terça-feira, 17 de janeiro de 2012



O SEGREDO DOS
BEM-SUCEDIDOS





INTRODUÇÃO

- Esta é a penúltima, de uma série de cinco mensagens relacionadas com o desafio da mudança.

- A PIB se prepara para uma nova e desafiadora jornada no “lugar dos nossos sonhos”. Por isso, pedimos que Deus nos fale através destas mensagens.

Por que mudar?
Porque temos uma visão clara
Porque temos uma missão clara
Porque Deus nos concedeu tempo, talentos e tesouros
Porque temos um testemunho a dar
Porque há muito trabalho a realizar.

A resposta correta aos opositores
Confie em Deus
Continue trabalhando
Reafirme as promessas de Deus.

Hoje o tema é:

O SEGREDO DOS BEM-SUCEDIDOS

- O muro ficou pronto no vigésimo quinto dia de elul, em cinqüenta e dois dias.
Neemias 6.15

- Vamos continuar com a história de Neemias, no Antigo Testamento.

- Qual era o segredo de Neemias? Como pôde levantar, em 52 dias, os muros que ficaram, por décadas, derrubados e descuidados? Ele não se deu por vencido! Continuou trabalhando até terminá-lo.

- Como vimos na semana passada, Neemias enfrentou grande oposição contra a reconstrução da muralha. Agora chegamos ao capítulo seis do livro, faltando apenas colocar as portas. O muro estava quase terminado. Os inimigos de Neemias estavam ficando desesperados.

- Quando Sambalate, Tobias, Gesém, o árabe, e o restante de nossos inimigos souberam que eu havia reconstruído o muro e que não havia ficado nenhuma brecha, embora até então eu ainda não tivesse colocado as portas nos seus lugares, 2 Sambalate e Gesém mandaram-me a seguinte mensagem: "Venha, vamos nos encontrar num dos povoados da planície de Ono". Eles, contudo, estavam tramando fazer-me mal; 3 por isso enviei-lhes mensageiros com esta resposta: "Estou executando um grande projeto e não posso descer. Por que parar a obra para ir encontrar-me com vocês?" 4 Eles me mandaram quatro vezes a mesma mensagem, e todas as vezes lhes dei a mesma resposta. Neemias 6.1-4

PARA SER BEM-SUCEDIDO VOCÊ PRECISA...

I. FUGIR DAS DISTRAÇÕES

- Sambalate, Tobias e Gesém tentaram desviar Neemias. Sugeriram que se celebrasse uma conferência de paz. Que tinha isso de mal? Neemias, porém, estava atento. “Estou levando a cabo um projeto, e não posso desistir”. Estava decidido a não se deixar distrair enquanto não terminasse os muros.

- O tempo das discussões já passou. Agora é tempo de avançar, de trabalhar. Muitos projetos não terminam nunca porque vão para uma comissão e param ali. A burocracia amarra o progresso. Evite-a, se for possível.

- Neemias percebeu a ameaça. Se fosse reunir-se com eles, poderia ser seqüestrado. Percebeu as más intenções.

- O principal é manter como principal o que é principal.

- Neemias terminou em tempo recorde porque não permitiu que nada o distraísse. Manteve os olhos fixos em sua meta. Quatro vezes trataram de deter ou atrasar seu trabalho. Em cada uma daquelas vezes, ele disse “não”.
II. RESISTIR A DIFAMAÇÃO

5 Então, na quinta vez, Sambalate mandou-me um dos seus homens de confiança com a mesma mensagem; ele tinha na mão uma carta aberta 6 em que estava escrito: "Dizem entre as nações, e Gesém diz que é verdade, que você e os judeus estão tramando uma revolta e que, por isso, estão reconstruindo o muro. Além disso, conforme dizem, você está na iminência de se tornar o rei deles, 7 e até nomeou profetas para fazerem em Jerusalém a seguinte proclamação a seu respeito: 'Há um rei em Judá!' Ora, essa informação será levada ao rei; por isso, vamos conversar". 8 Eu lhe mandei esta resposta: Nada disso que você diz está acontecendo; é pura invenção sua. 9 Estavam todos tentando intimidar-nos, pensando: "Eles serão enfraquecidos e não concluirão a obra". Neemias 6.5-9ª

- Tentaram caluniar Neemias; desacreditá-lo. “O que acontece é que você quer levantar um império e ainda está se rebelando contra o rei”, o acusaram. Agitaram rumores e suspeitas contra Neemias.

- Se você tem grandes metas, vão criticá-lo. Os fracassados odeiam o sucesso.

- Jesus foi o homem mais falsamente acusado da história. Como ele respondeu aos que o caluniaram? Como ele nos pede para reagirmos diante das calúnias?

11 "Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa, os insultarem, os perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês. 12 Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a sua recompensa nos céus. Mt 5.11-12a

- Você sabia que cada vez que calunia alguém está fazendo a obra do Diabo?



- A palavra “Satanás” significa “caluniador”. Este é o trabalho dele. Ele é o acusador dos santos.

- Alguma vez você teve de suspender o trabalho que estava fazendo para se defender, porque alguém o criticou? Neemias disse: não vou cair nessa armadilha. Não vou deixar que me façam desanimar e colocar tudo a perder.
- O que Neemias fez foi orar. “E agora, Senhor, fortalece as minhas mãos”. Ele não cedeu diante das distrações e nem da difamação. Sabia o que o inimigo tinha em mente, e não estava disposto a ceder.

Para ser bem-sucedido você precisa...

III. VENCER O MEDO

10 Um dia fui à casa de Semaías, filho de Delaías, neto de Meetabel, que estava trancado portas adentro. Ele disse: "Vamos encontrar-nos na casa de Deus, no templo, a portas fechadas, pois estão querendo matá-lo; eles virão esta noite". 11 Todavia, eu lhe respondi: Acha que um homem como eu deveria fugir? Alguém como eu deveria entrar no templo para salvar a vida? Não, eu não irei! 12 Percebi que Deus não o tinha enviado, e que ele tinha profetizado contra mim porque Tobias e Sambalate o tinham contratado. 13 Ele tinha sido pago para me intimidar, a fim de que eu cometesse um pecado agindo daquela maneira, e então eles poderiam difamar-me e desacreditar-me. 14 Lembra-te do que fizeram Tobias e Sambalate, meu Deus, lembra-te também da profetisa Noadia e do restante dos profetas que estão tentando me intimidar. Neemias 6.10-14

- Os obstinados inimigos tentam assustar Neemias. Querem que ele acredite que sua vida corre perigo. Compram ao sacerdote Semaías, amigo de Neemias, e fazem com que ele diga a Neemias que existe um complô para assassiná-lo. A única maneira de estar seguro seria se ele se escondesse no Lugar Santíssimo do Templo. Neemias respondeu: “não me esconderei”(v.11).

- Homens de Deus não saem fugindo. Ele sabia que havia outros observando suas reações.

- Neemias soube que aquele conselho não vinha do Senhor. Ele tinha discernimento. “Percebi que Deus não o tinha enviado”(v.12).

- Precisamos estar em comunicação constante com Deus para que ninguém nos engane com uma “mensagem secreta de Deus”. De vez em quando alguém marca um encontro comigo para apresentar um novo projeto para PIB Jacareí. Recentemente mesmo eu recebi uma proposta (bem intencionada), mas a minha resposta foi: “Deus não me disse nada sobre isso”. É claro que se Deus tem um plano novo para esta igreja, estou a disposição para ouvi-lo.

- Se Neemias corresse para esconder-se no templo, poria em perigo sua integridade. Era contrário à lei que alguém que não fosse sacerdote entrasse no Lugar Santíssimo. O castigo para quem quebrasse a lei era a morte. Ele sabia disso.

- Nunca permita que o medo o faça quebrar as leis de Deus. Isso é precisamente o que os seus inimigos querem que você faça. Se não podem assustá-lo para que renuncie a tudo, vão tentar pressioná-lo para que desobedeça a Deus, e assim perca a sua eficácia.

- Quando o inimigo não pode deter o projeto, lança-se para matar. Põe o líder na mira, como vemos no capítulo 6 de Neemias. Tudo se edifica ou derruba com a liderança. O inimigo faz todo o esforço para neutralizar o líder (na família, escola, negócios, ministério, igreja). Tudo se levanta ou cai com o líder.

- Quando Satanás quer deixar uma igreja aleijada, ataca seus líderes. Não apenas a equipe pastoral. Persegue também os líderes leigos.

- Uma das lições básicas de Neemias é que os líderes são essenciais em todo projeto. Com os líderes de que necessitavam, conseguiram em 52 dias o que durante 80 anos as pessoas haviam dito que não era possível fazer.

Para ser bem-sucedido você precisa...

IV. UM PROPÓSITO MOTIVADOR

- Você precisa de um propósito que lhe impulsione. Uma meta, um objetivo, um sonho. Foi o que capacitou Neemias para resistir às distrações, quando seus inimigos lhe sugeriram que descansasse do seu trabalho por um momento.

- Neemias era um homem resolvido. Sua capacidade de concentração foi uma das razões primordiais pelas quais os que estavam edificando os muros lograram o impossível em apenas 52 dias. Ele sabia manter no posto principal o que era principal.

- Qual o propósito que impulsiona a sua vida? O que é que lhe tira da cama todos os dias? O que é que lhe motiva a viver o resto de sua vida? Precisa se algo mais do que o desejo de fazer dinheiro.

- Enquanto não descobrir um propósito que impulsione sua vida, tudo o que você está fazendo é existir. Neemias disse: “Tenho um grande projeto!” O que você diz?

- Quando você dá seu tempo para algo, você está investindo sua vida nisso. A vida dos grandes homens é produzida por um compromisso com uma grande causa.

- Desafio você ao maior dos propósitos que impulsionam sua vida, a maior das causas pelas quais você pode entregar sua vida - o Reino de Deus. Não existe melhor maneira de investir sua vida. O Reino de Deus vai durar por toda a eternidade. A maior parte das coisas com que gastamos tempo não dura nem vinte anos.

- Infelizmente, são muitas as pessoas que se desviam do seu propósito. O refrão diz: “Ao que não está firme em algo, qualquer coisa o derruba” ou “quem não sabe para onde vai, qualquer lugar serve”. Propósito motivador.

Para ser bem-sucedido você precisa...

V. UMA VIDA DE ORAÇÃO CONTÍNUA

- Quase podemos qualificar Neemias de viciado em oração. Sua primeira reação diante de qualquer coisa era orar. O que quer que acontecesse, isso era a primeira coisa que ele fazia.

- Quando estiverem difamando você, também é isso a primeira coisa que deve fazer. Em lugar de se incomodar com a pessoa, fale com Deus.

- Neemias não ficou na defensiva, nem tão pouco se vingou quando seus inimigos começaram a levantar falsas acusações contra ele. Limitou-se a dizer: “isto não é correto”. Você não precisa montar uma grande defesa. Apenas diga: “Não é correto”, e depois vá e fale com Deus.

- Na vida, sempre estamos fazendo uma coisa ou outra. Ou bem oramos, ou bem nos desanimamos. Quando estamos sob pressão, oramos ou entramos em pânico. Precisamos de uma vida de oração contínua.

Para ser bem-sucedido você precisa...

VI. UMA PERSEVERANÇA INTRÉPIDA

- Uma das grandes chaves de todo sucesso é a capacidade para seguir em frente. Seguir fazendo o que Deus quer que façamos. É não desanimar, a despeito das batalhas e das circunstâncias.

- A coragem não consiste na ausência de temor. A coragem consiste em seguir adiante, apesar do temor.

- Neemias disse: “Não vou sair fugindo. Admito que estou assustado; tenho medo. Mas estamos chegando à meta final. Tudo o que falta fazer é apenas colocar as portas. Sei que querem me matar, mas vou seguir em frente apesar do medo. Neemias tinha uma perseverança intrépida.

- Como você sabe que tem medo? Você tem medo quando sente um insaciável desejo de fugir: do seu trabalho, do seu casamento, de uma relação, de casa, e tudo isso porque você tem medo de não poder enfrentar as situações.

- Até que ponto você é perseverante na hora de cumprir a vontade de Deus? Você se mantém firme na decisão de seguir Jesus cem por cento, não importa o que aconteça, nem o preço a ser pago?

- Coragem é sinônimo de fé. Ser corajoso significa estar disposto a correr risco. Isso foi o que Neemias fez. Se você quer caminhar sobre a água, precisa descer do barco. Você tem de arriscar e, algumas vezes, isso significa que você precisará dar um primeiro passo de fé.

Para ser bem-sucedido você precisa...

VII. UMA CONSCIÊNCIA LIMPA

- Neemias era um homem íntegro. Sabia lidar muito bem com o sucesso. A maioria de nós lida melhor com os fracassos que com os sucessos.

- Mas os governantes anteriores, aqueles que me precederam, puseram um peso sobre o povo e tomavam dele quatrocentos e oitenta gramas de prata, além de comida e vinho. Até os seus auxiliares oprimiam o povo. Mas, por temer a Deus, não agi dessa maneira.
Neemias 5.15

- Neemias havia sido nomeado governador daquela região pelo rei da Pérsia, o homem mais poderoso do seu tempo. Isso o tornava no homem mais poderoso da Judéia. Podia fazer o que quisesse, acumulando fortuna, sem prestar contas a ninguém. Mas ele era íntegro. Foi generoso com os pobres e ajudou a acabar com as injustiças, por isso tinha a consciência limpa.

- Quando alguém triunfa, há três coisas que acompanham o sucesso: o poder, o prestígio e os privilégios. E é fácil sentir-se tentado a abusar dessas três coisas. Neemias resistiu por reverência a Deus. Era um líder com uma consciência limpa.

CONCLUSÃO

Você deseja ser bem sucedido? Quer uma igreja bem sucedida?

Fuja das distrações
Resista à difamação
Vença o medo
Tenha um propósito motivador
Viva continuamente em oração
Persevere com intrepidez
Mantenha uma consciência limpa.



AUTOR: Pr. Luiz Sanches / Pastor Sênior






++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++
++++++++++++++++++
+++++++++++++++++
++++++++++++++++
+++++++++++++++
++++++++++++++
+++++++++++++
+++++++++++
++++++++++


O Abuso do Nome
do Senhor




Introdução

- O modo como usamos o nome de uma pessoa revela o que pensamos a respeito dela e o modo como usamos o nome de Deus é um dos mais claros reflexos de sua reputação em nossa cultura.

“Não tomarás em vão o nome do SENHOR, o teu Deus, pois o SENHOR não deixará impune quem tomar o seu nome em vão.” (Êxodo 20.7)

- Falar o nome de Deus em vão é uma prática que rouba as pessoas das bênçãos completas de Deus em suas vidas, e entristece o Espírito Santo. E se torna mais assustador ainda porque é cometido diariamente, geralmente várias vezes no mesmo dia.

Veja o significado do nome Jesus no dicionário:

Jesus: (vulg.) Exclamação. Surpresa, impaciência etc. [2] Nome do fundador da religião cristã em 30d.C.

- O dicionário registra como primeiro uso do nome Jesus o sentido vulgar do termo, uma exclamação que expressa surpresa e impaciência.

- Tomar o nome do Senhor em vão significa: usar o nome de Deus desnecessariamente, gratuitamente, sem razão. E é o que o cristão mais faz na atualidade.

Veja:

- Nosso Deus, eu não acredito no que o governo fez!
- Pelo amor de Deus, pára de gritar, meu filho!
- Nosso Deus do céu, eu não pago este valor, de jeito nenhum!
- Jesus Cristo, mas hoje está muito quente mesmo, né?
- Meu Deus, isso doeu demais
!

Atualmente o nome de Deus é usado de várias formas. Vejamos:

I. Afirmações distorcidas


- Por toda a história do mundo pessoas unem o nome de Deus a seus interesses pessoais e a reivindicar o endosso dele para o que fazem.

- Ataques terroristas – Pessoas que planejam e executam ataques terroristas em nome de Deus.

- As Cruzadas – cristãos que mataram milhares de mulçumanos em nome de Deus.

- Por isso, não nos surpreendemos com o fato de que muitas pessoas, observando que uma grande parte da violência no mundo parece estar associada ao nome de Deus, concluem que ele é o responsável por tudo.

II. Afirmações conflitantes

- O nome de Deus é usado em apoio a afirmações tão obviamente contraditórias que um crescente número de pessoas já desistiu por completo da esperança de conhecer a verdade sobre Deus.

- Uma pessoa que não acredita em Deus chegou para um religioso e disse: vocês são todos iguais! Os evangélicos dizem que se eu não crer em Jesus irei para o inferno! Os judeus dizem que, se eu crer em Jesus irei para o inferno. Os católicos dizem que, se eu não crer no papa, irei para o inferno!

- Num mundo de afirmações conflitantes em que tantas pessoas usam o nome de Deus, muitos dizem: “Nem todos estão certos, e talvez ninguém esteja, então seguirei o que me agrada”.

- Esse foi o problema de Pilatos. Os líderes judeus diziam que Jesus havia proferido blasfêmia contra Deus porque afirmava ser seu Filho. Pilatos era um político romano e concluiu que, numa situação dessas, simplesmente não havia jeito de saber quem estava certo.

“Que é a verdade?”, perguntou Pilatos. Ele disse isso e saiu novamente para onde estavam os judeus, e disse: “Não acho nele motivo algum de acusação.” (João 18.38)

- O que uma pessoa comum pode fazer diante das muitas afirmações conflitantes que são feitas para defender o nome de Deus? Como sabermos em quem devemos crer e se, de fato, temos de crer em alguém?

III. Afirmações vazias

- Tomar o nome de Deus em vão também é uma questão interna da igreja.

- Enormes prejuízos têm penalizado a causa de Cristo: Padres pedófilos que pregam em nome de Deus e, contudo, provocam tanta dor e devastação a seres tão vulneráveis!

- De modo também deplorável, muitos casos do uso indevido do nome de Deus se refletem nas igrejas evangélicas em que o comportamento de líderes torna o nome de Cristo profundamente indesejável para muitos.

- Com bastante freqüência, o nome de Deus está vinculado a falsas promessas de saúde e riqueza ou uma vida de satisfação e realizações. O evangelho tem sido empacotado e comercializado num apelo vergonhoso à arrogância e ao egocentrismo dos homens; o resultado é que um grande número de adolescentes e jovens chega a conclusão de que o cristianismo é muito egoísta para ser verdade.

- Quando os cristãos usam o nome de Deus de qualquer forma demonstra que o mesmo não é importante! Se o nome de Deus não tem importância na vida dos cristãos que professam seu amor por ele, como terá na vida daqueles que não o conhecem?

IV. Afirmações presunçosas

- O uso impróprio mais comum do nome de Deus entre os evangélicos é a presunção no modo com que frequentemente fazem declarações com respeito à sua direção, proclamando que “o Senhor me guiou”, ou “o Senhor me disse”.

- Deus pode fazer o que quiser e eu não tenho dúvidas que ele pode falar diretamente com alguém!

- Entretanto, devemos ser cuidadosos quanto ao uso do nome de Deus para endossar nossas próprias idéias, que podem, por sua vez, estarem equivocadas.

- Afirmações que sugerem um caminho direto para o céu, no qual o Todo-Poderoso pessoalmente nos conduz de tal modo que passamos a conhecer a mente de Deus além de todas as sombras de dúvidas, é presunção.

- Isso não quer dizer que não podemos ouvir outros cristãos, mas sim que precisamos observar o que diz a Palavra de Deus (Bíblia) a respeito do assunto.

- O uso do nome de Deus por pessoas com o intuito de confirmar suas próprias idéias é pura exploração e torna-se uma forma de chantagem espiritual. É uma ofensa a Deus e um pecado que ele não considera superficial.

- Aqueles que buscam seguir a Cristo orarão por suas decisões e aplicarão a Palavra de Deus à suas vidas.

(...) para discernirem o que é melhor, a fim de serem puros e irrepreensíveis até o dia de Cristo.(Filipenses 1.10)

- Certamente é mais honroso para Cristo e mais apropriado para o espírito de humildade dizer”quando descrevemos nossas experiências de direcionamento: “Eu creio que o Senhor tem me guiado”, ou “Eu sinto que o Senhor tem me conduzido”.

Com o nome do Senhor não se brinca!

- Deus não se associa com aqueles que tomam o seu nome em vão.

- Então o SENHOR me disse: “É mentira o que os profetas estão profetizando em meu nome. Eu não os enviei nem lhes dei ordem nenhuma, nem falei com eles. Eles estão profetizando para vocês falsas visões, adivinhações inúteis e ilusões de suas próprias mentes”. (Jeremias 14.14)

- Jesus também falou sobre como no último dia ele mesmo se desassociaria pública e permanentemente dos que usaram seu nome de forma indevida!

“Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?’ Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal! (Mateus 7.21-23)

- Observe como Jesus ressalta que muitas pessoas usarão seu nome para seus próprios fins e que, no último dia, ele as rejeitará.

Exemplo: abrindo uma franquia McDonald’s.

- Você não pode usar o nome McDonald’s para defender seus próprios interesses. Da mesma forma, não pode usar o nome de Deus.

- Não falar o nome de Deus em vão é um princípio imutável.

- O rei Davi chegou até a chamar de ímpias e inimigas e a odiar as pessoas que usam o nome do Senhor em vão.

- Quem dera matasses os ímpios, ó Deus! Afastem-se de mim os assassinos! Porque falam de ti com maldade; em vão rebelam-se contra ti. Acaso não odeio os que te odeiam, SENHOR? E não detesto os que se revoltam contra ti? Tenho por eles ódio implacável! Considero-os inimigos meus! (Salmos 139.19-22)

- Davi reprovava as pessoas que falavam o nome de Deus em vão! E Deus tinha um amor especial por Davi exatamente por atitudes como essa.

- Talvez você esteja pensando: mas isso faz parte da lei do Antigo Testamento, e não vivemos mais debaixo da lei, mas na era da graça, do Novo Testamento.

- É verdade! Mas deixar de usar o nome do Senhor em vão é um princípio imutável, que está relacionado com a natureza de Deus e a forma que devemos interagir com Ele, e não apenas com a Lei de Moisés.

- O próprio Senhor Jesus ensinou repetidas vezes esse mesmo preceito, em seu ministério. Quando ensinou como deveríamos orar, na oração do Pai Nosso, preste atenção no que falou sobre o Pai: “Santificado seja o teu nome”. Você observou que ele disse “o teu nome”? Ele não disse a tua face, a tua presença, o teu caráter, mas sim, o teu nome. O nome de Deus representa tudo que Ele é, a manifestação da sua pessoa. Portanto, deve ser reverenciado de todo nosso coração.

- Há autoridade e poder no nome de Jesus.

- Antes de Jesus terminar seu ministério na terra, e subir aos céus, Ele nos revestiu com autoridade, através do seu nome. Disse que através do seu nome, faríamos obras maiores que as dele, e terminou dizendo:

- E eu farei o que vocês pedirem em meu nome, para que o Pai seja glorificado no Filho. O que vocês pedirem em meu nome, eu farei. (João 14.13-14)

- Usando o nome de Jesus pela razão correta

- O nome de Deus deve ser pronunciado somente quando estamos falando com Ele, ou a respeito dele.

As formas principais que devemos falar com Deus são:

Oração
Súplicas
Ações de graças
Intercessão
Petições
Louvor
Adoração

As formas principais pelas quais devemos falar a respeito de Deus são:

Evangelismo
Ensino da Palavra
Dons espirituais
Pregação
Compartilhando suas bençãos

Conclusão

- Somente quando voltamos a respeitar o nome do Senhor, deixando de usá-lo em vão, é que podemos ter a unção para invocar o seu nome com efeito.

- Deus quer que usemos o seu nome para que realize curas, milagres e libertações. Quando honramos o nome do Senhor com as nossas bocas, deixando de usá-lo em vão, estamos resguardando o poder do Nome para o momento em que precisamos.

- Toda vez que usamos o nome do Senhor para rechear sem necessidade nossa conversa, estamos cometendo o ato de usar o nome do Senhor em vão, e entristecendo a presença do Espírito que habita em nós. Para que isso não aconteça, precisamos reconhecer nosso erro e pedir perdão.
Comece a partir de hoje a mudar, a viver no Espírito com o uso da sua língua.

- Se você tem pronunciado o nome do Senhor em vão, e roubado de si mesmo o poder do Senhor, reconheça isso agora mesmo, peça perdão e a ajuda do Espírito Santo para que não faça mais. Ele ouvirá e, ao ganhar uma nova veneração ao seu nome, você verá uma nova demonstração do poder e presença de Deus na sua vida.

- Por todo este mundo, onde o nome de Deus é blasfemado a cada dia, ele está reunindo salvos que amam e adoram o nome de Jesus. À medida que compreender o amor de Jesus mais profundamente, você crescerá em seu amor por ele.

- Isso dará forma ao modo de você falar a respeito dele, e as pessoas começarão a perceber que ele é muito mais do que um simples nome para você.



AUTOR: Pr. Jônatas Sousa





************************
************************
************************
************************
************************
************************