sexta-feira, 6 de janeiro de 2012



NUNCA SE ESQUEÇA,
A NOSSA ALIANÇA
PRECISA SER
COM DEUS!




A. INTRODUÇÃO

1. O diabo é mais perigoso em sua astúcia do que em sua fúria. Ele é mais perigoso em suas ciladas do que em sua força. Ele é mais perigoso quando avança em surdina do que quando nos enfrenta cara a cara.

2. No livro de Josué nos fala de uma estratégia astuciosa que levou Israel a tomar uma decisão precipitada. O inimigo disfarçado foi mais poderoso do que os inimigos que empunharam armas de guerra.

3. Josué fez aliança com o inimigo pensando estar tomando uma decisão sábia. A situação parecia tão óbvia que ele nem chegou a consultar a Deus.

I – O INIMIGO USARÁ PESSOAS PARA TENTAR QUEBRAR A NOSSA ALIANÇA COM DEUS.

Josué 9:1. E souberam disso todos os reis que viviam a oeste do Jordão, nas montanhas, na Sefelá e em todo o litoral do mar Grande, até o Líbano. Eram os reis dos hititas, dos amorreus, dos cananeus, dos ferezeus, dos heveus e dos jebuseus.

Josué 9:2. Eles se ajuntaram para guerrear contra Josué e contra Israel.

Josué 9:3. Contudo, quando os habitantes de Gibeom souberam o que Josué tinha feito com Jericó e Ai,

Josué 9:4. recorreram a um ardil. Enviaram uma delegação, trazendo jumentos carregados de sacos gastos e vasilhas de couro velhas, rachadas e remendadas.

Josué 9:5. Os homens calçavam sandálias gastas e remendadas e vestiam roupas velhas. Todos os pães do suprimento deles estavam secos e esmigalhados.

Josué 9:6. Foram a Josué, no acampamento de Gilgal, e disseram a ele e aos homens de Israel: “Viemos de uma terra distante. Queremos que façam um acordo conosco”.

1. Os gibeonitas propuseram a Josué uma aliança imediata e urgente. Mas quem eram os gibeonitas? Eles faziam parte dos povos que precisavam ser expulsos da terra prometida.

2. A ordem de Deus era clara para Josué e para todo o povo de Israel:
Êxodo 34:12. - Acautele-se para não fazer acordo com aqueles que vivem na terra para a qual você está indo, pois eles se tornariam uma armadilha.

3. O inimigo conhece a Palavra de Deus e procura em todo o tempo fazer com que quebremos a nossa fidelidade ao Senhor. Precisamos tomar muito cuidado neste século XXI. Uma proposta de emprego, um trabalho político, um acordo visando lucro financeiro, etc. Lembre-se: O inimigo virá disfarçado de amigo e sempre precisando da nossa ajuda.

II – O INIMIGO USARÁ PESSOAS QUE FINGIRÃO UMA SUBMISSÃO À NOSSA LIDERANÇA.

Josué 9-7. Os israelitas disseram aos heveus: “Talvez vocês vivam perto de nós. Como poderemos fazer um acordo com vocês?”

Josué 9-8. “Somos seus servos”, disseram a Josué. Josué, porém, perguntou: “Quem são vocês? De onde vocês vêm?”
Josué 9-9. Eles responderam: “Seus servos vieram de uma terra muito distante por causa da fama do Senhor, o seu Deus. Pois ouvimos falar dele, de tudo o que fez no Egito,
Josué 9-10. e de tudo o que fez aos dois reis dos amorreus a leste do Jordão: Seom, rei de Hesbom, e Ogue, rei de Basã, que reinava em Asterote.
Josué 9-11. E os nossos líderes e todos os habitantes da nossa terra nos disseram: ‘Juntem provisões para a viagem, vão encontrar-se com eles e digam-lhes: Somos seus servos, façam um acordo conosco’.
Josué 9-12. Este nosso pão estava quente quando o embrulhamos em casa no dia em que saímos de viagem para cá. Mas vejam como agora está seco e esmigalhado.
Josué 9-13. Estas vasilhas de couro que enchemos de vinho eram novas, mas agora estão rachadas. E as nossas roupas e sandálias estão gastas por causa da longa viagem”.

1. Fingir é ser uma coisa e parecer outra. É ser uma pessoa e demonstrar outra. É aparentar uma coisa e ser outra. Os gibeonitas foram atores. Demonstraram um papel, mas estavam enganando.

2. Satanás disfarçou-se de serpente para tentar Eva no Éden. Ele veio com palavras doces, com promessas sedutoras, oferecendo vantagens extraordinárias. Ele promete vida e paga com a morte. O pecado é uma fraude. Os gibeonitas tinham pressa. Eles não queriam dar tempo para Josué investigar a verdade.

3. Josué deu valor ao que eles disseram sem consultar a Deus. Usaram o nome de Deus, sem estar interessados nele. Somos facilmente enganados quando as pessoas vêm usando o nome de Deus. O diabo é mais astuto quando vem vestido de adorador.

III - O PERIGO DE SE FAZER UMA ALIANÇA SEM CONSULTAR A DEUS NAS COISAS QUE PARECEM ÓBVIAS.

Josué 9:14. Os israelitas examinaram as provisões dos heveus, mas não consultaram o Senhor.
Josué 9:15. Então Josué fez um acordo de paz com eles, garantindo poupar-lhes a vida, e os líderes da comunidade o confirmaram com juramento.
Josué 9:16. Três dias depois de fazerem o acordo com os gibeonitas, os israelitas souberam que eram vizinhos e que viviam perto deles.
Josué 9:17. Por isso partiram de viagem, e três dias depois chegaram às cidades dos heveus, que eram Gibeom, Quefira, Beerote e Quiriate-Jearim.
Josué 9:18. Mas não os atacaram, porque os líderes da comunidade lhes haviam feito um juramento em nome do Senhor, o Deus de Israel. Toda a comunidade, porém, queixou-se contra os líderes,

1. Josué fez distinção entre coisas importantes que precisam de oração e coisas insignificantes, óbvias que, aparentemente, não precisa consultar a Deus.

2. Este texto mostra a fraqueza da sabedoria humana. Devemos buscar o conselho de Deus mesmo naquelas coisas para parecem claras e óbvias.

IV – O TEMPO NÃO ANULARÁ AS ALIANÇAS QUE FIZERMOS COM OS ÍMPIOS, SOMENTE O ARREPENDIMENTO E A QUEBRA DESTAS ALIANÇAS.

II Sam. 21:1. Durante o reinado de Davi houve uma fome que durou três anos. Davi consultou o Senhor, que lhe disse: “A fome veio por causa de Saul e de sua família sanguinária, por terem matado os gibeonitas”.

II Sam. 21:2. O rei então mandou chamar os gibeonitas e falou com eles. (Os gibeonitas não eram de origem israelita, mas remanescentes dos amorreus. Os israelitas tinham feito com eles um acordo sob juramento; mas Saul, em seu zelo por Israel e Judá, havia tentado exterminá-los.)

1. 400 anos depois da aliança firmada por Josué, o rei Saul matou os gibeonitas e nos dias do rei Davi houve fome de três anos consecutivos por causa da quebra dessa aliança.

2. Nossas decisões hoje afetarão as futuras gerações, para o bem ou para o mal. Deus não gosta de votos de tolos. Quando você fizer uma promessa, cumpre-a.

B. CONCLUSÃO

1. Não entre numa aliança, seja sentimental, seja conjugal, seja comercial, seja profissional sem antes avaliar profundamente as implicações. Há pactos que jamais deveriam ter sido feitos. Há casamentos que jamais deveriam ter acontecido. Há parcerias que jamais deveriam ser travadas. Há sociedades que jamais deveriam ter sido estabelecidas.

2. Quando fazemos alianças perigosas e precipitadas, podemos entrar em aliança com o próprio inimigo. Quantas pessoas presas a situações embaraçosas porque não tiveram paciência de esperar, de analisar a situação mais detidamente. Quantas pessoas se desgastam e sofrem grandes prejuízos porque não consultaram a Deus para fazer sociedades, alianças e acordos.

2 Coríntios 6:14. Não se ponham em jugo desigual com descrentes. Pois o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas?
2 Coríntios 6:15. Que harmonia entre Cristo e Belial? Que há de comum entre o crente e o descrente?
2 Coríntios 6:16. Que acordo há entre o templo de Deus e os ídolos? Pois somos santuário do Deus vivo. Como disse Deus: “Habitarei com eles e entre eles andarei; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo”.
2 Coríntios 6:17. Portanto, “saiam do meio deles e separem-se”, diz o Senhor. “Não toquem em coisas impuras, e eu os receberei”
2 Coríntios 6:18. “e lhes serei Pai, e vocês serão meus filhos e minhas filhas”, diz o Senhor todo-poderoso.



Que o Senhor te dê sobriedade e temor!

AUTOR: Pr. Maucir Lehn






======================
======================
======================
======================


ANIMA-TE, DEUS
CONTA COM VOCÊ!

(Juízes 11:1) - ERA então Jefté, o gileadita, homem valoroso, porém filho de uma prostituta; mas Gileade gerara a Jefté.




A. Jefté foi um grande líder no tempo dos juízes em Israel.

B. Ele foi uma espécie de libertador assim como Moisés, Josué e muitos outros.

C. Ele é uma figura daqueles que são levantados por Deus para libertar seu povo da opressão.

D. O nome em hebraico significa literalmente “Libertador”.


I – JEFTÉ FOI UM GRANDE LÍDER, PORÉM, TINHA ALGUMAS MARCAS AMARGAS EM SEU PASSADO:

1 – Era filho de uma prostituta:
(Juízes 11:1) - ERA então Jefté, o gileadita, homem valoroso, porém filho de uma prostituta; mas Gileade gerara a Jefté.

a. Seu pai teve um relacionamento ilícito com uma prostituta e desse relacionamento, nasceu Jefté. Portanto Jefté era filho bastardo(ilegítimo).

b. Talvez alguém pudesse dizer que Jefté fosse fruto do pecado de seu pai. Ou seja, não era uma criança amada, planejada.

c. Imagine esta prostituta carregando Jefté 9 meses na barriga, acusando aquela criança de atrapalhar os seus negócios, os seus prazeres...

d. Depois do nascimento a prostituta leva aquele menino para o pai de diz: Eu não quero esta criança, não posso viver minha vida com esta criança me atrapalhando.

e. Jefté é criado pelo seu pai. Isso abriu marcas profundas de rejeição e revolta em Jefté. Uma vida marcada pela vergonha e desprezo por cada pessoa que conhecia sua a história. Imagina você andando nas ruas e todos te olharem com desdém, desprezo, gozação e comentários desagradáveis.

2 - Foi expulso de sua casa pelos seus irmãos:
(Juízes 11:2) - Também a mulher de Gileade lhe deu filhos, e, sendo os filhos desta mulher já grandes, expulsaram a Jefté, e lhe disseram: Não herdarás na casa de nosso pai, porque és filho de outra mulher.

a. Seus irmãos, por parte de pai,não gostavam dele. Quando alguém que não é valorizado, respeitado, acreditado e honrado em sua própria família, jamais terá esses valores dos de fora.

b. Esses são valores que devem começar a serem restaurados dentro da própria família.

3 - Tornou-se um fugitivo, e chefiou uma quadrilha de assaltantes:
(Juízes 11:3) - Então Jefté fugiu de diante de seus irmãos, e habitou na terra de Tobe; e homens levianos se ajuntaram a Jefté, e saíam com ele.

a. Ele desenvolveu seu potencial de liderança no meio dos bandidos. Todos nós podemos influenciar ou sermos influenciados pelo ambiente onde estamos. Temos que aprender que um ambiente pode nos moldar a ele, ou nós podemos moldá-lo aos nossos valores. Tudo depende de como nós administramos o nosso comportamento.

b. Caráter é uma questão de conduta moral e interior, e não de opiniões e ambientes externos.

c. Muitos usam o seu estado deplorável para justificarem seus erros e alimentarem seus traumas e frustrações.

d. O nosso sucesso ou fracasso, não está na sentença que alguém proclamou para nós, mas na decisão que tomamos em nossa caminhada do dia a dia.

4 – Jefté ainda tinha mágoas em seu coração de seus irmãos e dos líderes que não o apoiaram naquela situação.

a. Não podemos ser depósitos de mágoas e ressentimentos. Muitos tem deixado de prosperar em seu ministério e vida pessoal, porque tem guardado esses sentimentos do inferno em seu coração.

b. Tudo o que aconteceu de injustiça contra nós, não pode encontrar morada dentro de nós. Aquilo que os outros pensam sobre nós, não pode paralisar as nossas conquistas e realização dos nossos sonhos. Jesus Cristo levou todas as nossas dores na cruz do Calvário. Aleluia!!!

II – JEFTÉ ESCOLHEU COLOCAR O SENHOR NA FRENTE DE SEU CAMINHO E SE SUJEITOU À VONTADE DE DEUS:

(Juízes 11:9) - Então Jefté disse aos anciãos de Gileade: Se me levardes de volta para combater contra os filhos de Amom, e o SENHOR mos der diante de mim, então eu vos serei por chefe?

(Juízes 11:10) - E disseram os anciãos de Gileade a Jefté: O SENHOR será testemunha entre nós, e assim o faremos conforme a tua palavra.

(Juízes 11:11) - Assim Jefté foi com os anciãos de Gileade, e o povo o pôs por chefe e príncipe sobre si; e Jefté falou todas as suas palavras perante o SENHOR em Mizpá.

a. Jefté escolheu depositar sua confiança no Senhor. Mesmo, aparentemente, ele tivesse medo de ser novamente rejeitado, por isso ele quis ser chefe, ele colocou Deus na frente de suas decisões.

b. Jefté estava também defendendo a causa de Deus. Os filhos de Amon queriam as terras que Deus deu a Israel. Jefté não negociou com o inimigo.

(Juízes 11:12) - E enviou Jefté mensageiros ao rei dos filhos de Amom, dizendo: Que há entre mim e ti, que vieste a mim a pelejar contra a minha terra?

(Juízes 11:13) - E disse o rei dos filhos de Amom aos mensageiros de Jefté: É porque, saindo Israel do Egito, tomou a minha terra, desde Arnom até Jaboque, e ainda até ao Jordão: Restitui-ma agora, em paz.

III - JEFTÉ FOI REVESTIDO DO PODER DO ESPÍRITO SANTO:

(Juízes 11:29) - Então o Espírito do SENHOR veio sobre Jefté, e atravessou ele por Gileade e Manassés, passando por Mizpá de Gileade, e de Mizpá de Gileade passou até aos filhos de Amom.

a. O que fazia a diferença entre a vida do povo de Israel, e, a de Jefté, era a unção do Espírito Santo sobre este.

b. Todos nós podemos ter uma história boa e de sucesso, a despeito do trágico começo ou até mesmo de um nascimento traumático.

c. Podemos fazer a diferença aonde estivermos e influenciar toda uma nação, uma geração e até futuras gerações com as nossas realizações.

d. Devemos ser referencia positiva para aqueles que não tem esperança.

e. Devemos transformar nossas feridas interiores, em fortes desejos de realização.

Que o Senhor os abençoe!



AUTOR: Pr. Maucir Lehn






#####################
######################
#######################