segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012



O QUE ERA PRIORIDADE
PARA PAULO


Texto – Filipenses 3.7-11.




Introdução:

- O apostolo Paulo comunicou abertamente suas prioridades.

- Todas as coisas que tinha por troféus e todo o conhecimento do passado ele, agora, considerava como refugo a fim de ganhar a Cristo. Ele queria conhecer Cristo, experimentar o Seu poder, compartilhar e participar dos Seus sofrimentos e, por fim fazer-se igual a Ele em Sua morte. Fp 10:11.

Eis ai um homem em missão. Qual era o segredo de Paulo?

1. Paulo conseguiu perceber quais eram os empecilhos para ele: v. 7.

a) Paulo tinha deixado para traz tudo que antes considerava lucro.

b) Eram praticas que o desviava da graça de Deus.

c) Paulo optou pela renuncia por causa de Cristo.

Obs: Para nós hoje, quais são os empecilhos que nos impedem de ver prioridades?

2. Paulo considerou prioridade o conhecimento de Cristo superior a tudo,v 8

a) Paulo já tinha Cristo, mas não totalmente ainda.

b) Entendeu que a vida cristã é uma luta de fé.

c) Entendeu que o conhecimento de Cristo não é adquirido automaticamente.

Obs: Cristo é o único valor que permanece. Exige dedicação e empenho em busca.

3. Paulo descobriu o que desejava: v.9

a) Desejava ser achado Nele.

b) Paulo desejava a justiça de Deus, não a sua própria. v.9

c) Para Paulo, Jesus tornou-se sua atividade exclusiva.

4. Paulo determinou-se a conquistar o que era prioridade. V 10-11

a) O poder da ressurreição, não o poder da doutrina simplesmente.

- Porque Ele ressuscitou, eu tenho que estar aqui, tenho que obedecer, tenho que cumprir regras. Não. Eu estou aqui porque O amo, independentemente de tudo. Sou de Jesus. Estou com Jesus. Vou com Jesus. Volto com Jesus. É tudo para Jesus.

b) A comunhão de Seus sofrimentos, adquirido através de experiências com Ele negando-se a si mesmo.

Conclusão:

- Tudo isso era prioridade para Paulo. E nós, o que pensamos de nós mesmos? O que somos em Cristo Jesus?

- Podemos listar prioridades em nossa vida como Paulo e estreitar nosso relacionamento com o Mestre e Sua grande causa. Certamente nos dará muito prazer em caminhar em um Reino que é de Paz, de Amor e de Justiça vivido no Poder do Espirito Santo.

Que Deus nos abençoe em Nome do Senhor Jesus. Amem.


AUTOR: Obreiro, Joaquim Felipe Rocha- 20/03/2011.






++++++
+++++++
++++++++
+++++++++
++++++++++
+++++++++++
++++++++++++
+++++++++++++
+++++++++++++
++++++++++++
+++++++++++
++++++++++
+++++++++
++++++++
+++++++
++++++
+++++
++++


O TEMPO DO HOMEM E
O TEMPO DE DEUS


Romanos 13.11-14




- Dois relógios controlam a nossa vida: um cronológico, humano, que nos faz agir na história, que cumpre o ciclo natural da vida e está muito ligado ao que Salomão nos ensina em Eclesiastes 3.1-8:
- O segundo tempo é chamado aqui por Paulo de “kairos” – o tempo de Deus na história do homem. Assim, enquanto estamos vivendo o nosso cronos, Deus está implantando o seu kairos, o seu tempo. A agenda de Deus aos poucos vai penetrando a agenda da humanidade.

- Paulo então exorta os crentes a conhecerem este tempo de Deus quando diz: vós que conheceis o tempo (v.11).

E o que Deus quer que saibamos neste seu tempo? O que na agenda de Deus deve nos chamar a atenção? O que o relógio de Deus está nos dizendo?

I - É TEMPO DE DESPERTAMENTO ESPIRITUAL

- O tempo dos gentios está se findando. É chegado o tempo da concretização da salvação dos filhos de Deus. Então, diz Paulo, devemos nos despertar e aproveitar a oportunidade, conforme nos ensina em 2 Co. 6.2.

- A última coisa que devemos fazer neste tempo é dormir. Muitos homens foram negligentes por dormirem na hora errada:

- Sansão teve seus cabelos cortados e perdeu sua força;

- Jonas, por sua desobediência, trouxe tormenta aos que estavam no barco com ele.
Os discípulos foram repreendidos por dormirem e não intercederem com Jesus no jardim do Getisêmani;

- Enquanto os trabalhadores que deviam vigiar o campo, dormiram; o diabo semeou o joio junto ao trigo;

- Sísera foi morto por Jael, enquanto dormia.

- Diante de um mundo que se perde não devemos ser indolentes e dormir.

- Se observarmos o calendário de Deus devemos trabalhar enquanto é dia, pois a noite vem onde ninguém pode trabalhar mais (João 9.4).

- Estamos no calendário de Deus mais tarde do que imaginamos:

“Eu creio que Jesus está à porta. Creio que a trombeta já vai tocar. Cristo voltará em breve e é apenas a mão controladora do Deus Todo Poderoso e o Espírito Santo que mantém as portas do mal fechadas da forma com estão. Oro para que o Espírito Santo nos desperte” Adrian Rogers.

- O que seria este “dormir” hoje em dia?

- Penso que somos os trabalhadores da última hora, conforme Jesus nos ensina em Mateus 20. 1-16. Devemos agir como os últimos missionários e evangelistas. Não é possível, como Jonas, dormir em um tempo assim.

II - É TEMPO DE ABANDONAR O PECADO.

- Em um tempo como este deve haver da nossa parte uma forte resistência ao pecado. A sonolência espiritual nos leva uma vida pecaminosa.

- Neste convite para abandonar o pecado, Paulo cita alguns, que, segundo ele, representa a todo e qualquer outro.

- Vejam como esta lista de Paulo mostra a gravidade de pecados que seriam praticados nos últimos dias e que os salvos devem tomar cuidado para não praticá-los também:

Orgia – Que é o pecado do excesso de banquete e de comida. Talvez por inferência possamos entender este pecado com o consumismo, a luta para se ter mais do que o que de fato precisa.

Bebedices – Na maioria das vezes onde há excesso de comida e a prática da glutonaria, a bebedice está presente. Como tem sido comum, mesmo em ambientes e famílias cristãs, a presença de bebida alcoólica. Como alguns vão cedendo a esta prática. Devagarzinho o mundo vai entrando em nossos lares.

Impudicícias e Dissoluções – Paulo está fazendo alusão é a relação sexual ilícita, antes ou fora do casamento, bem como a comportamento sexual licencioso e inadequado.

Contendas – Paulo está combatendo os vícios de natureza político-eclesiásticas. São pecados que envolvem ódio pessoal, discórdia, desarmonia e coisas semelhantes.

Ciúmes – Este sentimento de querer o lugar e a posição do outro muito afeta a igreja de Jesus nestes últimos dias.

- É assustador como hoje parece não haver em muitos um senso de vergonha. Temos toda uma geração de pessoas que cometem imoralidades e não se envergonham, a exemplo do que escreveu Jeremias:

Jeremias 6.15 - “Serão envergonhados, porque cometem abominação sem sentir por isso vergonha; nem sabem que coisa é envergonhar-se. Portanto, cairão com os que caem; quando eu os castigar, tropeçarão, diz o SENHOR.”

- Paulo então nos orienta: abandonemos estes ou outros pecados. Tiremos esta roupa suja do mundo.

- O escritor sagrado nos dá uma orientação muito segura de como podemos viver de maneira consagrada: Andemos dignamente como em pleno dia (v.13).

- Para fazer um contraste dos pecados citados que na maioria das vezes são praticados à noite, escondidos dos holofotes, Paulo nos orienta a viver de uma maneira tão digna, tão honrosa, que o que fazemos pode ser feito à luz do dia, na presença de qualquer pessoa, que não nos envergonhará. Se criarmos o hábito de não nos escondermos para pecar, mas viver na limpidez da luz solar, viveremos mais condignamente com o Senhor.

- Quanto mais nos envolvemos com os prazeres que o pecado nos proporciona, mais esqueceremos o sentido de urgência que este tempo nos impõe. O inimigo de nossas almas é hábil em adoçar a nossa boca com os prazeres do mundo. Assim nos desviamos da missão que temos nestes dias que antecedem a vinda do Senhor Jesus.

Paulo nos advertiu quanto a isso: 1 Ts 5. 2-4.

III - TEMPO DE SE REVESTIR DO SENHOR JESUS

- O nosso modelo de comportamento neste tempo de Deus não deve se adequar ao mundo, mas ao Senhor Jesus.


- Paulo nos orienta a não permitirmos que nos enquadremos no modelo do mundo:

Rm 12. 1-2.
1.Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.

2.E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

O contrário de um comportamento inadequado é o comportamento que olha para Jesus como o modelo. Nunca seremos como Ele, mas O teremos sempre como o alvo a ser seguido, como nos informa o autor aos Hebreus:

Hb 12. 1-2.
1.Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta,

2.olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus.

- Já nos revestimos de Cristo na conversão (Gl 3.22), agora nos revestimos dia a dia, tomando a sua capa, calçando as suas sandálias, e vivendo como se Ele agisse por meio de nós e em nós.

- Quem vive na expectativa da volta de Jesus precisa ser parecido com Ele para que o mundo tenha o mínimo de esperança em conhecê-lo melhor. Nós somos a Bíblia do mundo.

- Revestir-se de Jesus é se revestir de seu ensino, como se veste um adorno, e também, como um soldado, tomar toda a armadura de Deus, tão bem descrita por Paulo em Efésios 6.13-18.

13- “Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis.

14- Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade e vestindo-vos da couraça da justiça.

15- Calçai os pés com a preparação do evangelho da paz;

16- embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno.

17- Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;

18- com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e para isto vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos.”

CONCLUSÃO

- Podemos deixar o templo nesta noite com sensação de que o que ouvimos não tem nenhuma relevância, que não faz parte do nosso mundo real, do nosso tempo cronológico. Já amanhã, nada do que foi falado aqui terá qualquer efeito prático na nossa vida.

- Mas, se fizermos assim, nos assemelharemos aos que amam tanto os prazeres, a orgia, a bebedice, a glutonaria, os pecados sexuais, a contenda e a inveja, e como estas pessoas, com seus hábitos noturnos, dormiremos o sono da indolência e do pecado.

- A Palavra de Deus é contundente: Já é hora de vos despertardes do sono (v.11).

“Onde você acha que nós estamos como igreja e como cristãos individualmente? Paulo fez soar o alarme no primeiro século, e nós também precisamos fazer soar o alarme hoje. Já se faz tarde, a noite já vai alta. Logo Ele virá com o som da trombeta. É melhor fazermos agora aquilo que pretendemos fazer por Jesus.
A vida é curta demais. A eternidade é longa demais. As almas são preciosas demais. O Evangelho é maravilhoso demais para estarmos dormindo o tempo todo. Você já ouviu o alarme. Agora você pode virar-se para o lado e dormir, ou levantar-se, abandonar o pecado, vestir a roupa de Jesus e agir.”
Adrian Rogers.


AUTOR: Pr. Luiz César Nunes de Araújo







####################
###################
##################
#################
################
#################
##################
###################
####################