domingo, 31 de julho de 2011



INTIMIDADE
NA ADORAÇÃO




INTRODUÇÃO

- Trata-se de um tema extremamente popularizado no meio evangélico em todo o mundo, requer no entanto, um reflexão mais aprofundada a fim de percebermos em que direção estamos levando a adoração a Deus.

- Nesta mensagem abordaremos o assunto em tres aspectos:

Primeiro, uma reflexão sobre o que tem sido a intimidade na adoração em nossos dias.

Segundo, o que a bíblia ensina sobre a intimidade na adoração.

Terceiro, e por último, as lições que aprendemos com estas reflexões.

I – UMA REFLEXÃO SOBRE O QUE TEM SIDO A INTIMIDADE NA ADORAÇÃO.

Quando observamos a intimidade na adoração ensinada e praticada em nossos dias, percebemos três problemas.

1. O Problema de Conteúdo
“Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos”
(Jo 4.22)

- Percebemos que muito da intimidade na adoração que se prega hoje, encontra-se reduzido a meros sentimentos, rápidos momentos litúrgicos e pouco conhecimento daquile que se adora.

2. O Problema de Relacionamento

“Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim” (Mt 15.8).

- Observe o que o próprio Adorado falou sobre a adoração que lhe era dada, “aproxima de mim com a sua boca”, era algo discursivo, verborréico, mas desprovido de verdade.
- É possível interpretar um papel bíblico sem, no entanto crer nas verdades que interpreta.

3. O Problema de Autoridade

“E tu, Cafarnaum, que te ergues até aos céus, serás abatida até aos infernos; porque, se em Sodoma tivessem sido feitos os prodígios que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje” (Mt 11.23).

- A cidade de Cafarnaum foi a cidade que maior intimidade desfrutou no ministério público com Jesus, vendo milagres que converteriam até as piores cidades, entretando, tal convivênvia produziu certa vaidade e profundo orgulho que condenou Cafarnaum como cidade impenitente.

II – O QUE A BÍBLIA ENSINA SOBRE A INTIMIDADE NA ADORAÇÃO.

- Adoração segundo a bíblia tem significados bem mais profundos do que usualmente percebemos naquilo que se pratica e se chama de adoração.

Vejamos as principais lições bíblicas sobre adoração.

1. A INTIMIDADE NA ADORAÇÃO TRANSFORMA O ADORADOR.
“Mas todos nós, com rosto descoberto (intimidade), refletindo como um espelho a glória do Senhor (adorando), somos transformados(transformação) de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor”
(2 Co 3.18).

2. A INTIMIDADE NA ADORAÇÃO TEM CONTEÚDO
“Ó SENHOR Deus de Abraão, de Isaque e de Israel” (1 Re 18.36)

3. A INTIMIDADE NA ADORAÇÃO É EXTENSÃO DE VIDA
“Aquele que me curou, ele próprio disse: Toma o teu leito, e anda” (Jo 5.11).

4. A INTIMIDADE NA ADORAÇÃO INDEPENDE DAS CIRCUNSTÂNCIAS
“E, perto da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus, e os outros presos os escutavam” (At 16.25).

III – CONCLUSÕES ADVINDAS DA REFLEXÃO.

- Que conteúdo você estará levando hoje.

- Que mudanças Deus está fazendo em sua vida hoje.







FONTE: http://www.mibs12.com.br/portal20/index.php?option=com_content&view=article&id=214:intimidade-na-adoracao&catid=82:adoracao&Itemid=103


######################
#####################
###################
#################

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.