terça-feira, 24 de janeiro de 2012



Olhando a eternidade
com os olhos de Deus


SEJA BEM-VINDO A ETERNIDADE





Introdução

- Você foi feito para a eternidade. Deus pôs em nosso coração o anseio pela eternidade (Ec 3.11).

- A eternidade sem Deus é um lugar de tormento consciente (Lc 16.19-31). Mas podemos escolher a eternidade com Deus. Ela está a um passo desta vida (Lc 23.43).

- Nesta vida temos muitas opções, mas a eternidade só nos oferece duas: céu ou inferno. A ida para a eternidade requer um preparo no presente (Lc 12.13-21).

1) Encare a morte com realismo.

- Devemos lembrar sempre que esta vida é como a primeira página de um livro que será escrito na eternidade.

- É como se aqui fosse o período que passamos no ventre materno. Quando nascemos, entramos na eternidade.

"Nós nascemos ontem e não sabemos nada. Nossos dias na terra não passam de uma sombra" (Jó 8.9). Por isso, "é melhor ir a uma casa onde há luto do que a uma casa em festa, pois a morte é o destino de todos; os vivos devem levar isso a sério!" (Ec 7.2).

2) Viva olhando para a eternidade.

- Se devemos encarar a morte com realismo e o tempo de nossa vida é tão rápido, então é sabio viver à luz da eternidade. Isso influencia nossa vida familiar, nossos sentimentos, nossos bens, e tudo mais (1 Co 7.29-31).

- Nosso corpo é comparado a uma tenda frágil e temporária. Mas na eternidade receberemos e viveremos num edifício eterno (2 Co 5.1).

3) A eternidade muda seus valores.

- Tudo muda quando consideramos esta vida sob o prisma da eternidade. O que era lucro passa a ser considerado como perda, por causa de Cristo (Fp 3.7).

Conclusão:

- Devemos viver cada dia nos preparando para o último dia. E o único preparo seguro para a eternidade com Deus que nos livra do juízo, é confiar em Jesus como nosso Salvador, pois somente ele é o caminho, a verdade, e a vida.

- Ninguém vai ao Pai se não for por ele (Jo 5.24; 14.6). Não temos aqui nenhuma morada permanente, mas aguardamos a que virá (Hb 13.14).

- Quem tem essa esperança, procura viver em santidade (1 Jo 3.3).

AUTOR: Antonio Francisco / http://mensagensbiblicas.blogs.sapo.pt/






++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++
++++++++++++++++++
+++++++++++++++++
++++++++++++++++



SEMENTES ESTRANHAS

NO MEIO DO TRIGO




A. A parábola do trigo e joio é bem atual, pois ninguém pode negar a intensidade e a velocidade do crescimento da Igreja neste século.
B. E o crescimento do joio vêm junto com o crescimento do trigo.

- E explica uma série de coisas esquisitas que estão acontecendo no meio da igreja ao redor do mundo.

(Mateus 13:24) - Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo;

(Mateus 13:25) - Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se.

(Mateus 13:26) - E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio.

(Mateus 13:27) - E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu, no teu campo, boa semente? Por que tem, então, joio?

(Mateus 13:28) - E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?

(Mateus 13:29) - Ele, porém, lhes disse: Não; para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele.

(Mateus 13:30) - Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro.

1. O autor da denúncia da triste mistura do trigo com o joio é o próprio Senhor da Seara.

Há dois mil anos Jesus Cristo ensinou:

2. "O Reino dos céus é como um homem que semeou boa semente em campo. Mas, enquanto todos dormiam, veio o seu inimigo e semeou o joio no meio do trigo e se foi. Quando o trigo brotou e formou espigas, o joio também apareceu".

3. O problema é de âmbito mundial, pois o campo onde as duas sementes foram lançadas é o mundo.

(Mateus 13:36) - Então, tendo despedido a multidão, foi Jesus para casa. E chegaram ao pé dele os seus discípulos, dizendo: Explica-nos a parábola do joio do campo.

(Mateus 13:37) - E ele, respondendo, disse-lhes: O que semeia a boa semente, é o Filho do homem;

(Mateus 13:38) - O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno;

(Mateus 13:39) - O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos.

(Mateus 13:40) - Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo.

(Mateus 13:41) - Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo, e os que cometem iniqüidade.
(
Mateus 13:42) - E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes.

4. Não tem como negar nem como escapar.

- Quanto mais trigo, mais joio. A quantidade de joio é proporcional à quantidade de trigo. Sempre foi assim.

- Enquanto alguns se dão ao trabalho de semear o trigo, outros se dão ao trabalho de semear o joio. Ambos os semeadores são incansáveis. A extensão do trigo provoca a extensão do joio.

5. A separação é certa, mas não exatamente agora.

- O trigo e o joio precisam amadurecer primeiro. Então, na colheita de um e de outro, no fim desta era de mistura e de confusão, os encarregados da colheita separarão o joio do trigo, com a facilidade com que o pastor separa as ovelhas dos bodes.

I – O TRIGO É AQUELE QUE ARMAZENA A PALAVRA DENTRO DE SI

a. (Mateus 13:38) - O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno;

(Colossenses 3:16) - A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao SENHOR com graça em vosso coração.

b. Jesus está comparando sua vida e a vida de seus discípulos a um grão de trigo. O trigo é símbolo da Palavra de Deus. O trigo carrega dentro de si a Palavra de Cristo:

(João 15:3) - Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado.

(João 15:7) - Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.

c.Quando Jesus caminhou com seus discípulos, Ele os alimentou com Sua Palavra.

- Ele ministrou a Palavra de Deus durante três anos. Quando o Espírito Santo desceu sobre os discípulos, eles estavam cheios da Palavra e então se espalhou o verdadeiro fogo de Deus.

- Quando uma pessoa recebe o fogo do Espírito, mas não está cheia da Palavra, o fogo não dura muito tempo.

II - O DIABO É QUEM SEMEIA O JOIO NO MEIO DA IGREJA

(Mateus 13:25) - Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se.

(Mateus 13:39) - O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos.


1. Isto significa que há crentes verdadeiros e falsos crentes, falsos mestres, falsos profetas, falsos apóstolos e falsos cristos.

2. A falsidade esta temporariamente escondida atrás de uma capa bonita e atraente, atrás da capacidade de profetizar, da capacidade de expelir demônios e da capacidade de fazer milagres. Mas tudo isso vai ser desmascarado um dia.

3. O Senhor deixou claro que o joio causa escândalos e vive na iniqüidade.

(Mateus 13:41) - Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo, e os que cometem iniqüidade.

4. Há trigo onde não se esperava que houvesse. Há joio no meio de grupos aparentemente mais espirituais e mais avivados.

5. Não pode haver uma colheita precipitada do joio por causa do risco de se cometer uma injustiça contra o trigo.

- Só Deus conhece o verdadeiro trigo e o verdadeiro joio. A separação é certa, o trigo e o joio precisam amadurecer primeiro. Então, na colheita de um e de outro, no fim desta era, os encarregados da colheita separarão o joio do trigo.

AUTOR: Pr. Maucir Lehn





++++++++++++++++++++
=====================
#######################