quinta-feira, 8 de setembro de 2011



Quando Deus
nos chama

Texto: Gênesis 12




Introdução:

- Este capitulo 12 de Genesis, é especial porque ele relata a forma como Abraão foi chamado para realizar a obra de Deus.

- A vida de Abraão nos mostra que a vida cristã começa com uma chamada para salvação e prossegue com uma chamada para o serviço no reino.

- Veremos nesta ocasião que quando Deus nos chama para o serviço em seu reino, Ele realiza grande mudanças, nos abençoa e estende sua proteção sobre nossas vidas.

1. Quando Deus nos chama Ele estabelece grandes mudanças

- Vejamos o que diz Gênesis 12:1: “Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei;”

- Ao chamar Abraão Deus estabelece grandes mudanças em sua vida. Primeiro o tira de uma zona de conforto. Ele estava confortavelmente em sua terra, e Deus o chama para ir a um lugar totalmente desconhecido.

- Deus diz: “vai para a terra que te mostrarei…”. Abraão não sabia para onde iria. Tinha apenas uma convicção: Iria com Deus.

- Quem estar disposto a atender a chamada, também precisa esta disposto a fazer algumas mudanças e determinados sacrifícios para realizar a obra de Deus. É isto que Jesus nos ensina em Mateus 16:24: “Então, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me.”

- Quando Deus chamou Saulo na estrada de Damasco, estabeleceu grandes mudanças em sua vida. O perseguidor dos cristãos, passou a ser perseguido, o grande inimigo da igreja, passa agora a ser seu maior defensor. Quando Deus chama, Ele realiza grandes mudanças. Você e eu precisamos estar preparados para isso.

- Certamente, grandes mudanças poderão ocorrer em nossas vidas, porque Deus esta nos chamando. Não resistamos a voz do Senhor.

- Em nossos dias temos visto muitos quererem ser crentes, sem mudança. Mas, a chamada que Deus faz seja ela para salvação, ou para realização da sua obra nos leva a mudar.

- Alguns costumam dizer que não tem uma chamada. Quando falam isso é porque não escutaram o que diz a palavra.

- Em Mateus 9:37-38, Jesus nos mostra que todos tem uma chamada. Vejamos o que Ele diz: “…A seara, na verdade, é grande, mas os trabalhadores são poucos. 38 Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara.”

Portanto, não há falta de serviço no reino de Deus. Todos são chamados para servir.

2. Quando Deus nos chama, também promete abençoar aos que o servem

- Vejamos o que Deus diz em Gênesis 12:2: “… de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção!”

- Deus promete abençoar Abraão e engrandece-lo. Mas havia uma condição. Ele teria que servir e obedecer ao Senhor.

- Há uma antiga canção que repete em seu refrão a seguinte frase: “compensa servir a Jesus”. De fato, que serve tem recompensa e galardão. Vemos esse princípio na parábola dos talentos. Os servos fieis recebem a recompensa. Eles ouvem o Senhor dize: ‘Servo bom e fiel, foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei. Entra no gozo do Senhor”.

- É obvio que não devemos servir a Deus, pensando apenas nas bênçãos que dEle receberemos. Devemos servir, acima de tudo, com amor. Porem, entendamos que se servimos com amor ao Deus que nos chama, receberemos a recompensa.

- Jesus mesmo garante em Mateus 19:29 uma preciosa benção para aqueles que o servem com amor: “E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto e herdará a vida eterna.”

3. Quando Deus nos chama, Ele estende sua proteção

- Veja o que diz Gênesis 12:3: “Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra.”

- Quando Deus chama, Ele estende sua proteção sobre a vida daqueles que o servem. Deus diz a Abraão que abençoaria os que o abençoassem e amaldiçoaria os que o amaldiçoassem.

- Uma das grandes estratégias de Satanás contra aqueles que servem ao Senhor é nos atingir por meio de circunstâncias.

- Na biografia do avivalista John Wesley há um exemplo disso: "Wesley fazia muitas viagens arriscadas. E certa vez ele atravessava, a cavalo, uma floresta, levando consigo muito dinheiro que o tinham incumbido de entregar. De repente, foi tomado por uma sensação de grande perigo. Ele desceu de seu cavalo e começou a orar fervorosamente. E nada aconteceu. Os malfeitores fugiram. Anos depois um dos bandidos confessou que pretendia roubar o dinheiro que John Wesley levava. Ele disse que viu quando Wesley desceu do cavalo e se ajoelhou. Então Ele viu ao lado de Wesley um homem de grande estatura totalmente armado. Essa visão amedrontou os bandidos, que desistiram de fazer o mal. Ele mesmo é que contou o fato a Wesley. Como se explicar o caso? Um anjo de Deus assim agiu defendendo Wesley.

- Deus é a defesa daqueles que trabalham a seu favor. O salmista declara isso em Salmos 62:2: “Só ele é a minha rocha e a minha salvação; é a minha defesa; não serei grandemente abalado.”

Conclusão:

- Não há motivos para ficarmos de braços cruzados dentro de uma Igreja sem darmos testemunho, sem falarmos de Cristo para alguém, pois constatamos que quando Deus nos chama Ele realiza grandes mudanças em nossas vidas, nos abençoa suprindo as nossas necessidades, e estende sua poderosa proteção sobre nós e os nossos.

- Então, será que podemos negligenciar sua chamada? Será que temos o direito de vivermos como filhos que não estão produzindo frutos.

- Lembremos daquilo que Jesus nos diz: “Todo ramo que estando em mim, não der fruto, ele o corta; e todo o que dá fruto limpa, para que produza mais fruto ainda.” (João 15:1-2)

Assim, se estamos em Cristo tenhamos consciência que fomos chamados para produzir cada vez mais frutos.


Autor: Pr. Josias Moura





#####################
####################
###################
##################
#################
################
###############

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.