terça-feira, 22 de junho de 2010


Nossas
Impressões
e Marcas



Transição: Você pode ensinar mais com a sua vida do que com os seus lábios

- Uma das características fundamentais de Cristo era transformar os seus seguidores em pessoas ativas, dinâmicas e que soubessem expressar seus sentimentos e pensamentos. Ele não queria um grupo de pessoas passivas, tímidas e que anulassem as suas personalidades. A cada momento ele instigava a inteligência deles e procurava libertá-los do seu cárcere intelectual.

- Os textos das suas biografias são claros.

Ele ensinava perguntando, instigando a inteligência e procurando romper toda timidez e toda distância com ele.

Ele nem mesmo gostava de ser exaltado. Embora fosse reconhecido como o filho de Deus, cruzava a sua história com a deles e os tomava como seus amados amigos.

- O mestre maior, sempre exerceu o ministério de ensinar. Nesta noite, ele pode nos ensinar duas coisas importantes sobre o ato de ensinar. Abra sua bíblia em Marcos 4.1-8

I. Por ação ou omissão, deixamos impressões

a) Sempre ensinamos o que somos, seguimos nosso modelo mental;

b) Vicent Van Gogh, comprou um espelho e pintou mais de 100 vezes o seu auto retrato;

c) Rembrant também colocou em suas telas (criação) seu auto-retrato

d) Em tudo que nós criamos, revelamos um pouco de nós mesmos

e) A imagem pode ser ofuscada, mas ela sempre permanecerá ali.

f) sempre poderá ser melhorada;

g) Eu e você somos uma obra prima, feita à imagem e semelhança de DEUS (Gn 1.27)

II. Além da impressão, deixamos uma marca

a) Só podemos deixar marcas, quando fazemos de coração;


b) Cada um de nós tem uma marca única que vem do fundo do nosso coração e que pode tocar a vida dos outros;

c) Qual a marca que temos deixado, nas pessoas que Deus colocou nas nossas vidas? (alunos, família, amigos)

d) Temos uma missão nobre – ensinar (com intrepidez e ousadia)

e) Envia-me hoje a fim de deixar marcas do coração.

- Sigamos o exemplo do mestre, que em todo tempo e lugar ensinava, isto é deixava sua marca nas pessoas que estavam à sua volta (no barco, na igreja, na relva, caminhando, na festa, todos os dias).

- Diz a bíblia que o ministério de ensinar é o mais nobre de todos, se assim o é, para você, saiba que o seu trabalho não é em vão. Há grandes recompensas pelo seu trabalho.


Fonte: Pr. Elton Batista de Melo




++++++++++++++

++++++++++++++



A IMPORTÂNCIA
DE UM ENCONTRO

Texto-Chave: Mateus 17:1-9

- Neste mês, muitas pessoas estão sendo convidadas a ir a um ENCONTRO COM DEUS.

- Porque isso é importante? Porque é necessário às vezes deixarmos toda a agitação da vida para termos um tempo de qualidade com o Senhor?

O que acontece quando temos um tremendo Encontro com Jesus?
1) NOS DESLIGAMOS DA AGITAÇÃO DO DIA A DIA PARA ESTARMOS EM PARTICULAR COM JESUS - vs. 1

- Pedro, Tiago e João foram convidados pelo Senhor para um tempo em particular com Ele.

- Como isso é precioso e pode mudar nossas vidas! Na agitação muitas vezes não conseguimos ouvir Deus.

2) TEMOS A OPORTUNIDADE DE CONHECER A GLÓRIA DO SENHOR DE PERTO- vs. 2

- Embora aqueles três discípulos já conhecessem a Jesus, havia algo mais que eles precisavam conhecer e para isto era necessário separar um tempo particular de busca e qualidade.

3) A PALAVRA NOS É MINISTRADA NUM NÍVEL MAIS REVELADOR E PROFUNDO - vs. 3

- Eles viram Elias e Moisés (que representavam a Lei e os Profetas, ou seja, o Antigo Testamento) conversando com Jesus (que representa o Novo Testamento).

- No Encontro (ou num tempo particular de busca), podemos compreender muito mais da Palavra e vemos ampliado nosso nível de revelação.

4) DEUS FALA CONOSCO E APRENDEMOS TEMER SUA PRESENÇA- vs. 5 e 6

- Quando Deus fala profundamente conosco, o arrependimento nasce e um temor (respeito, medo de pecar) é gerado em nosso coração. Assim, passamos a viver uma vida santa.

5) RECEBEMOS PAIXÃO PELOS PERDIDOS E PODER PARA LIBERTÁ-LOS - vs. 14, 15 e 18

- Os discípulos que não subiram ao monte para aquele "encontro" não tiveram poder para libertar um jovem endemoninhado. Quando, porém, Jesus chegou com os três discípulos, a libertação aconteceu.

6) TEMOS EXPERIÊNCIAS QUE NÃO DEVEM SER CONTADAS, MAS VIVIDAS- vs. 9

- Há coisas que Deus não quer que ouçamos da boca de outros, mas que as experimentemos pessoalmente. Por isso o "segredo" sobre como se desenvolvem os Encontros.

Gancho Evangelístico (10 min.)

– Se houver algum visitante descrente, faça o seguinte apelo: Para ter um encontro sobrenatural com Jesus você precisa antes aceitar segui-lo, andar com Ele.

Quer tomar esta decisão agora?

- Oração de entrega e consolidação

Fonte:
http://www.igrejavencedores.com.br/acervo_detalhes.asp?Id=78



:::::::::::::::::::::::::

:::::::::::::::::::::::::

:::::::::::::::::::::::::


::::::::::::::::::::::::::

::::::::::::::::::::::::::


O PERFIL DE
UM CONQUISTADOR
DAS PROMESSAS


TEXTO: Josué 1.1-9

“Depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, disse o SENHOR a Josué, filho de Num, auxiliar de Moisés: 2 “Meu servo Moisés está morto. Agora, pois, você e todo este povo preparem-se para atravessar o rio Jordão e entrar na terra que eu estou para dar aos israelitas. 3 Como prometi a Moisés, todo lugar onde puserem os pés eu darei a vocês. 4 Seu território se estenderá do deserto ao Líbano, e do grande rio, o Eufrates, toda a terra dos hititas, até o mar Grande, no oeste. 5 Ninguém conseguirá resistir a você todos os dias da sua vida. Assim como estive com Moisés, estarei com você; nunca o deixarei, nunca o abandonarei.
6 “Seja forte (Esforça-te) e corajoso, porque você conduzirá este povo para herdar a terra que prometi sob juramento aos seus antepassados. 7 Somente seja forte e muito corajoso! Tenha o cuidado de obedecer a toda a lei que o meu servo Moisés lhe ordenou; não se desvie dela, nem para a direita nem para a esquerda, para que você seja bem-sucedido por onde quer que andar. 8 Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem-sucedido. 9 Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem desanime, pois o SENHOR, o seu Deus, estará com você por onde você andar”.

INTRODUÇÃO:

- As palavras acima foram ditas pelo Deus de Israel a Josué quando este acabara de assumir a liderança do Povo de Deus, estando eles às portas de iniciar a conquista dos territórios que estavam além do rio Jordão.

- Todos nós fomos chamados para assumirmos a liderança do que queremos conquistar. Nestas palavras o Senhor está garantindo que no que depender dEle, a conquista está garantida.

- Neste momento da vida de Josué, Deus o chama a parte e trata com ele em algumas áreas de sua vida que precisavam ser curadas, para poder exercer sua liderança com eficácia.

- Deus sempre irá nos chamar a atenção para algumas coisas que ainda estão fora de prumo, antes de nos entregar a conquista completa.

1. O CONQUISTADOR DAS PROMESSAS, PRECISA SE ESFORÇAR.

-V6 “Seja forte (Esforça-te) e corajoso, porque você conduzirá este povo para herdar a terra que prometi sob juramento aos seus antepassados.

- Você certamente já ouvir falar da “lei do mínimo esforço”
. As pessoas tendem a procurar a forma mais fácil e menos desconfortável para atingir seus objetivos.

- O comodismo é uma epidemia da geração atual. Por que é que atualmente a quantidade de pessoas acima do peso normal é tão grande? Porque a sociedade incentiva as pessoas a se livrarem do esforço físico e a não abrirem mão dos prazeres. Até mesmo do esforço mental as pessoas fogem.

- Porém, a ordem do Deus de Israel a Josué foi muito enfática: Esforça-te (Js 1.6; 7 e 9).

- A Bíblia ensina que o próprio Deus trabalha e não dorme no serviço. Entenda que a preguiça não vem de Deus (Pv 6:6 “Observe a formiga, preguiçoso,reflita nos caminhos dela e seja sábio”);

- (Pv10:26 Como o vinagre para os dentes e a fumaça para os olhos, assim é o preguiçoso para aqueles que o enviam”) ;

- (Pv 12:27 “O preguiçoso não aproveita a sua caça, mas o diligente dá valor a seus bens”);

- (Pv 15:19 “O caminho do preguiçoso é cheio de espinhos, mas o caminho do justo é uma estrada plana”);

- (Pv 20:4 “O preguiçoso não ara a terra na estação própria; mas na época da colheita procura, e não acha nada”);

- (Pv19:15 “A preguiça leva ao sono profundo, e o preguiçoso passa fome”).

- Há crentes que se esforçam somente para encontrar desculpas para não se envolver com a Obra do Senhor. Porém 2010 não será um ano desculpas, mas de conquista de promessas.

2. O CONQUISTADOR DAS PROMESSAS PRECISA TER BOM ÂNIMO.

- Além do esforço, o Senhor recomendou a Josué ter bom ânimo, o mesmo que alegria e disposição corajosa (Js 1.6; 7 e 9).

- Para conservar-se cheio de bom ânimo é preciso vigiar. São diversas as artimanhas do inimigo das nossas almas que visam ferir nossa alma, roubando e minando nosso ânimo.

- Também as circunstâncias da vida podem nos intimidar, despertar o medo em nossos corações.

- O bom ânimo pode ser descrito como uma atitude corajosa. Para conservar a coragem em seu coração é preciso estar sempre lembrado do respaldo que o próprio Deus dá aos servos que andam em obediência diante dEle.

- Um Conquistador das Promessas precisa resistir a todo medo (Não pasmes, nem te espantes, porque o Senhor teu Deus é contigo por onde quer que andares. Js 1.9).

- Rejeite o medo em sua vida. O Espírito de Deus nos dá coragem, e não medo (II Tm 1:7 Pois Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio”).

3. O CONQUISTADOR DAS PROMESSAS, NÃO PODE PERDER A VISÃO.

- Vs 3-5 “Como prometi a Moisés, todo lugar onde puserem os pés eu darei a vocês. 4 Seu território se estenderá do deserto ao Líbano, e do grande rio, o Eufrates, toda a terra dos hititas, até o mar Grande, no oeste. 5 Ninguém conseguirá resistir a você todos os dias da sua vida. Assim como estive com Moisés, estarei com você; nunca o deixarei, nunca o abandonarei.

- O Senhor foi categórico em cobrar de Josué a fidelidade ao chamado e obediência aos princípios estabelecidos por Ele e registrados por Moisés.

- A promessa feita a Moisés seria cumprida em sua vida e através de sua liderança.

- Josué não poderia perder a visão do foco principal e nem criar versões diferentes para os planos revelados pelo Senhor.

- Sua função seria obedecer sem se desviar. Imagine se Josué, de repente sentisse desejo de conquistar o Líbano e não mais a Terra Prometida. Ele simplesmente invalidaria a promessa da conquista.

- Você precisa fixar seu foco na Conquista das Promessas que o Senhor apontou. Cuidado para não se distrair. O inimigo tenta de muitas maneiras roubar a nossa atenção, para nos fazer desviar dos propósitos do Senhor.

4 - O CONQUISTADOR DAS PROMESSAS, PRECISA SER CORAJOSO.

-V9 “Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem desanime, pois o SENHOR, o seu Deus, estará com você por onde você andar”.

- Ousadia e determinação devem ser marcas registradas na vida do conquistador. Os covardes não entram no reino de Deus e nem conquistam promessas.

- Deus não usa covardes para cumprir Seu propósito na terra (Ap 21:8 “Mas os covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que cometem imoralidade sexual, os que praticam feitiçaria, os idólatras e todos os mentirosos — o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre. Esta é a segunda morte”).

5 - O CONQUISTADOR DAS PROMESSAS, PRECISA DISCIPLINAR SUA VIDA PELAS LEIS DE DEUS.

- (VS) 7,8 “Somente seja forte e muito corajoso! Tenha o cuidado de obedecer a toda a lei que o meu servo Moisés lhe ordenou; não se desvie dela, nem para a direita nem para a esquerda, para que você seja bem-sucedido por onde quer que ande.
8 Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem-sucedido”.

- Nesta altura da vida de Josué, ele ainda estava regendo sua vida pelas suas próprias leis. Suas idéias; seus valores etc. Então Deus o chamou para uma mudança de regência. Ele agora precisava disciplinar a sua vida pelas leis do Senhor para poder obter sucesso.

- Muitos cristãos estão regendo a sua própria vida e por isso não estão conseguindo alcançar as promessas. É por isso que tudo tem dado errado para muita gente.

- Nós precisamos aprender a deixar Deus reger a nossa vida. Precisamos aprender a estabelecer as nossas conquistas e prática de vida, sobre os princípios de Deus.

- Temos que ter disciplina em nossa maneira de vive (II Tm 2:5 “Semelhantemente, nenhum atleta é coroado como vencedor, se não competir de acordo com as regras”);

- (I Co 9: 25-26 “Todos os que competem nos jogos se submetem a um treinamento (Disciplina/Regras) rigoroso, para obter uma coroa que logo perece; mas nós o fazemos para ganhar uma coroa que dura para sempre. 26 Sendo assim, não corro como quem corre sem alvo, e não luto como quem esmurra o ar”).

CONCLUSÃO:

1- Ore com ousadia e determinação.
2- Seja fiel ao seu chamado.
3- Seja uma pessoa motivada como o Cachorro e inteligente como o Gato.
4- Seja esforçado; mantenha o bom ânimo e a visão no cumprimento da promessa do Senhor.
5- Discipline a sua vida pela palavra de Deus.


Na unção apostólica e início de um novo ciclo:

AUTOR: Pr. Osmarino Correia de Araújo



++++++++++++++


++++++++++++++


++++++++++++++





VIDA CRISTÃ

EQUILIBRADA


Texto:

"Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, procurando diligentemente guardar a unidade do Espírito no vínculo da paz." Ef. 4:1-3

- Uma vida cristã equilibrada vem de uma postura correta diante de Deus. Quando uma pessoa conhece realmente a Deus e procura andar de acordo com seus preceitos sua vida terá significado e também segurança.

- A exortação do apóstolo Paulo aos de Éfeso foi: “andar de modo digno”. Este andar enfatiza um viver cristão equilibrado.

- O apóstolo após falar sobre a nova sociedade criada em cristo avança para os padrões nos quais esta sociedade deve andar.

- O que então seria o contrário de uma vida equilibrada? Seria uma vida sem ética e cujas crenças são fragmentadas. Seria uma vida incoerente. As ações não corresponderiam as suas crenças. No entanto, entendemos que a nossa fé determina nossas experiências. Assim sendo, o que cremos deve fazer parte do nosso viver diário. Esta é a exortação de Paulo. A sua palavra era para que os cristãos de Éfeso vivem o evangelho cotidianamente.

- Aqui está o equilíbrio: uma vida onde a fé e a prática andam juntas.
Vejamos então algumas verdades sobre uma vida cristã equilibrada:
I - Vida cristão equilibrada é fruto do equilibro do intelecto e emoção
a) O cristão precisa conhecer a Deus
– Uma vida equilibrada nasce do conhecimento do Senhor.

- No livro do profeta Isaías está escrito: Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti (Is 26:3). Não há como pensar em estabilidade, em firmeza se não passar pelo conhecimento de Deus.

- A Bíblia nos diz constantemente que cada área da vida cristã é dependente do uso cristão de nossas mentes.

- Conhecer a Deus é essencial para que possamos experimentá-lo e assim que temos experiência com Ele somos levados a andar de acordo com essa experiência profunda e transformadora.

b) O cristão precisa equilibro nas emoções

– John Stott afirma que o cristão tem como uma de suas maiores fraquezas a tendência para o extremismo ou desiquilíbrio. É preciso buscar coerência (Ef 4:1) no modo de viver.

- Tanto o intelecto quanto as emoções fazem parte da constituição humana e ambas precisam estar em equilíbrio. Assim, cabe ao cristão entender que deve controlar suas emoções. Não esqueçamos da experiência dos dois discípulos no caminho de Emaús.

- Eles sentiram seus corações arderem. Temos que entender que a verdade não é fria e seca (Stott), pelo contrário, ela faz nossos corações arderem.

O Cristão deve tomar cuidado quanto aos seguintes aspectos das emoções:

- Não se exagerado - saiba que emoção não significa espetáculo. Saiba a hora de expressar suas emoções.

- Ter domínio próprio - mesmo diante da ira, da falsidade, da injustiça saiba se controlar. Evite ações que posteriormente te trarão pesar.

- Não deixar-se levar por emoções pecaminosas – vingança, ódio,

- Ser sensível – não podemos perder essa característica.

II – Perigos de uma vida desequilibrada
a) Incoerência – um perigo da vida cristã

– Se a vida do cristão não corresponde a sua fé, certamente algo está errado. Isto trará sérios prejuízos para ele.

- Primeiro, isto implica em falsidade. Sua vida não está sendo verdadeira. Estar na igreja não é garantia de uma vida pura. É preciso ir muito mais além.

- Minha fé deve influenciar diretamente a minha vida prática. Aquilo no que eu creio deve estar presente em minhas ações.

b) Inconstância – (Tg 1:8) Uma vida desequilibrada é inconstante.

- Um cristão que assim vive tende a a não ter estabilidade na fé. Não firma em seus relacionamentos, não é uma pessoa confiável, não tem segurança e torna-se uma pessoa alvo de críticas.

- Muitos estão vivendo desta forma. Falta um compromisso real com a obra de Deus, com o próprio Deus. Falta uma transformação radical na sua forma de ver o mundo.

- Uma vida cristã deve ser marcada pela constância, perseverança e pela fidelidade. Estas características fazem com que o indivíduo cresça como pessoa e possa ter crescimento nas diversas áreas de sua vida.

c) Fracasso – Uma vida sem equilibro certamente será marcada pelo fracasso.

- Este é o resultado de que não persevera ou de quem não sabe controlar sua vida. Não há dignidade, ou seja, não existe honra em uma vida assim.

- O que de fato fica são lamentos resultantes dos próprios erros. É preciso mudar a direção. Pessoas que estão passando por um momento de desiquilíbrio precisam entender que necessitam de ajuda.

- Do livro de Provérbios vem a exortação: O simples dá crédito a tudo, mas o prudente atenta para o seus passos. Pv 14:15.

III – Vida cristã equilibra é o modo cristão de viver
- Há muitos que estão vivendo de faixada. Não seguem o modelo de Cristo. Sua real condição é deplorável.

- Uma vida cristã autêntica deve considerar a relação entre o que se fala e o que se pratica (Mt 23). Se olharmos para a história dos fariseus veremos homens que viviam sem coerência.

- Falavam sobre um tipo de vida, porém, suas práticas não eram coerentes com o que pregavam.

- A vida cristã equilibrada é marcada por um viver caracterizado pelas virtudes cristãs – Humildade, mansidão, longanimidade e amor (Ef 4:1-2)

a) Humildade – esta palavra indica uma pessoa que não que sobrepor a outra.

- A humildade é uma característica do cristão equilibrado. Não quer saber mais do que o outro. Não quer a posição ou o que é do outro.

- A palavra significa humildade de mente, o reconhecimento da dignidade e do valor de outras pessoas, a mentalidade humildade que havia em Cristo, que o levou a esvaziar-se a si mesmo e tornar-se servo.

- [...] Se, porém, ao invés de fazer tudo para obter o respeito dos outros (que é orgulho), nós lhes dermos nosso respeito ao reconhecermos seu valor intrínseco dado por Deus (o que é atitude humilde), estaremos promovendo a harmonia na sociedade de Deus. (John Stott, p. 105)

- Uma vida equilibrada tem como marca uma mente humilde. Isto soa muito forte na época de Paulo, pois para os gregos o orgulho era a virtude e a humildade era fraqueza (Stott, p. 104) O evangelho propõe então uma nova maneira de viver: viver com humildade. Ser humilde não é questão de fraqueza e sim de grandeza e de maturidade.

b) Mansidão - O cristão precisa de moderação.

- Mansidão fala de uma pessoa que sabe de sua força, porém, ele controla esta força.

- Isto implica em um modo de vida que não excede a sua força. Nas palavras de Stott: “é a suavidade dos fortes, cuja força está sob controle”.

- Não use de sua força para machucar ou maltratar o próximo. Saiba que um cristão maduro saberá dosar sua força em respeito e consideração ao seu irmão.

- Quantos não retém sua força e acabam por prejudicar a quem está do seu lado. Daí a importância do cristão ter o fruto do Espírito (Gl 5.21).

- Um cristão equilibrado sabe esperar, sabe se conter, não exceder. Cuidado para que você não ultrapasse os limites de respeito, consideração e confiança daqueles que estão contigo.

c) Longanimidade – o cristão precisa ser paciente.

- Ter longo ânimo. Não ser precipitado em suas ações. “Longanimidade é agüentar com paciência pessoas provocantes, tal como em Cristo Deus nos considerou...” (Stott, p. 106).

- Uma pessoa equilibrada saberá tolerar pessoas provocantes e demonstrará seu padrão de comportamento baseado em Cristo e não no modelo do mundo.

- Um insensato certamente revidaria a provocação, porém, o que é maduro sabe ser paciente e espera na ação de Deus a seu favor.d) Amor – é fruto do Espírito (Gl 5:21).

- É a base das ações do cristão. Assim, uma vida cristã bem sucedida é amorosa. “o amor é a qualidade final, que abrange os quatro anteriores, e é a coroa e a soma de todas as virtudes” (Stott, p. 106)

Conclusão:

- Não podemos viver um dia a todo vapor e no outro ficarmos estáticos. O evangelho deve ser vivido com coerência, prudência e equilíbrio. Isto implica em ações bem refletidas à luz das Escrituras.

- Um cristão equilibrado saberá lidar com as questões diárias de sua vida mantendo-se firme nos alvos certos e dosará sua força utilizando-a apenas nas horas necessárias.

- Sua intenção é conhecer ao Senhor e crescer diante Dele. Sua vida crescerá em maturidade à medida que busca a Deus na oração e na Palavra. Não se desvia para outros caminhos pois entende que o mais importante é “buscar a Deus em primeiro lugar”.

Que Deus nos ajude



+++++++++++

+++++++++++


++++++++++++

++++++++++++


VIDA CRISTÃ
Rm.12.1,2



Int.

- O cristão em sua nova vida com Deus, transformado pela Graça, deseja experimentar qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

- O cristão em sua vida com Cristo deseja paz, alegria, satisfação e pleno gozo em seu coração. Mas para que alcance essas bênçãos em sua vida, o cristão sabe que precisa agradar a Deus, cumprir os princípios de Deus revelado em Sua Palavra. E é importante o cristão entender o que é a Vida Cristã, para que as suas expectativas quanto ao Evangelho não sejam frustradas.

O que é a Vida Cristã?

1 - Vida Cristã é Pé no Chão.

- Nada de malabarismo.

- Nada de voar pelas nuvens.

- Não é emocionalismo (Ainda que faz parte).

- Não é misticismo.

- Não é sensacionalismo.

- Não é uma vida de mar de rosas.

- Pé no chão é viver a realidade da vida tendo Cristo em nosso coração, sabendo que Ele nos orientará em tudo.

- Pé no chão é ter uma fé genuína em Cristo e não nas circunstâncias.

Jo.16.33- Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.

- O cristão que vive com o pé no chão, não vive um cristianismo dependendo de emoções ou de revelações para continuar com sua fé; ainda que estas fazem parte do cristianismo. Esse cristão baseia a sua fé na Palavra de Deus.

- Ele não fica esperando que em cada culto aconteça uma manifestação sobrenatural do poder de Deus, para que ele esteja firme.

- O cristão que sempre espera isso é o crente menino; falta amadurecer.

- Esse cristão sabe pela Palavra de Deus que a vida cristã não é fácil; que o crente tem a sua cruz para carregar.

Lc.9.23- E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.

- Jesus disse aqui: Tome cada dia a sua cruz.

- Como cristão temos um peso a tomar a cada dia.

- O cristianismo verdadeiro é o cristianismo Pé no Chão.

2 - A Segunda coisa: Vida Cristã é Caráter.

- Vida transformada

- Viver em retidão, em honestidade, em verdade, em justiça.

II Co.5.17- Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

- O cristão agora vive uma vida diferente que outrora vivia,

- O cristão agora não vive com mentiras; com enganos; com falsidade; com desonestidade.

- Sua vida foi mudada; seu coração foi mudado; o Espírito de Deus mudou o seu caráter.

I Pe.1.23- Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva e que permanece para sempre.

- Nós fomos de novo gerados pela Palavra de Deus.

- Recebemos uma nova vida.

- O nosso homem interior foi transformado.

- O nosso feitio moral foi mudado.

I Jo.2.6- Aquele que diz que está nele também deve andar como ele andou.

- Quem está em Jesus segue os passos de Jesus.

- Anda como Jesus andou.

- Fazendo o bem; dizendo a verdade; praticando a justiça; vivendo em honestidade.

- Quem está em Jesus se parece com Jesus.

- O cristão anda na contra mão do mundo.

- A nossa direção é outra; nosso modo de viver é outro.

Tg.4.4- Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.

- O mundo odeia o cristão, porque o cristão tem o caráter de Cristo.

- Cristianismo é caráter.

3 - Terceira coisa: Vida Cristã é Compromisso.

- Compromisso com Cristo é um acordo de viver conforme a Sua Palavra.

- Compromisso é ter a responsabilidade de viver a aliança proposta.

- Compromisso com Deus, com o Corpo (Que é a Igreja) e consigo mesmo.

- Quantos cristãos vivem sem esse compromisso. Vão levando a vida cristã de qualquer jeito; apenas interessado na benção e não no abençoador.

- Mas aqueles cristãos que experimentam a boa, agradável e perfeita vontade de Deus; tem compromisso; cumprem a sua aliança.

- Quantos cristãos vivem um cristianismo superficial e experimentam apenas algumas promessas de Deus. Porque andam longe de Jesus e da Igreja.

- Quer desfrutar das grandes bênçãos de Deus? Tenha compromisso; chegue mais perto de Deus.

Sl.34.18- Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado e salva os contritos de espírito.

- Faça sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.

- A benção de Deus é para quem tem compromisso.

Exemplos: José tinha compromisso com Deus e foi abençoado.

- Daniel tinha compromisso com Deus e foi abençoado.

- Neemias tinha compromisso com Deus e foi abençoado.

- Paulo tinha compromisso com Deus e foi abençoado.

- Vida Cristã também é compromisso.

Conclusão:

Quando nós entendemos que Vida Cristã: é Pé no Chão; Caráter e Compromisso, então experimentaremos a boa, agradável e perfeita vontade de Deus e gozaremos das promessas de Deus para as nossas vidas.


Autor: Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil




++++++++++++++

++++++++++++++

++++++++++++++


A Linguagem da Fé!


Quebra-gelo: Você acredita no que lhe falam com facilidade ou tem dificuldade em confiar em outros?

Texto: Romanos 1:17

Introdução:

- Para que possamos viver a vida cristã na sua plenitude, vivenciando todas as promessas de Deus, precisamos aprender a viver pela fé.

- A fé é que nos aproxima de Deus e transforma o que Deus disse em realidade.

- Os evangelhos deixam claro que as pessoas que buscaram a Jesus foram abençoadas em função da sua fé, o próprio Jesus dizia a elas: seja feito conforme a tua fé, ou, a tua fé te salvou.

- A vida cristã só pode ser vivida pela fé por isso precisamos compreender bem o que é a verdadeira fé, lutar para que ela brote em nossa vida e viver por ela, viver pela fé.

Precisamos saber que:

1) A fé nasce na Palavra de Deus, não nos sentimentos.

- O ser humano se relaciona com o mundo ao seu redor através dos sentidos (pelo que vê, pega ou sente, cheira, ouve), sensações, sentimentos ou pelo que aprendeu.

- A maneira como ele age ou reage é determinada por uma dessas coisas. O cristão deve viver pelo que Deus diz, pela Palavra de Deus.

- Precisamos aprender a confiar no que Deus diz, precisamos reaprender a viver e agir ou reagir pela Palavra de Deus.

Como já vimos se Deus falou, está falado.

2) A dificuldade e a crise é que revelam se verdadeiramente temos fé.

- A Bíblia ensina que Deus vela para cumprir pela sua Palavra (Jeremias 1:12). Enfrentar dificuldades ou crises quando temos uma Palavra de Deus é o mesmo que assistir a um filme sabendo o fim, se confiarmos no que Deus disse.

- Não ficamos aflitos, ansiosos ou preocupados com o que vai acontecer porque já sabemos o fim, Deus já deu a Sua palavra.

- A verdade é que muitos pensam ter fé, crer em Deus, mas ficam aflitos, ansiosos, preocupados e muitas vezes até abatidos quando enfrentam crises e dificuldades; esses sentimentos revelam que ou a sua fé ainda não é madura e essas pessoas precisam crescer e amadurecer em fé, ou que precisam da fé verdadeira.

3) O cristão justificado por Cristo, vive pela fé.

- Já vimos na introdução que, como Jesus disse e ensinou, as coisas vão acontecer conosco de acordo com a nossa fé, de acordo com a nossa confiança no que Deus diz.

- Não adianta falar que confia se a nossa atitude é de desobediência ao que Deus diz. As nossas obras mostram a nossa fé, ou a falta dela.

Conclusão:

- A fé libera o poder de Deus para que o milagre aconteça, para que a promessa seja tornada realidade.

- Como cristãos devíamos viver uma vida de milagres, pois devíamos viver pela fé.

- Você quer isso?

- Quer obedecer a Deus em tudo?

- Quer viver como um filho ou uma filha de Deus de verdade?

- Quer viver pela fé? Levante a mão, vamos orar.


Fonte:
http://www.imm.com.br/celulas01.php?cod=36




++++++++++++

++++++++++++