sexta-feira, 11 de março de 2011


VENCENDO
O NEGATIVISMO
E A INCREDULIDADE

Josué 14: 6-15


- No livro de números 13 e 14 encontramos Moisés escolhendo e enviando 12 espias à terra de Canaã. Dentre os quais estavam Oséias filho de Num da tribo de Efraim e Calebe, filho de Jefoné da tribo de Judá. Até este ponto ninguém conhecia Josué. Josué foi o nome que Moisés deu a Oséias, Nm. 13:16. Trata-se de um grupo de 12 homens, provenientes das 12 tribos de Israel. Moisés queria que estes homens fizessem um levantamento da situação da terra; uma pesquisa minuciosa, para que pudessem entrar com os pés no chão, sabendo onde iam pisar e o que encontrariam pelo caminho. Andaram em todos os lugares possíveis e fizeram um relatório para Moisés e o povo que aguardava às margens do Rio Jordão. No relatório não houve unanimidade, 10 acharam impossível a conquista de Canaã e voltaram com um relatório negativo e incrédulo. Se quer levaram em consideração a promessa que deus havia feito a eles. Josué e Calebe ainda tentaram convencer o povo a lutar pela posse da terra, pois valia a pena, a terra era boa e muito produtiva. Mais uma vez o povo foi com a maioria, e tomados pelo medo e pela incredulidade se revoltaram contra Deus e contra Moisés.

- Esta atitude resultou na ira de Deus que impediu o povo de alcançar a promessa e a transferiu a seus filhos. Daquela geração – dos saíram do Egito, de 20 anos para cima- apenas Josué e Calebe entrariam na terra. “Nenhum desses que me desprezou verá a terra. Mas o meu servo Calebe é um tipo diferente de homem – ele me obedeceu totalmente. Ele entrará na terra que espiou, e seus descendentes possuirão esta terra” Nm. 14:23b e 24.

- Por causa da falta de fé nas promessas de Deus, Israel passou 40 anos no deserto, e finalmente Josué conduziu o povo para Canaã.

Nesta narrativa podemos aprender lições preciosas de como vencer o negativismo e a incredulidade em nossas vidas.

I – O grave problema do negativismo e a incredulidade em nossas vidas.

1 - De maneira geral:

- A vida está cheia de pessimismo.

- O universo está abalado por causa do homem e a natureza está sendo completamente destruída.

- A violência tem aumentado em todo mundo; só no Brasil o numero de assassinatos é superior a 50 mil pessoas ano. São 8 milhões de crianças abandonadas nas ruas das cidades.

- O desrespeito à autoridade de um modo geral é assustadora, a começar dentro de nossos próprios lares. Filhos não respeitam mais seus pais; pais indiferentes aos filhos.

- A ciência se desenvolve em áreas que amedrontam. Até pouco tempo o problema da policia eram os assaltos nas ruas, hoje o problema são os assaltos via Internet.

- Não se fala mais de bombas atômicas, a próxima guerra será bacteriológica e virológica. As notícias que vemos e ouvimos diariamente nos desanimam a alma. Jogam sobre nós uma carga enorme de negativismo e incredulidade.

2 - De maneira individual:

- As pessoas não acreditam mais em sua capacidade.

- Vemos adolescentes desanimados em tenra idade, achando que não vale a pena investir no estudo, pois a perspectiva de emprego é remota.

- Vemos homens e mulheres desistindo de tudo, inclusive de suas famílias, porque acham que não tem mais jeito.

- Pessoas tiram a próprio vida porque não acreditam numa solução para seus problemas.

- Cada dia mais pessoas estão abrindo mão de seus sonhos, seus ideais, seus ministérios, de si mesmos, porque diariamente recebem mensagens negativas em relação a própria vida.

- Isso tem lavado milhares de homens e mulheres a se entregarem a uma vida leviana, drogas, mundo do crime, etc. porque perderam a esperança de uma vida feliz.

II - Devemos lutar contra o negativismo e a incredulidade.

Mas paras isso precisamos de algumas atitudes:

1 - Ter um coração esperançoso:

- Diante das noticias ou relatório da pesquisa feita em Canaã, as pessoas foram tomadas pelo medo, pela incerteza. Todos choraram diante da realidade, pois a noticia que os 10 espias trouxeram era negativismo e incredulidade.

- Josué e Calebe tentaram manter os ânimos do povo, mas foi impossível, eram a minoria. Calebe falou com muita esperança, pois era assim que sentia em seu coração “A terra pelo meio da qual passamos é muitíssimo boa” V.7b. Calebe tinha um coração esperançoso, e esta é uma das formas de lutar contra essa enxurrada de negativismo e incredulidade que recebemos todos os dias. “O que vocês estão fazendo é desanimar o povo de Israel para não tomar a terra que o Senhor nos deu” Nm. 32:7.

2 - Ter uma mente perseverante:

- Calebe tinha a mente e o coração firmados no Senhor, sabia que a vitória dependia de Deus.

“Se o Senhor se agradar de nós, então, nos fará entrar nesta terra e no-la dará, terra que mana leite e mel” Jos. 14:8.

- Uma história que sempre impressionou é a de Joni Erickson. Depois de um mergulho que a deixou paraplégica, ninguém esperava muito dela. Com possibilidade apenas de mexer a cabeça, o máximo da expectativa era que conseguisse se locomover sozinha numa cadeira de rodas eletrônica. Joni superou o pessimismo das pessoas que a rodeavam. Hoje ela é casada, dirige um carro adaptado, pinta quadros maravilhosos com a boca, escreve livros, dá palestras, etc. (Betowem).

3 - Ser animado pelas promessas de Deus:

“Tão somente não sejais rebeldes contra o Senhor, e não temais o povo desta terra, porquanto, como pão os podemos devorar, retirou-se deles o seu amparo; o Senhor é conosco; não os temais” v.9. Calebe foi mantido animado durante toda a sua vida através das promessas de Deus.

4 - Ter razões especificas pelas quais lutar:

“Agora pois da-me este monte de que o Senhor falou naquele dia”.

- Haviam passado 45 anos desde que Calebe andou sobre o monte Hebron, mas lutou por razões especificas. Toda sua vida teve um alvo claro diante de si. Ele se envolveu em muitas campanhas, porém, nunca perdeu de vista o monte Hebron onde um dia o Senhor lhe havia falado. Nm. 14:22-24.

- Quando temos razões especificas, lutamos contra tudo e todos, contra o negativismo e a incredulidade.

III - Aprendendo a viver com positividade.

1 - Nunca desista de lutar:

“Certamente, nenhum dos homens desta maligna geração verá a boa terra que jurei dar a vossos pais, salvo a Calebe, filho de Jefoné; ele a verá, e a terra que pisou darei a ele e a seus filhos, porquanto perseverou em seguir ao Senhor” Deut. 1:35,36.

- Mesmo que os relatórios que a vida lhe apresente sejam negativos, não desista.

- Existe uma promessa de Deus que inclui restauração, salvação, libertação, suprimento e paz.

2 - Enfrente o espírito de covardia:

“O Senhor é conosco” Nm. 14:9c.

- A vida é difícil e muitas vezes ficamos inibidos pelas dificuldades e lutas diárias.

- A covardia promove acomodação.

- Não se acomode, tenha coragem, pois foi por coragem que Josué e Calebe herdaram a terra prometida.

- A vida de Calebe deve injetar em nós disposição e perseverança, enfrentando o espírito de covardia que promove rendição desde antes de a luta começar.

- Calebe não teve medo de gigantes e nem de montanhas porque tinha a certeza que o Senhor o ajudaria a conquistá-los. Calebe sonhou com a promessa.

- Portanto, não abra não de seus sonhos, de seus ideais, mantenha um coração esperançoso; uma mente perseverante e confiança nas promessas de Deus.

- Nosso desejo é que cada um que aqui se encontra, tenha razões para lutar. Seja animado pelas promessas de Deus e lute sem desistir. Pois as promessas do Senhor são verdadeiras e o monte hebrom é teu.


AUTOR: Pr. Cirino Refosco
cirino@missoesnacionais.org.br

FONTE:
http://sermoesonline.pibja.org/2011/01/27/vencendo-o-negativismo-e-a-incredulidade/


+++++++++++++++

+++++++++++++++++

+++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++



ALIANÇA DE DEUS
COM SALOMÃO

TEMA: ALIANÇA COM DEUS

II Crônicas 7.11-22


Introdução:

- Salomão foi escolhido por Deus para construir o templo e para reinar sobre Israel. Ele prosperou em tudo o que fez. Por isso Deus quis fazer com ele uma aliança para que não se esquecesse da Aliança de Deus com Davi seu pai.

- O sonho de construir o templo foi realizado, mas de nada adiantaria se ali não estivesse a presença do Senhor. Por isso na hora da inauguração a presença da Glória de Deus [SHEQUINAH] encheu o templo de forma maravilhosa (II Crônicas 7.1-3).

- Do mesmo modo, de nada adiantaria Salomão receber o trono, o reino e a coroa de seu pai e não conhecer pessoalmente o Deus de Davi. Então o Senhor apareceu duas vezes para fazer Aliança com Salomão (I Reis 11.9).

- Como é esta Aliança?

Vamos refletir alguns princípios da Aliança de Deus com Salomão e aprender como devemos fazer uma aliança com Deus:

1 - Aliança de oração: v.14-16

- Uma marca dessa aliança de Deus com Salomão era a oração. Deus respondia a oração de Salomão (v.12). O Senhor deixa claro para ele diversas vezes que se o mal viesse sobre a terra, se acontecessem pragas ou desastres (v.13) eles deveriam orar e se humilhar, então o Senhor restauraria sua sorte.

- Contudo se o povo desobedecesse, haveria um castigo sobre sua terra e sobre a casa que construíram para Deus (v.19-22). O povo pecou contra Deus e por isso perderam sua terra anos mais tarde e o próprio Salomão quebrou sua Aliança com Deus adorando outros deuses (I Reis 11.5, 9, 33). Enquanto Salomão orava a Deus ele prosperou (II Crônicas 1.1), mas quando se envaideceu com a prosperidade ele perdeu a bênção.

- Temo uma aliança com o Senhor de que tudo o que pedirmos em nome de Jesus Ele nos concede (João 14.13,14), por isso é uma Aliança de Oração onde pedimos e temos a certeza de que receberemos, batemos na porta e ela se abre, e procuramos e achamos na presença de Deus (Mateus 7.7,9).

- Faça com Deus um pacto de oração. Faça um propósito de antes de tudo orar em primeiro lugar (Mateus 6.33), buscar ao Senhor mais do que tudo em sua vida.
Deus quer fazer uma Aliança de Oração com você!

2 - Aliança de Sabedoria: v.17-18

- Deus apareceu em sonho ao rei Salomão quando ainda era jovem e começava a reinar. Deus sabia que Salomão era um homem de oração, o Senhor lhe disse: “pede-me o que quiseres que eu te dê” (II Crônicas 1.7) e Salomão pediu a Deus sabedoria para reinar sobre o povo de Deus em lugar de seu pai Davi (II Crônicas 1.10-12). Se ele tivesse pedido qualquer coisa teria recebido, mas sabia que riquezas, saúde, poder e tudo o mais um dia acabaria e com sabedoria poderia alcançar muito mais.
Sabedoria não é apenas conhecimento e sim o temor de Deus que dirige nossas vidas.

- Seu pedido foi bom por que queria fazer o bem para o povo. Então, por causa do bom pedido que fez, o Senhor lhe deu sabedoria mais do que qualquer pessoa que já pisou sobre a terra, além disso também recebeu riquezas e honra em um reino de paz e prosperidade (II Crônicas 1.14-17).

- Logo em seguida Salomão teve sua sabedoria provada (I Reis 3.16-28) e muito conhecida por povos (I Reis 4.29-34) e a rainha de Sabá viajou de longe para ver sua sabedoria (I Reis 10.1-13) duvidando um pouco de ser tão sábio, mas no final da visita concluiu: “não me contaram metade” (I Reis 10.7).

- Jesus também nos disse que podemos pedir o que quisermos (João 15.7). De fato precisamos de muitas coisas, mas a sabedoria é a mais importante delas. Se não tivermos sabedoria perdemos tudo o que temos. Mas com a Sabedoria conquistamos tudo que precisamos “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e ... ser-lhe-á concedida” (Tiago 1.5).

- Muitas vezes perdemos as bênçãos que Deus nos dá por que nos falta sabedoria para administrar os tempos de ‘vacas gordas’ como fez José no Egito, e quando vem o tempo das ‘vacas magras’ ficamos despreparados. Mas quando Deus nos dá sabedoria somos vitoriosos em todos os momentos como José que enriqueceu no tempo da seca (Gênesis 41.39, 49).

- Peça a Deus sabedoria para sua vida. Deus quer te ajudar a fazer escolhas sábias em cada momento de sua vida. Faça com Deus uma Aliança de buscar sabedoria antes de tudo de acordo com a vontade do Senhor.
Deus tem uma Aliança de Sabedoria para você!

3 - Aliança com a casa de Deus: v.16

- O templo de Jerusalém era uma construção gloriosa, feita com adornos em ouro, prata, bronze, pedras e madeiras raras bem trabalhadas. Aquele lindo templo não seria nada se ali não estivesse a Glória do Deus que enche os céus e a terra. Quem ali entrava como Isaías, nem reparava a beleza física do templo diante da glória de Deus que enchia a casa (Isaías 6.1,2).

- Salomão tinha um compromisso de edificar uma casa para Deus, ele foi perseverante e durante vinte anos para construir a Casa de Deus (I Reis 9.10). Deus lhe havia advertido de que se abandonassem aquela casa, ela seria destruída e o povo seria humilhado ao se lembrar da Glória daquele Templo (v.21). O próprio Salomão caiu em idolatria e prostituição construiu templos para deuses pagãos a quem suas amantes serviam (Neemias 13.26).

- Nós somos o templo do Espírito de Deus (I Coríntios 3.16), mas temos um compromisso com a casa de Deus. Devemos dizer como Davi que pensava que um dia na casa de Deus vale mais do que mil (Salmos 84.10) e pediu ao senhor para habitar na casa do Senhor todos os dias de sua vida (Salmos 23.6; 27.4).

- Seja uma “coluna na Casa de Deus” (Apocalipse 3.12), não uma “pedra de tropeço” (I Pedro 2.8). gaste seus melhores dias na presença do Senhor, congregue o máximo que puder (Hebreus 10.25) e sirva ao Senhor em seu templo.

- Faça com Deus uma Aliança de trabalhar na Sua Casa e se dedicar ao Serviço na Obra do Senhor.

- Deus quer fazer com você uma Aliança com a Casa de Deus!

- Faça uma Aliança de oração, de sabedoria e com a Casa de Deus!

CONCLUSÃO:

- Embora saibamos que Salomão não foi fiel em sua Aliança com Deus, creio que a Palavra de Deus registrou isso para dar exemplo do que acontece com quem não é fiel até o fim. Salomão teve tudo o que quis e quando abandonou a presença de Deus, por causa de vaidades, se tornou uma pessoa infeliz e sem perspectiva de futuro.

- Ao escrever o livro de Eclesiastes Salomão demonstra ser uma pessoa desanimada da vida (Eclesiastes 1.14), neste texto ele fala da vida vazia do pecado que experimentou dando seu testemunho para os jovens. Mas no livro de Provérbios Salomão apresenta toda a Sabedoria que Deus lhe permitiu adquirir com o “temor do Senhor” (Provérbios 9.10). Talvez por sua sabedoria iniciante, Deus tenha tido misericórdia de Salomão e este tenha se arrependido a tempo por isso diz no fim de seu último livro Eclesiastes 12.13 “De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem”.

- Não vacile como Salomão, seja perseverante como diz Mateus 24.13 “Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo”.

- Faça com Deus uma Aliança de Oração, de Sabedoria e de compromisso com a Casa de Deus!


AUTOR: Pr. Welfany Nolasco Rodrigues na Igreja Metodista em Medina
FONTE:
http://esbocopregacao.blogspot.com/




++++++++++++++

++++++++++++++++

++++++++++++++++++