sexta-feira, 11 de março de 2011


VENCENDO
O NEGATIVISMO
E A INCREDULIDADE

Josué 14: 6-15


- No livro de números 13 e 14 encontramos Moisés escolhendo e enviando 12 espias à terra de Canaã. Dentre os quais estavam Oséias filho de Num da tribo de Efraim e Calebe, filho de Jefoné da tribo de Judá. Até este ponto ninguém conhecia Josué. Josué foi o nome que Moisés deu a Oséias, Nm. 13:16. Trata-se de um grupo de 12 homens, provenientes das 12 tribos de Israel. Moisés queria que estes homens fizessem um levantamento da situação da terra; uma pesquisa minuciosa, para que pudessem entrar com os pés no chão, sabendo onde iam pisar e o que encontrariam pelo caminho. Andaram em todos os lugares possíveis e fizeram um relatório para Moisés e o povo que aguardava às margens do Rio Jordão. No relatório não houve unanimidade, 10 acharam impossível a conquista de Canaã e voltaram com um relatório negativo e incrédulo. Se quer levaram em consideração a promessa que deus havia feito a eles. Josué e Calebe ainda tentaram convencer o povo a lutar pela posse da terra, pois valia a pena, a terra era boa e muito produtiva. Mais uma vez o povo foi com a maioria, e tomados pelo medo e pela incredulidade se revoltaram contra Deus e contra Moisés.

- Esta atitude resultou na ira de Deus que impediu o povo de alcançar a promessa e a transferiu a seus filhos. Daquela geração – dos saíram do Egito, de 20 anos para cima- apenas Josué e Calebe entrariam na terra. “Nenhum desses que me desprezou verá a terra. Mas o meu servo Calebe é um tipo diferente de homem – ele me obedeceu totalmente. Ele entrará na terra que espiou, e seus descendentes possuirão esta terra” Nm. 14:23b e 24.

- Por causa da falta de fé nas promessas de Deus, Israel passou 40 anos no deserto, e finalmente Josué conduziu o povo para Canaã.

Nesta narrativa podemos aprender lições preciosas de como vencer o negativismo e a incredulidade em nossas vidas.

I – O grave problema do negativismo e a incredulidade em nossas vidas.

1 - De maneira geral:

- A vida está cheia de pessimismo.

- O universo está abalado por causa do homem e a natureza está sendo completamente destruída.

- A violência tem aumentado em todo mundo; só no Brasil o numero de assassinatos é superior a 50 mil pessoas ano. São 8 milhões de crianças abandonadas nas ruas das cidades.

- O desrespeito à autoridade de um modo geral é assustadora, a começar dentro de nossos próprios lares. Filhos não respeitam mais seus pais; pais indiferentes aos filhos.

- A ciência se desenvolve em áreas que amedrontam. Até pouco tempo o problema da policia eram os assaltos nas ruas, hoje o problema são os assaltos via Internet.

- Não se fala mais de bombas atômicas, a próxima guerra será bacteriológica e virológica. As notícias que vemos e ouvimos diariamente nos desanimam a alma. Jogam sobre nós uma carga enorme de negativismo e incredulidade.

2 - De maneira individual:

- As pessoas não acreditam mais em sua capacidade.

- Vemos adolescentes desanimados em tenra idade, achando que não vale a pena investir no estudo, pois a perspectiva de emprego é remota.

- Vemos homens e mulheres desistindo de tudo, inclusive de suas famílias, porque acham que não tem mais jeito.

- Pessoas tiram a próprio vida porque não acreditam numa solução para seus problemas.

- Cada dia mais pessoas estão abrindo mão de seus sonhos, seus ideais, seus ministérios, de si mesmos, porque diariamente recebem mensagens negativas em relação a própria vida.

- Isso tem lavado milhares de homens e mulheres a se entregarem a uma vida leviana, drogas, mundo do crime, etc. porque perderam a esperança de uma vida feliz.

II - Devemos lutar contra o negativismo e a incredulidade.

Mas paras isso precisamos de algumas atitudes:

1 - Ter um coração esperançoso:

- Diante das noticias ou relatório da pesquisa feita em Canaã, as pessoas foram tomadas pelo medo, pela incerteza. Todos choraram diante da realidade, pois a noticia que os 10 espias trouxeram era negativismo e incredulidade.

- Josué e Calebe tentaram manter os ânimos do povo, mas foi impossível, eram a minoria. Calebe falou com muita esperança, pois era assim que sentia em seu coração “A terra pelo meio da qual passamos é muitíssimo boa” V.7b. Calebe tinha um coração esperançoso, e esta é uma das formas de lutar contra essa enxurrada de negativismo e incredulidade que recebemos todos os dias. “O que vocês estão fazendo é desanimar o povo de Israel para não tomar a terra que o Senhor nos deu” Nm. 32:7.

2 - Ter uma mente perseverante:

- Calebe tinha a mente e o coração firmados no Senhor, sabia que a vitória dependia de Deus.

“Se o Senhor se agradar de nós, então, nos fará entrar nesta terra e no-la dará, terra que mana leite e mel” Jos. 14:8.

- Uma história que sempre impressionou é a de Joni Erickson. Depois de um mergulho que a deixou paraplégica, ninguém esperava muito dela. Com possibilidade apenas de mexer a cabeça, o máximo da expectativa era que conseguisse se locomover sozinha numa cadeira de rodas eletrônica. Joni superou o pessimismo das pessoas que a rodeavam. Hoje ela é casada, dirige um carro adaptado, pinta quadros maravilhosos com a boca, escreve livros, dá palestras, etc. (Betowem).

3 - Ser animado pelas promessas de Deus:

“Tão somente não sejais rebeldes contra o Senhor, e não temais o povo desta terra, porquanto, como pão os podemos devorar, retirou-se deles o seu amparo; o Senhor é conosco; não os temais” v.9. Calebe foi mantido animado durante toda a sua vida através das promessas de Deus.

4 - Ter razões especificas pelas quais lutar:

“Agora pois da-me este monte de que o Senhor falou naquele dia”.

- Haviam passado 45 anos desde que Calebe andou sobre o monte Hebron, mas lutou por razões especificas. Toda sua vida teve um alvo claro diante de si. Ele se envolveu em muitas campanhas, porém, nunca perdeu de vista o monte Hebron onde um dia o Senhor lhe havia falado. Nm. 14:22-24.

- Quando temos razões especificas, lutamos contra tudo e todos, contra o negativismo e a incredulidade.

III - Aprendendo a viver com positividade.

1 - Nunca desista de lutar:

“Certamente, nenhum dos homens desta maligna geração verá a boa terra que jurei dar a vossos pais, salvo a Calebe, filho de Jefoné; ele a verá, e a terra que pisou darei a ele e a seus filhos, porquanto perseverou em seguir ao Senhor” Deut. 1:35,36.

- Mesmo que os relatórios que a vida lhe apresente sejam negativos, não desista.

- Existe uma promessa de Deus que inclui restauração, salvação, libertação, suprimento e paz.

2 - Enfrente o espírito de covardia:

“O Senhor é conosco” Nm. 14:9c.

- A vida é difícil e muitas vezes ficamos inibidos pelas dificuldades e lutas diárias.

- A covardia promove acomodação.

- Não se acomode, tenha coragem, pois foi por coragem que Josué e Calebe herdaram a terra prometida.

- A vida de Calebe deve injetar em nós disposição e perseverança, enfrentando o espírito de covardia que promove rendição desde antes de a luta começar.

- Calebe não teve medo de gigantes e nem de montanhas porque tinha a certeza que o Senhor o ajudaria a conquistá-los. Calebe sonhou com a promessa.

- Portanto, não abra não de seus sonhos, de seus ideais, mantenha um coração esperançoso; uma mente perseverante e confiança nas promessas de Deus.

- Nosso desejo é que cada um que aqui se encontra, tenha razões para lutar. Seja animado pelas promessas de Deus e lute sem desistir. Pois as promessas do Senhor são verdadeiras e o monte hebrom é teu.


AUTOR: Pr. Cirino Refosco
cirino@missoesnacionais.org.br

FONTE:
http://sermoesonline.pibja.org/2011/01/27/vencendo-o-negativismo-e-a-incredulidade/


+++++++++++++++

+++++++++++++++++

+++++++++++++++++++

++++++++++++++++++++


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.