terça-feira, 20 de dezembro de 2011



Deus reconhece
e vê tudo aquilo
que você faz
mesmo em oculto

Texto: I Samuel17:34ª37




Introdução:

- A gente costuma pensar no Davi que matou Golias. Pregamos sobre isto, meditamos, discorremos, mas pouco falamos que Golias não foi a primeira vitória de Davi. Esta foi a que deu notoriedade, mas antes de chegar a Golias, ele enfrentou algumas situações complexas também, que vou chamar de treinamento. Antes de Golias, Davi matou leões e ursos lá na solidão dos campos.

Que lições tiramos desse episódio?

1) Davi teve que aprender que leões e ursos são perigosos.

a) Leões atacam para caçar e matar.

- É seu instinto ser assassino.
- Significam inimigos que vivem a espreita para destruir nossas vidas. Atacam por instinto, por natureza má mesmo.

b) O urso ataca para defender o seu território.

- Quando Davi ia com o rebanho para algum lugar, primeiro ele tinha que ir nas cavernas daquela região para se assegurar que não haviam ursos. Caso houvessem, era necessário matá-los, pois senão os ursos viriam contra o rebanho.

c) Antes de conquistar um território (casa, emprego, relacionamento, ministério…), é preciso matar os ursos que existam naquela região, defendendo-a.

2) Davi teve que entender que leões e ursos são batalhas solitárias a se vencer.

- No campo não tem holofotes, nem aplausos, nem torcida, nem incentivo.

- Campo é anonimato, solidão, só temos Deus como companheiro e uma harpa para salmodiarmos, aleluia!!!

- Ele poderia pensar: “Não tem ninguém aqui olhando… Deixa esse leão levar a ovelha embora, afinal, são tantas, uma não fará falta". Mas ele foi de encontro ao leão, o feriu (certamente com uma funda) e o matou.

- Da mesma forma como faria com o gigante mais tarde. (Leia Jer.13:5, para entender lições de treinamento).

3) Davi teve que aprender que experiências solitárias devem ser contadas no momento certo.

- Só vemos Davi relatando a morte de leões e ursos a Saul. Nem seu pai (para não provocar falsas expectativas), nem seus irmãos (para não provocar ciúmes e nem parecer gabola) sabiam disso. Contou apenas ao rei Saul para convencê-lo de seu Curriculum.

- Cuidado a quem você conta suas experiências espirituais. Nem sempre será entendido.

4) Davi teve que aprender que não se muda armas dependendo do inimigo.

- Ele não quis a armadura de Saul. Preferiu as suas próprias (cajado, funda e pedras) que eram frágeis aparentemente, mas havia dado certo com leões e ursos.

- Por que não poderia dar certo com gigantes?

- Tem pessoas que são simples e humildes quando estão no anonimato, porém quando chega a honra de Deus, mudam seu comportamento.

Continue usando a arma que Deus te outorgou.


Autor: Pr. Afrânio Medeiros





==================
==================
==================
==================

Nenhum comentário:

Postar um comentário