segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Seis princípios que 
regem a lei da semeadura 


 1. A semeadura é a única forma de interagir com o futuro 

“É a única linguagem que o futuro reconhece” Nós colhemos no presente aquilo que semeamos no passado, e vamos colher no futuro aquilo que semeamos no presente. “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” (GL 6:7) 

 (1) Se você quer colher crescimento espiritual no futuro, você precisa hoje, separar tempo para congregar, orar, meditar na palavra, buscar a comunhão com os irmãos, servir a Deus no ministério, adorar. 

 (2) Se você quer estabilidade emocional no futuro, precisa hoje, exercitar o perdão, lançar sobre Deus sua ansiedade em oração, descobrir seu valor diante de Deus, se alimentar da comunhão dos irmãos e em família. 

 (3) Se você quer ter saúde no futuro você precisa começar hoje a cuidar da sua alimentação, do seu tempo de descanso, da sua aptidão física. 

 2. Em nosso celeiro há boas e más sementes, nós temos o poder de escolher qual vamos semear. 

 (1) Há um conflito estabelecido dentro de nós: uma parte de nós quer semear coisas ruins (semear na carne) e uma parte de nós quer semear coisas boas (semear no espírito) 

 (16) Quero dizer a vocês o seguinte: deixem que o Espírito de Deus dirija a vida de vocês e não obedeçam aos desejos da natureza humana (CARNE). (17) Porque o que a nossa natureza humana quer é contra o que o Espírito quer, e o que o Espírito quer é contra o que a natureza humana quer. Os dois são inimigos, e por isso vocês não podem fazer o que vocês querem. (GL 5:16-17) 

 - Quem semeia a mentira colhe a perda de autoridade e credibilidade; 

 - Quem semeia a crítica colhe uma autoimagem familiar negativa;

 - Quem semeia competição colhe um esfacelamento de forças na família (forças netralizadoras); 

 - Quem semeia egoísmo colhe solidão; 

 - Quem semeia vento (conflito) colhe tempestade (ambiente beligerante); 

 - Quem semeia falsidade colhe um ambiente de hipocrisia; 

 - Quem semeia falta de diálogo colhe confusão; 

 (2) Temos boas sementes dentro de nós. 

 “Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus.” (I JO 3:9) 

-  Nós decidimos o que vamos semear na vida; se vamos semear na carne ou no espírito. 

- Vamos semear crítica ou encorajamento? 
- Discórdia ou paz? 
- Generosidade ou avareza? 
- Fé ou incredulidade? 
- Egoísmo ou solidariedade?
- Sinceridade ou falsidade? 
- Competição ou cooperação? 
- Bons ou maus exemplos? 
- Diligência o preguiça? 

-  Essas sementes estão presentes em nosso coração e nós temos o poder de escolher qual vamos semear. 

- Por exemplo, quem semeia toque afetivo colhe emocional saudável para a vida dos filhos; quem semeia amor para o cônjuge colhe filhos seguros; quem semeia qualidade de tempo colhe intimidade; quem semeia limites saudáveis para os filhos colhe bons cidadãos. 

Filhos seguros e confiantes. 

- “não se enganem: de Deus não se zomba. Aquilo que uma pessoa semear, e isso mesmo que colhera. Se semear na carne (o que a natureza humana deseja) essa mesma natureza lhe dará colheita de morte. Porem se semear no espírito (o que agrada o espírito de Deus) do espírito colhera a vida eterna” (GL 6:7) 

 3. A semeadura é um ato de fé 

 (1) Nem sempre é fácil lançar a boa semente (perdão). É mais fácil semear o ressentimento que o perdão; a crítica que o encorajamento; na carne do que no espírito; no egoísmo do que no altruísmo; na avareza do que na generosidade; na preguiça do que na diligência. Todavia a colheita é desastrosa porque traz consigo feridas na alma, revolta, conflitos, e miséria. “Aqueles que saíram chorando, levando a semente para semear, voltarão cantando, cheios de alegria, trazendo nos braços os feixes da colheita”. (SL 12:6) 

 (2) Tome você a iniciativa de semear a boa semente para mudar o ambiente. “Quem somente observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará”. (ECL 11:4) - Você quer colher paz no lar, comece a ser um pacificador; - Você quer ter muitos amigos comece a semear amizade sincera; - Você quer construir uma boa autoestima em seus filhos e cônjuge comece a ser um encorajador; - Você quer ganhar credibilidade comece a falar somente a verdade; - Você quer entendimento em casa comece a se abrir para o diálogo; - Você quer que sua família melhore comece a dar bom exemplo para eles. 

 (3) Entre a semeadura e a colheita sobrevivemos pela fé. “Não nos cansemos de fazer o bem. Pois, se não desanimarmos, chegará o tempo certo em que faremos a colheita.” (GL 6:9) 

 - Você precisa crer que a prosperidade virá à sua vida se você semear com generosidade, trabalhar com diligência e gastar com sabedoria; 

 - Você precisa crer que seus horizontes serão ampliados se você buscar qualificação profissional; 

 - Você precisa crer que a estabilidade emocional virá à sua vida se você aprender a perdoar e pedir perdão, a lançar sobre deus a sua ansiedade em oração, e parar de fazer comentários depreciativos sobre si mesmo; 

 - Você precisa crer que vivendo de forma honesta você será abençoado por Deus (PV 11:8; 21:6; 12:11); 

 - Você precisa crer que seus filhos serão confiantes, seguros e resolvidos, se você for para eles um encorajador. 

 4. Colhemos sempre a mesma espécie daquilo que semeamos. 

-  Pois a bondade é a colheita produzida pelas sementes que foram plantadas pelos que trabalham em favor da paz. 

(TG 3:18) “Tenho notado que os que aram campos de maldade e plantam sementes de desgraça só colhem maldade e desgraça”. 

(JÓ 4:8) “Eles semearam ventos e colherão tempestades”. 

(OS 8:7) (12) Eu lhes disse: “Preparem os campos para a lavoura, semeiem a justiça e colham as bênçãos que o amor produzirá. Pois já é tempo de vocês se voltarem para mim, o Senhor, e eu farei chover sobre vocês a chuva da salvação.” (13) Mas, em vez disso, vocês plantaram a maldade, colheram a injustiça e comeram os frutos da mentira. 

(OS 10:12-13) - Se você semeia amizade vai colher amigos; 

 - Se você semeia misericórdia vai colher misericórdia (bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia); 

 - Se você semeia no espírito, você colhe vida espiritual; 

 - Se você semeia intercessão, você colhe respostas de oração; 

 - Se você semeia generosidade, você colher generosidade 

- (LC 6:38) Neste sentido a semeadura tem um efeito bumerangue. Como quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles. (LC 6:31) 

 5. Precisamos ser constantes na semeadura da boa semente se não quisermos comprometer nossa colheita. 

-  Semeie de manhã e também de tarde porque você não sabe se todas as sementes crescerão bem, nem se uma crescerá melhor do que a outra. 

(ECL 11:6) (9) E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos. (10) Por isso, enquanto tivermos oportunidade, façamos o bem a todos, mas principalmente aos da família da fé. 

(GL 6:9-10) Não semeiem tipos diferentes de semente no mesmo campo. 

(A SEMENTE BOA PODE SER NEUTRALIZADA PELA SEMENTE RUIM) (LV 19:19) 

 - Se um dia você semeia encorajamento e no outro a critica destrutiva, o encorajamento será anulado; 

 - Se um dia você age no espírito e no outro na carne, você perde o respeito das pessoas; 

 - Se um dia você fala a verdade no outro mente, você perde a credibilidade; 

 - Se um dia você é amoroso e no outro bruto seus filhos vão crescer inseguros; 

 - Se um dia você é sincero no outro você é falso, você vai acabar gerando um ambiente de hipocrisia; 

 6. A colheita é sempre proporcional à semeadura. 

- Lembrem disto: quem planta pouco colhe pouco; quem planta muito colhe muito. 

- (GL 9:6) Deus só pode fazer germinar a semente que você plantou 

-  Quando vocês espalharem as sementes nos seus campos, o Senhor mandará chuva, e as colheitas serão boas. Haverá muito pasto para o gado,” (IS 30:23) 

 - Se você anela por vida abundante, você precisa investir na vida espiritual; 

 - Se você quer uma vida emocional estável, você precisa investir pesado na cura da sua alma; 

 - Se você quer uma vida financeira estável, você precisa ser generoso na sua semeadura, diligente no seu trabalho, e sábio nos seus gastos, honesto na forma de lidar com seu dinheiro, e fazer investimentos na sua qualificação profissional; 

 - Se você quer colher uma família abençoada precisa investir pesado no relacionamento familiar; 

 - Se você quer uma vida ministerial frutífera precisa disponibilizar-se sem reservas para Deus; 

Conclusão 

-  Somos semeadores conscientes, espalhamos diariamente muitas sementes ao nosso redor. 

- Que possamos escolher sempre as melhores, para que, ao recebermos a dádiva da colheita farta, tenhamos apenas motivos para agradecer. (autor desconhecido). 



 AUTOR: Por Pr. Oswaldo F Gomes  / 10 de maio de 2012





+++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++++++++



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.