sexta-feira, 17 de agosto de 2012





GRATIDÃO

I Ts 5:18; Sl 103:1


I. É BOM PODER AGRADECER!

  • Faz bem ao coração (Saúde fís
  • ica), a alma (Saúde emocional), ao espírito (Saúde espiritual).
  • Faz bem para a família, igreja, pessoas do trabalho...
  • Deus criou tantas coisas lindas na natureza, no universo… Para você agradecer.
  • Deus tem nos dotados de inteligência, criatividade, memória...
  • Somos os únicos que podem agradecer todos os dias em todos os momentos com toda racionalidade e sensibilidade.
  •  A gratidão é a memória do coração

II. É BOM TER ALGO PARA AGRADECER!

  • Quem tem algo para agradecer é porque viveu, aprendeu, cresceu, venceu.
  • Os motivos podem ser os mais diversos, as formas podem variar, mas em uma coisa todos vão concordar: é bom poder agradecer!

II. É BOM TER ALGUÉM PARA AGRADECER!

  • A quem você é grato Por tudo que você conquistou na vida?
  • Agradecimento nos convites de formatura
  • O pior momento na vida de um ateu é quando ele tem algo para agradecer e não encontra a quem.
  • Ilustração do copo de leite.

IV. É BOM TER COM QUEM AGRADECER!

  • Comemorar junto é melhor do que sozinho. Não tem graça nenhuma. (Jogo do Brasil, aniversário, natal.... Até velório não tem graça com pouca gente).

  • Com quem agradecer?
    • Pais
    • Parentes
    • Amigos
    • Irmão de fé
    • Patrão
    • Professores
    • Filhos
    • Etc..


FONTE: http://prvalmirferreira.blogspot.com.br/2010/12/v-behaviorurldefaultvmlo.html









MILAGRES EM 
TEMPOS DE CRISE

O que seria considerado um milagre?

- Poderíamos responder que milagre é a intervenção divina numa situação, alterando radicalmente o curso normal da mesma. Normalmente acontece mais em tempos de crise. É em meio as crises que Deus costuma manifestar seu imenso poder, ainda que muita gente não consiga acreditar.

- Se você quer uma situação para ver um milagre de Deus, é quando não tem mais jeito.

- A história que vamos ler relata isto: Sucedeu, depois disto, que Ben-Hadade, rei da Síria, ajuntando todo o seu exército, subiu e cercou Samaria. E houve grande fome em Samaria, porque mantiveram o cerco até que se vendeu uma cabeça de jumento por oitenta siclos de prata, e a quarta parte dum cabo de esterco de pombas por cinco siclos de prata. E sucedeu que, passando o rei de Israel pelo muro, uma mulher lhe gritou, dizendo: Acode-me, ó rei meu Senhor. Mas ele lhe disse: Se o Senhor não te acode, donde te acudirei eu? da eira ou do lagar? Contudo o rei lhe perguntou: Que tens? E disse ela: Esta mulher me disse: Dá cá o teu filho, para que hoje o comamos, e amanhã comeremos o meu filho, cozemos, pois, o meu filho e o comemos; e ao outro dia lhe disse eu: Dá cá o teu filho para que o comamos; e ela escondeu o seu filho. Ouvindo o rei as palavras desta mulher, rasgou as suas vestes (ora, ele ia passando pelo muro); e o povo olhou e viu que o rei trazia saco por dentro, sobre a sua carne. Então disse ele: Assim me faça Deus, e outro tanto, se a cabeça de Eliseu, filho de Safate, lhe ficar hoje sobre os ombros. Estava então Eliseu sentado em sua casa, e também os anciãos estavam sentados com ele, quando o rei enviou um homem adiante de si; mas, antes que o mensageiro chegasse a Eliseu, disse este aos anciãos: Vedes como esse filho de homicida mandou tirar-me a cabeça? Olhai quando vier o mensageiro, fechai a porta, e empurrai-o para fora com a porta. Porventura não vem após ele o ruído dos pés do seu senhor? Quando Eliseu ainda estava falando com eles, eis que o mensageiro desceu a ele; e disse: Eis que este mal vem do Senhor; por que, pois, esperaria eu mais pelo Senhor ? Então disse Eliseu: Ouvi a palavra do Senhor; assim diz o Senhor: Amanhã, por estas horas, haverá uma medida de farinha por um siclo, e duas medidas de cevada por um siclo, à porta de Samária. Porém o capitão em cujo braço o rei se apoiava respondeu ao homem de Deus e disse: Ainda que o Senhor fizesse janelas no céu, poderia isso suceder? Disse Eliseu: Eis que o verás com os teus olhos, porém não comeras. Ora, quatro homens leprosos estavam à entrada da porta; e disseram uns aos outros: Para que ficamos nós sentados aqui até morrermos? Se dissermos: Entremos na cidade; há fome na cidade, e morreremos aí; e se ficarmos sentados aqui, também morreremos. Vamo-nos, pois, agora e passemos para o arraial dos sírios; se eles nos deixarem viver, viveremos; e se nos matarem, tão somente morreremos. Levantaram-se, pois, ao crepúsculo, para irem ao arraial dos sírios; e, chegando eles à entrada do arraial, eis que não havia ali ninguém. Porque o Senhor fizera ouvir no arraial dos sírios um ruído de carros e de cavalos, como de um grande exército; de maneira que disseram uns aos outros: Eis que o rei de Israel alugou contra nós os reis dos heteus e os reis dos egípcios, para virem sobre nós. Pelo que se levantaram e fugiram, ao crepúsculo; deixaram as suas tendas, os seus cavalos e os seus jumentos, isto é, o arraial tal como estava, e fugiram para salvarem as suas vidas. Chegando, pois, estes leprosos à entrada do arraial, entraram numa tenda, comeram e beberam; e tomando dali prata, ouro e vestidos, foram e os esconderam; depois voltaram, entraram em outra tenda, e dali também tomaram alguma coisa e a esconderam. Então disseram uns aos outros: Não fazemos bem; este dia é dia de boas novas, e nós nos calamos. Se esperarmos até a luz da manhã, algum castigo nos sobrevirá; vamos, pois, agora e o anunciemos à casa do rei. (II Rei6.25 a 7.9)

- O rei da Síria cercou Samaria e fechou todas as entradas e saídas da cidade, impossibilitando a entrada e saída de transportes de alimentos, levando a cidade à falência, elevando consideravelmente a inflação: “... uma cabeça de jumento por oitenta siclos e a quarta parte de esterco de pombas por cinco siclos" (II Rs 6:25).

- O rei de Israel não assumiu seu erro de estratégia em fortalecer a cidade e criar novos meios de provisão contra um possível cerco, antes, procurou um culpado pelo episódio: O profeta Eliseu.

- Este é o maior problema de muita gente, se recusa a assumir sua culpa, antes transfere para os outros a causa do seu fracasso: "De que se queixa o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados" (Lm3:29).

  • Eliseu ao ser interpelado pelo mensageiro do rei, marcou dia e hora para terminar a crise: “... assim diz o Senhor, amanhã, quase a este tempo, uma medida de farinha haverá por um siclo, e duas medidas de cevada por um siclo à porta de Samaria" (II Rs.7:1).

  • A Dúvida do capitão: "Eis que ainda que o Senhor fizesse janelas no céu, poder-se-ia fazer isso?"

- Para o capitão, Deus não iria atropelar o curso normal da situação, pois o trigo ou a cevada, são semeados, nascem, crescem e frutificam, levando algum tempo para esse processo.

- Para um incrédulo é sempre difícil crer numa intervenção sobrenatural de Deus. O milagre que Eliseu profetizou, seria quase que instantâneo: "amanhã".

  • Para o capitão, se meios naturais seriam quase que impossíveis quanto mais meios sobrenaturais: “... ainda que o Senhor fizesse janelas no céu...”. Nunca questione a procedência do milagre, somente aceite.

  • É interessante como a pressão dos últimos tempos tem cooperado para a descrença do povo de Deus.

  • Muitos crentes já não crêem mais que Deus cura, que liberta, que batiza com o Espírito Santo.

  • Dizem assim: é legal você ir a uma igreja, mas não seja fanático.

  • Cuidado, a palavra de Deus diz: “...por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos se esfriará” (Mt. 24.12)

  • Paulo nos adverte ao escrever para Timóteo: “Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos; pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios, sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta-te também desses”.

- Aqui, amados irmãos está um importante segredo a ser revelado a todos os crentes – Nunca devemos pensar como o mundo, ver como o mundo, agir como o mundo – especialmente numa situação de crise.
Porque o mundo diz: já está derrotado - - Mas Deus diz: já venceu.

  • Deus usou quatro leprosos que estavam fora da cidade, pessoas a margem da sociedade, completamente alijadas do sistema.

  • Pessoas a quem ninguém dava valor

    • Não tinham convívio social: Viviam fora da cidade

    • Não tinham convívio familiar: Viviam longe da família

    • Não tinham convívio religioso: Não podiam freqüentar a sinagoga

    • Eram excluídas do contexto: Tinham que gritar a uma distância de cem metros: "imundo, imundo...".

  • Essa foi uma intervenção sobrenatural de Deus, pois usou pessoas que estavam à margem da história, vivendo crises existenciais, sem nenhuma perspectiva de vida, para realizar o milagre da provisão.
  • Para Deus isso é coisa simples, para nós uma surpresa, mas Ele gosta de nos surpreender.

A Bíblia está cheia disto:

    • Mandou uma baleia transportar Jonas, quando um navio ou mesmo uma carruagem seria o mais simples.
    • Mandou corvos e uma viúva sustentar Elias, quando o mais simples seria pessoa abastadas cuidar de seu profeta.
    • Usou Davi para assassinar Golias, quando o mais simples seria um bem dotado e treinado exército faze-lo.
    • Preparou apenas trezentos homens para Gideão vencer os midianitas quando o mais simples seria uma aliança de vários exércitos. Deus sempre surpreende.

  • O mais interessante porém é ver Deus agindo no impossível do homem
  • Moisés só atravessou o mar vermelho porque chegou diante dele e não podia mais voltar.
  • Quando Josué chegou diante do Jordão ele já sabia o que fazer à ele ordenou que ojordão parasse e o povo passasse em seco.
  • Será assim com você, quando você superar a crise.

    • Aqueles leprosos tornaram-se aos ouvidos dos sírios um poderoso exército em marcha, deflagrando uma fuga sem limites entre eles, levando-os a apoderarem-se dos despojos do inimigo.
    • Os leprosos não forma egoístas, reconheceram que no tempo de Deus, não existe lugar para isso: "...se esperarmos até a luz da manhã, algum mal nos sobrevirá..."(II Rs 7:9c).
A melhor coisa é estarmos dentro do tempo (kairós) de Deus.

Conclusão: 

- Não se desespere diante da situação caótica em que está sua vida, saiba que Deus pode hoje ainda transformar sua crise em um profundo milagre que vai torna-lo vitorioso.

- Apenas creia, não seja como o capitão do rei que morreu atropelado pelo próprio milagre.

- É interessante porque, sempre que estamos em crise, parece que ela não vai passar, mas sempre passa.
Se duvidares poderás morrer no meio da benção, vendo-a mas não usufruindo dela.


AUTOR: Sidinei Egon Simon - Adaptado