segunda-feira, 26 de novembro de 2012



Tenha Uma 
Experiência Com Deus 
e Seja Luz 



 Introdução 

- Talvez não haja um outro personagem bíblico que tenha tido uma experiência tão profunda e marcante com Deus do que Moisés. Além da providência divida para a sua sobrevivência à perseguição dos bebês hebreus pelos egípcios, Moisés, mais tarde na vida, com quase 80 teve um encontro pessoal com o Senhor. 

Usando Moisés como exemplo e citando outros personagens da Bíblia, vamos falar sobre como alguém que tem uma experiência com Deus pode ser luz no mundo. 

1. Quando Deus se apresenta a você. 

- Moisés, depois de ter fugido do Egito por ter cometido um homicídio, passara os últimos 40 anos de sua vida cuidando das cabras do seu sogro. 

- Mas é a ele que Deus escolhe se apresentar. É ele que Deus vai usar para tirar o povo hebreu da escravidão do Egito. 

- O mais impactante nessa experiência de Moisés é quando Deus se apresenta a ele e diz o Seu próprio nome. 

- Quando Moisés pergunta “E quando eles perguntarem que Deus apareceu a mim, o que vou dizer?”. “Disse Deus a Moisés: "Eu Sou o que Sou. É isto que você dirá aos israelitas: Eu Sou me enviou a vocês" (Ex 3.14). 

- Ele não foi, não será, Ele apenas É! Ele É para você hoje! 

2. O efeito da experiência com Deus. 

- Depois de terem saído do Egito, o povo fica no pé do monte Sinai esperando a volta de Moisés. Ele se retira para o alto para, na presença de Deus, ouvir a Lei que o Senhor ditaria para ele. Quando Moisés volta do monte, seu rosto brilhava (Ex 34.29). 

- Deus quer que sejamos luz. Mas isso só será possível para aqueles que tiverem um encontro com Deus. 

- Você não precisa subir a um monte. Não precisa esperar para ouvir uma voz como de trovão. Você pode fazer isso quando dobra os seus joelhos em oração todos os dias. 

- O seu rosto brilhará espiritualmente. Seus atos e palavras serão o resplendor de alguém que se encontrou com Deus. 

3. Experimentar é muito mais do que ouvir falar. 

- Muitos cristãos não são luz porque não tiveram uma experiência com Deus. 

- Uma coisa precisa ficar muito clara: ter uma experiência com Deus não é somente com bênçãos e vitórias. 

- Você pode experimentar a Deus em meio à dor. A vitória não vem sempre de cabeça erguida, mas na maioria das vezes vem quando você está de joelhos; de joelhos, sim! 

- Veja Jó, depois de perder a família, os bens e a saúde, depois de muito questionamento, ele diz ao Senhor: “Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram” (Jó 42 5). 

- Ele não é um Pai ausente que nos vê sofrendo e fica apenas olhando. 

- Ele veio e se tornou um de nós, para correr conosco, mesmo em meio à dor. 

- A vitória não é sempre chegar em primeiro, mas é alcançar a linha de chegada abraçado ao Pai. 

4. O padrão do mundo é fazer a própria vontade e não a de Deus. 

- O mundo sem Deus ensina que atender às próprias vontades é o objetivo da existência humana. 

- Para aqueles que não conhecem a Deus, a vontade d'Ele não é boa. 

- Mas veja o que Paulo disse em Romanos 12.2: “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. 

- A nossa mente precisa ser renovada, precisamos mudar de ideia a respeito do que é bom para nós e entender que a vontade de Deus é boa, agradável e perfeita. 

Conclusão 

- Deus convida você a enxergar o que Ele está fazendo e a se juntar a Ele. 

- Ele quer que você faça parte da obra que Ele está realizando. 

- A resposta adequada ao convite de Deus é “Sim, eu quero fazer parte da sua obra”. 

- Não é apenas o que Ele quer que você faça, mas o que Ele quer que você seja. 

- Ele quer que você seja honesto na resposta quando Ele perguntar: “Quem irá por mim? Quem vou enviar?”. 

O mundo precisa de luz. 
Se você tiver essas experiência diária com Deus, a Sua luz brilhará através de você. 



AUTOR: Davi Liepkan, pastor na Igreja Batista Central de Nova Odessa. IBCNO © 2012



===============
==============
=============
============
===========
==========
=========
========




Uma medalha 
que nada pode 
tirar de você 



 Introdução 


- No dia 5/8/12, na corrida dos 400m, o atleta Oscar Pistorius da África do Sul, correu para ganhar um prêmio que ninguém poderá tirar dele. 

- Ele é o primeiro atleta a correr com próteses nas duas pernas. 

- Ele é o único atleta a participar das Olimpídas de Verão e das Para-olimpíadas, por ser deficiente físico. Apesar de não ter ganhado medalha nessa corrida, Oscar obteve uma vitória memorável ao correr ao lado de homens fisicamente perfeitos e chegar ao fim da corrida. 

- Na vida existe uma vitória que é maior do que qualquer medalha que alguém possa receber. É uma medalha que ninguiém pode tirar de você, pois é uma vitória alcançada através do sangue do Senhor Jesus Cristo. 

- Leia o texto de Romanos 8.18-39. Aprendemos algumas lições importantes sobre a corrida espiritual em que todos nós estamos. Sim, todos nós! Mesmo aqueles que não creem em nada. 

Quais são essas lições, segundo aquilo que lemos em Romanos 8? 

 1. Nenhuma vitória vem fácil. 

- É preciso morrer para ser “mais que vencedor”. Paulo escreve: “Por amor a Ti enfrentamos a morte todos os dias; somos considerados como ovelhas destinadas ao matadouro” (v.36). 

-  Os cristãos que leram essa carta pela primeira vez estavam vivendo um tempo de lutas e perseguições contra aigreja. 

- Ser um discípulo de Cristo era correr riscos, era enfrentar a morte todos os dias. Nós não estamos vivendo essa mesma realidade em nosso tempo ou em nosso país... ainda. 

- Porém há um outro tipo de morte que é preciso para ser vencedor. Um pouco antes nesse mesmo capítulo vemos que é preciso “fazer morrer os atos do corpo” (matar os desejos da carne e viver pelo Espírito) [v.13]. 

-  É preciso deixar morrer tudo aquilo que nos afasta de Deus. 

 2. Corrremos e lutamos contra um mundo de adversários humanos e não humanos 

-  Os adversários humanos são aqueles que querem roubar a sua alegria, que são injustos com você; aqueles que o abandonaram por causa da sua fé. 

- Aqueles que procurar derrubar e caluniam você o tempo todo. 

- Eu disse que temos adversários “não humanos” porque a Bíblia no ensina que lutamos contra “poderes da maldade” que operam naqueles que estão no erro. 

- No v. 38 ele fala dos poderes e dos demônios. Não podemos esquecer que a nossa luta não é contra carne e sangue, mas contra os poderes espirituais da maldade (Ef 6.12). 

- Se permanecermos firmes, porém, receberemos uma vitória que ninguém poderá tirar de nós. 

 3. Temos uma ajuda externa precisosa. 

- Uma ajuda que vem “de cima” e está dentro de nós. 

- Um pouco antes nesse mesmo capítulo, Paulo disse “porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus” (v.14). 

- No versículo 26 ele afirma que o “Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos nem ao menos como orar”. 

- Essa ajuda “de cima” e que está dentro de nós não é como o “dopping” de um atleta. Uma “ajudinha”. 

- É dinamite pura, o poder do Espírito Santo; aquele que nos capacita a vencer a vitória que não é nossa, mas que é a vitória de Jesus por nós. 

 4. A medalha que nos aguarda ninguém pode tirar de nós, nem mesmo a morte. 

- Na verdade, a morte é que nos fará alcançar definitivamente essa medalha. 

- Medalhas materiais podem ser perdidas depois de ganhas. 

- A “medalha espiritual” da salvação não pode ser perdida. Essa medalha pode ser perdida apenas no sentido de “deixar de ganhar”, mas uma vez ganha, nada pode arrebatá-la de você. 

- Uma vez salvo, salvo para sempre. 

- Você deve se lembrar dos Jogos Olímpicos de Seul em 1988. Ben Johnson era o maior corredor dos 100 m rasos. Ao lado dele corria Carl Lewis Ele havia prometido a medalha de ouro no leito de morte do seu pai. No final da corrida Ben Johnson ficou em primeiro e Lewis em segundo. 

- O que foi que aconteceu? Um pouco depois foi comprovado o uso de dopping por Johnson e a medalha de ouro dele foi entregue a Lewis em uma cerimônia privada. 

- Quando a medalha é sua, ninguém a pode tirar de você 

 5. O prêmio é o amor de Deus por nós que se manifestou em Jesus Cristo. 

- O final de Romanos 8 é um poema sobre o amor de Deus por nós em Jesus Cristo. 

- Leia os versículos 37 a 39 novamente. “Nada será capaz de nos separar do amor de Deus” (39). 

-  É uma medalha que ninguém poderá tirar de você. Somos mais que vencedores. 

- O corredor sulafricano, Oscar, não ganhou uma medalha de ouro que em breve será superada por outros atletas. Ele ganhou um prêmio que ninguém tirará dele, o de ter chegado ao final de uma corrida, mesmo com suas limitações físicas, mesmo sem suas pernas de carne e osso. Essa é uma vitória que nada irá tirar dele. 

- Assim é o prêmio, a medalha, a vitória dos “mais que vencedores”, algo que não pode ser tirados deles. 

 Conclusão 

- Quero terminar deixando mais um versículo em que Paulo faz uso do esporte como comparação da “corrida” da vida cristã. 

- Ele diz: “...esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus”. 

- Quem começa uma corrida deve parar de olhar para trás. 

- Deve colocar os olhos em Cristo, na linha de chegada. 

- Faça isso e você será um dos “mais que vencedores” a coguir a medalha que nada poderá tirar de você. Amém! 


AUTOR: Davi Liepkan, pastor. 2012 © IBCNO



###########
############
#############
##############
###############
################
#################
##################