quarta-feira, 19 de setembro de 2012

QUAL O PREÇO 
DO SEU SONHO?

 “Vinde agora, matemo-lo e lancemo-lo numa destas covas; e diremos: Uma animal selvagem o devorou. Veremos, então, o que será dos seus sonhos” (Genesis 37: 20). 

 INTRODUÇÃO. 

 - Existe um dito popular que diz: Sonhar não custa nada, mas todo sonho que vem do Senhor custa alguma coisa, tem um preço. 

 - José, um jovem com 17 anos, o décimo primeiro filho de Jacó, vivia sem muita perspectiva de vida, pois teoricamente não teria direito sobre a herança patriarcal, visto não ser o primogênito da família. 

- Teoricamente, seria serviçal de seu irmão mais velho, Rúben. Todavia, teve dois sonhos que alterou o rumo das coisas: “Estávamos nós atando molhos no campo, e eis que o meu molho, levantando-se, ficou em pé; e os vossos molhos o rodeavam, e se inclinavam ao meu molho”. “Teve José outro sonho, e o contou a seus irmãos, dizendo: Tive ainda outro sonho; e eis que o sol, e a lua, e onze estrelas se inclinavam perante mim”. 

 - O Sonho de José suplantava os seus dez irmãos mais velhos. 

QUANTO MAIOR É O SONHO, MAIOR É O PREÇO! 

 - Os sonhos de José trouxeram ódio os seus irmãos. “Seus irmãos, pois, o invejavam; mas seu pai guardava o caso no seu coração” (Gênesis 37: 11). Para aquela família, inclusive o pai, era difícil de entender que aquele menino era um escolhido de Deus para um trabalho especial. Vamos acompanhar sua trajetória, até a realização de seu sonho. 

1. O INIMIGO TRAMA CONTRA O ESCOLHIDO DE DEUS. 

 - Aproveitando que um dia seu pai o mandou que ele levasse alimento e acompanhasse o trabalho de seus irmãos, traiçoeiramente tramaram contra o sonhador. A trama: Matar José e lançá-lo numa cova vazia, e anunciar ao velho pai, que uma besta fera o tinha comido. Ironicamente José foi salvo da morte pelo primogênito Rúben, na teoria o que seria o maior prejudicado pelos sonhos do menino.

 - Cova é símbolo de isolamento, de solidão. Naquela cova José teve tempo suficiente para refletir sobre seus sonhos e se valeria a pena viver por eles. 

 - Qual é a perspectiva que uma pessoa tem dentro da cova tem? 

 - Quem sabe você esteja numa cova, se sente só, esquecido. Estar na cova é viver diferente dos demais. 

Às vezes é necessário: 

 - Estar só para aprender a dar valor as pessoas que estão a sua volta. 

- Ser incompreendido para aprender a compreender melhor as pessoas. 

- Ser rejeitado para aprender a valorizar as pessoas que nos amam e que estão sempre a nossa volta. 

 - Se você está numa cova, não desista. Deus esta querendo te ensinar algo. 

O PREÇO REALMENTE É MUITO ALTO! 

2. O JOVEM FOI VENDIDO COMO ESCRAVO. 

 - Derrepente a escuridão da cova se torna luz. O jovem José é retirado da cova. Oba! Quem sabe a felicidade esta de volta. Mal sabia ele, que o problema iria continuar. 
“Ao passarem os negociantes midianitas, tiraram José, alçando-o da cova, e venderam-no por vinte siclos de prata aos ismaelitas, os quais o levaram para o Egito” (Gênesis 37: 28). 

 - De garoto queridinho e mimado pelo pai a escravo em questão de momentos. José foi vendido e os seus sonhos haviam se tornado pesadelos. Agora o jovem estava nas mãos de tiranos, sua história, sua tradição familiar havia se perdido. A essa altura podemos imaginar o que se passava na cabeça do jovem: Estes sonhos acabaram com a minha vida. 

 - Assim como José, existem muitos em nossos dias que já abandonaram os seus sonhos. Já não acreditam que os seus sonhos não são de Deus! 

 - José creu que os seus sonhos eram espirituais por isso permaneceu firme. Acredite isto não é um estado permanente. É simplesmente Deus agindo para cumprir seus sonhos. Deus pagou um preço altíssimo, por sonhar com a nossa redenção. Deu seu único filho para morrer na cruz por amor a nós (João 3: 16). 

 - Acredito que havia um questionamento no coração de José e também existe este questionamento no coração de muitos: ONDE VAI PARAR TUDO ISSO? 

 - No Egito, José foi vendido à Potifar, um oficial graduado de Faraó (Gênesis 39: 1). O interessante é que mesmo escravo em terra estranha, O SENHOR ERA COM ELE. 
“E viu o seu senhor que Deus era com ele, e que fazia prosperar em sua mão tudo quanto ele empreendia. Assim José achou graça aos olhos dele, e o servia; de modo que o fez mordomo da sua casa, e entregou na sua mão tudo o que tinha. Desde que o pôs por mordomo de sua casa, e de tudo o que ele tinha, o Senhor abençoou a casa do egípcio por amor de José. A benção do Senhor estava sobre tudo o que tinha, tanto na casa como no campo” (Gênesis 39: 3-5). 

 - Deus tinha propósitos para José e também tem para todos os seus filhos. Estes propósitos são alcançados quando nos comportamos como SERVOS. OS CAMINHOS DE DEUS NÃO SÃO OS NOSSOS. 

3. OS HOMENS SÃO INJUSTOS, MAS DEUS É JUSTO! 

 - Quando tudo parecia estar bem, José já ocupando a chefia da casa de Potifar, a vida lhe prega um grande golpe: 
“E aconteceu depois destas coisas que a mulher do seu senhor pôs os olhos em José, e lhe disse: Deita-te comigo” (Gênesis 39: 7). 

- Mas havia temor de Deus no coração de José, por isso não aceitou o assedio daquela prostituta. Então ela armou uma grande cilada para o servo de Deus (Gênesis 39: 11-19). 

 - Meu Deus! Quanta complicação! Será que a vida de José, o escolhido de Deus seria marcada por tragédias? 

 - Potifar não quis nem mesmo apurar os fatos, simplesmente jogou José na prisão. Que situação! E pensar que tudo começou com dois despretensiosos sonhos. SERA QUE VALE A PENA SONHAR? Naquele momento José já pensava: Ninguém gosta de mim! 

 - A pior coisa é ser caluniado sem chances de defender-se. Só mesmo com a ajuda divina para escapar disso. 

“Toda ferramenta preparada contra ti, não prosperará, e toda língua que se levantar contra ti em juízo, tu a condenarás” (Isaías 54: 17). 

4. SERIA A PRISÃO O FIM DOS PESADELOS? 

 - Na prisão, José pensou consigo mesmo: Devo estar debaixo de alguma maldição, não é possível que tudo isso possa estar acontecendo comigo. 

O QUE FIZ DE TÃO ERRADO ASSIM MEU DEUS? 

 - Mas era naquele lugar sem nenhuma perspectiva de vida é que Deus começou a agir. Quando José não tinha mais nenhum referencial é que o DEUS DO IMPOSSIVEL iria mudar a sua história. 

 COMEÇOU COM DOIS SONHOS, DERREPENTE OS SONHOS VIRAM PESADELOS, MAS AGORA DEUS VAI FAZER OS SONHOS SE TORNAREM REAIS! ESTE É O PREÇO. 

 - Na prisão, José conhece duas figuras que eram funcionários de extrema confiança de Faraó, mas que haviam cometido erros e foram também parar na cadeia: O copeiro e o padeiro oficial do palácio. 

 - Estes funcionários também eram sonhadores, e sonharam, mas os sonhos ficaram sem que houvesse explicação. Já dentro dos planos de Deus, José, interpreta os sonhos, dando um final feliz a um e um trágico ao outro. E tal como José interpretou, aconteceu. JOSÉ ENTENDIA DE SONHOS MESMO! 

 - O copeiro já restaurado e livre da prisão, já na porta da cadeia, ouviu a voz de José: Quando ele se volta, José faz-lhe um pedido: 
“Mas lembra-te de mim, quando te for bem; usa, peço-te, de compaixão para comigo e faze menção de mim a Faraó e tira-me desta casa; porque, na verdade, fui roubado da terra dos hebreus; e aqui também nada tenho feito para que me pusessem na masmorra” (Gênesis 40: 14-15). 

 - É interessante que o copeiro não se lembrou de José por dois longos anos “O copeiro-chefe, todavia não se lembrou de José, porem dele se esqueceu” (Gênesis 40: 23). QUE INJUSTIÇA! 

 - Talvez você possa estar decepcionado com alguma coisa. Muitos são os ingratos na sua vida. José neste momento da sua vida já não era mais tão jovem. 

5. O SONHO SE TORNA REALIDADE! 

 - Não é que o Faraó também era um sonhador (Gênesis 41: 1-8). 

- Quando os sonhos são de Deus, somente os filhos de Deus podem interpretá-los, e foi assim que aconteceu. José foi levado diante do Faraó, e José interpretou e Deus o levantou sobremaneira que JOSÉ SE O GOVERNADOR DO EGITO. 

 - Deus o exaltou diante dos seus acusadores, e agora vai exaltá-lo diante daqueles que antes o haviam colocado em uma cova e depois vendido como escravo: 
“Então se lembrou José dos sonhos que tivera a respeito deles, e lhes disse: Vós sois espias, e viestes para ver a nudez da Terra. Responderam: Não, senhor meu. Os teus servos vieram comprar mantimentos” (Gênesis 42: 9-10). 

CONCLUSÃO. 

 Que Bela História. Meu querido irmão. Aceite este fato, de que seus sonhos vão cumprir-se. Deus está movendo-se para fazê-los cumprir. Pague o preço por eles. 



 Escrito por Pr Luis Antonio de Carvalho - Dom, 06 de Maio de 2012 13:55



#################
##################
###################
####################
#####################
######################


Nenhum comentário:

Postar um comentário