quinta-feira, 19 de abril de 2012

+

++

+++

++++

++++++

++++++++

+++++++++

++++++++++


Ideias Errôneas
sobre Santificação

Texto:

“O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Ts 5.23).

Introdução:

Tentar conseguir favores e graças divinos pelo esforço próprio é uma tendência humana antiga, apesar do ensino bíblico de que isto é impossível.

O que as pessoas têm tentado?

1. Erradicação.

a. Sabemos, à luz da Palavra de Deus (Rm 6.6-11; Gl 2.19, 20; Jo 12.32; 2 Co 5.14 e outros textos similares), que o nosso velho homem morreu com Cristo.

b. Todavia, a nossa experiência como cristãos, ainda que haja aqueles que não pensam assim, nos ensina, bem como a Palavra de Deus, que o pecado nos assedia (Mt 26.41; 1 Jo 5.18; Rm 7.15-24). Estas e outras passagens mostram a luta, o conflito que se trava na vida do crente. Veja também 1 Jo 1.8.

“Se a erradicação da natureza pecaminosa se consumasse, não haveria a morte física, pois esta é o resultado dessa natureza” (Lewis Sperry chafer; Rm 5.12-21).

- Os que houvessem experimentado essa extirpação necessariamente gerariam filhos sem a natureza pecaminosa.

c. Mesmo que fosse realidade essa extirpação, ainda haveria o conflito com o mundo, a carne e o diabo, pois a extirpação desses males é obviamente anti-bíblico e não está incluída na própria teoria;

d. Não é nosso propósito polemizar, muito menos incentivar alguém ao pecado. Cremos na eficácia da morte de Jesus na cruz para nossa justificação e santificação, o que nos leva a ficarmos com uma vida santa, no entanto cremos que ainda estamos sendo santificados, o processo ainda não terminou.

2. Legalismo.

a. Consiste na observância de regras e regulamentos. Isto nos lembra os Gálatas, de quem Paulo diz que estavam rindo da graça (Gl 5.4). Paulo os chamou de insensatos (3.1); ele chegou a afirmar que estavam passando da graça de Cristo para outro evangelho (1.6).

b. Em Rm 6, Paulo esclarece que a lei não santifica.

“Se o ser humano quiser ser salvo do pecado, terá de ser por um poder à parte de si mesmo. A pessoa que percebe não estar à altura do ideal divino, não pode elevar-se em um esforço por alcançá-lo. Sobre ela deve operar uma força à parte dela mesma; essa força é o poder do Espírito Santo”.

c. Infelizmente há muitos que ensinam que a santificação é o resultado no nosso legalismo.

- Hoje há muitos que pregam regras humanas, hábitos e costumes como meios para santificação. Assim eram os fariseus nos dias de Jesus; que Deus nos livre desse espírito de religiosidade e legalismo.

3. Ascetismo.

a. “É a tentativa de subjugar a carne e alcançar a santificação por meio de privações e sofrimentos, é o método que seguem alguns católicos e hindus”.

b. Isto parece estar baseado na antiga crença pagã de que toda a matéria, incluindo o corpo, é má. O corpo, por conseguinte, é uma trava ao espírito, e, quanto mais for castigado e subjugado, mais depressa se libertará o espírito.

c. Isto é contrario ao ensino das Escrituras, que afirmam que Deus criou tudo muito bom. O que deve ser subjugado são os impulsos pecaminosos da alma, e não o corpo.

d. Ascetismos é uma tentativa de matar o “eu”, mas o “eu” não pode vencer o “eu”. Essa é a obra do Espírito Santo.

e. Há dois termos aqui para serem lembrados: mutilar e mortificar. Não queremos mutilar o corpo, mas mortificá-lo. O que fazer então com o corpo? (Rm 6.19; 12.1; 1 Co 3.16). Nosso corpo pode e deve ser para a glória de Deus. Tudo para ele (Sl 103.1)

Conclusão:

A santificação acontece somente pela graça de Deus operando eficazmente em nós, pelo poder do Espírito Santo, e por nos colocarmos nas mãos de Cristo a cada dia.



AUTOR: Messias Anacleto Rosa





+
+++
+++++
++++++++
++++++++++++
++++++++++++++++
++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++


=====================
=====================
=====================


==============

=============

============

==========

=========

========

======

=====

====

===

==

=


As Coisas Boas
de Deus

Texto:
“O Senhor é o meu pastor; nada me faltará” (Sl 23.1).

Introdução:

Como é agradável uma boa viagem, uma boa recuperação física, uma boa refeição, um bom descanso, uma boa notícia, um bom amigo, um bom conselho.

1. Deus pensa coisas boas a nosso respeito

“Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais” (Jr 29.11).

a. Deus está, através do profeta, dando ao seu povo uma palavra de ânimo numa hora difícil. Este texto bíblico está inserido no conteúdo da carta que Jeremias enviou a um grupo de exilados judeus na Babilônia.

b. O que Deus está pensando, planejando, a nosso respeito, é o melhor. O diabo tem procurado muitas vezes dizer ao contrário, todavia podemos estar seguros de uma coisa: Deus pensa, planeja o melhor para nós. Foi assim quando o homem pecou. Deus planejou lá no Éden a nossa redenção em Cristo Jesus – “Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar” (Gn 3.15).

c. Quem sabe você está vivendo o seu momento de exílio, de cativeiro, de desânimo, de lutas. Saiba que, ainda que a isto esteja acostumado, Deus está pensando algo bom, lindo, maravilhoso a seu respeito.

2. Deus prepara coisas boas para nós.

“mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam” (1 Co 2.9).

a. “Preparas-me uma mesa...” (Sl 23.5).

b. “Vinde porque tudo já está preparado” (Lc 14.17).

c. “Vou preparar-vos lugar” (Jo 14.2).
O que Deus tem preparado são coisas que os olhos não viram, os ouvidos não ouviram e nem subiram ao nosso coração.

3. Deus nos dá boas coisas.

“Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem?” (Mt 7.11).

a. Jesus está usando a figura do Pai em relação ao filho para mostrar o interesse de Deus em nos dar as coisas boas.

b. quantas coisas boas Deus tem para nos dar: sua paz, sua graça, seu amor, sua força, sua proteção, seu alento, sua esperança, sua vida.

c. As mãos de Deus estão cheias e estendidas para nós, e, com grande amor, ele nos diz: filho meu, quero abençoar você. Não precisamos viver de migalhas, Deus tem muitas coisas boas para nos dar. Ele quer nos abençoar com toda sorte de bênçãos espirituais em Cristo nas regiões celestes – “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo” (Ef 1.3).

Conclusão:

Tudo o que temos de fazer é nos achegarmos a Deus e nos apropriarmos de tudo o que é nosso em Cristo Jesus.



AUTOR: Messias Anacleto Rosa




+++
+++
+++
+++++++
+++++++
+++++++
+++++++
+++++++++++++
+++++++++++++
+++++++++++++
+++++++++++++
++++++++++++++++
++++++++++++++++
++++++++++++++++
++++++++++++++++

==================
==================
==================