualidade em todas as épocas.

- Na época dos patriarcas (Gn 19.5-7) Na época da Lei de Moisés (Lv 18.22; 20.13)

- Na época dos Profetas (Ez 16.46-50) Na época do Novo Testamento (Rm 1.18-27; 1 Co 6.9-10; Jd 7-8)

- Por que Deus condena a homossexualidade?

Porque ela transtorna o plano fundamental de Deus para as relações humanas — um plano que retrata o relacionamento entre um homem e uma mulher (Gn 2.18-25; Mt 19.4-6; Ef 5.22-33).

- Então, por que as interpretações homossexuais das Escrituras têm sido tão bem-sucedidas em persuadir inúmeras pessoas?

A resposta é simples: as pessoas se deixam convencer. Visto que a Bíblia é tão clara a respeito deste assunto, os pecadores têm resistido à razão e aceitado o erro, a fim de acalmarem a consciência que os acusa (Rm 2.14-16).

- Conforme disse Jesus: “Os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más” (Jo 3.19-20).

- Se você é um crente, não deve comprometer o que a Bíblia diz a respeito da homossexualidade —.jamais.”

IV– Somente o casamento heterossexual pode espelhar a união de Cristo com a sua igreja

- Em Efésios 5.22-23 o Apóstolo Paulo faz uma analogia do relacionamento de Cristo com a sua igreja citando o casamento como uma ilustração.

- Jesus é para a sua igreja o que o marido é para com sua esposa.

- O caráter da união de Cristo e sua igreja é espelhado na união dentro de um estado de casamento, entre um homem e uma mulher. Como a união homossexual poderia espelhar este caráter se tal relação é considerada por Ele em sua palavra como um pecado?

CONCLUSÃO

Qual deve ser a nossa posição à união homossexual?

Oferecer-lhe uma resposta bíblica — confronta-la com a verdade das Escrituras, que condena a homossexualidade e promete castigo eterno para todos os que a praticam.

“Qual deve ser a nossa resposta ao homossexual?

Oferecer-lhe uma resposta bíblica — confrontá-lo com a verdade das Escrituras, que o condena como pecador e lhe mostra a esperança da salvação, por meio do arrependimento e da fé em Jesus Cristo.

- Permaneçam fiéis ao Senhor, quando reagirem à homossexualidade, honrando a Palavra de Deus e deixando com Ele os resultados” (J.Mcartur).

- A igreja evangélica e o povo de Deus devem se manifestar contra esta massificação dos meios de comunicação em favor do homossexualismo e da união homossexual como se fosse casamento.

- Devemos retaliar e responder a qualquer insinuação de que a união homossexual tem qualquer respaldo cristão e bíblico, pois não tem.
Finalmente devemos orar pelas famílias, pelas igrejas, pelas autoridades, para que Deus tenha misericórdia de nossa nação.

 

AUTOR: Pr. Luiz César Nunes de Araújo

 

=======================

=======================

=======================

=======================

 

Cinco Verbos que Fazem Toda a Diferença

 

Cinco Verbos

que Fazem

Toda a

Diferença

 

Texto: Salmo 37.3-7

 

 

Introdução

> Você já passou por um momento de intensa ansiedade, preocupação, agitação, inquietação?

> Você já passou ou está passando por uma situação em que algo o incomoda intensamente? Lhe causa grande indignação? Ou então, você já passou por uma situação em que você está sendo muito injustiçado? (ver os versos 1, 2 e 6).

Transição

> Em momentos de ansiedade, preocupação, agitação, inquietação, indignação, etc, devemos procurar ter atitudes corretas para com Deus.

> O texto nos mostra algumas atitudes corretas que devemos ter para com Deus em momentos assim.

I.) Confia no Senhor – v. 3

> Definição de Confiar: “Ter fé, esperar, ter confiança”

> Ver Sl 31.19; 32.10; 34.22; 125.1; Pv 3.5,6; 29.25; Is 26.3,4; 50.10.

> Você tem confiado no Senhor?

II.) Agrada-te do Senhor – v. 4

> Outras traduções: “Deleita-te (EC); Que a sua felicidade esteja no Senhor (NTLH)”

> Contente-se, satisfaça-se, delicie-se, tenha prazer com o Senhor. Que o seu contentamento, que a sua satisfação, que o seu prazer esteja no Senhor, nas coisas de Deus e não em outras coisas.

> Muitos têm colocado sua alegria em falsos substitutos para Deus. O homem sempre terá algo que será seu objeto de adoração. Se não for Deus, será qualquer outra coisa: prazer, dinheiro, poder, etc.

> Ler Jr 2.11-13.

> Exemplo de Marta e Maria (Lc 10.41,42). O objetivo de Maria era se deleitar no Senhor!

> Promessa para aquele que se deleita no Senhor: Deus satisfará os desejos do seu coração!

> Onde tem estado o seu contentamento, a sua satisfação, a sua felicidade?

III.) Entrega o teu caminho ao Senhor – v. 5

> A palavra hebraica traduzida entrega é literalmente “rolar”, como no caso de se ver livre de um fardo.

> Definição de entregar: “Passar às mãos de alguém; Render-se; submeter-se; Dar-se, dedicar-se inteiramente”.

> O que devemos entregar? O nosso caminho, a nossa vida, todos os aspectos de nossa vida e de nossa existência.

> Muitos têm “retido”, “segurado” seus caminhos, querendo viver de acordo com sua própria vontade. Querem ser os donos de suas próprias vidas. Com isso suas vidas tem se tornado um verdadeiro fardo!

> Exemplo de Saulo transformado em Paulo – ver At 26.14. Paulo se recusava em entregar os seus caminhos ao Senhor e com isso só feria-se a si mesmo (Dura coisa é recalcitrares contra os aguilhões).

> Que tal rolar sua vida, seus caminhos aos cuidados do Senhor? Que tal passar o comando de sua vida às mãos de alguém que pode controlá-la com eficácia? Que tal render-se, submeter-se à vontade de Deus? Que tal dar-se, dedicar-se inteiramente a Ele?

IV.) Descansa no Senhor – v. 7

> Definição de descansar: “Livrar de fadiga, de trabalho; Apoiar, assentar sobre alguma coisa; Tranqüilizar; Repousar; dormir ou estar deitado”.

> Vivemos muito agitados, muito preocupados, muito ansiosos. Precisamos aprender a descansar no Senhor, a nos apoiar, a repousar nEle. Ler Sl 131.2; Mt 6.25; Fp 4.6,7; 1 Pe 5.7.

> Você tem descansado no Senhor?

V.) Espera no Senhor – v. 7

> Definição de esperar: “Aguardar; Contar com; Ter esperança; Confiar”

> Ver Sl 27.14; 40.1; 62.5; Is 40.31; Lm 3.25,26.

> Temos esperado no Senhor?

 

 

 

AUTOR: Pr. Ronaldo Guedes Beserra

 

 

#########################

#########################

#########################

#########################

Redenção: Necessidade, História, Posicionamento e Missão

 

Redenção: Necessidade, História, Posicionamento e Missão

 

TEXTO: Jo 3.16; Mt 28.19,20

 

I. REALIDADE: COMUM A TODOS OS HOMENS

> Vida, Existência
> Tempo
> Espaço
> Circunstâncias
> Leis Naturais
> Solidariedade Humana
> Crueldade Humana
> Morte
> De onde viemos, quem somos, para onde vamos?

II. RESPOSTA CRISTÃ:
CRIAÇÃO: A ORIGEM DA VIDA

> Não é necessária a revelação escrita para se chegar à conclusão da existência de um Criador!
> Sl 19.1-6
> Rm 1.20
> Gn 1.1,27

III. QUEDA: LIBERDADE DE ESCOLHA

> Deus não criou robôs, máquinas.
> Se Deus não tivesse nos dado liberdade de escolha, nós o serviríamos por não termos outra opção.
> Gn 2.16,17
> Imagine um universo em que nossas escolhas não tivessem conseqüências: seria um caos total!
> O homem usou a liberdade que Deus lhe deu para voltar-se contra o próprio Criador (Gn 3.1-13).

III. EM FUNÇÃO DA QUEDA, A REDENÇÃO SE TORNOU UMA NECESSIDADE E SUA HISTÓRIA FOI INICIADA
REDENÇÃO: PROMETIDA, PREFIGURADA E INICIADA

> Prometida – Gn 3.15
> Prefigurada – Gn 3.21
> Iniciada – Gn 12.1-3

IV. PROFECIAS: UMA ESPERANÇA NO AR

> Tempo da vinda do Messias – Dn9.24-26
> Local de nascimento do Messias – Mq 5.2
> Missão do Messias – Is 61.1-3
> Sofrimento do Messias – Is 53.1-12
> Ressurreição do Messias – Sl 16.8-11
> Muitas outras profecias, acontecimentos e símbolos apontando para o Messias (Cristo, Ungido) que viria!

V. IMPÉRIOS: O PALCO SENDO PREPARADO

> Império Babilônico: unidade em torno da fé, fortalecimento da esperança da vinda do Messias.
> Império Grego: difusão da cultura e dos costumes gregos.
> Império Romano: a paz romana, estradas, praticidade romana, etc.
> Gl 4.4

VI. JESUS: A IMAGEM DO DEUS INVISÍVEL

> Cumpriu todas as profecias
> Ninguém ensinou como Ele
> Ele veio para os doentes, marginalizados
> Reivindicou Divindade
> Morreu para satisfazer a justiça de Deus
> Ressuscitou confirmando ser quem dizia ser; Ele está vivo!
> Ele é Deus encarnado – Jo 1.14; Cl 1.15; Hb1.1-3
> Deus se importa

VII. POSICIONAMENTO: CRER OU NÃO CRER

> A Salvação em Cristo é um presente
> Deve ser recebida pela fé
> “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3.16)
> Somos responsáveis por nossas escolhas; esta escolha específica tem consequências eternas!

VIII. MISSÃO: FAZER DISCÍPULOS DE TODAS AS NAÇÕES

> Não podemos guardar as boas novas somente para nós mesmos!

> “Ide … Fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado …” (Mt 28.19,20)

AUTOR: Pr. Ronaldo Guedes Beserra

 

+++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++++++

 

UMA VIDA FINANCEIRA EQUILIBRADA

 

UMA VIDA FINANCEIRA EQUILIBRADA

 

Texto: Pv 30.8,9

 

Introdução

> Você já ouviu falar ou conhece alguém que já ganhou ou ganha muito dinheiro, mas que perdeu tudo, ou vive sempre endividado?

Proposição

(AT) A vontade de Deus é que seus filhos tenham uma vida financeira equilibrada.

(ST) A Palavra de Deus nos dá algumas orientações práticas para termos uma vida financeira equilibrada.

I.) Reconheça que o dinheiro é de Deus – Ag 2.8; Sl 24.1

> Glorifique o nome de Deus através do dinheiro – I Cor. 10:31

> Não devemos depositar nossa esperança no dinheiro ou posses – 1 Tm 6.17

II.) Reconheça que a avareza é um grande perigo – 1 Tm 6.10

> O dinheiro em si é neutro, tudo dependo do uso que se faz dele (Ex. Gasolina).

> Devemos tomar muito cuidado para não sermos avarentos – Lc 12.15

III.) Vença o consumismo – Is 55.2; Pv 30.15

> Tenha um novo sistema de valores – Cl 3.1,2; Mt 6.19-21

> O consumo desenfreado (assim como a riqueza, a fama, o poder, etc) é ineficaz para satisfazer as necessidades da alma – Mt 16.26; Ec 2.4-11

> Cuidado com apelos consumistas nos meios de comunicação

> Cuidado com o supérfluo (tudo aquilo que não é essencial à manutenção da vida) em detrimento do essencial (comida, roupa, moradia, etc).

IV.) Entenda que a dívida escraviza a pessoa – Pv 22.7; Rm 13.8

> Algumas coisas que provocam dívidas:

- Comprar a crédito (crédito imediato é também dívida imediata);

- Cartões de crédito; cheques especiais (é uma maneira fácil de comprar coisas com o
dinheiro que você não tem);

- Comprar coisas sob o impulso do momento;

- Não resistir aos vendedores e aos fortes apelos comerciais;

- Não economizar;

- Não zelar por suas coisas; evitar o desperdício.

V.) Aprenda a viver dentro do seu orçamento – Fp 4.10-13; Gl 5.22,23

> Não podemos gastar mais do que ganhamos. Não pode sair mais do que entra!

VI.) Faça um planejamento (orçamento) financeiro mensal – Lc 14.28-32

> Liste todos os seus gastos fixos.
> Liste todos os seus gastos eventuais.
> Planeje viagens, passeios, etc.
> Planeje poupar, economizar.

 

 

 

AUTOR: Pr. Ronaldo Guedes Beserra

 

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

 

UMA PROFETISA CHAMADA ANA

 

UMA PROFETISA CHAMADA ANA

 

“Havia também uma profetisa, Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era já avançada em idade, tendo vivido com o marido sete anos desde a sua virgindade; e era viúva, de quase oitenta e quatro anos. Não se afastava do templo, mas adorava a Deus noite e dia em jejuns e orações. Chegando ela na mesma hora, deu graças a Deus, e falou a respeito do menino a todos os que esperavam a redenção de Jerusalém.”  Lucas 2:36-38

    

- A profetisa Ana é uma dessas mulheres fascinantes, que a vida nos reserva, pouco se fala dela, somente três versículos bíblicos, mas é o suficiente para descrever um pouco da vida, do caráter e das suas qualidades.

- Uma mulher que exala o bom perfume de Cristo, e uma inspiradora de vida dedicada a Deus.

- Se pudéssemos descrever a síntese da vida de Ana, poderíamos assim destacar: UMA MULHER ADORADORA E COMPLETAMENTE APAIXONADA POR DEUS.

- Ana, seu nome significa Graça, Favor, era da tribo de Aser, (que significa: felicidade), Gn 30:13, embora sua tribo tenha sido levada para o cativeiro da Assíria, em 722 a.C., nunca tivesse retornado oficialmente, genealogias foram preservadas e devolvidas à Terra Prometida, de tal modo que se conhecia a linhagem a que ela pertencia. Ana era uma remanescente de sua tribo nas terras de Israel. Uma mulher separada para o serviço do Senhor.

- O texto diz que Ana viveu sete anos com seu marido, e depois que ele morreu, ela já era viúva há 84 anos, não se casou novamente e não se apartava do templo noite e dia, em jejuns e orações diárias na presença de Deus.

- Na apresentação de Jesus no templo Ana teria aproximadamente 103 a 106 anos de idade.

- Como uma mulher de Israel era liberada para o casamento a partir de 12 anos de idade. Ana ficara viúva com 19 a 21 anos de idade, aproximadamente, ou seja, em pleno apogeu de sua mocidade. Diferentemente das demais jovens de sua idade, Ana toma a decisão de servir ao seu Deus totalmente.

- A  Bíblia não diz que ela não teve filhos, mas isso é pouco provável, pois bem cedo, as mulheres de Israel eram contempladas com filhos.

- Creio que o evangelista Lucas inspirado pelo Espírito Santo,  destaca a vida dessa mulher para que nós aprendamos como nossas vidas devem ser dedicadas ao Deus Todo Poderoso, e como são preciosas e inspiradoras as qualidades daqueles que devotam sua vida totalmente a Deus.

Qualidades que se destacam na vida de Ana:

  1. Conservada virgem para seu marido. tendo vivido com o marido sete anos desde a sua virgindade;” Vs 36
  2.  Fiel ao  compromisso de fidelidade ao seu marido, mesmo depois da morte. e era viúva, de quase oitenta e quatro anos.” Vs 37

          “ Deus honra a mulher de um marido só” Pr José Pereira Couto.

     Hoje com o relativismo das relações, principalmente de casamento tem se tornado cada vez mais raro esse tipo de atitude.

     3. Desprovida de desejos carnais. (ela poderia ter se entregado aos prazeres carnais, ou vivendo na ansiedade de um novo relacionamento). Seu alvo maior era servir a Deus. I Tm 5:3-16

      4. Uma mulher de fé. (priorizava Deus acima de tudo). Mt 6:33

    5. Uma mulher de esperança. (esperava a salvação de Israel que viria através de Jesus Cristo).

     6Amava a casa de Deus. “ …Esta não apartava do templo nem de dia, nem de noite”. Vs 37

- O nome de Ana poderia de chamado de Salmo 84. “ Quão amáveis são os teus tabernáculos, a minha alma suspira e desfalece pelos átrios do Senhor.”

- No templo se cultiva intimidade com Deus. “ A intimidade do Senhor, é para os que o temem, aos quais ele dará a conhecer a sua aliança.” Salmo 25:14

- No templo temos revelações da parte de Deus. “ A revelação das tuas palavras esclarece, e dá entendimento aos simples”. Salmo 119:130

- No templo podemos adorar, louvar. “…mas adorava a Deus noite e dia em jejuns e orações.” Vs 37

- No templo podemos derramar nossos corações diante daquele que conhece as nossas necessidades e as nossas aflições, e os nossos anseios e desejos.

“Pois um dia nos teus átrios vale mais que mil, prefiro está a porta da casa de meu Deus a permanecer nas tendas da perversidade.”. Salmo 84:10 

- Ana levava sério estas palavras do salmista, na presença de Deus não se perde tempo, é um grande investimento que fazemos em nossa vida, e nas vidas daqueles dos quais amamos. 

Eu amo a habitação de tua casa e o lugar onde a tua glória assiste.” Salmo 26:8

- No Templo Ana alimentava seu espírito e sua alma era satisfeita. “Tu me farás ver os caminhos da vida; na tua presença há plenitude de alegria, na tua destra delícias perpetuamente.” Salmo 16:11

- No templo é o lugar onde o Salvador se revela, e a salvação chega aos homens. Ana encontrou o seu Salvador no templo.

- Quantos em Israel, não tiveram a fé, para perceber que o Cristo, estava se apresentando no templo? Somente os que esperam com fé é que conseguem ter revelações profundas da parte de Deus.

        7.  Uma profetisa de Deus. Chegando ela na mesma hora, deu graças a Deus, e falou a respeito do menino a todos os que esperavam a redenção de Jerusalém.” Lucas 2:38

- Profeta é aquele que fala a palavra de Deus, é um enviado, escolhido por Deus para esse serviço. O dom de profecia hoje é muito comum, mas nos dias do nascimento de Jesus, não existiam profetas reconhecidos. Ainda existiam o que os teólogos chamam de silêncio profético. (400 anos antes do nascimento de Cristo).

- Mas o evangelista Lucas, chama Ana de profetisa, porque naqueles dias Deus estava preparando o seu povo para o recebimento do Salvador Jesus.

- Existiam muitos religiosos em Israel, mas Deus escolheu Ana para ser portadora das boas novas de Salvação. Ana foi separada por Deus, porque amava e buscava a Sua presença.

- Profetas são escolhidos por Deus, primeiramente para estarem na sua presença, para ouvi-lo  e para anunciar a mensagem de salvação.”

- O profeta que tem um sonho, conte o sonho, e o que tem a minha palavra, fale a minha palavra com fidelidade. Pois o que tem a palha com o trigo?, pergunta o Senhor. Não é a minha palavra como o fogo, pergunta o Senhor, e como um martelo que despedaça a rocha?” Jeremias 23:28-29; I Pedro 4:11

- Profetas são escolhidos para levarem a palavra da salvação que cura, salva, e liberta os homens de seus pecados e doenças. Isaias 61

- Deus está levantando nesses dias uma geração de profetas para anunciarem a boa nova de salvação, no meio de um povo que necessita de Jesus como salvador de suas vidas.

- Ana, idosa, muito provável não viu Jesus exercendo o seu ministério na terra, mas ela teve o privilégio de anunciar aos presentes no templo o motivo maior de sua vida: Jesus, o seu salvador, aquele a quem ela tanto pregava, estava diante dela. Ela já podia descansar em paz.

- Aos que crêem em Jesus, serão salvos, aos que o rejeitam serão condenados, essa era a mensagem de Ana, essa é a mensagem de todo o profeta de Deus. “Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no nome do Filho Unigênito de Deus.” João 3:18

Que a vida e as qualidades de Ana te inspirem a devotar tua vida na presença de Deus em louvor e adoração, diária.

 

 

Autor: Pr Francisco Nascimento

 

 

===============================

===============================

===============================

===============================

 

terça-feira, 26 de março de 2013

ESBOÇOS NOVOS

 

OPORTUNIDADE!

Amado leitor,

quero publicar

neste Blogspot

os seus Esboços de Sermões

ou Estudos Bíblicos.

Não mande de terceiros.

 

Estarei divulgando o seu nome e o seu Link.

Você pode mandar

no máximo

3 Esboços ou Estudos.

Os Esboços devem está

dentro da homilética.

 

ENVIAR PARA:

pastor_robernane@yahoo.com.br

 

Um abraço,

Pr. Robernane Ferreira Lima

 

========================

========================

========================

domingo, 10 de março de 2013

O BOM COMBATE, E OS TRES TIPOS DE CRENTE - II Tm 4.7-8; 10; 14; 11

 

images (2)

O BOM COMBATE,
E OS TRES
TIPOS DE CRENTE
 
- II Tm 4.7-8; 10; 14; 11 -

 

- Há uma carreira para seguir, um caminho pela frente; há um combate, isso mostra que nesta caminhada, não há facilidades, nem mesmo descanso.

- Há um combate diário a ser travado em nossas vidas.

- Mas a Palavra de Deus, também garante, no versículo 8, que há um prêmio preparado para aqueles que combaterem até o fim, aqueles que completarem as suas carreiras.

1. DEMAS - O CRENTE MUNDANO (10)

- O crente está no mundo, mas não pertence ao mundo (João 17.14-16) – Ele é propriedade de Deus;

- O crente é chamado a ser sal, luz, peregrino, embaixador, testemunha, bom perfume de Cristo, bom fermento, cartas vivas, pedras vivas;

- Você foi colocado neste mundo, da mesma forma que: José no Egito; Daniel na Babilônia; a menina na casa de Naamã;

- Não podemos amar os prazeres mundanos (1 João 2)

- Os israelitas saíram do Egito, mas o Egito não saiu dos seus corações;

- A mulher de Ló saiu de Sodoma, mas Sodoma não saiu do seu coração;

- Demas era um crente mundanizado, por isso abandonou Paulo e foi para Tessalônica;

- Qual é a sua Tessalônica? O que tem feito você abandonar a obra de Deus?

2. ALEXANDRE - O CRENTE PROBLEMÁTICO (14)

- Alexandre causou-me muitos males....

- A Bíblia fala de pessoas causadores de males: Arão e o bezerro de ouro; Miriam e a sedição; Coré, Data e Abirão – rebelião contra Moisés; Absalão e a revolta contra seu pai Davi; Judas traiu Jesus – o joio sempre existiu;

- Precisamos ter o cuidado para não sermos causadores de problemas pelo: mau uso da língua; nosso espírito crítico; nosso orgulho; nosso mau testemunho; nossa falta de cooperação; nosso espírito mesquinho; nossa imprudência; nossa falta de amor; quando somos ríspidos.

- Atente para duas situações importantes:

a) Pedro foi um instrumento de satanás; Em Mateus 18.7 a bíblia adverte: “ai do homem pelo qual vem o escândalo”

- Devemos fazer um auto exame:

- porventura tenho causado problemas na minha igreja? Tenho sido motivo de escândalo para alguém? Tenho entristecido o Coração de Jesus?

- Não fique desanimado se você tem falhado – mas submeta-se ao Senhor e procure ser uma bênção.

3. LUCAS – O CRENTE FIEL (11)

- Só Lucas está comigo...

- A bíblia testemunha amizades verdadeiras: Davi e Jônatas; Rute e Noemi; Jesus e seus Discípulos (Pedro, Tiago e João; Marta, Maria e Lázaro);

- Na nossa hora mais difícil, precisamos de pessoas fiéis ao nosso lado

- Você não pode ser fiel a Deus, se não consegue ser fiel ao seu pastor, Se não consegue ser fiel ao seu irmão;

- Você tem sido fiel a Jesus? a sua igreja? Aos seus princípios; aos seus irmãos?
CONCLUSÃO:

- Vida Cristã é uma vida dinâmica e sua posição diante do mundo, dos irmãos e de Jesus, conta muito.

Fonte: www.ibipatobranco.org/

Postado por Pr. Israel H. Daciolo

 

++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++++

 

 

A PROVIDÊNCIA DE DEUS - II Rs 6.1-7

 

images (1)
A PROVIDÊNCIA
DE DEUS
 
- II Rs 6.1-7

 

Com quais PROVIDÊNCIAS Deus entrou nesta história?

1. QUANDO BUSCAMOS CRESCIMENTO ESPIRITUAL, ELE NOS FAZ VER QUE É PRECISO EXPANDIR - vs. 1.

_O cristão e a igreja que estão buscando crescimento espiritual sentem que não devem nem podem se acomodar, pois o nosso espaço sempre será pequeno.

_A Bíblia nos ensina em Isaías 54.2-3: "Amplia o lugar da tua tenda, e estendam-se as cortinas das tuas habitações; não o impeças; alonga as tuas cordas, e fixa bem as tuas estacas. Porque transbordarás para a direita e para a esquerda".

2. QUANDO BUSCAMOS CRESCIMENTO ESPIRITUAL, ELE DÁ A DIREÇÃO - v. 2.

_Alguns cristãos pensam que hoje em dia Deus não mais dá a direção particular às igrejas ou aos cristãos; que Ele não mais nos diz o que deve ser feito.

_Quantos não estão enganados achando que devem trilhar caminhos próprios sem depender exclusivamente de Deus.

_Tornam-se auto-suficientes profissionais e acabam se esquecendo o que a Bíblia diz em João 3.27 e Tiago 1.17 (por exemplo).

3. QUANDO BUSCAMOS CRESCIMENTO, ELE PREPARA UM INSTRUTOR - vs. 3.

_Moisés instruiu Josué; Elias instruiu Eliseu; Paulo instruiu Timóteo; Jesus instruiu os discípulos.

4. QUANDO BUSCAMOS CRESCIMENTO ESPIRITUAL, ELE NOS LEVA À DIMENSÃO DOS MILAGRES - v. 6.

_Para o aprendiz de profeta que derrubou o ferro do machado na água, ali era o fim de seu ministério profético, entretanto, para Deus ali começava uma vida de milagre.

_O ponto final do homem é o ponto de partida de Deus.

CONCLUSÃO:

_Se buscarmos crescimento espiritual, Deus mostrará que é preciso expandir (pois o espaço pequeno);

_Ele nos dará a direção do que deve ser feito e, se isso não bastasse, Ele nos preparará um instrutor e nos levará a uma vida onde milagres acontecem.

 

Postado por Pr. Israel H. Daciolo

 

=======================================

=======================================

=======================================

=======================================

 

 

sábado, 9 de março de 2013

OS ÓCULOS DE DEUS

 

pregação óculos graça

OS ÓCULOS

DE DEUS

 

João 1.16

 

Introdução:

- Muitas coisas dependem do ponto de vista. Cada ponto de vista é visto de um ponto diferente.

- Como você vê sua vida?

- Como olha para os problemas?

- Como encara as pessoas?

- A Graça é como um ‘óculos’ que nos abre a visão para a realidade, não humano, mas de acordo com a ótica de Deus.

- Precisamos aprender a olhar sob a ótica da Graça de Deus.

- Como uma criança que contempla uma planta crescendo, a Graça de Deus nos permite sonhar com um futuro melhor.

- Como um pequeno barquinho na imensidão do mar, a Graça de Deus nos faz ver a nós mesmos pequenos diante do infinito amor de Deus.

- Como uma flor que nasce no chão seco, a Graça de Deus nos faz ver tudo com olhar de esperança.

Como Deus olha para nós?

Vamos aprender algumas características da Graça de Deus:

1 - GRATUITA:

Romanos 3.24 “... sendo justificados gratuitamente, por sua Graça, mediante a redenção que há em Cristo”

- Isso é óbvio e redundante. Se é Graça tem que ser de graça.

- Nunca podemos esquecer da gratuidade de Deus para conosco. Tudo o que Deus faz é de graça, por amor e misericórdia de nossas vidas.

- Quando aprendermos a ver a vida pelo olhar da Graça, passamos a fazer as coisas para as pessoas sem querer nada em troca, sem expectativas de reconhecimento ou recompensa.

2 - VIVA:

Salmos 63.3 “Porque a tua Graça é melhor do que a vida; os meus lábios te louvam”

- A vida é um dom gratuito de Deus. A Graça Divina se manifesta em cada suspiro que damos, nos permitindo viver. Quando acordamos ou quando dormimos, tudo é pela Graça. O amor de Deus se manifestou em todas as espécies de seres vivos para revelar Sua grandeza e perfeição. A Graça é viva e doa vida a todos.

- Olhar pela Graça de Deus é ver que estamos vivos por permissão do Senhor e que a vida que temos agora pertence a Deus. Por isso precisamos aproveitar cada momento.

3 - Para TODOS:

Tito 2.11 “Porquanto a Graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens”

- A Graça de Deus é inclusiva. Se fosse usar qualquer outro critério que não a Graça Divina, alguém poderia ser excluído ou privado do Amor, mas Deus em sua infinita Graça não exclui nenhuma pessoa em toda a terra.

- Através da Graça podemos encarar as pessoas não com olhar de superioridade ou inferioridade, mas como iguais diante do Amor de Deus.

4 - TRABALHA:

1 Coríntios 15.10 “Mas, pela Graça de Deus, sou o que sou; e a sua graça, que me foi concedida, não se tornou vã; antes,trabalhei muito mais do que todos eles; todavia, não eu, mas a Graça de Deus”

- Deus trabalhou criando todas as coisas e fez isso como e por quê? Somente pela Graça. Não tinha nada. A matéria prima da Graça é o nada, o impossível. Tudo o que temos e fazemos é através da Graça que trabalha realizando tudo em nós e através de nós.

- Nossos trabalhos e atividades são melhores quando realizamos sob a Graça.

5 - RICA:

Efésios 2.6,7 “e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus; para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua Graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus.”

- Deus é o Dono de todas as coisas. Por isso a Graça de Deus é rica, ou seja, tem tudo o que precisamos. Não riqueza monetária, mas de valores eternos que nos realizam plenamente.

- Tudo que temos foi Deus que nos permitiu ter. Quando usamos o que temos pela Graça de Deus e reconhecemos que tudo que podemos fazer é fruto de sua Graça, sentimo-nos ricos, conformados e felizes em todas as situações.

6 - SUFICIENTE:

2 Coríntios 12.9 “Então, ele me disse: A minhaGraça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo”

- A Graça de Deus nunca vai acabar. Ela é suficiente, o bastante e necessário para tudo que precisamos. Principalmente em momentos de dor sabemos que a Graça supera todas as dificuldades.

- Ao enfrentar uma dificuldade, sentimos a força especial da Graça de Deus superando as limitações humanas. A graça nos satisfaz plenamente.

7 - MULTIFORME:

1 Pedro 4.10 “Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus”

- Deus é criativo e fez cada coisa com particularidades únicas. A diversidade na natureza é prova disso. Da mesma forma a Graça se manifesta em cada pessoa ou momento de uma maneira nova e diversificada. À vezes queremos que Deus faça conosco a mesma coisa que fez com outra pessoa e se Ele não fizer achamos que é injusto. Mas Deus não faz igual, Ele faz sempre melhor!

- Quando olhamos pela ótica da Graça aceitamos as diferenças nas pessoas.Passamos a ver nossos próprios erros e destacar as qualidades do nosso próximo.

8 - SUPERABUNDANTE:

2 Coríntios 9.8 e 14 “Deus pode fazer-vosabundar em toda Graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra,”“enquanto oram eles a vosso favor, com grande afeto, em virtude da superabundante Graça de Deus que há em vós”.

- Deus é maior do que todo o universo. A Graça transborda incessantemente sobre nós por que Ela nunca acaba. A Graça é infinita. Não há limites para o amor de Deus. Quando pensamos que está quase no fim, Deus renova tudo e recomeça de novo nos dando outras oportunidades para realizar nossos sonhos.

- A paciência e amor humano se esgotam facilmente, mas a Graça aumenta a cada instante. Por isso através do olhar da Graça somos renovados em nosso afeto pelas pessoas.

9 - JUSTIFICA:

Tito 3.7 “a fim de que, justificados por Graça, nos tornemos seus herdeiros, segundo a esperança da vida eterna”.

- Jesus morreu para nos perdoar gratuitamente, só por amor. Pela Graça somos perdoados de nossos pecados e nos tornamos justos para Deus. A justiça humana não apaga o erro, apenas condena. A justiça de Deus purifica o pecador fazendo-o voltar a ser limpo como antes de cometer o pecado.

- Quando conhecemos o perdão incondicional de Deus aprendemos a perdoar as pessoas e não cobrar por seus erros. A Graça nos permite esquecer o que alguém tenha feito de ruim para nós.

10 - CAPACITA:

Romanos 12.6 “... tendo, porém, diferentes donssegundo a Graça que nos foi dada: se profecia, seja segundo a proporção da fé...”

‘Deus não chama capacitados, mas capacita os chamados’.

- Os dons, talentos e capacidades são doados de graça para todas as pessoas. Todo mundo tem um dom, por que Deus distribuiu talentos a todos. Quando recebemos o Espírito Santo, Ele nos capacita com dons espirituais que não são apenas habilidades humanas.

- Tudo o que fazemos para Deus é parte de Sua Graça que nos capacita. Se Deus te chamar para exercer um ministério em Sua obra, creia que Ele te capacitará.

- Com o olhar da Graça podemos ver o que as pessoas fazem com admiração especial por ser algo permitido por Deus para mostrar sua Glória e não com algo para aparecer e engrandecer o homem.

11 - CRESCE:

II Pedro 3.18 “antes, crescei na Graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno”

- Tudo que Deus faz é par continuar, permanecer e aumentar. O homem faz muitas coisas, mas estas têm início, meio e fim. Muitas coisas que fazemos começam bem e terminam mal. A Graça começa bem e termina melhor ainda.

- Precisamos crescer na Graça. Deus quer que aumentemos o conhecimento que temos e não que fiquemos acostumados com o que já sabemos como se fosse o bastante. Deus sempre tem mais para nos dar.

- Com a percepção da Graça podemos olhar para o futuro não como finalização, mas como continuação de um processo dirigido por Deus. Pela Graça podemos sonhar com a realização de nossos sonhos.

12 - FIRME:

Hebreus 13.9 “Não vos deixeis envolver por doutrinas várias e estranhas, porquanto o que vale é estar o coração confirmadocom Graça e não com alimentos, pois nunca tiveram proveito os que com isto se preocuparam”

- O ser humano é inconstante por natureza. Por isso precisamos da Graça de Deus. Deus é uma Rocha eterna que não vacila nem se abala e quem confia no Senhor está firmado sobre esta fé inabalável (Salmos 125.1).

- Através do olhar da Graça podemos ter convicção do que queremos e confiar que tudo vai dar certo, pois não está estabelecido sobre a fragilidade humana, mas sobre o poder de Deus. Olhando pela Graça conseguimos permanecer amando as pessoas.

Olhe tudo sob a Graça de Deus!

CONCLUSÃO:

Romanos 6.14 “Porque o pecado não terá domínio sobre vós; pois não estais debaixo da lei, e sim da graça”

- Precisamos ter sempre em mente que sobre nossas vidas está a Graça de Deus. A única coisa que domina e dirige nossas vidas é a Graça.

- Deus em sua grandeza, poderia olhar para nós com rigidez e superioridade, mas quis descer à terra e viver entre nós na pessoa de Jesus para ver nos olhos das pessoas e sentir em sua pela as necessidades humanas.

- O único momento que Jesus se colocou acima dos outros foi quando estava pendurado na cruz. Dali de cima daquela cruz Jesus olhou com dor, mas sob a Graça de Deus Ele teve forças para ir até o fim motivado somente pelo Amor gratuito de Deus.

Não olhe para as pessoas ou situações apenas com a ótica humana.

Exercite usar mais os óculos da Graça de Deus e você verá tudo diferente!

 

 

AUTOR: Pr. Welfany Nolasco Rodrigues

 

++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++++++++

sexta-feira, 8 de março de 2013

Pr. Robernane – MEUS VÍDEOS

 

185565_266842490098126_1985131541_n

MEUS VÍDEOS (DIVULGAÇÃO)

 

http://www.youtube.com/results?search_query=robernane&oq=robernane&gs_l=youtube.3...1238.2775.0.3340.9.9.0.0.0.0.345.1527.2j4j2j1.9.0...0.0...1ac.1.3Wdmr4AtiG4

 

ASSISTAM!

 

==============================

==============================

==============================

==============================

A IGREJA DE JESUS CARECE DE LEVITAS FIÉIS

 

images

A IGREJA DE JESUS

CARECE DE

LEVITAS FIÉIS

 

Texto: Juízes 17 e 18

 

Aprendamos com os erros que o levita Jônatas, descendente de Gérson, filho de Moisés, cometeu:

1o.) A Igreja precisa de levitas submissos à vontade do Espírito Santo:

Jz 17:8 “Este homem partiu da cidade de Belém de Judá para peregrinar onde quer que achasse conveniente. Seguindo ele o seu caminho...”

Jz 17:9 “E ele lhe respondeu: Sou levita de Belém de Judá, e vou peregrinar onde achar conveniente”.

- A diferença para com os servos de Deus da Igreja de Antioquia: Atos 13:1-4

- Ora, na Igreja em Antioquia havia profetas e mestres, a saber: Barnabé, Simeão, chamado Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, colaço de Herodes o tetrarca, e Saulo. (2) Enquanto eles ministravam perante o Senhor e jejuavam, disse o Espírito Santo: Separai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado. (3) Então, depois que jejuaram, oraram e lhes impuseram as mãos, os despediram. (4) Estes, pois, enviados pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre.

- Nadabe e Abiu, filhos de Arão, são exemplos de levitas rebeldes: Levítico 10:1 e 3

Ora, Nadabe e Abiu, filhos de Arão, tomaram cada um o seu incensário e, pondo neles fogo e sobre ele deitando incenso, ofereceram fogo estranho perante o Senhor, o que ele não lhes ordenara. (2) Então saiu fogo de diante do Senhor, e os devorou; e morreram perante o Senhor.

- Jz 18:3 tem as perguntas que os espiões da tribo de Dã fizeram ao levita. Estas perguntas, se respondidas com sinceridade, desmascaram qualquer levita rebelde: “quem te trouxe para cá? Que estás fazendo aqui? O que é isto que tens aqui?”.

2o.) A Igreja precisa de levitas libertos do deus Mamon:

Jz 17:10 “Então lhe disse Mica: fica comigo, e sê-me por pai e sacerdote; e cada ano te darei dez moedas de prata, o vestuário e o sustento. E o levita entrou”.

Jz 18:4 (aos espias da tribo de Dã) “Assim e assim me tem feito Mica; ele me assalariou, e eu lhe sirvo de sacerdote”.

Jz 18:18-20 (quando 600 homens de Dã vieram saquear a casa de deuses de Mica) “Quando eles entraram na casa de Mica, e tomaram a imagem esculpida, o éfode, os terafins e a imagem de fundição, perguntou-lhes o sacerdote: que estais fazendo? (19) E eles lhe responderam: Cala-te, põe a mão sobre a boca, e vem conosco, e sê-nos por pai e sacerdote. Que te é melhor? Ser sacerdote da casa dum só homem, ou duma tribo e duma geração em Israel? (20) Então alegrou-se o coração do sacerdote, o qual tomou o éfode, os terafins e a imagem esculpida, e entrou no meio do povo”.

- O plano de Deus era de que os levitas não fossem seduzidos pelas riquezas. Por isso eles não tiveram herança na divisão da terra, senão as 48 cidades onde habitar.

- Josué 13:14 Tão somente à tribo de Levi não deu herança; as ofertas queimadas ao Senhor, Deus de Israel, são a sua herança, como lhe tinha dito. (33) Contudo, à tribo de Levi Moisés não deu herança; o Senhor, Deus de Israel, é a sua herança, como lhe tinha dito”.

- Eis o ensino do apóstolo Paulo acerca das riquezas, em I Timóteo 6:7ss:

Porque nada trouxemos para este mundo, e nada podemos daqui levar; (8) tendo, porém, alimento e vestuário, estaremos com isso contentes. (9) Mas os que querem tornar-se ricos caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, as quais submergem os homens na ruína e na perdição. (10) Porque o amor ao dinheiro é raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.

- Jesus mesmo explicou sobre a impossibilidade de servir ao “senhor riquezas” em Mateus 6:24: Ninguém pode servir a dois Senhores; porque ou já de odiar a um e amar a outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas (ou Mamon).

3o.) A Igreja precisa de levitas arautos de Deus!

- Jz 18:5 e 6 “Então lhe disseram: Consulta a Deus, para que saibamos se será próspero o caminho que seguimos. (6) Ao que lhes disse o sacerdote: Ide em paz; perante o Senhor está o caminho que seguis”.

- Jônatas, o levita rebelde, sabia que lucraria “profetizando” o que os homens queriam ouvir.

- A pouco mencionei a Igreja de Antioquia, quando o Espírito Santo mandou aquela Igreja apartar a Barnabé e a Paulo para uma obra específica. Pois bem, naquela primeira viagem missionária houve um fato que bem pode ilustrar o procedimento do verdadeiro levita fiel. Conforme Atos 14:8ss:

- Em Listra estava sentado um homem aleijado dos pés, coxo de nascença e que nunca tinha andado. (9) Este ouvia falar Paulo, que, fitando nele os olhos e vendo que tinha fé para ser curado, (10) disse em alta voz: levanta-te direito sobre teus pés. E ele saltou, e andava. (11) As multidões, vendo o que Paulo fizera, levantaram a voz, dizendo em língua licaônica: fizeram-se os deuses semelhantes aos homens e desceram até nós. (12) A Barnabé chamavam Júpiter e a Paulo, Mercúrio, porque era ele o que dirigia a palavra. (13) O sacerdote de Júpiter, cujo templo estava em frente da cidade, trouxe para as portas touros e grinaldas e, juntamente com as multidões, queria oferecer-lhes sacrifícios. (...) E dizendo isto, com dificuldade impediram as multidões de lhes oferecerem sacrifícios. (19) Sobrevieram, porém, judeus de Antioquia e de Icônio e, havendo persuadido as multidões, apredrejaram a Paulo, e arrastaram-no para fora da cidade, cuidado que estava morto. (20) Mas quando os discípulos o redearam, ele se leantou e entrou na cidade. No dia seguinte partiu com Barnabé para Derbe. (21) E, tendo anunciado o evangelho naquela cidade e feito muitos discípulos, voltaram para Listra, Icônio e Antioquia (da Psídia).

- O profeta Jeremias é um exemplo de verdadeiro levita profeta e das conseqüências que isto pode trazer. Jr 20:

- Ora Pasur, filho de Imer, o sacerdote, que era superintendente da casa do Senhor, ouviu Jeremias profetizar estas coisas (inclusive com um ato profético de quebrar a botija – cap 19) (2) Então feriu Pasur ao profeta Jeremias, e o meteu no cepo que está na porta superior de Benjamim, na casa do Senhor. (...) (9) Se eu disser: não farei menção dele, e não falarei mais no seu nome, então há no meu coração um como fogo ardente, encerrado nos meus ossos, e estou fatigado de conte-lo e não posso mais. (10) Pois ouço a difamação de muitos, terror por todos os lados! Denunciai-o! Denunciemo-lo! Dizem todos os meus íntimos amigos, aguardando o meu manquejar; bem pode sr que se deixe enganar; então prevaleceremos contra ele e nos vingaremos dele. (11) Mas o Senhor está comigo como um guerreiro valente...!

- Apresente-se ao serviço do Senhor com a disposição de cumprir exatamente os planos que Ele tem para sua vida.

- Cumpra a vontade do Espírito Santo e não se deixe levar pelo amor ao dinheiro (cuide para que o espírito de sedução não conquiste seu coração, pois ele leva o crente a colocar a bênção acima do provedor da bênção).

- Disponha-se a ser nada mais do que um arauto do Rei Jesus. A Ele toda a glória!

 

AUTOR: Paulo Rogério Petrizi

 

=================================

=================================

=================================

=================================

NÃO VOS ENGANEIS

enganacao

NÃO VOS ENGANEIS

 

INTRODUÇÃO

- Gostaria de falar sobre pessoas que foram enganadas, ludibriadas, trapaceadas, logradas. Pessoas que caíram numa armadilha.

- Diga você já se sentiu enganada?

- Gostaria de falar também de pessoas que caíram no engano que elas mesmas prepararam. Como isso?

"Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus" (I Coríntios 6: 9-10).

- Estes versículos foram escrito pelo Apóstolo Paulo aos Cristãos de Corinto. Os cristãos da Igreja de Corinto serviam a Deus enganosamente. Porem o engano não era proveniente de outras pessoas, mas sim deles mesmos.

- A expressão “Não vos enganeis” refere-se que aqueles cristãos tinham comportamento abominável aos olhos do Senhor, e eles achavam tudo normal.

- Paulo diz: "Ou não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?" (I Coríntios 6: 19).

- Ou seja, será que vocês não tem consciência de que fostes separados para Deus.

- A verdade é que somos hábeis mentirosos! Quase todos mentem quando é para nossa própria proteção. Somos capazes de mentir para nós mesmo. Uma prática natural do instinto de autopreservação.

- Mentimos achando que estamos nos protegendo. Mentimos pelos: Nossos ideais; Nossos valores; Nossa integridade; Nossa família; Nossa reputação.

- Há uma grande diferença entre sermos levados ao engano, e sermos nós mesmos o agente do engano.
Sermos levados pelo engano. Não sabemos da verdade e somos enganados por outro agente do engano. Neste caso Deus compreende e nos perdoa.

- Sermos o agente do engano. Sabemos da verdade, compreendemos a verdade, mas forçamos o erro e disfarçamos o engano.

- O Senhor nosso Deus, em seu julgamento, não vai aceitar nossas explicações. Não existe boa-fé, justificativa e explicação para as mentiras que nos forçamos a acreditar.

- Nós acreditamos no que queremos acreditar. Forçamo-nos a acreditar no que nos é agradável, desejável, lucrativo ou conveniente.

- Temos vivido a verdade do Evangelho ou a mentira do autoengano?

- Jesus é Senhor de tua vida, ou ele é apenas um "coadjuvante"?

- Você não tem que convencer a mim, ou à igreja de que Jesus é o Senhor de tua vida. É o próprio Jesus que vai dizer pra ti se você O serve ou não. Se você O amou sobre todas as coisas ou não.

- No dia do Julgamento do Tribunal de Cristo você será colocado à direita ou à esquerda de Jesus (Mateus 7: 21).

Encontramos na Palavra de Deus alguns alertas específicos sobre o autoengano, vejamos:

1. SÁBIOS OU LOUCOS.

"Ninguém se engane a si mesmo; se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para se tornar sábio" (I Coríntios 3: 18).

- Quando alcançamos o mais elevado nível de conhecimento das ciências naturais (exatas, humanas, biológicas), mas não alcançamos o conhecimento da Palavra de Deus através do Espirito Santo, somos classificados por Deus como loucos.

- Quando alcançamos o mais elevado nível de conhecimento da Palavra de Deus, mas não somos dirigidos e tão pouco instruídos pelo Espírito Santo, também somos taxados como loucos.

- Não basta ter um profundo conhecimento da Bíblia ou das ciências exatas para que nos tornemos sábios. Muito pelo contrário, se todo o conhecimento não for dirigido, instruído pelo Espírito Santo, em vez de ajudar, atrapalha. Em vez de nos tornamos sábios, Deus nos chama de loucos. 

- Não importa quanto tempo você está na Igreja. Não é a tua presença na igreja que vai assegurar "uma vaga no céu", e sim a transformação de tua alma, de teu espírito, de tua essência.

- Não importa se é você que prega, ou canta, ou limpa a Igreja, ou é dizimista fiel que vai te garantir com Deus. Nada disso é um motivo que assegure a nossa salvação. E sim o domínio e a soberania de Deus sobre nossa vida.

- Não vamos conseguir manter a nossa santidade em meio à lama, em meio à podridão. Nunca vamos conseguir atingir a santificação buscando em primeiro lugar os prazeres da carne. Paulo mostra a expressão máxima daquele que não mente para os outros e nem para si mesmo.

"Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim" (Gálatas 2: 20).

Existem dois casos nos quais vemos a situação de pessoas que se julgavam estarem em condições de exigir coisas de Deus, vejamos:

2. HÁ PESSOAS QUE SE JULGAM SER ESCOLHIDAS POR DEUS.

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci: apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade" (Mateus 7: 21-23).

- Elas pregavam a Palavra de Deus, e em seu nome expulsaram demônios e realizavam milagres. Então se julgavam dignas da salvação.

PORQUE TAIS PESSOAS EXPULSAVAM DEMÔNIOS E REALIZAM MILAGRES, JÁ QUE NÃO ERAM SALVAS?

- Muitos até acham que eram operações de maravilhas providas pelo diabo, e isto pode até ser verdadeiro, porem aqui neste texto Jesus não diz que tais milagres eram oriundos do inimigo.

- O poder de expulsar e curar ou outros não esta centrado no homem e sim na Palavra de Deus, então a Palavra de Deus tinha efeito no ouvinte e não no homem que se dizia “homem de Deus”.

- Aqui esta claro que tais pessoas engavam a si próprias.

3. HÁ PESSOAS QUE SE JULGAM SER DIGNAS DIANTE DE DEUS.

"E disse também esta parábola a uns que confiavam em si mesmos, crendo que eram justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo, a orar; um fariseu, e o outro publicano. O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: Ó Deus, graças te dou, porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo. O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado" (Lucas 18: 9-14).

- O Fariseu se julgava digno da benção porque não roubava, não mentia, não se metia em brigas e confusões, dava seus dízimos com fidelidade e ainda jejuava duas vezes por semana. E nem era como o cobrador de impostos que estava ao seu lado. Pra dizer a verdade, um crente como este é tido dentro das congregações como alguém intocável pelo Pastor. Aquele homem havia esquecido que a salvação não vem de obras para que ninguém se glorie (Efésios 2: 8-9).

- Ser correto tem que fazer parte do nosso caráter como homem natural. Tem muita gente dentro das Igrejas vivendo uma santidade para mostrar ao próximo que é correto, mas é egoísta e egocêntrico. Aqui esta claro que tais pessoas engavam a si próprias.

4. O QUE PLANTOU CERTAMENTE CEIFARÁ.

"Não vos enganeis; Deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear, isso também ceifará" (Gálatas 6: 7).

- Paulo diz uma verdade que não pode ser desprezada: Colhemos o que semeamos. Mas existe uma coisa que colhemos sem que plantemos: AS TRAÇAS. A erva má não precisa ser plantada e nem precisa de cuidados; nasce e cresce em qualquer lugar.

- Como então se livrar destas TRAÇAS?

- No campo se livra das traças adubando a terra e capinando em volta da planta para que as ervas más não venha sufocar o planta boa.

- Já no mundo espiritual as traças (Ação demoníaca e vontades carnais) se vencem com o profundo conhecimento da Palavra de Deus, oração e jejum.

CONCLUSÃO.

"Não vos enganeis, meus amados irmãos" Tiago 1: 16.

- O texto é o fechamento da sequência do pecado. Desde o surgimento do desejo de pecar até a sua consumação. Na maior parte das vezes, todos nós temos uma explicação e uma justificativa para o pecado.

- A Bíblia está dizendo que não adiantam essas explicações e justificativas. Deus não vai aceita-las. Ou seja, Deus esta dizendo: Você não foi enganado, mas permitiu ser enganado.

 

Escrito por Pr Luis Antonio de Carvalho

 

+++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++++++++++