sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012



A PRESENÇA INVISÍVEL
DE DEUS EM
NOSSOS PLANOS





INTRODUÇÃO:

Texto bíblico principal: Josué 2:1-24

1. Em circunstâncias desafiadoras quem não ansiou por uma palavra do próprio Deus?

2. Em circunstâncias arriscadas quem não buscou vislumbrar o poder divino ou desejou a segurança de Sua presença, sentindo, entretanto, que Ele parece ausente naquele momento?

3. Em circunstâncias difíceis Deus pode parecer distante ou indiferente; mais tarde, porém, é possível perceber como Ele esteve presente o tempo todo.

I. DEUS TRABALHA COM OS PRÓPRIOS PLANOS DOS SERES HUMANOS – Josué 2:1, 8-11, 23-24

- Josué fez um plano secreto, enviou dois espias à terra de Canaã a fim de trazer-lhe um relatório de lá antes de empreenderem a conquista.

- Enquanto o interesse de Josué era obter informações militares, Deus tinha outros objetivos: a salvação de Raabe com sua família e demonstrar a Josué que Ele já estava derrotando por antecipação àqueles que amavam o pecado.

1. Os planos humanos quando colocados nas mãos de Deus não são prejudicados: Embora Deus tivesse planos mais altos, nobres e melhores, Ele não impediu que os planos de Josué acontecessem.

2. Os planos humanos não são sabotados por Deus mesmo que não sejam exatamente como os dEle: Embora Deus tivesse planos diferentes dos planos militares de Josué, além de não impedir, Ele fez prosperar os planos de Josué juntamente com os Seus.

3. Os planos humanos, ao serem conduzidos por Deus, alcançam resultados sobrenaturais: Os planos de Deus deram aos planos de Josué um resultado muito além do que ele esperava (Josué 2:23-24).

II. DEUS PROTEGE OS QUE NELE CONFIAM QUANDO EXECUTAM ATIVIDADES DESAFIADORAS – Josué 2:2-11

- Os dois espias enfrentaram os desafios dos planos de Josué, e se não fosse a mão poderosa de Deus jamais teriam chegado ao fim da missão que eles receberam. Assim, eles testemunharam do poder de Deus em diversos momentos, dos quais extraímos as seguintes verdades para nossa vida:

1. Deus graciosamente preserva a vida daqueles que se colocam inteiramente em Suas mãos: Os espias entraram em Jericó e logo o sistema de segurança foi ativado; e, os soldados começaram logo a perseguição. Mas Deus providenciara um lugar para salvar-lhes a vida.

2. Deus guia de forma inesperada aqueles que confiam inteiramente nEle: Deus conduziu aqueles dois espias de Israel diretamente à casa de uma prostituta, a qual já havia se convertido de seus pecados e depositava sua fé no Deus de Israel.

3. Deus protege as pessoas das terríveis façanhas que homens incrédulos desejam executar: Os espias puderam testemunhar a direção, o cuidado e o poder de Deus na conversão de uma prostituta. Enquanto Deus cuidava dos dois espias providenciando uma casa segura para eles, cuidava de Raabe que havia desistido de sua herança, cultura, religião, tradições e profissão para servir ao Deus dos espias.

III. DEUS EVIDENCIA SEUS CUIDADOS ÀQUELES QUE QUEREM VER SEU PODER AGINDO – Josué 2:12-24

1. Deus revela Seu poder no cuidado de pessoas que O servem por mais tempo: Os espias experimentaram o grande poder protetor de Deus ao executar a missão que Josué os designara.

2. Deus revela Sua sabedoria em conduzir Seus servos mais experientes à casa de quem acabara de converter-se: Raabe viu a providência de Deus em sua vida na presença daqueles dois espias. Embora nova na fé, Deus não a decepcionou. Ela foi salva da destruição que sobreveio à Jericó.

3. Deus revela Seu poder àqueles que dependem dEle dando-lhes sucesso além do esperado: A mais dramática evidência do poder de Deus foi a conversão de Raabe, uma Cananéia pagã que vivia da prostituição. Outra evidência é que os espias obtiveram um relatório satisfatório para dar a Josué: Deus demonstrou Seu poder no desânimo do povo de Canaã relatado por Raabe. E, por fim, Deus preservou a vida dos dois espias até o fim da missão quando eles poderiam ter sido presos e mortos.

CONCLUSÃO:

- Há alguns provérbios divinos que encerram grandes verdades do relato do cuidado de Deus baseado em Josué 2.

Veja a seguir:

1. Primeiro princípio: “A pessoa faz os seus planos, mas quem dirige sua vida é Deus, o Senhor” (Provérbios 16:9 [NTLH]).

2. Segundo princípio: “Os passos do homem são dirigidos pelo Senhor. Como, pois, pode o homem entender o seu próprio caminho?” (Provérbios 20:24).

3. Terceiro princípio: “O Senhor nos guia no caminho que devemos andar e protege aqueles cuja vida é agradável a Ele” (Salmos 37:23 [NTLH]).

APELO:

1. Coloque sua vida nas mãos de Deus a fim de que sejas um instrumento para salvar almas do pecado.

2. Coloque seus planos nas mãos de Deus a fim de que vejas os planos de Deus dar aos teus planos sentidos mais nobres, mais elevados e mais satisfatórios.

3. Coloque tudo aos cuidados de Deus, pois Ele sabe o que é melhor para você em cada ocasião, mesmo quando há grandes desafios.


AUTOR E FONTE: Pr. Heber Toth Armí / http://portal-biblico.blogspot.com/search/label/SERM%C3%83O%20EXPOSITIVO





========================
=======================
======================
=====================
====================
===================
===================
====================
=====================
======================
=======================
========================
=========================


O CRISTIANISMO BÍBLICO
EXIGE ALTO
PADRÃO DE CONDUTA




INTRODUÇÃO:

Texto Bíblico: Colossenses 3:12-17

1. Muitos cristãos vivem de maneira bem diferente do que Cristo viveu. Seria correto?

2. Muitos que afirmam ter Cristo no coração justificam seu mau comportamento com a ideia de ser pecador. Seria justificável?

3. Muitos que se declaram cristãos esquivam-se do elevado nível do comportamento cristão alegando ser sacrificante demais viver a altura do que Cristo viveu. Seria aceitável?

Permita que a Bíblia responda estas questões, abra-a no texto supracitado.

I. AO ENTREGARMOS A VIDA A CRISTO PERDOAREMOS AOS OUTROS COMO CRISTO NOS PERDOOU – Colossenses 3:12-13

1. A graça de Deus tem poder transformador na conduta do pecador: O privilégio de ter íntima e ininterrupta ligação diária com Cristo conduz a uma vida de experiências e realizações que vai muito além do alcance de qualquer esforço humano.

2. O amor de Deus transforma radicalmente a conduta humana: Quanto mais nos entregamos ao amor de Deus mais refletiremos desse amor. Assim seremos revestidos de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão e paciência.

3. A santidade de Deus santifica as corruptas motivações humanas: Toda pessoa que aceita a Cristo se aproxima de Deus e desfruta a maravilhosa bênção da santificação das motivações e intensões. Assim quem era intolerante com as diferenças e falhas dos outros passa a suportá-las e a perdoá-las.

II. AO ENTREGARMOS A VIDA A CRISTO TEREMOS SUA PAZ ADMINISTRANDO NOSSAS EMOÇÕES – Colossenses 3:14-15

1. O amor e a paz estão ligados entre si oriundos de uma única fonte que é Cristo: Todas as características dos versos 12 e 13 podem ser reproduzidas superficialmente sem amor; porém, o amor jamais pode existir sem tais virtudes estampadas na vida. Eis aí porque o amor está acima de tudo. E, somente no coração em que reina o amor de Deus é que habitará a paz de Cristo.

2. O amor é o vínculo da perfeição, e a paz o árbitro do cristão: Quando temos o amor e a paz de Cristo, não provocamos, brigamos ou afligimos uns aos outros, mas temos paz uns com os outros. Preste atenção, pois quando a paz levanta o cartão amarelo ou vermelho é falta de amor de Cristo no coração.

3. O amor promove a paz e a união na igreja: No amor divino há o único vínculo que mantém pessoas em comunhão inquebrantável. A harmonia (paz) entre os membros da igreja é o resultado certo de Cristo habitando no coração e operando o milagre da transformação do caráter que emanam alegria e agradecimentos.

III. AO ENTREGARMOS A VIDA A CRISTO SUA PALAVRA HABITARÁ RICAMENTE NO CORAÇÃO – Colossenses 3:16-17

1. O cristão é a Bíblia dos não-cristãos: Quando a Palavra de Cristo (a Bíblia) entranhar completamente na alma seremos guiados pelos princípios eternos. Muitos nunca lerão a Bíblia, mas certamente lerão a tua vida.

2. O cristão representa Cristo para quem não O conhece: Quando Cristo habita no coração humano por meio do Espírito Santo a vida refletirá os ensinamentos de Cristo. Assim, quando a Palavra de Cristo permanece no coração viveremos com sabedoria divina, não com sabedoria humana.

3. O cristão glorifica a Deus em palavras e atitudes: O texto não diz: habite parcialmente; mas diz: “habite ricamente em vós”. Quando toda a Palavra de Cristo (Seus ensinamentos) habitar em todo nosso ser, faremos tudo em nome de Jesus, para a glória de Deus Pai.

CONCLUSÃO:

1. A pessoa que aceita completamente a Cristo em sua vida viverá totalmente diferente de quem O rejeita ou de quem O aceita parcialmente.

2. A pessoa que aceita a Cristo não tem justificativas para viver uma vida desregrada, indisciplinada e libertina; o texto nos exorta a cultivar a maravilhosa conduta de Cristo.

3. A pessoa que diz ter aceitado a Cristo e não vive o grande alvo da conduta cristã desconhece o verdadeiro poder transformador do evangelho.

APELO:

1. Aceite a Cristo completamente e suba os brilhantes degraus do tão elevado alvo da conduta cristã.

2. Aceite a Cristo corretamente e experimente o poder do evangelho a fim de que vivas conforme os princípios da Bíblia.

3. Aceite a Cristo corretamente entregando-Lhe todos os teus anseios, ansiedades e sentimentos para que as características cristãs encontrem espaço em tua alma.


AUTOR E FONTE: Pr. Heber Toth Armí / http://portal-biblico.blogspot.com/search/label/SERM%C3%83O%20EXPOSITIVO









++++++++++++++++

+++++++++++++++

==============

=============