domingo, 19 de dezembro de 2010


Robernane Ferreira Lima
Ministério Palavra Viva

Pastor Presidente da
IGREJA BATISTA EVANGÉLICA
(CBN MG) - Matozinhos MG.

Convites para pregar:

pastor_robernane@yahoo.com.br

AGENDA ABERTA
PARA 2011

No amor do Rei das Nações




+

++

+++

++++

+++++

++++++

+++++++

++++++++

+++++++++

++++++++++

+++++++++++

++++++++++++

===============

===============


A Gratidão


=> Qualquer pessoa educada sabe que deve agradecer quando recebe um presente.

=> A verdadeira gratidão se reflete, também, de outras maneiras. Falamos para outras pessoas; cuidamos bem do presente recebido; procuramos agradar à pessoa que se mostrou generosa para conosco; etc.

=> A gratidão faz parte da vida do servo de Deus. Devemos mostrar a gratidão para com outros homens, mas o foco deste artigo é a nossa gratidão para com Deus.

I. Por que ser gratos a Deus?

=> As respostas a essa pergunta são mais numerosas do que as estrelas no céu.

=> Deus nos deu vida, e preparou um mundo especial para nos agradar. Ele é a fonte das nossas necessidades diárias.

=> Mas, o discípulo de Cristo sente gratidão por outras razões, além das bênçãos materias. Considere alguns dos motivos da gratidão do servo de Deus:

A) Motivos materiais/terrestres/físicos:

=> Deus nos dá alimentos e as necessidades da vida (Mateus 6:11,30-34;João 6:11; 1 Timóteo 4:3-4).

=> Somos abençoados com famílias (Rute 4:12-14; Salmo 127:3; Provérbios 31:10,29-30).

=> A presença e o bem-estar/segurança de pessoas queridas (Atos 28:15; Efésios 1:16; 1 Tessalonicenses 1:2).

=> A proteção divina e as vitórias nesta vida (Êxodo 15:1-2; Esdras 8:31).
=> Devemos orar e agradecer por todos os homens (1 Timóteo 2:1).

B) Motivos espirituais/celestes/eternos:

=> Deus enviou a luz para os homens na pessoa de Jesus Cristo (Lucas 1:78; 2:38).

=> A salvação pela graça em Jesus (Romanos 7:25; 1 Coríntios 1:4; Colossenses 1:12).

=> O Senhor revelou a sua palavra de maneira que a podemos entender (Lucas 10:21).

=> Ele nos deu a Ceia do Senhor para lembrar a morte de Jesus (Mateus 26:26-29; 1 Coríntios 11:23-27).

=> A fé e fidelidade de irmãos espirituais (Romanos 1:8; 6:17; 1 Tessalonicenses 2:13; 3:9; 2 Tessalonicenses 1:3; 2:13; 2 Timóteo 1:3; Filemom 4).

=> Temos, em Cristo, a vitória sobre a morte (1 Coríntios 15:57).

=> Nossos irmãos oram e se preocupam conosco (2 Coríntios 1:11; 8:16; 9:11-15).

=> Deus nos usa, como seus servos, para divulgar a sua palavra (2 Coríntios 2:14).

=> Deus Todo-Poderoso reina sobre todos (Apocalipse 4:9; 7:12; 11:7).
Temos esses e muitos outros motivos para ser gratos a Deus. Resumindo, devemos lembrar que Deus é a fonte de todas as coisas boas que recebemos (Tiago 1:17). Ele nos ama e mostra o seu amor em tudo que faz para conosco. Devemos viver constantemente agradecidos ao Senhor.

II. Como mostrar a nossa gratidão a Deus?

Como servos de Deus, devemos mostrar gratidão das seguintes maneiras:

a) Expressemos a nossa gratidão a Deus em palavras.

=> Orações freqüentemente incluem palavras de gratidão. Paulo disse: "Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens" (1 Timóteo 2:1).

=> Ações de graças fazem parte da comunicação essencial do servo ao Senhor. Devemos enfatizar oração em nossas vidas, orando "sem cessar" e dando graças "em tudo" (1 Tessalonicenses 5:17-18).

=> Como pessoas radicadas e edificadas em Cristo, vamos crescer em ações de graças (Colossenses 2:7). Percebemos em tais trechos que a oração não é meramente um ritual ou obrigação de falar certas palavras de rotina. É uma parte fundamental da vida do servo de Deus (Colossenses 4:2).

=> Ações de graças são um aspecto do louvor a Deus, e representam uma oferta feita a ele.

=> No Velho Testamento, ações de graças freqüentemente são citadas em relação à adoração musical (Neemias 12:46; Salmo 69:30; 100:4; etc.).

=> Sob o Novo Testamento, louvamos a Deus com salmos, hinos e cânticos espirituais, com gratidão em nossos corações (Colossenses 3:16; veja Efésios 5:19-20).

=> Na antiga aliança, ações de graças são mencionadas várias vezes quando se fala das ofertas e dos sacrifícios feitos pelo povo judeu (2 Crônicas 33:16; Salmo 107:22; Jeremias 33:11).

=> Na aliança de Cristo, mostramos a gratidão em nossos sacrifícios e ofertas (2 Coríntios 9:11-12).

=> Pensando dessa forma ajudará o nosso louvor. Ao invés de oferecer adoração egoísta, do estilo e da maneira que nos agrada, louvaremos ao Senhor da maneira que ele pede.

=> Bandas de rock ou hinos acompanhados por instrumentos musicais podem agradar ao homem, mas o Senhor, na Nova Aliança, pediu louvor que vem do coração, oferecido com a voz e os lábios do adorador que serve em espírito e em verdade (leia João 4:24; 1 Coríntios 14:15; Efésios 5:19; Colossenses 3:16; Hebreus 13:15).

b) Mostremos nossa gratidão fazendo coisas para agradar a Deus.

=> A nossa obediência a Deus reflete a gratidão de pessoas resgatadas pelo sacrifício de Jesus.

=> Paulo frisa bem esse fato na sua carta a Tito. Leia e pondere a mensagem de Tito 2:11 - 3:8.

=> Devemos perceber que Paulo não está ditando regras ou impondo a sua própria vontade sobre os homens. Ele descreve a conduta de pessoas realmente convertidas a Cristo, pessoas dedicadas a Deus e determinadas a fazer a vontade dele.

=> O mesmo texto mostra os motivos por trás desta transformação no caráter e no procedimento do discípulo do Senhor.

c) Falemos a outras pessoas sobre a bondade de Deus.

=> Davi reconheceu o valor da sua salvação e pediu o privilégio de poder falar para outras pessoas: "Então, ensinarei aos transgressores os teus caminhos" (Salmo 51:13);

=> Paulo valorizou a sua salvação e deu importância à evangelização de outros: "...pois sobre mim pesa essa obrigação; porque ai de mim se não pregar o evangelho" (1 Coríntios 9:16).

=> Paulo entendeu que a divulgação do evangelho continuaria de uma geração para outra: "E o que de minha parte ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros" (2 Timóteo 2:2). Uma vez que entendemos o significado da salvação em Cristo, falaremos aos outros.

=> Pedro e João disseram: "...pois nós não podemos deixar de falar das coisas que vimos e ouvimos" (Atos 4:20).

Mostremos a nossa gratidão

Cada cristão foi resgatado pelo amor de Deus manifestado na cruz de Cristo.

A nossa gratidão nos motivará a adorar a Deus, viver por ele, e divulgar a boa nova para todos ao nosso redor. Ele merece isso, e muito mais!


AUTOR: Dennis Allan / FONTE: http://www.estudosdabiblia.net/d115.htm



================

+++++++++++++++++

:::::::::::::::::::::::::::::::::::

#################



O que você fará

de Jesus neste natal?


Simeão disse que Jesus veio ao mundo para ser alvo de contradição (Lc 2.34).
Ele é amado e odiado. Ele transforma a uns e transtorna a outros. Ele é a pedra de escape de uns e a pedra que esmaga a outros.
As pessoas sempre tiveram, têm e hão de ter reações diferentes com respeito a Jesus.

Vejamos quais foram as reações a Jesus quando do seu nascimento.

1. A reação de Herodes, o grande
(Mt 2.3,13,16)

– Quando Jesus nasceu em Belém, Herodes, o grande, governava o território de Israel por delegação do imperador romano. Ele era um homem truculento, perverso e louco. Chegou a matar alguns membros da sua própria família com medo de ser traído.

=> Quando os escribas o informaram que em Belém havia nascido uma criança destinada a ser rei de Israel ele ficou alarmado.

=> Não tardou para que esse rei ensandecido mandasse matar todas as crianças de Belém. Seu intento era eliminar Jesus. Sua reação a Jesus foi de ódio consumado. Sua atitude foi de total hostilidade e oposição. Viu Jesus como uma ameaça para sua vida e seus propósitos.

=> Muitos ainda hoje olham para Jesus como um inimigo que deve ser atacado e perseguido.

2. A reação dos escribas e doutores da lei (Mt 2.4-6)

=> Os escribas eram os teólogos mais eruditos do seu tempo. Eles conheciam a lei como ninguém. Eles examinavam com meticulosidade a Palavra de Deus. Sabiam que o Messias nasceria em Belém.


=> Eles tinham conhecimento. Eles eram iluminados pela luz da verdade. Mas essa verdade não lhes transformou o coração.


=> Eles tinham ortodoxia, mas não obediência. Eles eram conhecedores da verdade, mas não praticantes dela. Eles rejeitaram Jesus e se constituíram em seus mais amargos inimigos.

=> Há muitos ainda hoje que conhecem a Palavra de Deus, mas não vivem de acordo com esse conhecimento.

=> Têm luz na mente, mas não vivem de acordo com essa luz. Têm boa teologia, mas vivem como hereges. Conhecem muito a respeito de Deus, mas não desfrutam da intimidade de Deus. Conhecem os detalhes da lei de Deus, mas não se deleitam nessa lei.

3. A reação dos belemitas (Lc 2.7)

=> A Bíblia diz que não havia lugar para Jesus nascer em Belém. As hospedarias estavam todas ocupadas. Não havia espaço para Jesus, o Pão da Vida, na Casa do Pão. Jesus, o Cordeiro de Deus, rejeitado pelos homens, foi nascer, então, numa manjedoura, entre os animais.

=> Ainda hoje, muitos não têm espaço para Jesus na sua vida. Estão ocupados demais com seus negócios, com seus afazeres, com seus cuidados a ponto de não terem tempo nem lugar para Jesus.

=> Vivemos numa sociedade que corre tanto atrás de coisas, mas uma sociedade que não pára para pensar em Deus, para servir a Deus nem para adorar o seu bendito Filho que veio ao mundo para nos salvar.

4. A reação dos magos do Oriente (Mt 2.11)

=> Os magos, guiados por uma estrela, vieram do Oriente e orientados pela Palavra chegaram a Belém e se prostraram e adoraram o menino Jesus, oferecendo-lhe ouro, incenso e mirra.

=> O ouro é o presente dado a um rei. Jesus é o Rei dos reis. Ele é o Senhor dos senhores. Todo joelho deve se dobrar diante dele, dando-lhe a glória que ele merece.

=> Também ofereceram a Jesus incenso. Este é o presente oferecido a um sacerdote. Jesus é o Sumo Sacerdote que veio para nos reconciliar com eus. Ele é o ofertante e o sacrifício. Ele ofereceu a si mesmo na cruz em nosso lugar e em nosso favor. Por meio dele temos livre acesso à presença de Deus.

=> Finalmente, os magos oferecem a Jesus mirra. Este é o presente a um profeta. Jesus é tanto o mensageiro como o conteúdo da mensagem. Deus nos fala por meio dele!

=> Que Deus levante entre nós, neste tempo, pessoas que se prostrem e adorem a Jesus como os magos do Oriente neste Natal.

=> Você gostaria de fazer isto, agora?


AUTOR: Rev. Hernandes Dias Lopes /


+

++

+++

++++

+++++

++++++

+++++++

++++++++

+++++++++

++++++++++

+++++++++++

++++++++++++

+++++++++++++

++++++++++++++

+++++++++++++++

++++++++++++++++

====================

====================

====================

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::