quarta-feira, 14 de dezembro de 2011


COMO ENCHER A BOTIJA

- II REIS 4:1-7


1. ELISEU: sucessor de Elias; profeta do norte (Israel); pré-anunciou o castigo (assírios – 722 a.C)

2. FATO narrado

3. O AZEITE NA BÍBLIA

Iluminar; alimentar; ungir (reis, profetas, sacerdotes – símbolo de autoridade, força e honrra); símbolo do Espírito (Is 61:1-3)

4. Linha interpretativa

I – CONSCIÊNCIA DA NECESSIDADE

1. PERFIL DA MULHER

a) Sem nome (v. 1), viúva (v. 1), pobre, falida, coagida a oferecer os filhos como pagamento de dívidas, sem perspectiva, PORÉM, CLAMOU...

b) Uma mulher que foi influenciada pelo marido que tiver aliança com Deus (v. 1)

2. O azeite do espírito é para os insatisfeitos; a igreja tem sido marcada pela incredulidade, carnalidade, acomodação, indiferença, desapego à Palavra, insensibilidade – mas vive como se tudo fosse bem, não tem consciência de que precisa urgentemente do azeite do Espírito...

II – CONSCIÊNCIA DA POSSIBILIDADE

1. POSSIBILIDADE POR CAUSA DO QUE SE TEM

a) A pergunta de Eliseu demonstra que ela seria abençoada a partir do que tinha em casa (v. 2)

b) Todo crente só pode ficar cheio do Espírito porque tem o Espírito

· Mt 25 – virgens néscias não tinham o Espírito pois não conheciam o Senhor

· I Co 12:13 – “Pois, em um só Espírito, todos nós fomos batizados em um corpo, quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres. E a todos nós foi dado beber de um só Espírito”

· Rom 8:9 – “Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se, de fato o Espírito de Deus habita em vós. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele”

2. POSSIBILIDADE POR CAUSA DA PALAVRA

a) Elizeu dá à viúva uma promessa de provisão (v. 3-4)

b) Jesus nos deu uma palavra de promessa sobre o Espírito Santo

* Jo 7:37b-39 “se alguém tem sede, venha a mim e beba; quem crer em mim,

crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva; isto ele disse com respeito ao Espírito.....”

· Jô 14:16-18 “eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro consolador, afim de que esteja para sempre convosco; o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque Ele habita convosco e estará em vós; não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros”

· Lc) 11:13 “se vós que sois maus sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos quanto mais o Pai Celestial dará o Espírito Santo aos que lho pedirem?”

3. A.: “recebestes o Espírito Santo pelas obras da lei ou pela pregação da Fé...”? O Espírito Santo não é uma exclusividade pentecostal, não é privilégio de um seleto grupo de crentes, Ele se derrama sobre qualquer botija, independente do rótulo....

III – DISPOSIÇÃO PARA OBEDECER

1. UMA OBEDIÊNCIA SEM QUESTIONAMENTO (v. 3-5)

“Será que os vizinhos têm vasilha? Se têm, vão emprestar? Para que tanta vasilha? Para que envolver os filhos? Para que fechar a porta?

2. A OBEDIÊNCIA É O PRÉ-REQUISITO DA UNÇÃO

a) Lc 24:49 “eis que eu envio sobre vós a promessa de meu Pai; permanecei, pois, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder”

b) At 5:32 “...o Espírito Santo que Deus outorgou aos que lhe obedecem”

3. O ESPÍRITO SANTO SE DERRAMA SOBRE QUEM ESTÁ DISPOSTO A CUMPRIR SUA AGENDA

a) Filipe troca o avivamento samaritano pelo caminho solitário de Jerusalém para Gaza... “disse o Espírito a Filipe: aproxima-te desse carro e acompanha-o... (At 8:29)

b) Paulo e Barnabé – trocam o conforto e a estabilidade da equipe pastoral da Igreja P. de Antioquia, para serem missionários...”disse o Espírito Santo – separai-me agora, Paulo e Barnabé para a obra que os tenho chamado” (At 13:2)

c) Paulo e Silas – foram impedidos, pelo Espírito, de pregar na Bitínia; depois receberam a visão de pregar na Macedônia.... e obedeceram (At 16:6-10)

d) Paulo – recebe do Espírito a tarefa de seguir para Jerusalém com uma grande certeza – “o Espírito Santo me assegura que de cidade em cidade me esperam cadeias e tribulações...” (At 20:23)

e) Rom 8:13 - “se viverdes segundo a carne, caminhais para morte; mas, se pelo Espíríto, mortificardes os feitos do corpo, certamente, viverei”

f) Gl 5:16 – “andai no Espírito e jamais satisfareis a concupiscência da carne”

4. A.: unção não para emoção.., ostentação, divisão. Unção é para levar nosso pensamento cativo ao Senhor..... e equipar para a missão...

CONCLUSÃO

1.O Espírito só pode encher VASILHAS VAZIAS 9v. 2)2. A MEDIDA DO ENCHIMENTO é a medida da vida que ofertamos a Deus (v.6

3. O enchimento implica na transformação das nossas RELAÇÕES SOCIAIS (v.7

4. O enchimento é vida para nós e para nossos FILHOS (v. 7; Is 44:3; At 2:17-19)


AUTOR: Pr. Jair Francisco Macedo


++++

+++++

+++++++



A UNÇÃO DO ESPÍRITO

/ I JO 2:18-29


1. “Aquele que não conhece Deus o Espírito, não pode conhecer Deus de modo algum” (Thomas Arnold) – Pedra Viva: uma Igreja que conhece o Espírito Santo

2. Estamos diante de uma palavra:

a) Paternal (v. 18a)

b) Urgente (v. 18a)

c) Reafirmação (v. 18b-19)

Os anticristos: “muitos” (v. 18b), sinais da “última hora” (v. 18). “saíram do nosso meio” – oriundos do povo de Deus (v. 19), mas não pertenciam ao povo de Deus.

Os crentes: “vós possuís unção que vem do Santo e todos tende conhecimento" (v. 20).

A.: a unção era, e é, a grande arma para enfrentamento dos desafios da Igreja no mundo nos últimos dias.......

I – DESTINATÁRIOS DA UNÇÃO: “FILHOS”

(v. 18 “filhinhos”; v. 20 – “vós possuís a unção.......”)

** I Jo 3:1-2

1. Filiação presente (v.2 “amados, agora, somos filhos de Deus...”)

a) Base: o amor do Pai (v. 1a)

b) Meio: a obra do Filho

* “De fato somos filhos de Deus” (v. 1) – como a filiação se tornou fato?

** Pela descoberta da identidade de Jesus: “Cristo” (v. 22)

** Pela confissão da identidade de Jesus (v. 23)_

& Quem nega não tem Pai, quem confessa tem Pai

I Jo5:1a “todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus”

Jo 1:12

c) Conseqüência: a rejeição do mundo (v. 1b) e a vitória sobre o mundo ( I Jo 5:4-5)

2. Filiação futura (v. 2 “agora somos..... e ainda não se manifestou o que haveremos de ser = “já/ainda não”)

O presente é bom, o futuro será infinitamente melhor! A unção é uma antecipacão da glorificação

A.: A unção é uma exclusividade dos filhos; por isso, a primeira condicão para recebê-la é ser filho (I Jo 5:11-13)

II – A PROCEDÊNCIA DA UNÇÃO: “ a unção que vem do Santo” (v. 20)

1. Jesus é o “Santo” (Jo 6:66-67)

2. Jesus é o “Santo” fluidor do Espírito Santo (Jo 7:37-39 cp c At 2:32-33)

A.: a unção não procede da nossa instituição, tradição, ritos, eventos,líderes, nem de nós mesmos, ela vem do trono e a boa noticia é que está permanentemente disponível! O que falta então? “Se alguém tem sede venha mim e beba” (Jo 7:37)

III – CONSEQÜÊNCIA DA UNÇÃO: “e todos tendes conhecimento” (v. 20)

1.Conhecimento da verdade do Pai

“O consolador, o Espírito Santo, aquém o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo que vos tenho dito” (Jo 14:26).

“Quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir”

2. Conhecimento do poder do Pai

Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça....” (Jo 15:16); “Quando vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que dele procede, esse dará testemunho de mim e vós também testemunhareis....” (Jo 15:26-27a)

CONCLUSÃO

Como experimentar a unção hoje?

1.) Filiação – v. 18, 20; I Jo 5:1, 11-13

2.) Apropriação

a) Palavra (v. 21 cp c/ 24)

b) (v. 25; Gl 3:2, 13-14 “quero saber apenas isto de vós: recebestes o Espírito pelas obras da lei ou pela pregação da fé?..... A bênção de Abraão chegou aos gentios, em Jesus Cristo, para recebermos pela fé o Espírito prometido”

c) Comunhão (v. 27-28 “permanecei nele....”; I Jô 5:14 “esta é a confiança que temos para como ele, Jesus, que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve”

“Errais não conhecendo as escrituras e o poder de Deus” (Mt 22:29)

a) Submissão (v. 29 – o sinal do filho é a prática da justiça do Pai

Pedro – “... Espírito Santo que Deus outorgou aos que lhe obedecem” (At 5:32)

APELO: “ se vós que sois mais sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais o Pai celestial dará o Espírito Santo àqueles que lho pedirem”? (Lc 11:13)



AUTOR: PR. JAIR FRANCISCO MACEDO



===============

=================