sábado, 4 de fevereiro de 2012



O Desafio de
Prosseguir




Introdução

- Quando falamos em prosseguir na vida cristã não nos causa qualquer impacto, pois pensamos ser algo muito fácil e como se diz popularmente, “tiramos de letra”. Mas prosseguir na carreira cristã é um desafio diário.

Por quê?

1. Tenho que lutar comigo mesmo e vencer para me manter na fé, pois muitas vezes, a fé é contrária a razão e temos que lutar contra nossos próprios pensamentos e sentimentos para nos sustentarmos nela.

“Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.” (I Co 2:14)

2. Tenho que lutar em relação às outras pessoas para crer, lutar para não deixar parentes nos influenciarem a desistirmos de seguirmos a Cristo da maneira bíblica.

“Então, sua mulher lhe disse: Ainda conservas a tua integridade? Amaldiçoa a Deus e morre.” (Jó 2:9)

- Como a esposa de Jó tentou desesperadamente influenciá-lo a desistir de sua fé, assim também acontece com pessoas que nós amamos as quais se deixam usar pelo inimigo com este fim.

- Ainda, as pessoas podem nos chamar de loucos por nos dedicarmos á leitura e obediência da palavra de Deus, assim como aconteceu com Paulo.

“Dizendo ele estas coisas em sua defesa, Festo o interrompeu em alta voz: Estás louco, Paulo! As muitas letras te fazem delirar!” (At 26:24)

3. Prosseguir na carreira cristã é um desafio tremendo, pois além de lutarmos contra nós, contra as argumentações contrárias de pessoas que amamos, temos, ainda, que lutar contra o inimigo de nossas almas.

“Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar.” (I Pe 5:8)

- O que posso fazer para prosseguir na caminhada cristã de maneira vitoriosa?

“Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus. Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” (Fp 3:12-14)

Para prosseguir preciso saber o que fazer com o meu passado.

1. O sentimento de culpa em relação ao meu passado.

- Paulo dá uma dica interressante, ele diz: “... uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam....”

- Nosso passado não pode determinar nosso presente nem nosso futuro. Todos nós temos coisas do passado que nos machucaram, que marcaram, que temos até vergonha, mas precisamos deixar no passado.

- O inimigo é como um advogado de acusação e fica sempre jogando na cara nosso passado.

“0 Então, ouvi grande voz do céu, proclamando: Agora, veio a salvação, o poder, o reino do nosso Deus e a autoridade do seu Cristo, pois foi expulso o acusador de nossos irmãos, o mesmo que os acusa de dia e de noite, diante do nosso Deus.” (Ap 12:1)

- Sabendo que a acusação vem dele, então você deve se defender e não aceitar, pois a culpa foi expiada por Jesus.

2. Compreendendo o perdão aos que me machucaram no passado.

- Quando pensamos no perdão e absolvição, logo relacionamos com o benefício gerado, isto é, que a pessoa perdoada absolvida é beneficiada, quando muitas vezes não merece a absolvição, pois de fato é culpada.

- Aqui reside a dificuldade de perdoar. O principal beneficiado no processo da liberação de perdão é o próprio ofendido, pois perdoando o ofensor receberá o perdão de Deus (Mt 6:14-15).

- Perdoando se livra de amarras espirituais.

“A quem perdoais alguma coisa, também eu perdôo; porque, de fato, o que tenho perdoado, por causa de vós o fiz na presença de Cristo; para que Satanás não alcance vantagem sobre nós, pois não lhe ignoramos os desígnios.” (II Co 2:10-11)

- É preciso resolver o passado para deixá-lo no passado e prosseguir, para que o inimigo não alcance vantagem em nós.

3. Se!!!! Deixar de lado a expressão se.

Muitos ficam remoendo o passado e dizendo:

- se tivéssemos feito o que a mãe falou não estaríamos nesta situação.

- Se você tivesse me escutado... Se não tivesse feito este negócio... Se tivesse casado com a mariazinha...

- Deus não pode construir nada sobre o “se”, Deus não pode construir nada em cima das mazelas do passado, Deus não pode construir nada sobre suas lamentações, quem constrói sobre as murmurações é o diabo, é um produto dele, não é de Deus.

Aplicação

- Deus não constrói sobre sentimentos negativos, Deus constrói sobre a fé.

- Deus constrói sobre a visão de possibilidades, certa vez Jesus estava no meio de pessoas negativas na Galiléia, veja o que a bíblia descreve sobre o assunto.

“E não fez ali muitos milagres, por causa da incredulidade deles” (Mt 13:58).

- Ficar ligado ao passado, argumentando coisas negativas limita Deus em nossas vidas. Por isto, olhe para o futuro acreditando que Deus fará o milagre necessário para você prosseguir na careira da fé.

- Lute com você mesmo e vença, lute contra os argumentos negativos das pessoas, lute contra Satanás, aprenda a se desprender do passado e caminhe em direção a vitória.

AUTOR: Vanderlei Cardoso, pastor




######################
#####################
####################
####################
#####################
######################

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.