sábado, 14 de abril de 2012



A TERRA QUE
BEBE A CHUVA

Hb 6:7,8: “Pois a terra que absorve a chuva que cai freqüentemente, e dá colheita proveitosa àqueles que a cultivam, recebe a bênção de Deus. Mas a terra que produz espinhos e ervas daninhas, é inútil e logo será amaldiçoada. Seu fim é ser queimada”.




1. INTRODUÇÃO

O tema da mensagem hoje é “A Terra Que Bebe a Chuva”.

- O texto fala de dois tipos de terra: da que produz boa colheita, e também de uma terra que produz espinhos e ervas daninhas.

Irmãos: Deus está falando das nossas vidas, nestas terras. Com qual destes dois tipos de terra se identificará nosso coração? (…sem Jesus, terra estéril, deserto).

- Mas bendito é o Senhor que disse que o deserto floresceria – isto se cumpre em nós quando, em Cristo, passamos da morte para a vida). Is 32.15: “Mas Deus derramará sobre nós o seu Espírito; então o deserto virará um campo fértil, e as terras cultivadas darão melhores colheitas”.

2. quatro coisas importantes para a nossa vida:



2.1) A terra

- A terra ruim é aquela em que a água bate, mas não penetra. Assim também, são algumas pessoas. Ouvem a palavra, mas a palavra não entra em seus corações.

- Terra ruim, tem chão duro. Quanta gente tem a cabeça dura. As vezes precisa quebrar a cara para entender que Deus é importante em suas vidas.

- Jonas era durão. Pra entender que deveria obedecer a Deus, precisou vir uma tempestade, um peixe para engoli-lo. Até que um dia ele entendeu que era melhor ir pra Nínive, do que pra Tarsus!

- A terra ruim está sempre cheia de buracos, e de altos e baixos. Experimente andar numa terra assim. Se não andar com cuidado, você cai. Muitos cristãos vivem caindo no pecado, no desânimo. Terra ruim não presta.

- A terra ruim não produz nenhum. É improdutiva. Não produz lucro, apenas prejuízo. Há alguns cristãos que vivem dessa forma. Não produzem nenhum fruto, não conquistam ninguém para Jesus em um ano. Mas, ao contrário, vivem criando problemas com os irmãos, com a família, com a Igreja, com o pastor.

- Uma boa notícia. Deus quer transforma a terra ruim em terra boa. Sua alma é um poço de problemas, você tem sido uma pedra de tropeço, não consegue dar um bom testemunho cristão? Jesus tem poder para transformar a sua vida em terra produtiva.

- A boa terra produz fruto. Mateus 13:23 diz: “Mas, o que foi semeado em boa terra é o que ouve a palavra e a compreende; este frutifica e produz a cem, a sessenta e a trinta por um.”

- Que maravilhoso é quando começa a brotar a boa semente: quando se começa a ver algo do amor de Jesus, alegria, paz, paciência, bondade… Uma vida assim é um jardim regado, bem cuidado!

- O Senhor permita que cada um de nós seja uma boa terra; que nossos corações continuem sendo trabalhados por Deus! Amém?

2.2) Os espinhos

- Um espinho é algo que machuca. Se você toca num espinho, pode ficar com o dedo machucado e este ferimento pode inflamar. Ninguém gosta de espinhos, porque eles incomodam a todos.

- Muitos cristãos estão com a vida cheia de espinhos. Que são os espinhos? As palavras violentas, o pecado, a negligência, a murmuração, enfermidades, problemas, etc… Existem muitos espinhos diante do cristão.

- Jesus diz em Mateus 13:22: “O que foi semeado entre os espinhos é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo e a fascinação das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera.”

- Nenhuma semente brota quando nossa vida está cheia de espinhos. Os espinhos tentar sufocar o poder da palavra de Deus, a alegria do crente, o seu amor pela Igreja.

- Hoje, Deus quer arrancar os espinhos, para que a nossa terra, a nossa vida floresça.

2.3) O arado

- O arado amolece a terra, pois semente não brota em terra dura. Quando o arado passa a terra se transforma em solo macio, preparado para receber a água.

- Qual é o arado de Deus? Os tratos do Senhor, nossos fracassos, amarguras (usa experiências difíceis, uma após outra, para quebrantar o nosso coração).

- Quando o arado passa, fere a terra. É doloroso também o arado de Deus: uma provação na família, no trabalho, uma enfermidade… (mas é a mão do Senhor trabalhando, porque Ele quer que sejamos uma boa terra)! Deus nos ama, e por isso ele nos corrige, Ele passa o seu arado em nossas vidas.

Hebreus 12:11: “Toda disciplina, com efeito, no momento não parece ser motivo de alegria, mas de tristeza; ao depois, entretanto, produz fruto pacífico aos que têm sido por ela exercitados, fruto de justiça.” Hebreus 12:6: “…. porque o Senhor corrige a quem ama….” .

- Minha mãe sempre dizia que alguns remédios bons, são amargos. Quando Deus tem algo com sua vida, Ele vai interferir em seu trabalho e em seu destino. Mesmo que isso incomode um pouco, entenda que Deus está preocupado com seu bem.

- A palavra diz em Romanos 8:28: “…Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”.

2.4) A chuva

- No sertão, um dos momentos mais esperados nos dias de seca é a chuva. Quando chove, muitas pessoas correm com tigelas nas mãos, para tentar acumular a água que cai na chuva. O Sertanejo sabe que a chuva é importante. Ela traz a vida para os animais, para as plantações para inúmeras pessoas.

- A chuva que Deus tem para você, irá cair sobre você e irá produzir vida. Jesus diz em João 4:14: “aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna.”

Apocalipse 22:17: “Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida.”

- Jesus tem o mesmo valor que água tem para quem está no deserto. E neste momento, talvez seus problemas, sua desilusão, seu casamento, seu coração, será mudado quando você entender que Jesus é a água da vida. Ele tem poder! Aleluia!

3. conclusão



Você quer ser terra boa?

… Que tal pedir a Deus agora para que passe Seu divino arado no seu coração, a fim de remover pedregulhos, os espinhos e todo o mal? …o Senhor está fazendo justamente isto agora: Ele está trabalhando em seu coração, passando o arado bem profundamente…







AUTOR: Pr Josias Moura de Menezes





+++++++++++++++++

++++++++++++++++
+++++++++++++++

+++++++++++++
=======

========
==========

============
=============

==============


O inferno
– destino eterno
dos ímpios

2 Tessalonicenses 1: 3-10

"Mandará o Filho do Homem os seus anjos, que ajuntarão do seu retiro todos os escândalos e os que praticam a iniqüidade e os lançarão na fornalha acesa; ali haverá choro e ranger de dentes." Mateus 13: 41-42




INTRODUÇÃO

- Entre todas as doutrinas bíblicas, uma das mais impopulares é a que trata da condenação dos ímpios. Ela nos traz à mente a realidade de que, após a morte, nem todos irão para o céu e nem desfrutarão da presença eterna de Deus.

- Na verdade, esta doutrina é tão impopular que, muitos não se preocupam em estuda-la. Mas a Bíblia não nos deixa esquecê-la. Apocalipse 20: 11-15 mostra um cenário onde os homens que não creram em Jesus Cristo terão de enfrentar o juízo e a condenação.

Ao estudarmos o que a Bíblia ensina sobre o inferno, passamos a ter em nós um maior censo de responsabilidade com a evangelização daqueles que não tem Cristo.

I – A CONDENAÇÃO ETERNA NOS ENSINOS DO NOVO TESTAMENTO

- Há grupos religiosos e teólogos que negam a existência do inferno e a possibilidade de que um Deus de amor venha a punir eternamente aqueles que não creram em Cristo, deixando de aceitar a bondade de Deus.

- Alguns pregam o chamado "aniquilacionismo", ou seja, depois do Juízo Final os ímpios serão aniquilados (doutrina adventista).

- Há também o chamado "universalismo", que acredita que Deus, movido por seu amor, salvará todos os seres humanos.

- O Novo Testamento refere-se não apenas à bondade de Deus, mas também à sua justiça. Ele ampara e salva os que se arrependem, mas condena à perdição os insubmissos e que endurecem seus corações, deixando de aceitar a Verdade.

- Os apóstolos Paulo e João relacionaram comportamentos que impedirão o acesso ao reino dos céus: Ef 5: 5; Ap 21:8 e 22:15. Tais pessoas serão condenadas.

Vejamos, agora, algumas verdades ensinadas por Jesus sobre o inferno:

a) O inferno foi criado para o diabo e seus anjos, Mt 25: 41. Mas nele serão lançados também os que amam e praticam o pecado.

b) O inferno é local de condenação para os que não se afastam da iniqüidade, Mt 7: 21-23. Jesus ensina que todo aquele que pratica o mal será condenado ao fogo eterno, Mc 9: 42-49. Muitos que se dizem expulsadores de demônios e operadores de milagres receberão o duro juízo do Senhor. Embora usem o nome de Jesus para operar sinais e prodígios, sua vida pessoal não mostra transformação.

c) No inferno serão lançados os que desprezam o próximo, Mt 25: 41-46. A verdadeira religião não nos permite abandonar o próximo em seu sofrimento, Tg 1: 27. Veja as lições ensinada por Jesus em Mateus 5: 22.

II – EXPRESSÕES BÍBLICAS PARA DESIGNAR O INFERNO

a) Geena.

- A palavra inferno é tradução do termo grego geena. Este vocábulo origina-se da expressão hebraica Ge Hinom, que significa Vale de Hinom.

- Na antigüidade, este era um local de culto ao deus pagão Moloque, onde eram realizados holocaustos de crianças vivas.

- O rei Josias aboliu essa prática, 2Rs 23: 10. Depois, o local foi usado como depósito de lixo. Ali eram jogados cadáveres de animais e até de alguns criminosos cujas famílias não lhes davam sepultura. O fogo ardia ali continuamente.

- Assim, a palavra geena passou a ser usada em grego para designar o inferno. A palavra aparece nos primeiros três evangelhos (Mt 5: 22, 29, 30; 10: 28; 18: 9; 23: 15, 33; Mc 9: 43, 45; Lc 12: 5) e em Tiago 3: 6.

b) Hades.

- Palavra grega que tem como uma de suas traduções o significado: mundo dos mortos.

- O Hades é o lugar onde os mortos se encontram. Alí, os justos e os ímpios estão em lugares separados. Os justos aguardam a ressurreição para receberem seus galardões e os ímpios também aguardam a ressurreição para serem julgados e lançados no “lago de fogo”. Apoc. 20:13.

c) Lago de fogo.

- Expressão usada em Apocalipse 19: 20; 20: 10, 14, 15. A besta, o falso profeta, o diabo, a morte, o hades e todo aquele que não tem o nome inscrito no livro da vida serão lançados no lago de fogo.

- O apóstolo João declara: "Esta é a segunda morte, o lago de fogo", Ap 20: 14. O Lago de fogo é lugar de condenação definitivo.

- O "lago de fogo", na linguagem do apóstolo João, é o destino final de todo o que ama e pratica a iniquidade.

III – QUE É O INFERNO?

a) Um lugar de tormentos eternos, 2Ts 1: 9a; Is 66: 24; Mc 9: 42-48.

- É lugar de dores, sofrimentos, agonias da consciência, angústia, desespero, choro e ranger de dentes.

- Em Lucas 12: 47, 48 Jesus refere-se a "muitos açoites" e a "poucos açoites".

- Em Mateus 10: 15, o Senhor faz menção a menos rigor e mais rigor. Estes textos, dão a entender que haverá graus de punição no inferno.

b) Total ausência de Deus ou banimento da Sua presença, 2Ts 1: 9b.

- A essência do inferno é estar distante de Deus e do favor divino para sempre e saber que isso não terá fim.

- No seu livro: "Inferno", Dante descreveu o inferno como sendo um lugar para o tormento pelo pecado. Por cima do seu portão de entrada ele imaginou uma placa a dizer: "Abandonem a esperança todos vós que aqui entrais."

c) O instrumento da maior vitória de Deus, Ap. 20: 10, 14.

- O inferno é a pior realidade que os incrédulos terão de enfrentar, mas é também o instrumento da maior vitória de Deus e dos que creram em Jesus Cristo.

CONCLUSÃO

- Sobre o inferno C. S. Lewis uma vez escreveu: "Não há nenhuma doutrina que eu removeria de mais bom grado do cristianismo do que isto, se eu tivesse o poder. Mas essa doutrina tem o pleno apoio das Escrituras, e sobretudo das próprias palavras do nosso Senhor."

- Sendo o inferno uma realidade inevitável para os ímpios, os salvos pela graça em Cristo, devem se preocupar com a evangelização daqueles que ainda não conhecem a Jesus, pois ainda há oportunidade de salvação.

- Um pregador entrou certo dia em um elevador e declarou o andar que pretendia parar. Sempre disposto a não perder nenhuma oportunidade de falar das coisas celestiais, virou-se para o rapaz que conduzia o elevador e perguntou: "Você está destinado ao céu ou ao inferno?" "Eu não sei," respondeu surpreso o ascensorista. Quando o andar desejado chegou, o elevador parou e a porta foi aberta, mas o pregador não fez qualquer movimento para sair.

- O rapaz esperou alguns instantes e então lhe disse: "O senhor não vai? A porta está aberta.." "Assim é a porta do céu, respondeu o pregador, saindo e deixando o jovem pensativo para fazer a aplicação óbvia.

- Na semana que vem estudaremos sobre o tema “A VIDA NA ETERNIDADE: NOVOS CÉUS E NOVA TERRA”. Este será o último estudo que faremos dentro da escatologia. Não perca.

AUTOR: Pr. Josias Moura




++++++ +++++++

++++ +++++
+++ +++
+ +

+++++ +++++ +++++
++++++ ++++++ +++++++
++++++ ++++++ ++++++++
++++ ++++ ++++ ++++