quinta-feira, 16 de agosto de 2012


Príncipe ou Mendigo


TEMA: PRÍNCIPE OU MENDIGO?                          

TEXTO: JZ 6: 1-16

Introdução: 

- Ser príncipe entre os Hebreus era ter uma posição privilegiada, era mesmo que ser cabeça ou líder. 

- A história de Gideão é o caso típico de uma crise crônica de identidade.  

- Deus o via como um Príncipe, cabeça entre o seu povo, entretanto, ele  se via como um mendigo, como cauda, inferior; Deus estava lhe dando uma posição de honra, domínio e autoridade para que o jugo do inimigo fosse quebrado e desfeito, porém, ele mantinha  os olhos em si mesmo, quando deveria crer e  agir a partir da Palavra do Anjo do Senhor.

I. A HISTÓRIA DE GIDEÃO

- Começa com um relato triste, uma tragédia nacional: Adoraram os deuses amorreus (v.1)

- Por conta disso, a crise a fome e a miséria imperavam por todos os cantos.

- Tornaram-se vítimas dos ataques dos Midianitas, Amalequitas e povos do Oriente.

- Eles trabalhavam mas não desfrutavam do resultado de seus esforços: Plantavam mas não colhiam, eram roubados.

- Além de terem suas colheitas, seu gado, seu mantimento,  roubado, eram levados também a esperança, os sonhos, a prosperidade e a paz de seus corações.

- Foram acometidos da Síndrome do Pânico: Viviam com medo e aterrorizados, porque sabiam que a qualquer momento os exércitos poderiam voltar e levar tudo; Trabalhavam   escondidos, não tinham sossego de dia e de noite...Ficaram debilitados, não tinham coragem para reagir e lutar, se tornaram reféns do medo e do desespero.

- Viveram nessa situação  durante sete longos anos.

1.1. Por que disso tudo? Alguém pergunta: Onde Deus está?

§  O pecado inverte as posições: Rouba as bênçãos e tira do homem da posição de Príncipe (domínio autoridade), tornando-o Mendigo (Pobreza, miséria, vergonha, humilhação).

§  Moisés falou para o povo de Israel: “Se obedeceres aos mandamentos do Senhor, Ele te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo”.

- O pecado dá legalidade ao inimigo para trocar de lugar conosco. 
Ao invés  de estar debaixo dos nossos pés, ele quer nos colocar debaixo dos seus pés e assumir o domínio de nossas vidas para saquear-nos em tudo que puder. (Família, casamento, negócios, emprego, ministério).

- Eles abriram mão da visitação e da presença de Deus, e foram surpreendidos pela visitação e presença dos seus inimigos.

- Eles abriram mão da posição de honra domínio, fartura e abundância que pertencia a eles como filhos de Deus, para viverem escravos da miséria da pobreza sendo humilhados e dominados pelo inimigo.

§  Declare: A obediência garante a posição de domínio e autoridade!


1.2.         Quando a situação ficou insuportável, voltaram-se para Deus pedindo socorro. (v.6)

- A presença do inimigo deixa a pessoa debilitada.

II. A VISITAÇÃO DE DEUS

§     O Senhor respondeu ao clamor e enviou um profeta que falou da parte de Deus e disse: “Eu vos libertei  da casa de servidão, das mãos dos egípcios, para viverem como príncipes, contudo não me deram ouvido, preferindo viver novamente como mendigos”.  (v.8)

§     Passado algum tempo, o Anjo do Senhor (Teofania de Jesus) fez uma visita a uma daquelas fazendas saqueadas pelo inimigos.

§     Ficou observando Gideão trabalhando num lugar inapropriado, (esconderijo, para que o tribo não fosse roubado). (v.11)

§     Gideão foi surpreendido naquela dia, não pelo inimigo mas pelo Senhor.

§     O Senhor disse: “O Senhor é contigo homem valente”(v.12)

§     A resposta de Gideão é de alguém que está com a alma doente e precisando de Libertação e do toque do Espírito Santo para poder ser usado por Deus: “Ai meu Senhor, se o Senhor é conosco, por que nos sobreveio tudo isto? E que é feito de todas as tuas maravilhas que nossos pais nos contaram...porém agora o Senhor nos abandonou?”

§     Ele demonstrou ser incrédulo, murmurador, imaturo, irresponsável, orgulhoso transferindo sua culpa pra Deus...

§      É próprio de alguém que está em crise! É comum ouvirmos das pessoas: “Por que isso aconteceu ou está acontecendo comigo?” A vida é feita de escolhas! A culpa é sempre nossa!

§     “Onde estão tuas maravilhas”? Característico de pessoas que buscam a Deus por causa dos seus milagres, mas não querem compromisso com Ele. São ingratas e consideram  apenas aquele momento de lutas e tribulações que estão vivendo, e se esquecem de tudo o que o Senhor já fez em suas vidas.

§  Eles semearam vento e estavam colhendo tempestade!

§  O anjo não se interessou pela choradeira e falsas acusações de Gideão: “Não adianta chorar nem se justificar Gideão, que não resolve nada... “Vai nessa tua  força, (Jesus vê força nele) livra Israel (Jesus vê capacidade nele) da mão dos Midianitas”, (porque você é príncipe e não mendigo)! Grifo do autor.

§  Mas Gideão  estava em crise: afetado e dominado por um sentimento e espírito de inferioridade, baixa estima, impotente, sua mente fora corrompida pelo  complexo de mendigo (miséria maior por dentro do que por fora).
§  Replicou-lhe: “Ai Senhor meu! Com que livrarei Israel? Eis que a minha família é a mais pobre em Manassés, e eu, o menor na casa de meu pai”. Grifo do autor.

1.1. Como Deus os via? Como Deus nos vê?

§  Deus o via como um Príncipe, cabeça entre o seu povo, entretanto, ele  se via como um mendigo, cauda. “Sou o menor, dentre os pobres”. “Sou o pobre dos pobres”!

§   Deus estava lhe dando uma posição de honra, domínio e autoridade para que o jugo do inimigo fosse quebrado e desfeito, porém, ele mantinha  os olhos em si mesmo, quando deveria crer e  agir a partir da Palavra que o Senhor estava lhe entregando: “Vai porque eu te envio, eu sou contigo, tu ferirás os midianitas como  a um só homem”.

§  Você é aquilo que Deus diz que você é!!!!!!!!

§  O Senhor vê em nós algo que nós não vemos: “Vai nessa tua  força, (Jesus viu força nele)e livra Israel (Jesus viu capacidade nele) da mão dos Midianitas”.

§   Deus disse que Gideão era Príncipe quando o chamou de “homem valente”

§  Gideão insistia em ser Mendigo: “Minha família é a mais pobre, eu sou o menor”.

§  A pessoa só muda de situação, quando muda de mentalidade, quando tem a sua mente liberta dos pensamentos destrutivos que o impedem de reinar, adquiridos ao longo da sua vida.

§  Deus estava lutando com gideão para convencê-lo a lutar do lado dele, como Príncipe!





AUTOR: Pr. Edino Moraes
Jun/2012



==============
=============
============
===========
==========
=========
========
=======
======



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.