quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012



AS MARCAS
QUE RESISTIRÃO

1 Co 3.10-16




- Nenhuma pessoa passa despercebida pela vida, ninguém é nulo. Mesmo as criançinhas que morrem muito cedo, deixam suas marcas nos corações dos seus entes queridos. Cada um de nós deixa suas marcas nos lugares onde passamos e nas pessoas com as quais convivemos. Neste sentido, os pais, cujo dia comemoramos hoje, deixam marcas duradouras em seus filhos. Os amigos, os pastores, os irmãos em Cristo, todos eles registram em nossa vida um pouco de suas vidas. Com certeza cada um de nós poderia citar pessoas que deixaram em nós marcas abençoadoras.

- Paulo nos mostra neste texto que a igreja de Corinto foi profundamente influenciada por alguns líderes cristãos, inclusive por ele mesmo (3.4-6). Estes ajudaram na abertura e edificação da igreja, por isso eram como que modelos e alicerces para o rebanho.

- Então, o Apóstolo das nações passa a descrever estas marcas deixadas pelos líderes, as quais chama de fundamento, de base, de estrutura sobre a qual a igreja estava sendo edificada. A seguir fala da edificação sobre este fundamento. Assim ele nos chama para analisarmos que tipo de marcas, de influência, deixamos sobre os que estão ao nosso redor.

- A questão central é: O que nós temos feito que resistirá ao Dia do juízo (v.23). Vejam que Paulo aqui fala no singular: “cada um”; demonstrando a responsabilidade individual dos que têm o poder de influenciar outras vidas e trabalhar na edificação da igreja de Deus.

- Então que marcas devemos deixar nos lugares onde passamos, nas pessoas com as quais convivemos, especialmente as pessoas do nosso lar e de nossa igreja?

O que resistirá ao juízo, ao fogo santo?

I - AS MARCAS QUE TÊM CRISTO COMO FUNDAMENTO

- Nos parece que o Apóstolo Paulo está percebendo que circundava a igreja de Corinto a idéia de que Jesus não é o seu único fundamento. Talvez alguns tivessem encantados com as figuras dos Apóstolos (Paulo, Pedro) e de Apolo, e descansassem neles as suas almas. Ele já havia criticado tal postura: Quem é Apolo? E quem é Paulo? (3.5).


- Paulo não despreza o fundamento apostólico para o início da igreja e o fervor evangelísticos de homens dedicados. Em Efésios 2.20, ele reconhece este valor.

Ef. 2.20:

“Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular.”

- No entanto, quando se trata de salvação, somente Jesus é o fundamento. Qualquer outro nome que se apresente como alicerce de uma igreja, de um lar cristão, não corresponde ao ensino bíblico.

- Jesus é o centro do universo, o centro da Bíblia, o centro da igreja e deve ser o centro também de nossas vidas.

- Este é o sentido das palavras de Jesus nos mostrando a importância de tudo o que construirmos, tudo o que fizermos, tudo o que almejarmos, ser construído em cima da rocha, que é Ele.

Mt. 7.24-27:

24- Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha;

25- e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha.

26- E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia;

27- e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína.

- As marcas que deixaremos, que farão diferença na nossa igreja, no nosso lar, na vida de nossos cônjuges, filhos e parentes, são aquelas que têm o Senhor Jesus como o centro. Esta é a maior herança que um pai pode deixar para os seus filhos.

- Disse um historiador que John Wesley deixou de herança: Uma velha cartola, uma bíblia toda rabiscada e a igreja metodista.

- Que marcos temos deixado?

- O que os nossos filhos se lembrarão de nós quando ferem velhinhos? O que impregnamos em seus corações? Será que alicerçamos a nossa vida, o nosso lar, o nosso casamento, a nossa paternidade, a nossa igreja, o nosso estilo de vida, o nosso orçamento, no verdadeiro fundamento que é Jesus?

- Não nos esqueçamos que aquilo que plantamos determina a nossa colheita.

Gl 6.7-8:

7- Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará.

8- Porque o que semeia para a sua própria carne da carne colherá corrupção; mas o que semeia para o Espírito do Espírito colherá vida eterna.



II - AS MARCAS QUE RESITEM EM DIAS MAUS

- O que construímos será provado no juízo final, no dia de Cristo, quando o Senhor julgará toda a terra:

1 Ts 5.4:

“Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que esse Dia como ladrão vos apanhe de surpresa;”

Hb. 10.25:

“Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima.”

- No entanto, somos há uma maneira singular de Deus agir na vida de seus filhos . A ação de Deus nos leva à conversão. Depois ele pode usar um recurso chamado provaçã. Estes são como que mecanismos que Deus usa para nos purificar.

- O juízo final de nossas obras será manifestado no final, no dia de Cristo, no entanto Deus nos prova hoje, como que nos jogando no fogo, para purificar-nos.

1 Pe. 4.12-13:

12- Amados, não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós, destinado a provar-vos, como se alguma coisa extraordinária vos estivesse acontecendo;

13- pelo contrário, alegrai-vos na medida em que sois co-participantes dos sofrimentos de Cristo, para que também, na revelação de sua glória, vos alegreis exultando.

- Devemos edificar, seja uma igreja, seja um lar, seja um casamento, tão bem, que resistam às tempestades, às provações e tentações. Além do mais devemos trabalhar para que a nossa obra não se perca queimada pelo fogo pois não passou de palha e feno.

- O ouro resiste ao fogo e se deixa purificar por ela; as pedras também não serão queimadas, no entanto a madeira, o feno e a palha, que momentaneamente podem resistir, não resistirão muito tempo. Talvez seja este o sentido do salmo 1, quando diz:

Salmo 1. 1-6:

1-Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.

2-Antes, o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.

3-Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido.

4-Os ímpios não são assim; são, porém, como a palha que o vento dispersa.

5-Por isso, os perversos não prevalecerão no juízo, nem os pecadores, na congregação dos justos.

6-Pois o SENHOR conhece o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios perecerá.

- O que tem alicerce resiste ao vento da tempestade, da provação e da tentação já presentes, e no futuro resistirá ao juízo de Deus.

- O que você está edificando resiste às lutas, às provações e tentações?

- Os que influenciamos suportam os embates deste mundo tenebroso? E mais, o que fazemos resistirá ao juízo? O que sobrará das obras de nossas mãos no juízo final?

III - AS MARCAS QUE GARANTEM GALARDÃO

- Paulo está conclamando os construtores, os que marcam as vidas com seu exemplo e serviço, os que ajudam na edificação da igreja, os que edificam os seus lares a não se esquecerem que um dia haverá uma premiação celeste, uma distribuição de galardão (v. 14-15).

- Os que forem indolentes, relaxados, preguiçosos; os que não tiveram Cristo como o fundamento, os que alicerçaram seu trabalho na força do homem, na força da carne, no modelo do mundo, poderão ser salvos (v.15), pois uma vez salvo, salvo para sempre, mas não receberão galardão algum.

- A parábola de Mateus 25.14-30 exemplifica que a falta de zelo com o que nos foi confiando trás resultados desastrosos.

Vejamos especialmente os últimos versos:

Mt. 25.24-30:

24- Chegando, por fim, o que recebera um talento, disse: Senhor, sabendo que és homem severo, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste,

25- receoso, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu.

26- Respondeu-lhe, porém, o senhor: Servo mau e negligente, sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei?

27- Cumpria, portanto, que entregasses o meu dinheiro aos banqueiros, e eu, ao voltar, receberia com juros o que é meu.

28- Tirai-lhe, pois, o talento e dai-o ao que tem dez.

29- Porque a todo o que tem se lhe dará, e terá em abundância; mas ao que não tem, até o que tem lhe será tirado.

30- E o servo inútil, lançai-o para fora, nas trevas. Ali haverá choro e ranger de dentes.

- Deus saberá fazer a leitura correta, pois é juiz de todos os homens (Hb. 12.23) e não se deixará enganar.

Ouçamos Normam Champlin:

“Podemos estar certos de que nada escapará ao olhar de Deus. Ninguém será capaz de enganar o juiz. Não é um erro supormos que alguns dos supostos maiores Cristãos, que realizam aparentemente uma tarefa mais magnificente, serão desvendados com últimos, naquele dia. Esses serão aqueles cujas realizações foram efetuadas mediante a força da carne, da capacidade humana, dos dotes naturais, e não através do Espírito de Deus. Além disso, alguns daqueles que agora são reputados como últimos ,serão então primeiros. Esses serão aqueles que tiverem sido humildes em sua vida de oração e de trabalho cristão, embora aparentemente tenham contribuído bem pouco para os destinos da vida humana. Somente o Senhor Jesus pode fazer o julgamento preciso e apropriado, e podemos estar certos que Ele o fará “ (Normam Champlin).

Este é o sentido das palavras de Paulo em 1 Co. 4.4-5.

1 Co. 4.4-5:

4- Porque de nada me argúi a consciência; contudo, nem por isso me dou por justificado, pois quem me julga é o Senhor.

5- Portanto, nada julgueis antes do tempo, até que venha o Senhor, o qual não somente trará à plena luz as coisas ocultas das trevas, mas também manifestará os desígnios dos corações; e, então, cada um receberá o seu louvor da parte de Deus.

- Deus não se limitará às nossas obras, mas também analisará quais foram as nossas esperanças, desejos, sonhos, motivos, ambições e o que tudo isso influenciou para que o evangelho de Cristo fosse experimentado.

- Não brinquemos com as coisas de Deus. Trabalhemos com dedicação, construamos com prudência, com zelo, com firmeza, sobre o verdadeiro alicerce, pois a seu tempo seremos julgados pelas marcas que deixamos.

- Talvez a frase: Cada um veja com edifica; seja uma solene advertência para cada um de nós.

IV – AS MARCAS QUE LEVAM À SANTIFICAÇÃO

- O santuário de Deus é sagrado (v.17). Parece que Paulo não está se referindo ao Tabernáculo ou a o Templo, visto que na nova aliança eles não têm nenhum sentido.

- O santuário sagrado hoje é o coração de cada pessoa que já recebeu a Jesus como seu Senhor e Salvador. Paulo reforça esta idéia no verso 16 e ainda em 2 Co 6.16:

“Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos? Porque nós somos santuário do Deus vivente, como ele próprio disse: Habitarei e andarei entre eles; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.”

- Assim com o Tabernáculo e o Templo deixou na nação de Israel marcas profundas, devemos fazê-lo onde estamos. Somos o tabernáculo ambulante, o templo vivo, o corpo de Cristo na terra. Através de nós Cristo é manifestado.

- Não dar valor a este sentido espiritual de nossas vidas, menosprezar o Espírito Santo que há em nós é como destruir um santuário de Deus, que é sagrado.

- Cada salvo é sagrado; separado, consagrado, dedicado ao Senhor, e tal verdade nos faz uma verdadeira construção espiritual que prevalecerá no juízo.

- Se esquecermos que Deus habita em nós, que somos dele, nos abrimos com facilidade para o pecado e não somos como que canais de bênção para os que estão ao nosso redor.

- Que revelação maravilhosa e sublima esta: Nós somos o santuário de Deus, e o santuário de Deus é sagrado. Que tal revelação nos encha de alegria e de temor.

CONCLUSÃO

- Talvez, cada um olhando para si nesta noite, se entenda tão longe do que este texto nos propõe.

- O desafio é alto demais, o que Deus nos indica parece ser uma tarefa angelical e não humana. No entanto ela pode ser aplicada a cada um de nós.
- Basta reconhecermos nossa limitação e insuficiência, e invocarmos auxílio divino, que deixarmos nossa marca espiritual por onde passarmos. Comecemos hoje a avaliar os fundamentos do que estamos fazendo.

- Vejamos se Cristo é o centro de tudo. Analisemos se o que estamos plantando nos corações dos outros é tão firme que resiste às tentações e provações impostas a nós.

- Construamos com tanta solidez, dedicação e zelo que as obras de nossas mãos sejam como ouro e pedras preciosas no julgamento final.

- Finalmente que vivamos como um santuário, uma habitação de Deus, uma extensão de Jesus aqui na terra, para que os que conviverem conosco vejam glória de Deus, como via o povo de Israel nos antigos monumentos (Tabernáculo e Templos).

- E assim que deixemos marcas profundas, espirituais, duradouras na vida dos que Deus colocar diante de nós, e especialmente, nestes dias, na vida de nossos filhos. Que Deus nos ajude.



AUTOR: Pr. Luiz César Nunes de Araújo




+
++
+++
++++
+++++
++++++
+++++++
++++++++
+++++++++
++++++++++
+++++++++++
++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++
+++++++++++
++++++++++
+++++++++
++++++++
+++++++
++++++
+++++
++++
+++
++
+


A INTELIGÊNCIA
ESPIRITUAL

Tiago 1.5-8





- Você já se arrependeu de alguma atitude, de alguma decisão, de algum comportamento, por não ter tido sabedoria?

- Relembre situações em que no final você pensou: Eu precisava ter agido com mais sabedoria, especialmente com mais sabedoria espiritual.

- O filósofo Cícero disse que a sabedoria era a princesa das virtudes. De fato nenhum de nós ao ler este desafio de Tiago de pedir sabedoria se exclui desta necessidade.

- Todos nós precisamos de sabedoria para a usarmos em várias situações, como por exemplo no casamento, na criação dos filhos, nos estudos, no trabalho, na administração de nossas finanças e muito mais ainda para fazermos bem o trabalho de Deus.

- Tiago transmite a nós uma preocupação de toda a Bíblia, pois esta fala muito de sabedoria. Salomão, o homem mais sábio de todos os tempos, por exemplo, fala desta sabedoria no livro de Provérbios aproximadamente umas 50 vezes. Este tema era para ele muito importante, pois recebera do próprio Deus uma sabedoria singular (1 Cr 1.11-12).

- No entanto esta sabedoria citada por Tiago é distinta da sabedoria do homem. Certamente Tiago não está falando do QI de uma pessoa ou da capacidade de elaborar idéias ou alcançar resultados científicos, ou fazer boas provas, e ser notável entre os homens. Ele está falando de uma inteligência espiritual, que se abre primeiramente para aprender as coisas de Deus, que se deixa transformar pela operação de Deus em sua vida, que o prepara para ser um instrumento nas mãos de Deus, que faz com que o salvo tenha a mente de Cristo, tal qual nos instrui o Apóstolo Paulo:

1 Corintios 2.16:

- Pois quem conheceu a mente do Senhor, que o possa instruir? Nós, porém, temos a mente de Cristo.

- A sabedoria espiritual consiste em compartilhar da sabedoria divina. Não anulando é claro a capacitação que Deus dá para as coisas seculares. Não nos esqueçamos que Salomão, além de receber de Deus a sabedoria para governar bem o povo de Deus, também a recebeu para um amplo conhecimento (1 Reis 4.29-34).

- Mas como você e eu podemos ser mais sábios? Como obtemos de Deus esta graça da inteligência espiritual?

O autor nos responde:

I – ORAR

- Quando pedimos a Deus algo que Ele nos orienta pedir, ficamos cheios de confiança. Existem causas que não sabemos se é da vontade de Deus, mas outras temos a convicção plena de que Ele quer que oremos, pois estão explícitas em sua Palavra.

- Nós podemos pedir sabedoria de Deus na certeza de que Deus quer que a peçamos, pois o texto de Tiago nos diz que “se alguém precisa de sabedoria peça a Deus’.
Neste mesmo sentido o Apóstolo João nos informa que se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, Ele nos ouve (1 João 5.14).

- Vejamos que Salomão ao pedir sabedoria agradou muitíssimo a Deus.

2 Crônicas 1.11:

Disse Deus a Salomão: Porquanto foi este o desejo do teu coração, e não pediste riquezas, bens ou honras, nem a morte dos que te aborrecem, nem tampouco pediste longevidade, mas sabedoria e conhecimento, para poderes julgar a meu povo, sobre o qual te constituí rei.

- Quanto mais demonstramos reverência para com Deus, tanto mais nos tornamos sábios.

Pv.1.7:

O temor do SENHOR é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino.

- A oração é necessária para a obtenção dessa inteligência espiritual porque envolve a confissão de nossa insuficiência, nossa pequenez, nossa incapacidade de fazer o que Deus espera que façamos. Diante de Deus somos como crianças que nada podem fazer sem a supervisão de seus pais.

- O contrário desta oração que pede sabedoria é a arrogância de nossos corações em achar que podemos fazer algo de bom sem a intervenção de Deus. Jesus disse: Sem mim nada podeis fazer.

João 15.5:

Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.

- Assim, Pense em como Deus deve se alegrar quando um de nós pede sabedoria para servi-lo melhor, para orientar melhor a sua igreja, para conduzir melhor a família, para ser mais abençoados no trabalho, para gerenciar melhor as finanças, para olhar o mundo e as circunstâncias com os olhos de Deus.

- Não devemos ter o menor receio em buscar sabedoria. Este é o sentido das palavras de Salomão em Provérbios 2.3-4.

Pv. 2.3-4:

3- e, se clamares por inteligência, e por entendimento alçares a voz,
4- se buscares a sabedoria como a prata e como a tesouros escondidos a procurares.

- Também devemos orar para que os outros também tenham a inteligência espiritual. Paulo orou para que os salvos a tivessem:

Ef. 1.17-18:

17- para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos conceda espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele,
18- iluminados os olhos do vosso coração, para saberdes qual é a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória da sua herança nos santos.

- Assim os pais oram para que seus filhos sejam sábios e entendidos; os filhos oram para que seus pais tenham inteligência espiritual; os líderes oram pelo seu rebanho, para que entendam as coisas espirituais e o povo de Deus oram por seus líderes para que sejam inteligentes segundo Deus.

- Que a nossa oração seja: Senhor dá-me mais sabedoria e também aos outros.

II - ORAR COM FÉ

- O autor sagrado nos alerta: Peça porém com fé, em nada duvidando (v. 6).
O que não pede com fé não tem convicção de que obterá a resposta. De fato sem fé é impossível agradar a Deus (Hb 11.6).

- No entanto não podemos determinar a nós mesmos que tenhamos fé. A fé não pode ser aumentada por nós mesmos. Então o que fazer para obtermos mais desta virtude espiritual?

1 - Assim como podemos pedir mais sabedoria também podemos pedir que Deus aumente a nossa fé, como fizeram os discípulos:

Lucas 17.5:

Então, disseram os apóstolos ao Senhor: Aumenta-nos a fé.

2 - A nossa fé é aumentada quando ouvimos a Pregação da Palavra, pois a fé vem pelo ouvir a pregação da Palavra de Deus. Assim quanto mais ouvimos e lemos a Palavra tanto mais a nossa fé aumentará.

Romanos 10.17:

E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo.

3 - A nossa fé também pode aumentar quando convivemos e ouvimos pessoas de fé. Talvez seja este o sentido da frase: de fé em fé, quando Paulo diz que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé (Rm 1.17).

Vejamos que a fé de Timóteo habitou primeiramente em sua vó e em sua mãe:

2 Tm 1.5:

Pela recordação que guardo de tua fé sem fingimento, a mesma que, primeiramente, habitou em tua avó Lóide e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também, em ti.

- Vale a pena ressaltar que não é qualquer tipo de fé. A fé bíblica tem um referencial. É fé em Deus e não em mim e na minha fé. Não é fé na fé, é fé em Deus.

- Assim recebemos a sabedoria pela fé, pela convicção de que Deus a aumentará, bem como também a nossa própria fé. Se precisamos de sabedoria a pedimos a Deus, mas para alcançá-la é preciso pedir com fé. Então pedimos que Deus aumente a nossa fé para que oremos e confiemos que receberemos dela a sabedoria.

- Deus sabe que a nossa fé é pequena e Ele mesmo pode aumentá-la.

III - ORAR COM FÉ E CONSTÂNCIA

- Tiago está nos chamando a atenção para os que não são perseverantes em suas decisões.

- Ele tem conhecimento que as coisas espirituais não podem ser feitas de maneira relapsa e relaxadamente:

Jeremias 48.10:

Maldito aquele que fizer a obra do SENHOR relaxadamente! Maldito aquele que retém a sua espada do sangue!

- Encontramos nos que são de Deus sempre uma determinação por fazer o melhor para Ele:

Jéu chamou o povo para ver o seu zelo pelas coisas de Deus:

2 Reis 10.16:

E lhe disse: Vem comigo e verás o meu zelo para com o SENHOR. E, assim, Jeú o levou no seu carro.

Daniel resolveu firmemente em seu coração não se contaminar iguarias do Rei:

Daniel 1.8:

Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então, pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se.

Paulo estava disposto a morrer pela causa do Senhor.

Atos 21.13:

Então, ele respondeu: Que fazeis chorando e quebrantando-me o coração? Pois estou pronto não só para ser preso, mas até para morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus.

- O nosso Senhor Jesus nunca voltou atrás no seu plano de salvar-nos. Ele tinha a intrépida resolução de ir e morrer em Jerusalém:

Lc 9.51:

E aconteceu que, ao se completarem os dias em que devia ele ser assunto ao céu, manifestou, no semblante, a intrépida resolução de ir para Jerusalém.

- Assim não há vitória espiritual para os de ânimo dobre, para os que se dividem, os que se deixam dobrar em seus compromissos espirituais, em sua dedicação a Deus.

- Tiago diz que não é diferente em relação à sabedoria. Os que dela necessitam precisam ser perseverantes, e buscá-la até alcançá-la. Este é o sentido de Provérbios 2.3-4:

Provérbios 2.3-4:

3- e, se clamares por inteligência, e por entendimento alçares a voz,
4-se buscares a sabedoria como a prata e como a tesouros escondidos a procurares.

- Se nos falta a inteligência espiritual devemos ser constantes, determinados em buscá-la como a um tesouro. Ninguém acha um tesouro na superfície da terra.

- É preciso cavar e cavar até encontrar. Penso que este é o sentido das palavras de Jesus que nos manda insistir com Deus em oração: Lucas 11.9-10.

CONCLUSÃO

- Somos chamados neste texto a ver nossa incapacidade, nossa fragilidade, nossa insignificância e a clamar por sabedoria, por inteligência espiritual. Somos desafiados a orar com fé, com persistência, como se nada pudéssemos fazer sem esta graça de Deus em nós.

- Não devemos nos esquecer, no entanto, que ao pedirmos sabedoria espiritual estamos nos unindo mais ao Senhor Jesus e estamos o glorificando com nossas vidas, pois conforme nos informa o Apóstolo Paulo, em última instância, Jesus é a verdadeira sabedoria de Deus:

1 Corintios 1.30:

Mas vós sois dele, em Cristo Jesus, o qual se nos tornou, da parte de Deus, sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção,

- Assim quando nos abrimos para a sabedoria de Deu, para a inteligência espiritual, estamos nos abrindo para o senhorio de Jesus em nós e estamos nele nos gloriando.
De fato o verdadeiro motivo para nos gloriarmos é o de conhecermos mais a Deus na pessoa do nosso Senhor Jesus Cristo. Este é o sentido messiânico de Provérbios 8 que aponta para Jesus como a verdadeira sabedoria .

- Os que buscam a sabedoria de Deus, os que a alcançam e os que se utilizam da sabedoria espiritual, apontam para o Senhor Jesus e o glorificam, pois Ele é a sabedoria de Deus.

- Esta sabedoria espiritual Deus dá liberalmente, sem reservas, sem qualquer impedimento. Esta sabedoria de Deus pode se derramar em nossas mentes quando oramos, quando oramos com fé, quando oramos com fé e constantemente.

- Não faça mais nada, não tome mais nenhuma decisão, sem orar e pedir que Deus dê a você uma porção de sabedoria, de inteligência espiritual. Se há um pedido que devemos fazer para os que amamos é que eles sejam sábios espiritualmente.

Assim os irmãos verão o quanto é bom agir no poder de Deus, na graça de Deus, na dependência de Deus e na sabedoria de Deus.


AUTOR: Pr. Luiz César Nunes de Araújo





###################
@@@@@@@@@@@@@@@@
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
%%%%%%%%%

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012



A Causa da Decadência
Moral e Social




Introdução

1 - Cada vez que ligamos o nosso televisor para ouvir o noticiário do dia, o assunto predominante é crimes e desgraças.

2 - Os problemas sociais afetam cada família e cada indivíduo.

3 - O homem foi criado para ser feliz, mas a desgraça, a tristeza e a infelicidade o acompanham.

I - Qual a Causa dos Males?

1 - Encontramos no relato do Gênesis, que a maldição veio pela desobediência, que se chama pecado.

2 - O mal alastrou-se de tal forma, que Deus precisou destruir a civilização por um dilúvio (Gên. 6:5).

3 - O mal, porém, continuou no coração humano.

4 - Por que o mal prolifera? (Isa. 24:4 e 5.)


a) Transgridem as leis.
b) Mudam os estatutos.
c) Quebram a aliança.


5 - Que poderá acontecer a um motorista que andar na contra-mão? Desastre, morte.

6 - Assim está o nosso mundo na contra-mão. Por isso há tantos males com suas conseqüências tão graves.

Já nos acostumamos ao noticiário de cada dia: assassinatos, assaltos, seqüestros, estupros, lares arruinados, infidelidade conjugal, crianças abandonadas, miséria e desgraça por toda parte.

7 - Seria este o plano de Deus para nós? Não.

8 - Deus deixou um conjunto de dez preceitos que pode eliminar todos os males humanos.

9 - Examinemos esses preceitos escritos pelo próprio Deus em tábuas de pedra (Êxo. 31:18).

II - Os Dez Mandamentos

1 - Encontram-se em Êxodo 20:3-17.


a) 1º mandamento: "Não terás outros deuses diante de Mim" (Êxo. 20:3). Ensina-nos a amá-Lo acima de todas as coisas (S. Mat. 22:37). Esta é a primeira regra para sermos felizes porque em Deus está a fonte de felicidade.

b) 2° mandamento: "Não farás para ti imagem de escultura" (Êxo. 20:4-6). Deus aqui proíbe qualquer adoração, veneração, promessas ou votos a objetos que não têm vida (Sal. 135:15-18).

c) 3º mandamento: "Não tomarás o nome do Senhor Teu Deus em vão." (Êxo. 20:7).
Deus é santo, perfeito. Devemos reverenciá-Lo. Quantos há que profanam o nome de Deus em coisas vulgares.

d) 4º mandamento: "Lembra-te do dia de sábado para o santificar..." (Êxo. 20:8-11).
Para completar nosso bem-estar, nosso Criador fez a semana com sete dias.

Deu seis dias para nossas atividades e separou o sétimo dia para um encontro especial com Ele. É um dia para recarregarmos a bateria espiritual. É um dia para novo contato especial com Deus. Ele quer encontrar-Se conosco nesse dia e dar-nos uma bênção (Isa. 58:13 e 14).

Neste mandamento está um dos segredos da felicidade. O encontro especial com Deus.

e) 5º mandamento: "Honra teu pai e tua mãe" (Êxo. 20:12).
Como está a observância deste mandamento hoje? A família está sendo desagregada. Os mais velhos desrespeitados, desacatados. Os pais são considerados quadrados, antiquados. Quantos erros seriam evitados se os pais fossem honrados por seus filhos.

f) 6º mandamento: "Não matarás" (Êxo. 20:13).
Quantos matam nutrindo ódio, rancor, raiva... Quantos matam pela língua, falando mal e dissecando a vida do próximo.

g) 7º mandamento: "Não adulterarás" (Êxo. 20:14).
Este é o pecado mais sedutor para a humanidade. Quanta infidelidade, quantos lares esfacelados. Quantos divórcios com sua carga de infelicidade. Crianças com pais separados.

Quantas crianças abandonadas. Quanta promiscuidade e sexo livre. Quantas doenças sexualmente adquiridas, como resultado da transgressão deste mandamento. Especialmente a AIDS.

h) 8º mandamento: "Não furtarás" (Êxo. 20:15).
Aqui Deus estabelece o direito de propriedade. Respeitar o que é I alheio. Ninguém tem o direito de tirar, roubar. Porém, existe o furto indireto através da desonestidade, do extorquir, da exploração e do aproveitar-se do mais fraco e ignorante. Poucos querem trabalhar honestamente, mas muitos querem ganhar na base da exploração, da tapeação.

i) 9º mandamento: "Não dirás falso testemunho" (Êxo. 20:16).
Significa não mentir de nenhuma forma. O logro, a tapeação, o acobertamento da verdade, o disfarce, campeiam por toda parte. Os homens juram por tudo porque sabem que as pessoas não acreditam mais.

Os mentirosos não entrarão no Céu (Apoc. 21:8).

j) 10º mandamento: "Não cobiçarás..." (Êxo. 20:17).
Cobiçar é querer para si o que é do próximo.

O apóstolo São Paulo dá o conselho que soluciona esse problema. (I Tim. 6:7-10).

"Contentai-vos com o que tendes." Esse é um dos segredos da felicidade.

Alguém disse que: "Quando a criança nasce tem os braços abertos, como que dizendo: "Quero ganhar o mundo." Quando morre, tem as mãos juntas - "Deste mundo nada se leva."

Conclusão

1 - Quão feliz seria a humanidade se estes dez preceitos fossem observados.
2 - Pensemos em como o mundo seria diferente.

3 - Não haveriam guerras, ódio, inveja, assassinatos, assaltos ou seqüestros.
4 - Não haveriam ladrões, bandidos e exploradores.

5 - Como Resultado:

a) Não existiriam cadeias, penitenciárias, delegacias e policiais.


b) Menos doenças, menos lares desfeitos, menos crianças abando
nadas.


c) Os lares seriam melhores, a sociedade mais perfeita e mais feliz.


d) O mundo se tomaria um paraíso de paz e harmonia.


e) Então o reino de Deus já estaria entre os homens aqui na Terra.


f) Façamos da lei de Deus o nosso muro de proteção contra o mal que nos rodeia e estaremos seguros e felizes.



FONTE: http://www.horatranquila.com.br/o_bom_pastor/sermoes_hoje/a_causa.htm







+++++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++
++++++++++++++++++
+++++++++++++++++
++++++++++++++++



MARTA, MARIA
E LÁZARO

– SÍMBOLOS DE
TRÊS IGREJAS

João 11.5




Intr.


Inúmeras passagens da Bíblia, além de serem históricas, são também simbólicas ou alegóricas. Por exemplo, a história de João 11.

Veremos que havia profundas diferenças de comportamento entre os 3 irmãos de Betânia, mas Jesus amava os 3.

I. MARTA SIMBOLIZA A IGREJA DISTRAÍDA

a. Lc 10:40: Marta, porém, andava distraída em muitos serviços, e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude.

b. Distraída em muitos serviços. ANDAVA, mas andava DISTRAÍDA.

c. Distraída com atividades para-eclesiásticas.

d. A pessoa distraída perde o foco de suas prioridades. A prioridade da Igreja é evangelizar.

e. Marta se distraia tentando agradar a Jesus com boa comida. A questão não é apenas fazer, é AGRADAR.

f. João 4.34: Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra

g. Usemos nosso tempo e criatividade tentando alcançar as almas.

h. UM DIA NA ESTRADA. Projeto Praia Limpa. Apresentações musicais.

i. Por ser distraída, Marta teve sua fé prejudicada. Jo 11.24: Disse-lhe Marta: Eu sei que há-de ressuscitar na ressurreição do último dia.

j. Por ser distraída, Marta passou a depender das circunstâncias, Jo 11.39:Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias.

II. MARIA SIMBOLIZA A IGREJA ESPIRITUAL

a. Maria era hospitaleira, Lc 10.38: E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa;

b. Maria apreciava ficar sentada aos pés de Jesus. PARA APRENDER, naturalmente. Jo 11.2.

c. Maria ungiu ao Senhor, Jo 11.2.

d. Maria escolheu a boa parte, Lc 10.42

III. LÁZARO SIMBOLIZA A IGREJA DORMENTE

a. Jo 11.11: Assim falou; e depois disse-lhes: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo do sono.

b. No mundo espiritual, dormir é o terceiro estágio negativo. I Co 11.30: Por causa disto, há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem.

c. No v. 28 Lázaro foi posto na sepultura.

d. Sepultura é lugar de silêncio. Isto fala dos crentes que cultuam a Deus em completo silêncio.

e. Ap 14.2: Por causa disto, há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem.

f. Ap 19.6: E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! pois já o Senhor Deus Todo-Poderoso reina.

g. Sepultura é lugar de escuridão. Isto fala dos crentes que aceitam trevas dentro do coração ou dentro de sua casa. Músicas de trevas, conversação de trevas, práticas de trevas, programas de trevas, etc...

h. Sepultura é lugar de ossos secos. Ezequiel 37. Houve perda de espírito, de nervos, de pele e de carne.

i. Sepultura é lugar de imobilidade. Mortos não andam.

j. JESUS MANDOU TIRAR A PEDRA. Algumas pedras que podem estar sobre nós: (1) Incredulidade. (2) Dúvida (3) Medo (4) Mundanismo (5) Amargura (6)Ressentimento (7) Mentira

k. 3 graves problemas: nas mãos, nos pés e no rosto.

l. Que acontece quando as mãos estão atadas?

(1) Mãos atadas não podem abençoar

(2) Mãos atadas não podem contribuir

(3) Mãos atadas não ajudam na Igreja: mutirão, ornamentação, ajuda na cantina, distribuição de folhetos.

m.Que acontece quando os pés estão atados?

(1) Pés atados não podem ir para a Casa de Deus

(2) Pés atados não saem para evangelizar

(3) Pés atados não visitam hospitais.

n. Que acontece quando o rosto está envolto no lenço?

(1) Visão perdida. Jo 4.35.

(2) Audição perdida, Is 55.3: Inclinai os vossos ouvidos e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque, convosco farei um concerto perpétuo, dando-vos as firmes beneficências de David.

(3) Olfato perdido. Não se distingue mais o certo do errado.

(4) Sentido fala anulado:
Não se pode mais:

1. Adorar

2. cantar

3. testificar das bênçãos

4. testificar de Cristo

Felizmente Jesus resolveu o problema de Lázaro, ressuscitando-o. Isto simboliza o Avivamento de Deus.

Conclusão:

QUE TIPO DE IGREJA SOMOS NÓS?

IGREJA É A SOMA DE SEUS MEMBROS.

DE QUE TIPO SOMOS NÓS? Distraídos? Dormentes? Espirituais?


FONTE: http://www.aigrejaquecresce.com/Artigos/Mensagens/tabid/79/articleType/ArticleView/articleId/1102/Marta-Maria-e-Lazaro.aspx




++++++++++++++++
+++++++++++++++++
++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++
++++++++++++++++++
+++++++++++++++++
++++++++++++++++
+++++++++++++++

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012



CURA PARA
A "LEPRA"

Texto: Lc 5.12-14




Introdução

- Caso envolvendo o goleiro Bruno. Pessoas estão leprosas por causa do pecado, da avareza, do egoísmo, do poder, da sensualidade, etc.

- Existem lepras como enfermidades, problemas familiares, problemas financeiros, problemas espirituais, etc. situações tão terríveis que podem ser comparadas com um caso de lepra! Todavia, o pior tipo de lepra é o pecado, é a corrupção do ser humano, é a independencia do ser humano em relação ao seu Criador.

- Você tem enfrentado algum tipo de lepra em sua vida. Que tipo de lepra você tem enfrentado?

Transição

Passos para ser curado de “lepra”

I.) Vir em direção a Jesus (KJ); Vir à presença de Jesus (RA) – v. 12

- “O homem doente e transfigurado por uma doença que o excluía socialmente, contrariando a Lei (Lv 13), busca a Jesus com todas as suas forças como única solução para seu grave problema” (Comentário KJ). > Aquela era a oportunidade daquele homem; hoje é a sua oportunidade!

- Dar um passo em direção a Jesus, ter a iniciativa de procurar, buscar a Jesus.

- Muitos estão leprosos, mas não dão um passo em direção a Jesus.

- Exemplo da mulher com fluxo de sangue.

II.) Contemplar a Jesus (KJ); Ver a Jesus (RA) – v. 12

- Olhar para Jesus – Hb 12

- Se aprofundar no conhecimento a respeito de Jesus através da leitura dos evangelhos.

- Ouvir os seus ensinamentos, contemplar sua misericórdia, sua compaixão, seu zelo, sua santidade, seu poder, seu amor (na cruz), sua vitória (na ressurreição) que é nossa vitória, sua intercessão por nós, sua eminente volta, etc.

III.) Se humilhar diante de Jesus – v. 12

- Prostrou-se com o rosto em terra e suplicou (orou com intensidade).

- Significa se quebrantar, se tornar completamente dependente de Jesus

- Sem mim nada podeis fazer (Jo 15)

- Descer do nosso orgulho, de nossa auto-suficiencia, do salto alto e reconhecer que por nós mesmos não não podemos nada, não temos poder algum!

- Que homem pode acrescentar um côvado à sua existência? Nem o Presidente dos EUA pode. Somos todos iguais. Jesus é tudo. Temos de nos humilhar diante dEle.

IV.) Reconhecer a soberania de Jesus – v. 12

- “se quiseres”; (RA); “Se for da tua vontade” (KJ)

- Se submeter à vontade de Deus, se render, se entregar, abrir mão, etc.

- “Ele se aproxima do Senhor com … vontade de obedecer ao que Jesus lhe mandasse fazer …” (Comentário KJ)

- Oração do Pai Nosso – Seja feita a tua vontade.

- Jovem rico não quis se submeter!

V.) Ter fé em Jesus, no poder de Jesus – v. 12

- “sei que podes me purificar” (KJ)

- O seu nome está acima de todo o nome. Diante dEle todo joelho se dobrará e toda lingua o confessará (Fp 2).

- Todo o poder me foram dados nos céus e na terra … (Mt 28)

- Poder para curar, poder para salvar, para perdoar pecados, para dar a vida eterna!

- Jo 14.6

Conclusão

- Depois de termos sido curados da “lepra” devemos “servir de testemunho ao povo” (v. 14).

- Ver alguns comentários quanto a este verso … 14

- Penso que Jesus não estava impedindo o homem de testemunhar, mas “Jesus tentava evitar que o povo interpretasse mal sua pessoa e ministério, pois muitos o aclamavam como grande curandeiro, milagreiro e líder nacionalista revolucionário, que era a visão simplista que alimentavam quanto ao Messias prometido” (Comentário KJ).







AUTOR: Pr. Ronaldo Guedes Beserra






=================
==================
===================
====================
=====================
======================
=======================
=======================
======================
=====================
====================
===================
==================
=================


CONHECENDO MELHOR
A DEUS COMO PAI

“O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus”. Romanos 8:16




- O pouco conhecimento de Deus nos leva a termos imagens negativas e distorcidas d’Ele.

- A realidade de um pai terreno, muitas vezes insensível, violento, egocêntrico, exigente que não dá o valor que merecemos, nos dificulta a compreensão de Deus como Pai amoroso, misericordioso, valorizador e perdoador.

- Podemos conhecer melhor a Deus como Pai? Há uma pessoa que se identifique melhor com o amor do Pai celestial?

- Só podemos conhecer melhor a Deus como Pai, através de Jesus Cristo, pois sua vida nos mostra o caráter de Deus como Pai.

“Disse-lhe Jesus: Felipe há tanto tempo estou convosco, e não me tens conhecido? Quem me vê a mim, vê o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai?” Jo 14:9.

“Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou”. Jo 1:18.

I. DEUS, um pai amoroso

- Amor incondicional. (sem interesses)

- Não pelo que somos.
- Não pelo que temos.
- Não pelo que fazemos.

- Amor eterno. Jer 31:3; Amor imutável. Hb 13:8;

- Amor exemplificado por Jesus.

- Todas as pessoas que procuravam a Jesus: ricas, pobres, doentes, aleijados, leprosos, ladrões, cegas… eram acolhidas por Ele que os curava e lhes dava atenção e amor.

- Talvez o amor que você recebeu de seu pai tenha sido interesseiro e passageiro; mas, o amor de Deus Pai, não é assim.

II. DEUS, um pai misericordioso

- Sente compaixão pela fraqueza dos outros. Ele conhece nossas capacidades, nossas fraquezas. Ele conhece nossos pecados. Ele tem misericórdia de nós.

“O Senhor é misericordioso e compassivo; longânime e assaz benigno. Não repreende perpetuamente, nem conserva para sempre a sua ira. Não nos trata segundo os nossos pecados, nem nos retribui consoante as nossas iniqüidades.Pois quanto o céu se alteia acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem. Quanto dista o oriente do ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões. Como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece dos que o temem. Pois ele conhece a nossa estrutura, e sabe que somos pó.” Sl 103:8-14”.

- A misericórdia exemplificada por Jesus

Elevando a dignidade:

- Da mulher samaritana. Jo 4

- Da mulher hemorrágica. Mc 5:34

- Da mulher perturbada por espíritos malignos. (Madalena) Mt 8:2

- Restaurando o discípulo arrependido. (Pedro) Jo 21:15-17
DEUS, um pai valorizador

- Ele dá os dons necessários para que possamos prosperar na vida. Ele está sempre ao nosso lado, incentivando, fortalecendo, e acreditando que podemos vencer a todos os embates da vida.

- Talvez ninguém acredite mais em você, pai, mãe, parentes, amigos; mas, Deus Pai conhece o teu coração e a tua sinceridade, e torce para que consigas vencer.

- Você é importante para Deus. Você acha que depois de investir tanto em você, Deus irá abandoná-lo no momento em que você mais precisa?

“Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com minha destra fiel”. Is 41:10

III. DEUS, um pai perdoador

- Não importa o tamanho do pecado. Não importa a quantidade de pecados. Não importa a dificuldade em reconhecer o perdão. Deus Pai perdoa e restaura o pecador arrependido.

“Vinde, pois, e arrazoemos, diz o Senhor; ainda que os vossos pecados são como a escarlate, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que são vermelhos como o carmesim, se tornarão como a lã”.Is 1: 18

O perdão de Deus exemplificado em Jesus:

- Em perdoar a mulher adúltera. Jo 8

- Em perdoar seus inimigos que o crucificaram. Lc 23:34

- Deus, um Pai perdoador, não exige sacrifício, nem punições físicas e espirituais para perdoar os pecados, mas tão somente, um coração arrependido. At 3:19

- Jesus, um dia disse “Eu e o Pai somos um”. A imagem de um pai perfeito, amoroso, misericordioso, valorizador e perdoador, encontram-se na pessoa de Jesus.

- Nossos pais muitas vezes não correspondem aos nossos desejos interiores e nossas carências afetivas. Muitos filhos, talvez nunca receberam de seus pais uma palavra de amor, afeto e valorização.

- Saiba portanto, que Deus te ama, tem misericórdia de ti, te valoriza e te perdoa. Ele só quer o teu bem, tua prosperidade e sucesso.

Hoje Deus te convida a experimentar o seu amor. Peça para Ele entrar em teu coração e te dar o carinho e amor que necessitas.


AUTOR: Pr. Francisco Nascimento





########################
#######################
######################
#####################
####################
###################
###################
####################
#####################
######################
#######################
########################

domingo, 26 de fevereiro de 2012



ANDAR COM DEUS
É DESTAQUE NUMA
GERAÇÃO CORRUPTA




INTRODUÇÃO: Texto Bíblico: Gênesis 6:5-14

1. Deus estende a todos a Sua preciosa graça, porém poucos a aceitam.

2. Deus usa quem aceitou Sua preciosa graça para convidar outros a aceitá-la.

3. Deus tem Seus servos em cada geração, colocados em lugares estratégicos para que Seus planos sejam concretizados.

I. ANDAR COM DEUS IMPLICA EM SER JUSTO NUMA GERAÇÃO COM TANTAS INJUSTIÇAS:

Ele teve coragem, ousadia e, mais importante, teve fé para fazer a vontade de Deus quando outros se rebelaram. Ele não foi influenciado pelas pessoas de sua época, mas por Deus. Ele não vivia a injustiça, nem a imoralidade que as pessoas viviam em sua geração.

1. Enquanto a injustiça se multiplicava sobre a terra, Noé era um homem justo.

2. Enquanto toda a imaginação dos pensamentos humanos era continuamente para o mal, o coração de Noé estava voltado para a justiça de Deus e a proclamava.

3. Enquanto a maioria dos jovens, adultos e velhos de uma geração pratica a injustiça, os que andam com Deus vivem e ensinam a justiça:

Ø Quem anda com Deus não tem medo de fazer o certo quando todos fazem o errado.

Ø Quem anda com Deus não desiste de proclamar a justiça mesmo que não vê resultados.

Ø Quem anda com Deus transmite a justiça não apenas com palavras, mas com a vida e as atitudes.

Como a injustiça domina nossa geração é preciso ser como Noé: viver e falar sobre justiça, principalmente a justiça de Deus encontrada na Bíblia.

II. ANDAR COM DEUS IMPLICA EM SER ÍNTEGRO EM MEIO À CORRUPÇÃO MORAL, SOCIAL E ESPIRITUAL:

Há muitos justiceiros que não são íntegros, moralistas que não são morais. Noé era justo e íntegro. “Íntegro” significa fiel, verdadeiro, honesto e sincero diante de todos. Noé não era falso, não mentia e nem lograva as pessoas. Noé falava a verdade e vivia o que falava, ele era íntegro.

1. Enquanto toda a geração de Noé corrompia-se no pecado, a vida de Noé era íntegra, fiel e sincera diante de Deus e dos homens.

2. Enquanto toda a terra enchia de violência, o coração de Noé ousou permanecer firme na justiça de Deus.

3. Enquanto todas as pessoas corromperam seu caminho, Noé se destacou como homem justo e íntegro em suas gerações.

Ø Quem anda com Deus se destaca como o melhor elemento de uma geração corrupta.

Ø Quem anda com Deus não se deixa contaminar pela corrupção que infecta a vida e o coração das pessoas.

Ø Quem anda com Deus não se isola de todos, mas destaca-se no meio de todos pela integridade.

Integridade é não colar na prova quando todos estão colando; é devolver o dinheiro que o vendedor deu a mais na hora do troco; é falar a verdade, quando parece ser mais fácil mentir; é ser justo quando parece mais vantajoso ser injusto; é ser servo de Deus mesmo que ninguém esteja por perto.

III. ANDAR COM DEUS É POSSÍVEL UNICAMENTE PELA GRAÇA DE DEUS (Gênesis 6:8-9):

Deus estava indignado com tanta maldade na época de Noé como está hoje. Por causa de o pecado ter impregnado o mundo todo, tudo que havia no mundo seria destruído. Porém, havia um que vivia em meio à maldade, imoralidade e injustiça e ainda permanecia justo e íntegro pela graça de Deus. É só pela graça que alguém, num mundo corrompido pelo pecado, pode andar com Deus.

1. Quando todas as pessoas haviam virado as costas a Deus, Noé andou com Deus.

2. Quando todas as pessoas de sua geração se afastaram de Deus, Noé mais e mais se aproximou Dele destacando-se da multidão.

3. Quando ninguém se importava com Deus, Noé ouviu de Deus um pedido para construir uma grande arca para se salvar de uma inundação mundial (Dilúvio).

Ø Andar com Deus é andar na contramão da maioria. É só pela graça!

Ø Andar com Deus é opor-se à pressão exercida pelos amigos dos prazeres mundanos. É só pela graça!

Ø Andar com Deus é dispor-se a seguir as instruções de Deus mesmo que todos critiquem. É só pela graça!

CONCLUSÃO E APELO:

1. Por andar com Deus, praticar a justiça e viver em integridade, Noé recebeu um plano de Deus para se salvar do Dilúvio – se você tivesse vivido naquele tempo você estaria do lado de Noé?

2. Por andar com Deus Noé teve forças para pregar e convidar as pessoas para entrar na arca, que era o único meio de salvar-se do dilúvio – você está disposto a ser como Noé em nossa geração para dizer às pessoas que Jesus é o único meio de libertar do pecado e da morte?

3. Por andar com Deus e obedecer as Suas orientações Noé tornou-se um grande herói e Deus o salvou do dilúvio com toda sua família – você quer andar com Deus desde agora para fazer a diferença em tua família, em tua escola, em teu bairro, em tua cidade em tua geração?

AUTOR E FONTE: Pr. Heber Toth Armí / http://portal-biblico.blogspot.com/search/label/MISS%C3%83O




===============
================
=================
===================
====================
=====================
=========================
=========================


A SABEDORIA QUE
PODE TORNAR-TE SÁBIO




INTRODUÇÃO: Texto bíblico do sermão: Provérbios 2:1-10




1. Falta de sabedoria: Decepções, tristezas, altos e baixos, aflições e angústia caracterizam a vida de quem não tem a verdadeira sabedoria.

2. Importância da sabedoria: Há um convite fervoroso na Bíblia, escrito por Salomão que apresenta a importância de ser sábio para se viver bem.

3. Procure a sabedoria: Em um ambiente social de injustiças, imoralidades e ignorância se torna desafiadora a busca pela verdadeira sabedoria, mas todos a podem encontrar. E, como diz um provérbio chinês “Uma jornada de mil léguas começa com o primeiro passo”.

I. A SABEDORIA REQUER PESQUISA INTENSA – Provérbios 2:1-4

O sábio rei Salomão declarou que apesar da sabedoria estar à disposição de todos e ser a melhor aquisição realizada por alguém, ela é fruto de muito esforço e perseverança.

1. A busca pela sabedoria requer muito esforço, devido a tanta ignorância entre os seres humanos (versos 1 e 2).

a) Devido à ignorância atual nos seres humanos, a negligência nesta busca é evidente. Por isso, o alvo de muitas pessoas é adquirir riquezas, mas não sabedoria.

b) Devido à negligência de esforçar-se por adquirir sabedoria, há uma universal conformação com a ignorância; todavia, não percebem que ser rico sem ser sábio é pura loucura.

c) Devido à exigência da sabedoria, muitos seres humanos atrofiam seus cérebros na superficialidade do mero conhecimento humano a ainda se gabam orgulhosamente do pouco que sabem. Eis a maior prova de tamanha ignorância!

2. A busca pela sabedoria deve começar cedo na vida e exige toda a habilidade e força jovial para clamar em alta voz por ela (verso 3).

3. A busca pela sabedoria é comparada a escavar profundamente com a perseverança de quem procura ouro e diamante (verso 4).


II. A SABEDORIA É UM DOM DE DEUS – Provérbios 2:5-6

Tudo o que é bom vem de Deus. Como a sabedoria é melhor que prata e ouro ela é de Deus e vem de Deus. Desta forma, os seres humanos podem adquirir sabedoria, porém não independentes de Deus nem de Seu sagrado livro, que é Sua revelação da sabedoria verdadeira.

1. A natureza revela sabedoria e é a criação de Deus: “A criação não apenas existe, ela também destila verdade” (Von Rad). Quando o ser humano deseja aprender sabedoria, ele recorre à ciência e à natureza, que refletem a sabedoria do Criador; pois Ele a criou num contexto de sabedoria. Quando a ciência chega em seu limite, só Deus tem a resposta; assim, quem se esforça, persevera e clama pela sabedoria verdadeira entenderá o temor do Senhor e achará o conhecimento de Deus (verso 5).

2. A Bíblia é fonte da mais pura sabedoria e é revelação de Deus: Muitos cristãos fazem leituras bíblicas superficiais, rápidas, sem pesquisa e sem estudo intenso. Apenas para o ávido pesquisador que se aventurar e se aprofundar nas Sagradas Palavras da Bíblia verá um universo de sabedoria celestial se abrir para ele. As pessoas podem obter informações científicas, mas a menos que obtenham conhecimento da Bíblia e de Deus não possuem a verdadeira sabedoria.

3. A sabedoria pertence a Deus e Ele a dá a quem realmente deseja obtê-la: Quando arrogantemente o ser humano se jacta de seu conhecimento ou quando elimina Deus de suas teorias, passa-se a acreditar em coisas absurdamente ridículas; pois, a verdadeira sabedoria está infinitamente além da sabedoria mundana, e esta só Deus tem para doar.

III. A SABEDORIA RESULTA EM GRANDES RECOMPENSAS – Provérbios 2:7-10

1. A busca pela sabedoria traz o conhecimento de Deus: A superficialidade sapiencial não leva a Deus, mas quem se aprofunda na busca pela sabedoria encontrará a certeza da existência de um Deus poderoso.

2. A aquisição da sabedoria não se compara com as riquezas das minas terrestres: Não há dúvidas que a prata e os tesouros da terra são valiosos, mas a sabedoria divina supera em valor a qualquer riqueza deste mundo.

3. A sabedoria protege o ser humano das burrices da vida: A busca pela verdadeira sabedoria fortalece a memória, estimula o intelecto mais do que qualquer outra coisa. O estudo da Bíblia e o encontro com Deus tornam as pessoas corretas, virtuosas, sensatas, justas e alegres (versos 7-10).

CONCLUSÃO:

1. A verdadeira busca pela sabedoria leva o pesquisador ávido pela verdade ao conhecimento de Deus (verso 5).

2. A verdadeira busca pela sabedoria conduz o pesquisador pelas veredas da justiça, da retidão e da santidade que o livrará das conseqüências da perversidade, corrupção e imoralidade (versos 7-8) .

3. A verdadeira sabedoria obtida por quem a procura perseverantemente enobrecerá o caráter e a vida do sábio (versos 9-10).

APELO:

1. Atente à sabedoria o teu ouvido, e verás que vale a pena (verso 1).

2. Incline o coração ao entendimento, e serás inteligente, intelectual (verso 2).
3. Busque sabedoria mais do que riquezas, e serás ricamente sábio (verso 4).


AUTOR E FONTE: Pr. Heber Toth Armí / http://portal-biblico.blogspot.com/search/label/CRIADOR




+++++++++++++
++++++++++++++
++++++++++++++++
+++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++
++++++++++++++++++++++

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012



COMO VENCER A RAIVA?

As pessoas andam cada vez mais irritadas e com raiva

Toda essa raiva leva as pessoas a fazerem loucuras

Mas a Bíblia ensina que o amor supera a raiva

“O amor…não se ira facilmente...” 1Co 13.5




INTRODUÇÃO

- Você sabia que os maiores índices de violência estão dentro das casas? A chamada violência doméstica?

- Você sabia que a grande maioria dos abusos, inclusive os sexuais, acontece entre parentes próximos?

- Seis milhões de esposas sofreram violência de seus maridos, dez milhões de crianças sofreram espancamentos de seus pais. Essas pessoas não souberam como controlar a raiva.

- Isso não quer dizer que o amor não sente raiva, porque por vezes o amor fica irado. Algumas vezes, o certo que o amor precisa fazer é ficar zangado.

- Mas “O amor não se irrita facilmente” e as pessoas com quem você mais se zanga são aquelas que mais o amam, pois é quando você percebe que elas estão na melhor posição para suprir suas necessidades e não querem que você fique zangado.

- Quero hoje que olhemos para “Como Vencer a Raiva”.
1Co 13.5 “O amor (...) não se ira facilmente...”

COMO VOCÊ PODE CONTROLAR SUA RAIVA?

I. DECIDA CONTROLAR SUA RAIVA

“Melhor é o homem paciente do que o guerreiro, mais vale controlar o seu espírito do que conquistar uma cidade.” Pv 16.32 (NVI)

- Deus deu a você, em sua formação biológica, a capacidade de ter raiva.

- Raiva não é necessariamente um pecado. Deus ficou irado.
O problema é como controlar a raiva. Ela bem controlada torna-se mais um recurso do que uma deficiência.

- Você não pode evitar a raiva, mas pode aprender a controlá-la. Precisa aprender como lidar com ela. Você decide controlá-la.

II. AVALIE O PREÇO DA FALTA DE CONTROLE

Pv 29.22 “O homem de gênio violento provoca brigas por toda parte...”

Pv 15:18 – “A pessoa de mau gênio sempre causa problemas...” (NTLH)

Pv 14:17 – “Quem perde a cabeça num instante acaba cometendo erros muito graves;” (BV)

Pv 14:17 – “Quem se zanga facilmente faz coisas tolas,” (NTLH)

Pv 11:29 (BV) “Quem se revolta contra seus pais e perturba sua família, ficará sem qualquer herança, terá uma vida vazia.”

TODAS AS VEZES QUE FICO SEM CONTROLE, EU PERCO.

NUNCA responda impulsivamente. Quanto mais você controla seu temperamento, ele melhora, quanto mais você o controla, melhora.

Dê a você mesmo algum tempo de parada, reflita e pense no assunto. Se você não pára e pensa, vai fazer sempre a coisa errada.

III. EXPRESSE SUA RAIVA APROPRIADAMENTE:

Ef 4:26 “Se você ficar com raiva, não deixe que isso o faça pecar...”

Este versículo implica que há um jeito de ficar com raiva e não pecar.

Toda raiva é pecaminosa? Não. Deus fica irado e deu ao homem a mesma capacidade. Mas há formas certas e erradas de ficar com raiva.

Há formas construtivas e destrutivas de raiva. Raiva apropriada e não apropriada. Você precisa aprender a expressar sua raiva de forma apropriada.

“Se você ficar com raiva, não deixe que isso o faça pecar...” Negar que você está com raiva, quando está mesmo, é pecado. Isto se chama mentir.

É mais fácil ficar com raiva do que admiti-la. A Bíblia diz que ficar com raiva e não admiti-la é mentir. Isto é pecado. A raiva não é errada em si, o erro está em como a expressamos.

Estou convencido de que a maioria de vocês pode ter ótimos relacionamentos e ter suas necessidades satisfeitas se aprenderem a direcionar a raiva de maneira apropriada e a expressá-la corretamente e não incorretamente.

Três coisas que você não deve fazer:

1. NÃO REPRIMA SUA RAIVA.

- Se eu não consigo expressar minha raiva, estarei guardando-a dentro de mim. Reprimir significa colocar o sentimento mais para baixo, guardando no interior e isso causará sempre dor em você – mental, física e nos relacionamentos. Quando você conserva o sentimento reprimido, provavelmente seu corpo vai sofrer as conseqüências. Quando eu engulo minha raiva, meu estômago vai reagir. Seu corpo não foi criado para viver em constante estado de alerta, raiva, e outros sentimentos afins. Se reprime, alguma coisa vai sofrer as conseqüências – dor de cabeça, colite, úlcera, coração, pressão alta, dores lombares etc. É a parte mais frágil do seu corpo que vai ser mais afetada.

2. NÃO SUPRIMA SUA RAIVA.

- Suprimir é quando você tenta fingir que o sentimento não existe. Suprimir não vai ajudar em nada. “Tudo vai passar, vai ficar tudo bem.” Não, você precisa dizer: “Eu fiquei machucado, ameaçado, com medo, frustrado.” E você precisar lidar com todos esses sentimentos.

3. NÃO EXPRESSE SUA RAIVA.

- Há muitas maneiras de se expressar a raiva. Tem o vulcão. Há o amuado – alguém que tenta conseguir mais por ser amuado do que em ser explosivo.

- O manipulador – aquele que não confronta com o que é real e faz insinuações, colocações sarcásticas todo o tempo, pequenos golpes. Fica constantemente golpeando, insinuando colocações – é raiva. Todos esses são mecanismos de defesa de comportamento. Não ajudam em nada.

IV. ADMITA E CONFESSE SUA RAIVA.

- Admita para você,

- Para os outros,

- Para Deus.

Diga: “Eu estou com raiva!”

E o mais importante do admitir que você está com raiva, é admitir por que você está zangado.

Aprenda a lidar com isso, confesse sua raiva.

V. REPROGRAME SUA MENTE

“...mas transformai-vos pela renovação da vossa mente...” Rm 12:2

A forma como você age é determinada pela forma como você pensa. A maneira como você sente é determinada pela maneira como você pensa.

Se você quer mudar a maneira como você age você precisa mudar a maneira como você pensa.

Faça o seguinte exercício:

- Escreva uma carta para você mesmo. Fale da figura ideal de respostas para sua raiva. Pense em algo que faz você ficar com raiva e então escreva como você gostaria de lidar com ela. Seja vívido e detalhado quanto possível. Faça isso como um compromisso de dever de casa. Pense na irritação, pense na maneira como você gostaria de lidar – resolva isso antes, decida, escolha, antecipe a solução. Pergunte-se algo como: “Gosto de ficar zangado?” Quando fico zangado os resultados disso são os melhores?” “Terei os mesmo resultados se eu agir de um modo efetivo?” “Como posso ser diferente?” “O que eu gostaria de ser para reagir e dar uma resposta satisfatória nessa situação?” É muito trabalho? O quanto você leva à sério o desejo de mudar seus hábitos? O quanto você leva a sério o desejo de controlar sua raiva? Se você deseja fazer isso – escreva, pegue alguns desses versículos da Bíblia e use-os na carta, de modo que isso ajude a você mudar sua vida. Na medida em que as palavras forem tomando seu pensamento, você estará sendo transformado. Na medida em que você estiver fazendo isso, você estará sendo progressivamente mudado pela transformação de sua mente. Isso vai mudar você.

- A verdade é que pessoas raivosas são pessoas inseguras. Quanto mais inseguro sou, mais as coisas me enervam. Quanto mais inseguro sou, mais descontrolado fico, mais irritado sou. Se você pegar um bebê que está chorando irritado e você der amor, carinho, segurança, aceitação e ele pára de chorar sem isso, a causa então é outra.

- Quando você entende o quanto Deus o ama e há segurança em Cristo, o quanto você é importante para Ele, sua irritabilidade vai diminuir. Isso tem mais a ver com a sua auto-imagem e o que Deus diz a seu respeito do que com o que você acha de si mesmo.
Dever de casa: Leia Efésios 1 e Romanos 8 que são capítulos clássicos sobre como encontrar segurança em Cristo. Leia-os sempre e sempre. São versículos anti-raiva porque quanto mais você se sente bem com você mesmo, menos você vai se sentir mal com os outros.
Você precisa ser transformado pela renovação de sua mente.

VI. APRENDA COM AS PESSOAS PACIENTES

“Não se associe com quem vive de mau humor nem ande em companhia de quem facilmente se ira; do contrário você acabará imitando essa conduta e cairá em armadilha mortal.” Pv 22:24,25 (NVI)

- Se você está com pavio curto, e somente se relaciona com pessoas sem pavio, como você pensa que vai viver?

- Você pode ser contaminado por alguém com raiva? Certamente.
O que se diz é: escolha seus amigos. Se você leva a sério mudar seu costumeiro e arraigado estilo de vida de administrar de modo não apropriado a sua raiva, então precisa começar a ter amigos que saibam como expressar a raiva.

- Este é um dos benefícios da igreja. É esta a razão porque acho que devemos nos unir e nos comprometer com a família da igreja.
É por isso que devemos pertencer a um Pequeno Grupo. Você adquire valores positivos. O mundo todo está ensinando você a expressar sua raiva de forma errada.

- A televisão ensina a expressar a raiva de forma errada.
O que tudo isso ensina aos nossos filhos? Quando você fica zangado, sai atirando com uma arma, esmurra o rosto de alguém, golpeia alguém pelas costas com uma faca, berra, xinga e manipula?

- Você precisa do equilíbrio de todos aqueles que são exemplos nisso e a igreja é um ótimo lugar onde você encontra esses modelos.
Fique perto de pessoas que lidam com a raiva do mesmo jeito que Jesus lidou. Toda raiva é aprendida. Desde que é aprendida, pode ser desaprendida.

- Pais, todas as vezes que explodo e perco minha calma, me torno um modelo não apropriado para meus filhos. Eles estão aprendendo. Tudo que você fizer, estará servindo de modelo, ensinando.

CONCLUSÃO

Dr. James Dobson diz: “Casamentos bem sucedidos não são aqueles em que a raiva e os conflitos não existem. Mas, são aqueles em que se aprende a administrar a raiva. Quando a raiva é administrada, produz grandes casamentos.”

Se você nunca teve raiva, então você é um vegetal. Deus o criou como ser humano que tem raiva. Quero acrescentar isso:

Quando a raiva é administrada produz também grandes amizades, igrejas, liderança e realizações. Produz grandes atletas e líderes, porque a energia emocional que é direcionada para o bem, possui um grande potencial.

JESUS PODE NOS ENSINAR COMO VENCER A RAIVA

Ele faz isso atacando a raiz do problema. O problema é o pecado.

Você precisa se arrepender dos seus pecados.

Você precisa do perdão de Deus.

Você precisa do amor de Deus.

Você precisa de uma nova vida.

Receba Jesus em sua vida.



AUTOR: Pr. Ricardo Aurino - Pastor de Maturidade Espiritual






=========================
=======================
======================
=======================
=========================

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012



Saindo do Vale
para a Bênção

Ezequiel 37:1 -14
“Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei”
(Efésios 5:18)




1. O Povo Cativo

a) O povo de Israel estava agora fisicamente secos, como já tinham estado espiritualmente há muito tempo...

b) Nós somos o povo de Deus hoje, todos os que receberam Jesus como Senhor.

c) Muitos cristãos estão como estava Israel no passado.

d) Se existem ossos é porque já houve vida... Esta é a situação de muitos cristãos que já estiveram vivos...

2. Avivamento

a) Avivamento vem com confissão de pecados, arrependimento.

b) A realidade do avivamento é quando o povo volta-se para Deus.

c) Quando há avivamento o povo começa a Ter temor de Deus.

d) Quando há avivamento o povo de fora da igreja começa a ficar interessado nas coisas de Deus. (Ex. O Avivamento Zulu – África do Sul)

e) No avivamento as estrelas desaparecem o povo vem à igreja por causa de Cristo.

f) O pecador perdido começa a sentir o fogo do inferno nos seus pés... clama pela salvação.

g) No avivamento os crentes colocam Cristo em primeiro lugar... Cristo está em primeiro lugar em sua vida?

3. O Poder da Palavra Profética.

a) Ezequiel tinha que falar a um monte de ossos secos, sem vida ... loucura!!!

b) A Palavra de Deus que tem poder de mudar as situações e vidas.

c) A palavra de Deus que vai trazer reavivamento.

d) Se alimentar diariamente da palavra de Deus...

e) O que Deus falou com você na última semana na hora devocional?

4. O Espírito Dá Vida.

a) Quem nos traz vida é o espírito Santo.

b) Palavra e Poder têm de andar juntas.

c) Há igreja que não conhece as Escrituras, nem o poder, não conhece nada (está seca).

d) Há igreja que conhece a Escritura, mas não conhece o poder... Sabe Bíblia, Teologia, Doutrina, Tudo Intelectual... ( Está Seca ).

e) A igreja que conhece o poder, mas não conhece a Escritura... É fraca falta Bíblia.

f) A igreja que conhece as Escrituras e conhece o poder de Deus. Aplica o poder para cumprir as escrituras, e usa as Escrituras para dirigir o uso do poder.

5. O Defunto Maquiado. (V. 6,7)

a) Sem o espírito os corpos eram mortos.

b) Precisamos pedir a Deus para fazer um reboliço em nosso meio.

c) Tudo bem organizado, tudo bonito, E.B.D, Ministério Infantil, louvor, social, porém sem vida.

d) Será que estás seco, sem vida? Ex: As múmias de faraó.

6. Transformação

a) Olhe para sua própria vida.

b) Você está vindo à igreja por que?

c) A transformação vem pelo Espírito Santo. (v.9)

d) O Espírito Santo traz unção, ânimo, impulso evangelístico, ousadia e autoridade.

e) O Espírito levantou o exército poderoso. (v.10) Trouxe vida.

7. Abra Seu Coração

a) Abra seu coração para a Palavra de Deus...

b) Você pode Ter vida, só depende de você ouvir a palavra e o Espírito.

c) Talvez sua vida esteja nesse vale. Você pode ser transformado agora.

d) Deus quer nos levar do vale para o monte da transfiguração.

e) O Senhor quer dar vida abundante.

f) Você precisa ser, aberto ao que Deus quer fazer..

g) “Porei em vós o meu Espírito e vivereis”

h) Permaneça ligado em Cristo. (João 15:4,5)

“Eu vim para que tenham vida, e vida em abundância” (Jo.10:10).



O Espírito Santo quer encher você com a própria vida de Jesus, fazendo de você um discípulo cheio do poder e da graça de Deus sendo um verdadeiro soldado do Deus Vivo, que nem o vale da morte é capaz de deter.

FONTE: http://www.pibmarilia.org.br/sermoes.php?ida6_sermoes=44





+
++
+++
++++
+++++
++++++
+++++++
++++++++
+++++++++
++++++++++
+++++++++++
++++++++++++
+++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++
+++++++++++++++++++++


A Prática da
Presença de Deus

Mateus 6:25-33




Fomos chamados para andar com Deus todos os dias se nossa vida, em comunhão constante, intimidade, ouvindo sua voz, declarando sua vontade aos homens, glorificando o Senhor em toda maneira de ser e viver nessa terra.

1. Quando Você Anda na Presença de Deus, Você não Precisa Ficar Ansioso. Ele Cuida de Cada Detalhe (V.25).

a) Deus alimentou o povo de Israel durante 40 anos no deserto – 2.500.000 pessoas.

b) Deus cuidou de cada detalhe da vida do povo de Israel, saúde, roupas, água, alimento, clima ... etc (Exodo13:21,22; Deut. 8:3,4)

c) Deus alimentou o profeta Elias numa época de seca. (I Reis 17:1-16)

d) Davi testemunhou sobre o cuidado de Deus dizendo: “Fui moço, hoje sou velho, porém nunca vi desamparado o justo...” (Salmo 37:25; Filipenses 4:19)

2. Somos Motivados a Praticar a Presença de Deus, Olhando para a “Fé” dos Pássaros. (V. 26)

a) Deus quer cuidar de nós como um pai de família cuida de seus filhos. Ex: Seu filho não te oferece metade do café da manhã, para que você possa garantir o almoço dele...

b) Deus cuida de cada detalhe de sua criação com um propósito supremo e eterno...

c) Se você já nasceu de novo, você é membro da família de Deus, isso significa que Ele cuida de tudo. (Efésios 2:18-20)

3. A Prática da Presença de Deus Traz Cura para a Ansiedade. (V. 25,28-32)

a) Na presença de Deus você está seguro.

b) Na presença de Deus há abundância, vida, bênção, plenitude de alegria e paz...

c) O seu futuro está nas mãos de Deus, sua aposentadoria, velhice... etc.

d) Jesus disse “Eis que estou convosco todos os dias...” (Mateus 28:20)

e) Deus quer cuidar de sua vida física, psicológica, emocional e espiritual, financeira, profissional ...

f) Deus não se compromete em te tornar rico, mas de cuidar de você e suprir todas as tuas necessidades. (Filipenses 4:19)

4. Quando Você Pratica a Presença de Deus e Busca o seu Reino em 1º Lugar, Ele Abençoa Todas as Áreas de Sua Vida. (V. 33)

a) Você pode praticar a presença de Deus lembrando-se do Senhor pelo menos uma vez por minuto. Cantar, orar, falar, ler, sentir, ajudar alguém, manter a mente ocupada com as coisas do céu... (Col 3:1,2)

b) As bênçãos e o cuidado de Deus dependem da prioridade que damos a Ele. (v. 33).

Ex: Jesus multiplicou os pães e alimentou a multidão, porque eles estavam ouvindo a Jesus desde a manhã até à tarde. (Mateus 14:14-21)

c) Se você buscar a Deus e o Seu Reino em 1º lugar, você não precisará buscar as bênçãos, pois as bênçãos te acompanharão onde você estiver. (Mateus 6:33; Deuteronômio 28:2-8)

- Somos motivados por Jesus a praticar a presença de Deus em nossas vidas, descansando no Senhor, entregando tudo em suas santas mãos (Salmo 37:4-5). Se não fizermos isso, nos tornaremos escravos das coisas temporais desde mundo.

- O Senhor quer que andemos com Ele, que o amemos, que confiemos n’Ele de todo o nosso coração.

- Andar com Jesus, fazer o que Ele fez, amar como Ele ama, servir como Ele serviu, confiar no Pai como Ele confiou; praticar a presença do Pai como Ele praticou; cultuar como Ele cultuou... Esse é o nosso chamado.

FONTE: http://www.pibmarilia.org.br/sermoes.php?ida6_sermoes=80




+++++++++++++++
++++++++++++++
+++++++++++++
++++++++++++
+++++++++++
++++++++++
+++++++++
++++++++