quarta-feira, 5 de setembro de 2012

ESTÁGIOS DA TENTAÇÃO 


 Introdução: 

- Indistintamente, todos nós somos tentados todos os dias. Ser tentado não é pecado, o pecado está no ceder à tentação (Hb. 4:15). 

Há um hino que diz: 
"Tentado não ceda, ceder é pecar...". 

 I) A CURIOSIDADE E A DESCONFIANÇA DESPERTADA EM EVA (v. 1). 

 1. Eva parou onde não devia ter parado. 

 2. Fixou os olhos no objeto do pecado. 

 3. Deu ouvido a quem não tinha nada de Deus para dizer. 

 II) A INSINUAÇÃO DE TRÍPLICE DÚVIDA REFERENTE A DEUS: 

 1. Sua bondade no tocante a restrição; 

 2. Sua retidão relativa à afirmação de que morreriam (v. 4); 

 3. Sua santidade quando Satanás assevera que, ao contrário de morrerem "como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal (v. 5). 

 III) ESTA TRÍPLICE DÚVIDA CONDUZ: 

1. Incredulidade resulta na desobediência. 

2. Desobediência. 

 3. Queda. 


 Autor: Pr. Josué Gonçalves




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.