terça-feira, 15 de junho de 2010


ARREPENDIMENTO,
A PALAVRA ESQUECIDA


Texto: Mateus 4:17

Introdução:

- A palavra arrependimento está sendo esquecida e rejeitada em muitas igrejas hoje em dia.
- Não é popular falar de arrependimento, porque as pessoas não voltarão a igreja.

- Mas ainda que seja anulada de alguns púlpitos, não foi anulada da Palavra de Deus.

- De fato a Biblia tem muito a dizer com relação ao arrependimento.

- Na Biblia existe um mandamento para o arrependimento.

- Se olharmos para a vida de Jesus, o primeiro sermão que Ele pregou foi a respeito do arrependimento.
- Mateus 4:17 “Desde então começou Jesus a pregar: “Arrependei-vos, porque o reino dos céus está próximo”

- A última mensagem que Jesus enviou a Igreja em Apocalipse 3:19, Ele também pregou arrependimento.

“Eu repreendo e castigo a todos quanto amo; sê, pois, zeloso e arrepende-te.” (Apocalipsis 3:19)

E em Lucas 13:1-5 Jesus novamente pregou uma mensagem de arrependimento. “Naquela mesma ocasião, chegando alguns, falavam a Jesus a respeito dos galileus cujo sangue Pilatos misturara com os sacrifícios que os mesmos realizavam. Ele, porém, lhes disse: Pensais que esses galileus eram mais pecadores do que todos os outros galileus, por terem padecido estas coisas? Não eram, eu vo-lo afirmo; se, porém, não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis. Ou cuidais que aqueles dezoito sobre os quais desabou a torre de Siloé e os matou eram mais culpados que todos os outros habitantes de Jerusalém? Não eram, eu vo-lo afirmo; mas, se não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis.”
- Duas vezes neste texto Jesus enfáticamente disse “eu vo-lo afirmo; mas, se não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis.”
- Neste texto havia uns que estavam falando de algumas pessoas que Pilatos havia matado e outros que morreram com a queda da torre de Siloé.

- E queriam saber que pecados tão terriveis estes haviam cometido para acontecesse a eles o que aconteceu.

- Mas, em outras palavras Jesus lhes disse, que eles não haviam sido mortos porque eram mais pecadores que outros; e que o simples fato de que eles não estavam experimentando problemas em suas vidas, não significava que não teriam que arrepender-se.

- Então, todos estamos chamados ao arrependimento.
Mas, o que é arrependimento?
Quero vos falar hoje, sobre o significado do arrependimento.
I. O arrependimento é mais que uma convicção.
- A razão pela qual o arrependimento é mais que uma convicção, é porque você pode estar convicto do seu pecado e não arrepender-se.

Atos 24:25 “Dissertando ele acerca da justiça, do domínio próprio e do Juízo vindouro, ficou Félix amedrontado e disse: Por agora, podes retirar-te, e, quando eu tiver vagar, chamar-te-ei;”
- Aqui podemos ver que Paulo pregou a Félix até que literalmente se espantou debaixo da convicção, mas, não se arrependeu.

- Estava convicto, mas, não procedeu ao arrependimento.

- Quantas pessoas sabem que são alcólotras, drogadas, que estão pecando, mas não se arrependem.

II. O arrependimento é mais que uma confissão de pecado.
- Você pode confessar teu pecado, mas de todas as formas não ter arrependido.

- Existem vários episodios na Biblia quando as pessoas literalmente disseram, “Eu tenho cometido pecado”.

- Confessaram seu pecado, mas sem dúvida nenhum deles se arrependeu. Vejamos alguns exemplos:

A. Uma confissão de terror.

- Quando Deus enviou granizo e fogo ao Egito, Faraó disse. “eu pequei”.

- Mas em Êxodo 9:34 “Tendo visto Faraó que cessaram as chuvas, as pedras e os trovões, tornou a pecar e endureceu o coração, ele e os seus oficiais”
B. Uma confissão hipócrita.

- Balaão queria servir a Deus, mas também queria tirar proveito dos ganhos financeiros por debaixo dos panos.

- Quando a jumenta lhe falou, o preveniu da ira de Jeová, e ee Números 22:34, “Então, Balaão disse ao Anjo do SENHOR: Pequei, porque não soube que estavas neste caminho para te opores a mim; agora, se parece mal aos teus olhos, voltarei” Mas, na realidade, ele nunca mudou, nunca se arrependeu.

C. Uma confissão pela metade.

- O rei Saul decidiu ficar com o despojo da guerra, e foi contra a ordem de Deus.

- Quando foi confrontado pelo profeta Samuel, Saul disse em 1 Samuel 15:24 “Então, disse Saul a Samuel:

Pequei, porquanto tenho traspassado o dito do Senhor e as tuas palavras; porque temi o povo e dei ouvidos a sua voz” Saul disse “Pequei”, mas tinha uma desculpa por haver feito, não assumiu a responsabilidade por suas ações.

Exemplo: O diabo me incitou a fazer…

D. Uma confissão elaborada.

Também podemos falar de Acã na batalha de Jericó. Ele também como Saul tomou um despojo da guerra contra a ordem de Deus.

- Quando foi descoberto seu pecado, Acã respondeu em Josué 7:20 “… verdadeiramente pequei…”.

- Mas sua confissão foi elaborada, ele não estava realmente arrependido pelo seu pecado, ele estava arrependido porque o haviam surpreendido.

- Em outras palavras o surpreenderam com as mãos na massa e ele então elaborou um arrependimento.

E. Uma confissão desesperada.

Judas confessou depois de ter traido a Jesus. Em Mateus 27:4 Judas disse “Pequei, traindo sangue inocente…” Mas isto foi unicamente uma confissão de remorso.

- O Arrependimento é mais que uma convicção ou confissão de pecado. Cada um destes homens usaram as palavras “Eu pequei”, mas nenhum deles se arrependeu.

III. O Arrependimento é uma mudança de coração.
- Muitos dizem que o arrependimento é fazer um giro de 180 graus; mas sem dúvida a Biblia diz que o arrependimento é dar meia volta do pecado para Jesus.

- Existe uma ação negativa e positiva envolvida.

Paulo disse em Atos 20:21 que devemos estar “testificando, tanto aos judeus como aos gregos, acerca do arrependimento para com Deus, e da fé em nosso Senhor Jesus Cristo”
- Você não pode arrepender-se a menos que dê meia volta e volte-se para Jesus Cristo.

- Deves dizer a Deus que estás arrependido de teus pecados e então dar meia volta em direção a Jesus para perdão dos seus pecados.

Conclusão:

- O arrependimento é uma continua mudança de coração.
- Devemos admitir que não é algo que fazemos uma só vez para ser salvos e então nos esquecer.

- Arrependimento é uma crise seguida por um processo, vivemos arrependendo dia a dia.
- Qual é a motivação para o arrependimento?
- Porque todos somos pecadores
Atos 17:30 diz “Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos sos homens, em todo lugar, que se arrependam”
- O arrependimento é a única maneira de remover a maldição da culpabilidade. Seu coração nunca encontrará paz, sem o arrependimento.

Isaías 57:20 diz “Mas os ímpios são como o mar bravo que se não pode aquietar e cujas águas lançam de si lama e lodo…” (Não pode encontrar descanso)

- O arrependimento permite que a graça de Deus trabalhe em seu coração.
- Deus te salvará, mas não podes estar agarrado ao pecado e a Jesus ao mesmo tempo. É hora de arrependimento!


ESTE BLOGSPOT É EXCELENTE PARA PREGADORES DO EVANGELHO!



+++++++++++++
+++++++++++++

+++++++++++++
+++++++++++++




A Bênção
Faz a Diferença




Quebra-gelo: Você gostaria de receber uma bênção? Por quê?

Textos: Povérbios 10:22 e Mateus 14:17-20

Introdução:

- Bênção é uma palavra que faz parte da cultura brasileira.

- Temos o costume de falar que determinada pessoa é abençoada demais.

- Falamos isso quando a pessoa está conseguindo crescer e se dar bem na vida. Muitos têm o hábito de pedir bênção a pais, avós, religiosos, etc.

- A verdade é que gostamos de receber bênçãos.

- E se você pudesse receber a bênção de Deus, gostaria disso?

- Se tivesse a oportunidade de ser abençoado pelo Senhor soberano e Criador de todas as coisas, gostaria disso?

Deus deseja nos abençoar, se desejamos ser abençoados por Deus precisamos:

1) Procurar a Sua bênção.

- Se você já tem consciência da diferença que faz a bênção de Deus, sabe que Ele deseja te abençoar e você deseja essa bênção, busque-a. Não viva mais um minuto sem a bênção de Deus, não perca mais tempo.

- Hebreus 11:6 fala que Deus é galardoador, ou seja, presenteia aqueles que o buscam.

- Mateus 14:17-20 mostra a diferença que a bênção faz , com ela cinco pães e dois peixes alimentaram uma multidão.

- Imagine a diferença que a bênção de Deus pode fazer em sua vida?

Não perca mais tempo, busque a bênção de Deus com todas as tuas forças.

2) Manter a Sua bênção.

- Muitos encontram a bênção de Deus e durante um tempo usufruem dela, para depois perdê-la.

- Precisamos procurar a bênção de Deus, mas depois de achá-la precisamos aprender a conservá-la.

- Para mantermos a bênção de Deus precisamos ser as pessoas com quem Deus tem prazer de estar.

- Quer manter a bênção de Deus. Seja alguém com uma vida que agrada a Ele.

3) Repartir a bênção de Deus com outros.

- Lucas 6:38 diz que se dermos receberemos uma medida transbordante.

- Se repartirmos o que Deus tem nos dado com quem precisa da sua bênção, Deus continuará acrescentando muito mais bênçãos as nossas vidas.

- Não seja egoísta, reparta a bênção de Deus com outros.

Conclusão:

- Você reconhece que a bênção de Deus faz toda diferença na vida de alguém?

- Quer ter uma vida abençoada por Ele?

- Está disposto(a) a mudar no que for preciso para ter uma vida que agrada a Deus? Levante a mão, vamos orar.


Fonte:
http://www.imm.com.br/celulas01.php?cod=12




++++++++++++++
++++++++++++++