sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011


Credenciais para
Liderança cristã


- Com o estouro da crise econômica em 2008 o mercado financeiro do mundo começou a procurar um líder que pudesse enfrentar aquele momento com firmeza e sabedoria. Houve especulações diversas, muitas esperanças foi depositada no então recém-eleito presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

- Em muitos momentos os homens necessitam de líderes. No passado foi assim e não será diferente, pois os homens foram criados com instinto de liderar e ser liderado. A sociedade precisa de liderança. Desde os primórdios os grupos sociais criaram a figura do líder. Até mesmo entre os animais podemos notar que há os líderes.

- Nas culturas antigas como Grécia, Egito, Babilônia e Israel os líderes eram escolhidos entre os mais velhos, os anciãos, os mais experimentados, de um modo geral. Os lideres da Sinagoga geralmente eram os anciãos; os que compunham a gerousia em Esparta eram os idosos; o parlamento romano era o senado que provem da palavra senex, em latim que significa homem ancião.

- Na igreja não é diferente. Jesus Cristo mesmo foi quem escolheu os apóstolos e os designou para liderar a Sua igreja. Os líderes nascem no seio da igreja. Eles são observados. Não necessitam prioritariamente de serem de idade avançada nem de uma formação acadêmica. O que importa é a vida reta, santa e digna de ser imitada.

- Os que ocupam cargos de liderança na igreja precisam viver a verdade do evangelho, na autoridade e poder do Senhor. Crer que a Bíblia é a Palavra de Deus e aceitar o mover do Espírito Santo em toda a sua amplitude na vida da igreja.

Proposição: “Para liderar a igreja de Cristo é preciso ser credenciado”

Sentença de transição:
A Palavra de Deus salienta algumas credenciais necessárias para liderar a igreja.

I. Credenciais divinas

- Ouvir o chamado de Deus.

- “O senhor disse a Moisés: Mande chamar o seu irmão Arão e os filhos dele, Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar, separe-os do povo de Israel para que me sirvam como sacerdotes” Ex 28.1

- “Em nós não há nada que nos permita afirmar que somos capazes de fazer esse trabalho, pois a nossa capacidade vem de Deus.” II Co 3.5.

- O Chamado vem do Senhor, que capacita os Seus servos a desempenharem as funções no Seu Reino. A preocupação do escolhido do Senhor deve restringir-se apenas em santificar-se e colocar-se inteiramente nas mãos do Senhor, o Deus maravilhoso que chama e envia.

- Ser comissionado por Cristo. “Ide por todo o mundo e pregue o Evangelho a toda criatura, batizando em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo.” Mt.28:19,20.

- Os escolhidos para liderar o povo de Deus. Aqueles a quem Deus deu a capacidade e a comissão de estar à frente do seu povo. Ter a convicção de que são instrumentos de Deus na obra dEle.

- Não estão no ministério por vontade própria, mas tão somente porque sentem o chamado divino para tal. Estão plenamente conscientes de que receberam uma incumbência não de homens, mas sim, do Senhor da Igreja.

- Ser enviado pelo Espírito Santo.

- “E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram. Enviados, pois, pelo Espírito Santo, desceram a Selêucida e dali navegaram para Chipre.” Atos 13.2-4

- Sem a confirmação e a direção do Espírito Santo, o líder não tem autoridade para tomar decisões próprias. É preciso ser sensível à voz do Espírito.

- Liderar pode ser uma arte ou pode ser um aprendizado. Todavia para liderar na Igreja do Senhor Jesus é preciso ser capacitado com o dom específico que o Espírito Santo de Deus concede para alguns do Corpo de Cristo.

- Não se leva em conta o aprendizado acadêmico, mas sim aquele que a vivencia concede, ou seja, é preciso estar em comunhão constante com o Senhor, ter uma vida de santidade, uma vida de devoção ao Senhor. Para ser líder, um mínimo de instrução e informação é necessário.

II. Credenciais morais

- Irrepreensível. “O bispo deve ser um homem que ninguém possa culpar de nada...

- É preciso que o bispo seja respeitado pelos de fora da Igreja, para que não fique desmoralizado e não caia na armadilha do Diabo.” I Tm 3.1,7

- Paulo faz uma descrição das qualidades que devem estar presentes na vida do líder.

- Em vários lugares são explanadas as qualidades do líder.

- O apóstolo Paulo é o que mais fala sobre esse assunto. Ao dar orientação ao seu tutelado Timóteo ele diz que deveria escolher na igreja homens que tivessem um certo perfil. Passa a nomear algumas características para compor esse perfil.

- O líder deve ser uma pessoa que vive de tal maneira que não levanta suspeita. Não dá margem para que fofocas sejam ditas sobre si, nem sobre sua integridade moral.

- Uma pessoa irrepreensível no sentido cristão é aquela que é temperante, esposo de uma só mulher.

- É sóbria, isto é, sensata, cordata, correta de mente.

- É aquela pessoa que não pensa além do que deve pensar, mas pensa com moderação; tem opinião correta a respeito de si mesmo. É modesta.

- Tem um estilo de vida que adorna os ensinos da Palavra de Deus, ou seja, sem vaidades, sem luxos, sem exageros. É hospitaleira.

- Recebe em sua casa pessoas que necessitam de amor e de ajuda. É apta para ensinar não apenas com palavras com as atitudes. A vida fala mais alto do que as palavras.

- A Palavra diz: “Tenham entre vós o mesmo modo de pensar que Cristo Jesus tinha: Ele tinha a natureza de Deus, mas não tentou ficar igual a Deus. Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano, ele foi humilde e obedeceu a Deus até a morte—e morte de cruz.” Fp. 2.5-8.

- O maior exemplo de humildade que temos, é o de Cristo Jesus. Ele, obedeceu, fez a obra e pagou um alto preço.

- O líder é aquele que está disposto a servir e não ser servido. Não é arrogante, egocêntrico, irascível, propenso a irar, pavio curto, nem perde as estribeiras sendo genioso, mas sim é manso, benigno, tratável e suave. Não é violento.

- Não é briguento, isto é, não cria confusão a toda hora, todo instante. Não se dá ao vinho, não se embriaga, não se refestela na bebida. Não é avarento. O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. O líder deve saber muito bem como lidar com o dinheiro. Usá-lo sim, mas não se deixar levar pela avareza, pela ganância e cobiça.

- Por fim ser bom mordomo do lar. Ter posições sábias, saber o que vai no coração dos filhos e do cônjuge, dar tempo para conversar, orar e estudar a Palavra de Deus com os da própria casa. Não provocar a ira dos filhos, mas amar de todo coração. Ter um bom testemunho dos de fora da igreja. Boa reputação na cidade, boa reputação no condomínio, no local de trabalho, na família. Ser amigo do bem, fazendo o que é correto ao outros. Ter perspectiva clara da vida cristã.

- O homem de Deus é aquele que tem uma visão correta da transitoriedade da vida. Da peregrinação nesta terra. Andar e viver como Abraão.

III. Credenciais devocionais

- Os discípulos disseram: “não é razoável que nós abandonemos a Palavra de Deus para servir às mesas” At.6:2.

- Leitura diária da Palavra e meditação da mesma.

- O líder deve estar cheio da Palavra, memorizar a Palavra, meditar dia e noite na Palavra.

- São várias as exortações para que se ler todos os dias da vida.

- Em Dt.17:19 é recomendado ao rei, isto é, ao líder da nação de Israel que tivesse um traslado da Palavra de Deus e todos os dias deveria ler afim de aprender a temer a Deus e guardar todas as palavras do Lei de Deus.

- No Samo 1 diz a respeito do homem bem aventurado, esse tem prazer na Lei do Senhor e medita na sua Lei de dia e de noite.

- No Salmo 119 ensina a maneira de ler a Palavra, guardar no coração, ser lâmpada para os pés, ser mais preciosa do que ouro depurado a Palavra de Deus.

- Paulo diz a Timóteo: Procura apresentar-te a Deus aprovado como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a Palavra da verdade; e no final ele completa dizendo: “Toda Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, repreensão, correção e educação na justiça a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra”

- Certo mestre falou ao seu discípulo da importância de se ler a Bíblia, ao que o mesmo retrucou dizendo que não adiantava nada, pois logo depois ele esquecia o que tinha lido. Então o mestre o mandou pegar um balaio e mergulhar no mar. O rapaz obedeceu, todavia quando trouxe o balaio estava vazio; o mestre mandou que ele fizesse outra vez, e assim sucessivamente até que ele em determinado momento parou e o mestre mandou que ele olhasse para dentro do balaio. Qual foi a sua surpresa. O balaio não tinha água contudo estava limpo.

- Assim é a Palavra de Deus na vida do cristão, ainda que não se retenha por completo, mesmo assim ela vai limpando o pecado, a escória, a imundície à medida que a lê e estuda. Ler, estudar, meditar e interpretar corretamente a Palavra.

Oração

- Uma das maiores negligências do povo de Deus nos dias atuais é a falta de oração.

- Jesus é o exemplo do líder que orava. Sempre os Evangelhos estão narrando que Ele se retirou para orar. A oração é o respirar da alma, alguém já disse isso.

- Sem oração o coração endurece e alma fica fria. A oração é o que faz o líder conhecer o norte, a direção para onde deve levar os seus liderados.

- Grandes homens de Deus foram homens de intensa oração. Abraão, Moises, Davi, Neemias, Daniel e muitos outros.

- Muitos líderes da igreja, pastores, presbíteros e diáconos que não são homens de oração. Não dão importância à oração.

- Jesus disse: Vigiai e orai para não entrar em tentação. A queda, o tropeço, o deslize acontecem por falta de oração.

- A oração leva a reflexão, leva a confissão, leva a parar o trem da vida e pensar em como se está viajando na estrada da existência terrena.

- James Houston disse certa vez que ao ver a vida de oração do seu pai, ele ficava pensando em como podia fazer para ser um homem de oração, sem necessariamente gastar todo aquele tempo num lugar secreto. Então foi que pediu a Deus alguma coisa bem para ele mesmo fazer com respeito a oração. Deus lhe mostrou que devia interceder por toda pessoa que conhecesse. Viveria assim uma vida de oração.

Credencias são necessárias para assumir a liderança da Igreja: Ser chamado, comissionado e enviado por Deus. Morais, ser irrepreensível, não dar o que falar. Devocionais, leitura da Bíblia, meditação e oração.







##########

###########

#############

################

#################

###################











Nenhum comentário:

Postar um comentário