quinta-feira, 24 de maio de 2012

VIDA ABUNDANTE
NA VIDA DE UM LÍDER

“Ao saltarem em terra, viram ali umas brasas e, em cima, peixes; e havia também pão. Disse-lhes Jesus: Trazei alguns dos peixes que acabastes de apanhar. Simão Pedro entrou no barco e arrastou a rede para a terra, cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes; e, não obstante serem tantos, a rede não se rompeu.” João 21:9-11

- A última manifestação de Jesus aos seus discípulos, depois da ressurreição, é cheia de ensinamentos e princípios espirituais que ficariam marcados para sempre em suas vidas. Os ensinos deixados por Jesus antes de sua morte já seriam suficientes para a formação da liderança nos moldes que Ele propusera em seu coração. Contudo, diante de alguns acontecimentos no comportamento dos discípulos por ocasião de sua morte, Jesus, no capítulo vinte e um do evangelho de João, deixa outra gama de ensinamentos profundos que são muito importantes para a solidificação de uma vida abundante, contribuindo para que eles e nós caminhemos dando frutos a Deus, propagando o evangelho da paz.

PRINCIPIOS ESPIRITUAIS PARA UMA LIDERANÇA BEM SUCEDIDA.

1. Um líder nunca pode voltar atrás depois de chamado ao ministério.

 “Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar.” Vs 3a

- O Apóstolo Pedro havia deixado a função de pescador para ganhar almas para o Reino de Deus, mas envergonhado, depois da ressurreição resolveu voltar a sua antiga função.

- Quando saímos do centro da vontade de Deus, vidas deixam de ser ganhas para Cristo e partem dessa vida perdida para sempre.

2. O líder sempre está influenciando seja para o bem ou para o mal.

“Disseram-lhe os outros: Também nós vamos contigo.” Vs 3b

- Temos que analisar bem nossas decisões e procurarmos sempre pautá-las dentro da soberana vontade de Deus, só assim os que seguirão nosso exemplo, agradarão a Deus.

3. A manifestação de Jesus em nossas vidas dar-se-á numa hora em que podemos não estar preparados.

“Mas, ao clarear da madrugada, estava Jesus na praia;” vs 4a

“Eu amo os que me amam, e os que de madrugada me buscam me acharão.” Provérbio 8:17 4.

- Quando estamos fora da vontade de Deus nossa visão espiritual fica prejudicada.

“todavia, os discípulos não reconheceram que era ele.” vs 4b

5. Jesus sempre pedirá de nós os frutos que temos gerado para ele.

“Perguntou-lhes Jesus: Filhos, tendes aí alguma coisa de comer? Responderam-lhe: Não.” vs 5,10

“Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele o corta; e todo o que dá fruto limpa, para que produza mais fruto ainda.” João 15:1.2;

  “Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo.” II Coríntios 5:10

6. Quando obedecemos à palavra de Jesus sempre obteremos bons frutos para as nossas vidas.

 “Então, lhes disse: Lançai a rede à direita do barco e achareis. Assim fizeram e já não podiam puxar a rede, tão grande era a quantidade de peixes.” vs 6

- A primeira coisa que os discípulos tinham que aprender era que deveriam lançar as redes, mesmo que já tivessem feito a noite toda.

- Segundo, deveriam lançar as redes à direita, não pra frente, não pra trás, nem para a esquerda e nem pro alto.

- Não seguir as ordenanças tem sido o motivo de uma vida infrutífera.

“porque sem mim nada podeis fazer.” João 15:3b

- Quando obedecemos a sua palavra temos a plena certeza, em fé, que acharemos.

“Lançai a rede à direita do barco e achareis.”

7. Somente os que têm intimidade com Deus é que tem a percepção mais acurada, e recebem mais rápido a revelação.

“Aquele discípulo a quem Jesus amava disse a Pedro: É o Senhor!” Vs 7ª

“A intimidade do SENHOR é para os que o temem, aos quais ele dará a conhecer a sua aliança.” Salmos 25:14

8. Para entrarmos na presença de Deus temos que estar preparados, não pode ser de qualquer maneira.

“Simão Pedro, ouvindo que era o Senhor, cingiu-se com sua veste, porque se havia despido, e lançou-se ao mar;” Vs 7b

“Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor,” Hebreus 12:14; (ver também Mateus 22:11-13; AP 16:15 e)

9. Na obra de Deus todos têm que ajudar, quando há cooperação o trabalho fica mais leve.

”mas os outros discípulos vieram no barquinho puxando a rede com os peixes; porque não estavam distantes da terra senão quase duzentos côvados.” VS 8

10. Jesus sempre tomará iniciativa em recompensar o fruto de nosso trabalho.

“Ao saltarem em terra, viram ali umas brasas e, em cima, peixes; e havia também pão.” Vs 9ª;

“Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda.” João 15:16

11. O líder deve sempre ser o primeiro a apresentar ao Senhor o fruto de seu trabalho.

“Simão Pedro entrou no barco e arrastou a rede para a terra, cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes; e, não obstante serem tantos, a rede não se rompeu.” vs 11

12. Os frutos adquiridos do trabalho do Senhor serão sempre numerosos e de muita qualidade.

“…arrastou a rede para a terra, cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes;”

13. Quando Jesus nos chamar à mesa para comer com ele no dia da glória, cessarão as indagações e as dúvidas, teremos a revelação plena de sua presença gloriosa.

“Disse-lhes Jesus: Vinde, comei. Nenhum dos discípulos ousava perguntar-lhe: Quem és tu? Porque sabiam que era o Senhor.” vs 12

14. Para permanecer na presença de Cristo o líder tem que ter o coração curado.

 “Pela terceira vez Jesus lhe perguntou: Simão, filho de João, tu me amas? Pedro entristeceu-se por ele lhe ter dito, pela terceira vez: Tu me amas? E respondeu-lhe: Senhor, tu sabes todas as coisas, tu sabes que eu te amo. Jesus lhe disse: Apascenta as minhas ovelhas.” vs 17

- Os princípios deixados por Jesus aos seus discípulos, revelados acima, após a ressurreição, nos ensinam como viver uma vida abundante e de muita prosperidade em nosso ministério.

- Nunca retroceder…

- Sempre influenciar para o bem… O centro sempre ser Jesus, nunca nós…

- Estar sempre preparado. Ele vem…

- Manter a intimidade com Deus…

- Obedecer a sua Palavra…

- Estarmos curados, para curar a outros…

- Legados eternos que jamais devem ser postos de lado, mesmo quando vemos “as novidades espirituais” destes últimos dias vindo com força para dominar as igrejas e sufocarem a Palavra, devem nortear nossas atitudes na hora das escolhas, no desenvolvimento do nosso ministério nessa terra à luz das vontades eternas de Deus.

Nunca saberemos tudo. Temos muito que caminhar, e muito que aprender. Sigamos, então, os ensinos do mestre e com certeza, seremos mais que vencedores.



AUTOR: Pr. Francisco Nascimento


+++++++++
++++++++
+++++++
++++++
+++++
++++
+++
++
+
AS SETE VIRTUDES
DE UM VENCEDOR

“E agora eis que o SENHOR me conservou em vida, como disse; quarenta e cinco anos são passados, desde que o SENHOR falou esta palavra a Moisés, andando Israel ainda no deserto; e agora eis que hoje tenho já oitenta e cinco anos; E ainda hoje estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; qual era a minha força então, tal é agora a minha força, tanto para a guerra como para sair e entrar. Agora, pois, dá-me este monte de que o SENHOR falou aquele dia; pois naquele dia tu ouviste que estavam ali os enaquins, e grandes e fortes cidades. Porventura o SENHOR será comigo, para expulsá-los, como o SENHOR disse.” Josué 14:10-12

- Quando meditava nessa palavra lembrava-me de um dos filmes marcante que assistir: “Coração Valente”, de Mel Gibson, ou Willian Wallace como protagonista principal, liderando uma turba de guerreiros que luta pela libertação da sua nação (Escócia) da dominação Inglesa, imposta pelo reinado de Eduardo I. Esse filme foi baseado numa história real nas várias batalhas de 1273 até agosto de 1305, quando Escócia se tornou um país independente. Willian Wallace tinha vários guerreiros que lutavam com ele nessa batalha, mais dois se destacavam: pai e filho. O filho era um sujeito muito forte, o pai, um homem de idade avançada para a guerra, mas muito valente e determinado. Em certa altura da batalha o pai leva uma flechada, mas ele não pára de lutar enquanto seus inimigos não estão mortos e a guerra ganha. Quando foram tirar a flecha que estava cravada em seu peito, o seu filho com receio de ele morrer; arranca a flecha timidamente. Mas o velho guerreiro assim que se livra da flecha, se levanta e dar um soco em seu filho fortão, como se dissesse: “tá pensando o quê, sou homem, me respeita, seus frouxos! E saiu dando gargalhada”.

Só se conhece os valentes e heróis numa guerra.

- A história de Calebe é de um vencedor, um guerreiro destemido, que ousou fazer a vontade de Deus, crendo nas promessas que foram dadas através de Moisés, o profeta de Deus.

- Calebe era filho de Jefoné, que não era israelita, e sim do povo quenezeu (números 32.12; Gênesis 15.19). Porém, por ter mãe judia, herdou esta religião e a promessa divina. Nascido na tribo de Judá, a mesma que Jesus nasceu. Portanto, corria em seu sangue o DNA de um vencedor.

- A Calebe foi confiada uma missão juntamente com Josué, e ele cumpriu cabalmente, mostrando que um bom caráter se conhece nos afazeres do dia a dia, e nas provações que muitas vezes passamos.

- Nessa meditação iremos conhecer sete características de um vencedor, observados na vida e na obra de Calebe.

1. Escolher bem as amizades.

- Os mais velhos tem um ditado que diz: “ diz com quem tu andas e te direi quem tu és’.

- De fato, a escolha daqueles com quem andamos muito terá a ver com nosso envolvimento emocional, nossos sonhos, conceitos e pré-conceitos, realizações, em suma, os nossos amigos com toda a carga que representam nos influenciam para o bem ou para o mal, para a boa ou má decisão.

“Não sejas companheiro do homem briguento nem andes com o colérico, Para que não aprendas as suas veredas, e tomes um laço para a tua alma.” Provérbio 22:24-25

- Calebe tinha um amigo, não qualquer amigo, tinha um vencedor ao seu lado, era Josué que com sua fé, obstinação e liderança, foi designado juntamente com Calebe a espiar a terra Canaã por ordem de Moisés. É importante observar que eram doze os espias, mas somente dois voltaram com um relatório positivo de que a terra era boa e poderia ser conquistada: Josué e Calebe. Os outros 10 espias viram gigantes em seus caminhos, obstáculos que os impediriam de conquistar a terra.

- Com esse relatório negativo, trouxeram medo, pavor e murmuração a todo Israel, dificultando assim uma melhor percepção do que Deus já tinha prometido para eles.

- Quando não estamos bem acompanhados temos dificuldades de vencermos os obstáculos que se apresentam em forma de idéias, conceitos e visão distorcida da realidade.

- Para eu me tornar um vencedor, a minha mente tem que está disciplinada e preparada para suplantar os impedimentos, os obstáculos que poderão aparecer.

“Porque, como imaginou no seu coração, assim é ele…” Provérbio 23:7

“E não sede conformados com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:2

2. Confiança e fé inabalável.

- A confiança e a fé que Calebe tinha em Deus, o fazia um vencedor, seus olhos não estavam postados nas dificuldades aparentes, e nem no tamanho de seus inimigos, ou nos obstáculos apresentados.

- A fé de Calebe estava posta nas promessas que haviam sido feitas por Moisés, profeta de Deus, as quais repassou a toda a nação de Israel. Deus havia prometido a terra de Canaã, a terra que manava leite e mel. Essa promessa de vitória entrou no coração de Calebe como uma força poderosa e real.

- A fé é você crer nas promessas como algo concreto, substancial, forte, e veraz. Quando se crer, não se duvida, titubeia.

- Na fé não existe, “mas”, o que Deus prometeu, Ele cumprirá. Ponto final.

- Essa firmeza de fé e esperança estava fundamentada no coração de Calebe.

“Então Calebe fez calar o povo perante Moisés, e disse: Certamente subiremos e a possuiremos em herança; porque seguramente prevaleceremos contra ela.” Números 13:30; 

“E Josué, filho de Num, e Calebe filho de Jefoné, dos que espiaram a terra, rasgaram as suas vestes. E falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra pela qual passamos a espiar é terra muito boa. Se o SENHOR se agradar de nós, então nos porá nesta terra, e no-la dará; terra que mana leite e mel. Tão-somente não sejais rebeldes contra o SENHOR, e não temais o povo dessa terra, porquanto são eles nosso pão; retirou-se deles o seu amparo, e o SENHOR é conosco; não os temais.” Números 14:6-9

“Não abandoneis, pois, a vossa confiança, que tem grande e avultado galardão.” Hebreus 10:35

3. Determinação.

- Defini-se determinação como ser resoluto, firme, centrado nos alvos e objetivos.

- Um coração determinado será fundamental para vencer os ventos contrários, que quiserem nos fazer desistir, parar ou retroceder nos sonhos e projetos que temos para nossas vidas.

- Nenhum projeto ou construção é realizado sem demandar obstáculos, ou impedimentos.

- Muitos sonhos não são realizados, porque houve desistência, quando faltavam tão pouco para serem alcançados.

- A determinação é que fará a diferença para quando olharmos para trás, poderemos então dizer: “de fato, foi difícil, paguei um alto preço, mas valeu à pena.”

- Calebe tinha uma convicção no coração, Deus tinha dado uma cidade que precisava ser conquistada, não sem luta, não sem batalha, não sem pagar um alto preço. A certeza que ele tinha no Seu Deus o fazia determinado, obstinado, firme, centrar-se no alvo, e foi assim que ele fez. Havia se passado 45 anos, depois que entraram em Canaã, e Calebe continuava a lutar e a querer mais. A terra ainda tinha gigantes, e eles tinham que ser derrotados. Ele estava determinado a ser um soldado fiel às promessas que tinha recebido. 

“Então os filhos de Judá chegaram a Josué em Gilgal; e Calebe, filho de Jefoné o quenezeu, lhe disse: Tu sabes o que o SENHOR falou a Moisés, homem de Deus, em Cades-Barnéia por causa de mim e de ti. Quarenta anos tinha eu, quando Moisés, servo do SENHOR, me enviou de Cades-Barnéia a espiar a terra; e eu lhe trouxe resposta, como sentia no meu coração; Mas meus irmãos, que subiram comigo, fizeram derreter o coração do povo; eu porém perseverei em seguir ao SENHOR meu Deus.” Josué 14:6-8

4. Força.

“…e agora eis que hoje tenho já oitenta e cinco anos; E ainda hoje estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; qual era a minha força então, tal é agora a minha força, tanto para a guerra como para sair e entrar.”

- Define-se Força, como robustez, poder, energia, saúde física. A força e a vontade de vencer é que definem as conquistas .

- Os alvos para serem alcançados demandam de força, de energia, de vontade, sobretudo mental. Calebe, com seus oitenta e cinco anos, poderia ter se aposentado, e se deixado consumir pela velhice, pelo marasmo e inércia. Mas ele se disciplinou a não deixar de lutar, e trabalhar até que a vitória completa fosse obtida.

- Nunca pare de lutar, continue nessa força, porque você alcançará a vitória. Quem te dará essa força é o Senhor, que é o “El Guibor”, o ‘Deus das forças’, Ele te fortalecerá para vencer.

 “E aos violadores da aliança ele com lisonjas perverterá, mas o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte e fará proezas.” Daniel 11:32

5. Fidelidade.

- Defini-se fidelidade como lealdade, constância. É uma característica de quem é fiel.

- A fidelidade começa no aprendizado, no ouvir das instruções, na validação do relato e no comprometimento das realizações. A busca constante e firme para realizar esse aprendizado, mostrará o grau de nosso comprometimento e nossa fidelidade na execução.

- Calebe ouviu uma promessa que Deus daria uma terra abençoada, e que ela seria conquistada através de batalha. Ele foi fiel e constante para perseguir na busca da vitória. Havia se passado 45 anos e ele continuava firme, fiel nas promessas de seu Deus.

6. Ousadia.

- Defini-se ousadia como audácia, galhardia, coragem. A ousadia ousa mais, deseja muito mais, crer que será possível, acredita na sua força, acredita que terá a vitória.

- O medroso diz: não vou conseguir, é muito difícil.

- O ousado diz: eu posso, eu vou vencer, eu vou conseguir. Deus está comigo.

- Calebe era um desses homens forjado com para vitória, para ele não existia um não, os obstáculos não eram motivos para o desvanecimentos ou covardia, pelo contrário, ele sabia que poderia vencê-los, avançar e conquistar.

- Calebe chegou para Josué e pediu o monte Hebron, lugar fortificado, onde residiam ainda os descendentes dos gigantes enaquins. Ele disse para Josué que iria desapossá-los daquele lugar. Não olhou para o tamanho dos inimigos, mas confiou que Deus lhe daria a vitória.

“Agora, pois, dá-me este monte de que o SENHOR falou aquele dia; pois naquele dia tu ouviste que estavam ali os enaquins, e grandes e fortes cidades. Porventura o SENHOR será comigo, para expulsá-los, como o SENHOR disse.”

- Hebrom era um monte estratégico, no passado tinha sido morada de Abraão, Isaque e Jacó, quando Calebe o pediu para subir estava sendo ocupado por gigantes. Tempos depois de ser conquistada por Calebe, Hebrom foi também destinada aos sacerdotes e designada como cidade de refúgio (Js 20:7; Js 21:8-13; 1Cr 6:54-57)

- Quando David foi coroado rei sobre Judá, ele reinou em Hebrom durante 7 anos e meio, depois dos quais capturou Jerusalém e tornou essa cidade a capital do reino unido (2Sm 2:1-3, 11, 32; 2Sm 5:1-5; 1Rs 2:11; 1Cr 29:27).

- Nos grandes projetos e edificações sempre precedem de homens valentes e ousados, que com sua galhardia venceram gigantes.

7. Perseverança.

- Defini-se perseverança como determinação persistente.

- Entre a busca de um alvo e de um sonho até a sua realização está a perseverança.

- Muitos desistem no caminho, por não acreditar ou não vencerem os obstáculos que se interpõe no caminho. Isso diz respeito a todas as conquistas seculares ou espirituais.

- Só se consegue bons resultados quando se acredita e persevera na busca desses objetivos.

 “Mas meus irmãos, que subiram comigo, fizeram derreter o coração do povo; eu, porém perseverei em seguir ao SENHOR meu Deus.” Josué 14:8

“Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa.” Hebreus 10:36

- As vitórias de Calebe diante de gigantes, as conquistas de terras preciosas, sua força destemida, seu vigor, determinação, ousadia, fé, confiança são sem dúvidas atribuídas Aquele a quem ele ousou entregar sua vida para ser protegida e moldada: O amado Deus.

“… Porventura o SENHOR será comigo, para expulsá-los, como o SENHOR disse.” Josué 14:12



AUTOR: Pr Francisco Nascimento



+
++
+++
++++
+++++
++++++
+++++++
++++++++
+++++++++
++++++++++
+++++++++++
++++++++++++
+++++++++++++

+++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++