sábado, 29 de dezembro de 2012

Um espelho 
chamado "Cristão" 

 II Coríntios 3:18 


Propósito Geral: Consagratório. 

Tema Específico: O reflexo da glória de Deus. 

Afirmação Teológica: Uma das maiores verdades deste texto bíblico é esta: SOMOS ESPELHOS QUE DEUS USA. 

-= Enquanto caminhamos, o mundo ao nosso redor espera ver, em nós, a transformação que só o Espírito Santo faz na vida de um pecador arrependido. 

Observando um espelho, relembramos alguns cuidados necessários essenciais para que sejamos usados pelo Senhor, refletindo Sua glória no mundo.  

1. Para refletir como espelho a Glória de Cristo, é preciso ter o rosto descoberto 

-= Assim como um espelho deve estar descoberto para refletir a imagem de determinado objeto, nós também necessitamos de que nada se interponha entre nós e o nosso Deus. 

-= O véu que separava o homem de Deus foi rasgado por ocasião da morte de Jesus na cruz. Este gesto, sem par, possibilitou que a glória do Senhor rebrilhasse em nossa vida. 

-= O acesso que temos à sua presença foi garantido pela morte e ressurreição de Cristo. Vamos desfrutar, portanto, dessa comunhão. 

 2. Para refletir como espelho a Glória de Cristo, é preciso estar limpo 

-= Muitas vezes, a imagem refletida no espelho não é nítida, não tem brilho. 

-= Pequenas manchas internas, ou até mesmo poeira, dificultam a nossa visão.

-= Assim também, os nossos pecados encobrem o rosto do nosso Deus e as nossas iniqüidades nos separam do Senhor (Isaías 59:2). 

-= Se desejamos refletir a sua glória com todo o brilho e perfeição, busquemos diariamente purificar as nossas vidas, confessando "os nossos pecados, na certeza de que Ele é fiel e justo para nos perdoar e purificar de toda e qualquer injustiça" (110 1:9). 

 3. Para refletir como espelho a Glória de Cristo, é preciso estar bem direcionado 

-= Mesmo descoberto e limpo, o espelho só é capaz de refletir o objeto para o qual se direciona. 

-= O cristão que não está em sintonia com o Senhor, corre o risco de refletir outras imagens. 

-= Ao direcionar o nosso olhar para o "autor e consumador de nossa fé", passamos a refletir cada vez mais a sua glória, através de nossas vidas. E assim, de glória em glória, somos transformados e Sua luz se revela em nossa vida. Quanto mais ela rebrilhar, mais Cristo será visto em nós. 

 Conclusão 

Como espelho de Cristo eu devo: 

1 - Reconhecer minhas fraquezas - Salmo 139:23 e 24. 

2 - Obedecer ao plano de Deus para minha vida - Salmo 40:8. 

3 - Confiar no poder de Deus e não em minhas forças - Filipenses 4: 13. 

 Que imagens as pessoas têm visto refletidas em minha vida? 

Existe alguma área que necessita de transformação por meio do Espírito Santo? 



 Autora: Guisela W. Isbrescht Fonte: O Batista Pioneiro, Junho/2005.



+
++
+++
++++
+++++
+++++
++++
+++
++
+


Sucesso na missão 

 Esdras 8.21-31 


Propósito Geral: Exortativo. 

 Tema Específico: A confiança em Deus é a nossa vitória. 

 Idéia Central do Sermão: QUEM DE FATO CONFIA EM DEUS TERÁ SUCESSO NA SUA MISSÃO 

 Esdras tinha uma missão: conduzir cerca de 4.000 homens (fora mulheres, crianças e idosos) de volta a Jerusalém numa viagem muito perigosa, pois, eles estavam levando os utensílios do templo de Salomão, ouro, prata e outros bens e não estavam armados nem preparados para se defender, caso fossem assaltados por uma das gigantescas quadrilhas que agiam na rota das caravanas. 

 Mas, Esdras, de fato, confiava em Deus e podemos ver isso em três MOMENTOS: 

 1. QUANDO TESTEMUNHOU PERANTE O REI 

 "A mão do nosso Deus é sobre todos os que o buscam, para o bem deles; mas o seu poder e a sua ira estão contra todos os que o deixam" - vs 22b. 

-= Ele confiou em Deus e não teve medo do rei. Testemunhou sobre a bondade de Deus, mas, testemunhou, também, sobre o juízo divino. 

-= Quem, de fato, confia em Deus FALA DE JESUS a todos, não importa se é a um bêbado na esquina, ao seu chefe ou às maiores autoridades. 

-=  O testemunho é uma das mais poderosas ferramentas que Deus usa para converter e restaurar vidas. 

-= Fomos chamados por Jesus para sermos suas testemunhas. 

-= Se você confia em Deus, testemunhe de Jesus! 

 2. QUANDO MANTEVE A COERÊNCIA DO SEU TESTEMUNHO 

 "Pois tive vergonha de pedir ao rei uma escolta de soldados, e cavaleiros para nos defenderem do inimigo pelo caminho, porquanto havíamos dito ao rei: A mão do nosso Deus é..." - 22a. 

-= A lógica de Esdras era simples: Se eu disse ao rei que a mão de Deus é sobre a minha vida e do meu povo, agora não tem como pedir ao rei escolta de soldados. Ele vai rir da minha cara. Prefiro correr o risco de um assalto violento do que entrar em contradição. 

-=  Quem, de fato, confia em Deus, mantém a coerência do seu testemunho, mesmo que corra riscos. 

-= Se fala uma coisa, procura viver o que fala, custe o que custar. 

-= Quantos líderes falam uma coisa e praticam outra, não é mesmo? Por que será que fazem isso? Porque não confiam em Deus. 

-= Se você confia em Deus, mantenha a coerência do seu testemunho. 

 3. QUANDO TEVE CORAGEM PARA DAR UMA PARADA 

 "Então proclamei um jejum ali junto ao rio Ava, para nos humilharmos diante do nosso Deus, a fim de lhe pedirmos caminho seguro para nós, para nossos pequeninos, e para todos os nossos bens" - vs 21. 

-= Esdras tinha certeza da presença de Deus em sua vida, mas, e quanto ao seu povo? 

-= Ele precisava também ter esta certeza; por isso mandou a caravana ficar parada às margens do rio, proclamou um jejum para que o povo se humilhasse e orasse. Não daria mais um único passo sem essa certeza. 

-= Quantas coisas que estão afundando poderiam ser restauradas se as pessoas tivessem a coragem de parar a "caravana de suas vidas" para jejuar, se humilhar e buscar a presença de Deus, não é mesmo? 

-= O ladrão não vem senão para matar, roubar e destruir, mas, que poderá fazer o ladrão se Deus estiver em nosso casamento, família, empresa, emprego, carreira? 

-= Se você confia em Deus, não dê um passo em sua vida sem antes jejuar para se humilhar e buscar a presença de Deus. 

 CONCLUSÃO: 

-= Ao testemunhar perante o rei, manter sua coerência e ter coragem para dar uma parada para se humilhar perante Deus, Esdras prova que, de fato, era um homem que confiava em Deus. 

 DEUS SEJA LOUVADO! 



 Este esboço foi concebido na Oficina de Pregação de São José dos Pinhais, em 29/07/06. Participantes deste encontro: Pr Franco, Cooperador Fernando e irmão Cristiano.



+++++++++++++
++++++++++++
+++++++++++
++++++++++
+++++++++