quinta-feira, 14 de abril de 2011


A VOCAÇÃO

DO CRENTE

Hb. 6.1-12




Int.


- Nós que fomos chamados para a Salvação, que aceitamos a Jesus como o nosso Salvador, que nascemos de novo, alcançamos o direito de sermos feitos filhos de Deus, conforme Jo. 1.12- Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que crêem no seu nome.

- Na salvação de cada um de nós, Deus nos concede a vocação de servirmos a Ele na sua obra. Quer dizer que cada crente, Deus capacita com algum talento, para servir a Ele no seu Reino. E isso é um privilégio singular para o crente.

- A frase que gosto de citar: Fomos salvos para servir.

I - Jesus é o Grande Exemplo de Servidor.

- Mt. 20.28 - Bem como o Filho do Homem não veio, para ser servido, para servir e para dar a sua vida em resgate de muitos.

- Jesus mostra que no Reino de Deus o que importa não é ocupar lugar de destaque e honra, mas o que importa é ser servo por amor.

- A essência do cristianismo é o amor.

- E o amor se expressa no serviço a Deus.

II - A Vocação e o Talento do Crente.

- Deus deu a cada crente a vocação ou o talento para servi-lo na sua obra.

- Um Deus chamou para o ministério.

- Outro Deus chamou para cantar.

- Outro Deus chamou para tocar.

- Outro para trabalhos sociais.

- Outro para administração.

- Enfim cada um Deus lhe concedeu um talento.

- Desenterre o seu talento.

a) Deus não se arrepende do talento concedido.

Rm. 11.29 - Porque os dons e a vocação de Deus são sem arrependimento.

b) Seja feliz com o talento que Deus lhe deu.

I Co. 7.20- Cada um fique na vocação em que foi chamado.

- Foi chamado para pregar: Pregue.

- Foi chamado para cantar: Cante.

- Não tente ser aquilo ao qual você não foi chamado.

- O lugar mais feliz para o crente: é o centro da vontade de Deus.

c) O crente é despenseiro da multiforme graça de Deus.

I Pe. 4.10,11- Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus.

- Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá, para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e o poder para todo o sempre. Amém.

d) Se aplique a fazer a obra de Deus com mais dedicação.

II Pe. 1.10- Portanto, irmãos, procurai fazer cada vez mais firme a vossa vocação e eleição; porque, fazendo isto, nunca jamais tropeçareis.

e) Seja um crente fervoroso no serviço a Deus.

Rm. 12.11- Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor.

f) Serve ao Senhor com alegria.

Sl. 100.2- Servi ao Senhor com alegria e apresentai-vos a ele com canto.

g) Exerça a sua vocação com todo o coração.

Cl. 3.23,24- E, tudo quanto fizerdes fazei-o de todo o coração, como ao Senhor e não aos homens.

- Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis.

- Quando o crente exerce a sua vocação e pratica as boas obras, um bem-estar ele sente no seu coração.

- Um gozo sentimos no coração quando cumprimos a nossa chamada.

h) O crente que cumpre a sua vocação, será honrado por Deus.

Jo. 12.26- Se alguém me serve, siga-me, e, onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará.

- Essa honra de Deus na vida do crente, é o cuidado de Deus, a proteção de Deus, o livramento de Deus, o amparo de Deus, é Deus suprindo as necessidades.

Fp. 4.19- O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.

i) Deus tem compromisso com aquele que tem compromisso com Ele, e com a sua obra.

I Co. 15.58- Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.

j) Faça mais do que lhe foi mandado, para que não seja um servo inútil.

Lc. 17.10- Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer.

- Não seja um servo inútil, mas seja um servo útil ao Senhor.

l) Façamos a obra do Senhor enquanto a tempo.

Jo. 9.4 - Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar.

Conclusão:

- O crente cresce no serviço cristão, quando estamos fazendo a obra de Deus, crescemos: no caráter, na experiência, no amor, no relacionamento com o próximo e com Deus.




AUTOR: Pr. Silvano Doblinski Presidente da Igreja Assembleia de Deus do Jabaquara em São Paulo - Brasil




++++++++++++

+++++++++++++

++++++++++++++

+++++++++++++++

++++++++++++++++


Nenhum comentário:

Postar um comentário