terça-feira, 6 de março de 2012

O LUGAR EM QUE
A MAIORIA DOS
CRISTÃOS DESCONHECE


Salmo 46:1

- Sem dúvida a vida cristã é um combate. A partir do momento em que nós nos entregamos ao Senhor, nós entramos necessariamente em uma batalha. Essa batalha durará enquanto estivermos neste mundo.

- Mas no meio dessa batalha, Deus preparou, para os seus filhos, um lugar em que eles podem ir para se renovarem e serem restaurados.

- Infelizmente muitos cristãos não sabem da existência desse lugar, ou se sabem, não usufruem, achando que se usufruírem desse lugar, serão chamados de covardes.

- Nesta batalha espiritual em que estamos, há muitas baixas no exército de Cristo, muitos soldados feridos, muitas perdas, muito cansaço, muita dor, muito desânimo, muitos erros também. Mas marchamos de maneira triunfante, sabendo que já vencemos o inimigo em Nome de Jesus.

- Há determinados momentos da batalha, em que devemos entrar nesse lugar.

Esse lugar se chama REFÚGIO.

I – REFÚGIO É UM LUGAR DE SOCORRO (Sl 46:1) Num 35:6; 10-11

- Entre as cidades que dareis aos levitas haverá seis cidades de refúgio, as quais dareis para que nelas se acolha o homicida; e além destas lhes dareis quarenta e duas cidades.

- Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando passardes o Jordão para a terra de Canaã, escolhereis para vós cidades que vos sirvam de refúgio, para que se refugie ali o homicida que tiver matado alguém involuntariamente.

- Lugar onde pode ir o angustiado, o oprimido, o ferido, o caído e ser tratado por Deus, ser medicado e Consolado pelo próprio Deus.

- Não é um lugar de juízo, mas de perdão total. Não é um lugar de cobrança, mas de uma nova chance.

- Não é um lugar onde Deus expõe o seu pecado, mas onde Ele te coloca no colo e te diz: Pode descansar meu filho(a) Eu cuido de você. (7)

II - REFÚGIO É UM LUGAR ONDE DEUS LUTA POR NÓS (Sl 46:2-3; 9)

- Muitas vezes precisamos parar de brigar com o inimigo e deixar Deus tomar a frente. (vs. 10)

- É uma entrega literal e total.

(II Crônicas 20:17-22) – Os inimigos Moabitas e os Amonitas vieram:

- Nesta batalha não tereis que pelejar; postai-vos, ficai parados e vede o livramento que o Senhor vos concederá, ó Judá e Jerusalém. Não temais, nem vos assusteis; amanhã saí-lhes ao encontro, porque o Senhor está convosco.

- Então Jeosafá se prostrou com o rosto em terra; e todo o Judá e os moradores de Jerusalém se lançaram perante o Senhor, para o adorarem.

- E levantaram-se os levitas dos filhos dos coatitas e dos filhos dos coraítas, para louvarem ao Senhor Deus de Israel, em alta voz.

- Pela manhã cedo se levantaram saíram ao deserto de Tecoa; ao saírem, Jeosafá pôs-se em pé e disse: Ouvi-me, ó Judá, e vós, moradores de Jerusalém. Crede no Senhor vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas, e sereis bem sucedidos.
Tendo ele tomado conselho com o povo, designou os que haviam de cantar ao Senhor e louvá-lo vestidos de trajes santos, ao saírem diante do exército, e dizer: Dai graças ao Senhor, porque a sua benignidade dura para sempre.

- Ora, quando começaram a cantar e a dar louvores, o Senhor pôs emboscadas contra os homens de Amom, de Moabe e do monte Seir, que tinham vindo contra Judá; e foram desbaratados.


NO AMOR DE CRISTO!
PR. MAUCIR LEHN




+
+++
+++++
++++++++
++++++++++++
+++++++++++++++++
+++++++++++++++++
+++++++++++++++++
++++++++++++
++++++++
+++++
+++
+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.