sábado, 1 de janeiro de 2011


MUDANDO SENTENÇAS

(Mat.15:21ª28)



Introdução:

- Nem tudo aquilo que ouvimos significa ser a última coisa em nossa vida.

- Há pessoas que recebem palavras e as consideram definitivas, sem nenhuma possibilidade de reversão.

- Nem sempre aquilo que ouvimos de negativo, significa que não poderá ser mudado.

- Sempre haverá possibilidades de mudarmos sentenças negativas.

Veja o exemplo da mulher Cananéia que teve que lutar contra palavras desencorajadoras, para receber a benção da cura de sua filha:

1) A mulher Cananéia lutou contra três sentenças que Jesus deu a ela:

a) Do silêncio:
“não lhe respondeu palavra” (vs.23).

A sentença do silêncio é uma das piores, pois é ruim falar e não ter resposta de alguém. Quando pedimos algo, esperamos um sim, um não ou um aguarde, mas silêncio significa menosprezo, indiferença e frieza.

b) Da discriminação: “E ele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel” (vs.24).

Quando o Senhor rompe o silêncio, foi para discriminá-la. Indiretamente Ele estava dizendo que não tinha nada a ver com ela e nem o seu problema, pois ela não pertencia a sua classe e por isso, não poderia ser favorecida. Tratou-a com inferioridade. Que terrível sentença, ser discriminada por sua raça.

c) Da humilhação: “Ele, porém, respondendo, disse: Não é bom pegar o pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos” (vs.26).

Isso nos parece o cúmulo das humilhações, pois ao chamá-la de “cão” é o mesmo que dizer que para Ele, ela era insignificante, pois se hoje, os cães são até mais valorizados do que os seres humanos, nos dias de Jesus não. Eram animais imundos e desprezíveis perante a lei mosaica.

2) Como ela respondeu as sentenças:

a) Do silêncio:
“Então, chegou ela... (vs.25)”.

• Nem quis saber se Ele não queria lhe dirigir palavras, mas aproximou-se mais Dele, Não virou as costas diante do silêncio, não desistiu e continuou a insistir.

b) Da discriminação: Então, chegou ela e adorou-o, dizendo: Senhor socorre-me (vs.25).

Mesmo sendo discriminada e ouvindo da boca do próprio Mestre que Ele nada tinha a ver com ela por ser de um povo contrário à aliança, ela O adorou. Conseguiu tirar forças em meio àquela sentença e dar-lhe adoração. Isso que é mudar uma sentença negativa.

c) Da humilhação: “E ela disse: Sim, Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores” (vs.27).

Aceitou ficar com o que caísse da mesa do banquete. Migalhas não são sobras, migalhas são farelos ou grãos que caem da mesa de uma lauta e farta refeição.

Conclusão:

- Lute contra toda e qualquer sentença que lhe vier.

- Deus se interessa por aqueles que não desanimam diante de qualquer palavra, pois afinal, sentenças podem ser mudadas (Is.38:1ª4).


AUTOR: Pr. Josias Almeida
josiasalmeida33@hotmail.com
55-11-7176-4968

FONTE:
http://www.josiasalmeida.blogspot.com/




================

+++++++++++++++++

++++++++++++++++++

+++++++++++++++++++


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.