terça-feira, 14 de dezembro de 2010


A IMPORTÂNCIA
DE UM
CULTO INTENSO

Romanos 12:1 - Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional

- QUE SIGNIFICA CULTUAR? Render adoração.


- O QUE SIGNIFICA ADORAR? Amar extremosamente.

- O QUE SIGNIFICA INTENSIDADE?

Grau muito elevado de força, energia, potência, atividade. Outro significado: maior grau de força expiratória com que um som da fala é proferido.

- POR QUE PRECISAMOS SER INTENSOS, FERVOROSOS NA ORAÇÃO, LOUVOR, ADORAÇÃO?

- Devemos ser intensos porque é uma ordem de Deus:

JR 29:12 - Então, me invocareis, passareis a orar a mim, e eu vos ouvirei.13 Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração.14 Serei achado de vós, diz o Senhor, e farei mudar a vossa sorte...

JR 33:3 - Clama a mim, e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes, que não sabes.

Lucas 11:9 - Por isso, vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á.

Filipenses 4:6 - Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças.

DOIS PRINCÍPIOS IMPORTANTES: UM CULTO INTENSO ENVOLVE:

1. Atitude,

2.Sacrifício.

POR QUE SATANÁS QUER NOS CALAR? Porque cultuar a Deus com intensidade é chave para:

• Libertação; Destruir os inimigos; Engrandecer a Deus.

1) A VITÓRIA DO REI JOSAFÁ.

- 2 Crônicas 20:1 - Depois disto, os filhos de Moabe e os filhos de Amom, com alguns dos meunitas, vieram à peleja contra Josafá. Então, vieram alguns que avisaram a Josafá, dizendo: Grande multidão vem contra ti dalém do mar e da Síria; eis que já estão em Hazazom-Tamar, que é En-Gedi. Então, Josafá teve medo e se pôs a buscar ao SENHOR; e apregoou jejum em todo o Judá. Judá se congregou para pedir socorro ao SENHOR; também de todas as cidades de Judá veio gente para buscar ao SENHOR. 5Pôs-se Josafá em pé, na congregação de Judá e de Jerusalém, na Casa do Senhor,diante do pátio novo, e disse: Ah! Senhor, Deus de nossos pais, porventura, não és tu Deus nos céus? Não és tu que dominas sobre todos os reinos dos povos? Na tua mão, está a força e o poder, e não há quem te possa resistir.

- 2 Crônicas 19 - Dispuseram-se os levitas, dos filhos dos coatitas e dos coreítas, para louvarem o Senhor, Deus de Israel, em voz alta, sobremaneira. 20 Pela manhã cedo, se levantaram e saíram ao deserto de Tecoa; ao saírem eles, pôs-se Josafá em pé e disse: Ouvi-me, ó Judá e vós, moradores de Jerusalém! Crede no Senhor, vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas e prosperareis. 21 Aconselhou-se com o povo e ordenou cantores para o Senhor, que, vestidos de ornamentos sagrados e marchando à frente do exército, louvassem a Deus, dizendo: Rendei graças ao Senhor, porque a sua misericórdia dura para sempre. 22 Tendo eles começado a cantar e a dar louvores, pôs o Senhor emboscadas contra os filhos de Amom e de Moabe e os do monte Seir que vieram contra Judá, e foram desbaratados.

2) A VITÓRIA DE JOSUÉ

- Josué 6: 4 - Sete sacerdotes levarão sete trombetas de chifre de carneiro adiante da arca; no sétimo dia, rodeareis a cidade sete vezes, e os sacerdotes tocarão as trombetas. E será que, tocando-se longamente a trombeta de chifre de carneiro, ouvindo vós o sonido dela, todo o povo gritará com grande grita; o muro da cidade cairá abaixo, e o povo subirá nele, cada qual em frente de si.

- Josué 6: 20 - Gritou, pois, o povo, e os sacerdotes tocaram as trombetas. Tendo ouvido o povo o sonido da trombeta e levantado grande grito, ruíram as muralhas, e o povo subiu à cidade, cada qual em frente de si, e a tomaram.

CONCLUSÃO:

- Ser intenso, fervoroso, ativo, extravagante, etc., é CHAVE para atrair a GLÓRIA DO SENHOR!

- Davi foi um ADORADOR INTENSO, e por isso teve um reinado próspero, Josafá venceu os inimigos apenas ADORANDO, LOUVANDO O SENHOR EM ALTA VOZ, Josué e seu povo com um GRITO INTENSO, FERVOROSO derrubaram as muralhas dos inimigos.

- Dê seu grito de vitória em meio às tribulações, louve o Senhor com intensidade na adversidade, adore o Senhor sem cessar, vença a mornidão, o silencio, a apatia, apresentando-se a DEUS como sacrifício suave e você verá o SENHOR DA GUERRA entregando nas suas mãos a vitória em toda e qualquer situação.

- APENAS LOUVE, ADORE, CLAME, ETC., COM INTENSIDADE.

COMPARTILHAMENTO:
• Você é um adorador extravagante?
• Nos cultos, reunião de célula, devocional diário você procura adorar, louvar, clamar com intensidade?

FONTE:
http://www.ibavsa.com/modules/news/article.php?storyid=203




+++++++++++++

++++++++++++++

+++++++++++++++

++++++++++++++++++


LIBERANDO

PODER DE DEUS

ATRAVÉS DE UM

CULTO INTENSO

Efésios 5: 18 ,Romanos 12:1


- Nas últimas semanas o Senhor tem nos ensinado a importância real que devemos dar ao sacrifício na adoração, oração, clamor, louvor com intensidade.

- O QUE SIGNIFICA INTENSIDADE?

- Grau muito elevado de força, energia, potência, atividade. O maior grau de força expiratória com que um som da fala é proferido.

- POR QUE SATANÁS QUER NOS CALAR?

- Satanás sempre se opõe a palavra de Deus que diz que devemos clamar, pedir, louvar, adorar, pois assim a Glória de Deus se manifesta e as cadeias, grilhões, muralhas, etc., caem todas por terra.

- Outro motivo é que o Senhor nos instrui a não nos embriagar com vinho, mas o nosso dever é transbordar no Espírito e a forma bíblica é falando, louvando com salmos.

A INTENSIDADE NA ORAÇÃO, ADORAÇÃO DO CEGO BARTIMEU

- Em Marcos 10:46-49, conta-se a história do cego Bartimeu, um mendigo que chamou a atenção de Jesus devido seu intenso clamor, oração, adoração.

- Diferente dos outros mendigos que viviam assentados junto ao mesmo caminho, Jesus viu nele algumas características que reforçam ainda mais nosso entendimento de que devemos ser mais intensos:

Como Jesus viu o cego Bartimeu?

1) Jesus viu um homem necessitado.

- Havia mais mendigos, mas só Bartimeu se humilhou, clamou, adorou, louvou a Jesus.

- Jesus viu um homem pobre de Espírito, um necessitado que reconhecia sua condição. Não estamos falando de ter ou não muitos recursos financeiros, estamos falando de pessoas que independente da situação financeira, sempre se apresentam ao Senhor como pobres de espírito, ou seja, dependentes do Senhor, e como diz as escrituras, bem aventurados os pobres de espírito, pois verão a Deus.

- Há pessoas que precisam muito do Senhor, mas não se dobram não se humilham, não buscam o Senhor com intensidade, e ao invés disto, criticam, murmuram e até blasfemam contra Deus.

2) Jesus viu no clamor, na oração perseverança.

- Ao invés de apoio, Bartimeu recebeu criticas de pessoas e resistência de satanás.

- Mateus 7:7 Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á.

- Perseverança é demonstrar para Deus o quanto queremos ser tocados por Ele.

3) Jesus viu louvor, adoração em suas palavras.

- Quando disseram ao cego Bartimeu que Jesus, o nazareno estava passando, ele retrucou dizendo:

- Não, esse é Filho de Davi. Em seu clamor havia louvor:

- Jesus, Filho de Davi, Rei do reis, Senhor dos senhor, etc.

- Somos chamados a adorar e adorar é louvar, elogiar nosso Deus.

A INTENSIDADE NA ORAÇÃO, ADORAÇÃO DE PAULO E SILAS

- Atos 16: 22-25 Perto da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus, e os outros presos os escutavam.

Como Jesus viu Paulo e Silas?

1) Jesus viu sacrifício de adoração.

- Em Rm:12, somos convocados a oferecer nossa vida como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus.

- Cremos que Paulo e Silas, depois de terem sido açoitados e lançado na prisão, em meio a dores, sofrimento, talvez fome, vergonha, disseram um ao outro:

- Vamos cultuar nosso Deus.

- Vamos apresentar nosso sacrifício de adoração.

- Vamos calar neste momento a boca de satanás?

- E então, começaram a orar, cantar, louvar ao Senhor em voz alta, pois os presos ouviam. Isso sim é sacrifício de adoração.

2) Jesus viu no clamor, na oração perseverança.

- Ainda com dor, sofrimento, etc., cremos que Deus se manifestou depois de terem orado muito, louvado, adorado por um bom tempo.

- A bíblia não relata exatamente quanto tempo, mas podemos observar que Jesus, em seu clamor, suplica no Getsemani, orou mais de uma hora, e foi exatamente uma hora que Jesus pediu para seus discípulos orarem.

- Mas tudo indica, que era tempo demais para eles, pois dormiram. Se Jesus precisou clamar pelo menos uma hora para ouvir a resposta de Deus, certamente, com Paulo e Silas não foi diferente.

3) Jesus viu louvor, adoração em suas palavras.

- Cremos também que Paulo e Silas, no momento da dor, sofrimento, se lembraram da chave do Rei Davi, adoração.

- O vitória do rei Josafá através dos levitas à frente do exército também veio a memória.

- O grito dos hebreus em volta dos muros de Jericó, na vitória de Josué foi certamente motivador.

- Quando então se lembraram das palavras de Jó, que perdeu tudo e ainda declarou:

- “Jó 1:21 e disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei; o SENHOR o deu e o SENHOR o tomou; bendito seja o nome do SENHOR! “O LOUVOR, ADORAÇÃO neste momento atingiu SEU auge.

Conclusão:

- A manifestação da presença de Deus acontece onde há sacrifício.

- Todos aqueles que atraíram a presença, foram intensos, fervorosos no clamor, adoração, oração, louvor e se destacaram entre muitos.

- Se desejamos mesmo essa Glória que nos satisfaz, como igrejas, precisamos ser mais intensos nos cultos, células, devocional, MDA, discipulado, etc.

Compartilhamento:

Compartilhe na célula se você tem conseguido ser mais intenso nos cultos, células, devocionais, reunião de discipulado, etc.



Fonte:
http://www.ibavsa.com/modules/news/article.php?storyid=206





==============

+++++++++++++++

::::::::::::::::::::::::::::::::