segunda-feira, 14 de junho de 2010


A VITÓRIA QUE
DEUS NOS DÁ
NAS ADVERSIDADES

Jó 42.1-17



- Qual foi a última grande vitória que você teve?

- Jó era um homem íntegro, reto, temente a Deus e que se desviava do mau. Todavia, Jó passou por um grande infortúnio em sua vida. (Jó 1.13-22; Jó 2.1-10): Ele perdeu todos os seus bens, perdeu todos os seus dez filhos, ele foi abandonado por seus amigos, sua mulher não o apoiou na hora que ele mais precisava, ele ficou enfermo e à beira da morte. Ele perdeu a sua saúde.

- Mas teve uma coisa que Jó não perdeu. Ele não perdeu a sua fé em Deus. Ele não perdeu a capacidade de crê, de acreditar naquele que pode todas as coisas.

- Há um ditado que diz assim: “No final tudo dá certo. Se ainda não deu certo, é porque não chegou o final”.

- Foi assim na vida de Jó e será assim. Na sua vida. Jó viveu a Virada Final. Quando todo mundo apostava no seu fracasso o Senhor mudou a sorte de Jó.

Vejamos, pois, como a sorte de Jó foi mudada, e ele viveu a virada final:
Em primeiro lugar, a Virada Final acontece...
I – QUANDO ACREDITAMOS QUE DEUS ESTÁ NO CONTROLE DE NOSSA VIDA(Vv.1,2)

1.1. Essa declaração de Jó fala da convicção de um homem que sabia que o seu destino, o seu futuro estava entregue totalmente nas mãos de Deus. A Bíblia fala que no auge da perda e da dor, a despeito de todo sofrimento e tribulação, a atitude de Jó era de confiar em Deus(Jó 1.22).

1.2. O segredo de transformar a maldição é bênção é: Orar, Vigiar e Calar. Calar no sentido de não murmurar. Porque muita gente por muito menos começa a murmurar e até a falar blasfêmia contra Deus. Jó todavia, colocou sua confiança no Senhor.

• É triste que muitos irmãos não conseguiam enxergar a Deus, quando estão passando por momentos difíceis. A tendência da pessoa é pensar: “Deus me abandonou, Deus se esqueceu de mim”.

• Você precisa acreditar que os planos de Deus para sua vida não podem se frustrar! Você precisa crer que Deus tem planos de bênçãos e não de maldição para sua vida. De paz e não de guerra. E aquilo que um dia Deus sonhou a seu respeito haverá de se cumprir.

Em segundo lugar, a Virada Final acontece...
II – QUANDO TEMOS UMA EXPERIÊNCIA PESSOAL COM DEUS(V.2)

2.1. Há muitas pessoas que conhecem a Deus apenas como um conceito, mas ainda não entraram na experiência. Porque só saber que Deus é bom, não é suficiente. Você precisa experimentar em sua vida a bondade de Deus. Só saber que Deus é fiel, não basta. Você precisa experimentar a fidelidade de Deus em sua vida.

2.2. Portanto, todas aquelas circunstâncias na vida de Jó foram tão fortes e determinantes para o seu crescimento, que depois de passar por tudo o que ele passou, a avaliação que ele mesmo faz é: “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem”

• Quando você começa a caminhada Cristã, às vezes qualquer coisa você pensa em desistir. Mas depois de viver várias experiências com Deus, onde você vê o cuidado e a graça de Deus manifesta em sua vida, não é qualquer vento que arranca você.

• O Diabo tentou usar as perdas na vida de Jó para fazê-lo abandonar a Deus. O alvo do Diabo é sempre nos afastar do Senhor. O alvo de Satanás é sempre nos fazer desistir da nossa fé. Mas Jó não desistiu e nós também não desistiremos.

Em terceiro lugar, a Virada Final acontece...
III – QUANDO MESMO EM MEIO ÀS NOSSAS LUTAS NOS DISPOMOS A ORAR PELOS NOSSOS AMIGOS (V.10)

3.1. A Bíblia diz que “enquanto Jó orava pelos seus amigos”.

- O texto não diz “enquanto Jó chorava suas lutas”.

- O Texto não diz “enquanto Jó sofria com as suas dores. O texto diz, “enquanto Jó orava pelos seus amigos”.

• Isso é tremendo! Porque muitas pessoas quando enfrentam dificuldades a primeira decisão delas é abandonar a liderança da célula. Deixar de vir ao discipulado. Não freqüentar aos cultos da igreja. Deixar de ler a Bíblia, orar e entregar os seus dízimos.

• E elas dizem: Enquanto eu não resolver isso na minha vida, eu não posso liderar. Mas Jó também tinha uma célula. Ele tinha seus amigos. E Jó continua seu trabalho de interceder pelos seus amigos. Ele continuou orando. E enquanto ele orava DEUS MUDOU A SUA SORTE!

3.2. Veja o que aconteceu na vida de Jó:

a) Ele começou a ganhar presentes (V.11): Tem coisas que você precisa e você não pode comprar com seus recursos. Deus vai levantar pessoas que lhe trazer presentes.

b) Bens Materiais(V.12): As pessoas dizem que mais tem Deus prá dar do que o Diabo para tirar. E isso é verdade. Em Jó 1.3 assim está escrito: “possuía sete mil ovelhas, três mil camelos, quinhentas juntas de bois e quinhentas jumentas...”
Mas agora em Jó.42.12 veja o que aconteceu: Catorze mil ovelhas, seis mil camelos, e mil juntas depois” Isso é o que eu chamo de uma grande virada. Deus simplesmente dobrou suas posses materiais.

Esse é o ano de você ter a conquista de bens em sua vida. Comece a profetizar sua casa, seu carro, seu notebook, sua moto, porque você vai viver uma virada em sua vida.

c) Restauração Familiar (Vv.13-15): Eu sei que há muitas pessoas precisando de uma restauração familiar. Eu tenho uma boa notícia para você hoje: O Senhor vai dar a você a alegria de se reunir novamente com seu cônjuge e filhos.

Se você é da fé, pegue uma foto de sua família faça um quadro profético, e comece a orar todos os dias pela sua família.

d) Vida longa para quem iria morrer jovem(Vv.16,17): Jó estava à beira da morte. Com certeza os médicos não acreditavam na restauração dele. Mas Deus deu-lhe saúde novamente. E veja o que diz os versos 16,17: “Depois disto, viveu Jó cento e quarenta anos; e viu a seus filhos e aos filhos de seus filhos, até à quarta geração.Então, morreu Jó, velho e farto de dias.”

A enfermidade não vai derrotar você. Deus lhe dará saúde e vida longa. E você verá a palavra profética de Deus se cumprir.
AUTOR: Pr. Elton Melo



+++++++++++++
+++++++++++++
+++++++++++++
+++++++++++++


ENFRENTANDO
OS ALTOS E BAIXOS
DA ESTRADA DA VIDA




INTRODUÇÃO

Todas as estradas possuem altos e baixos.

Temos aprendido com esta série que precisamos aprender a conviver com os problemas da estrada da nossa vida.

Já vimos aqui às mensagens: Porque existem curvas nas estradas, Quando a noite está escura e silenciosa, Preciso de ajuda. Quando Deus Demora e hoje veremos nos altos de baixos da estrada da vida.

• Quem aqui já não experimentou ALTOS e BAIXOS em sua vida?
• Quem ao dirigir nas estradas da vida, já não experimentou o frescor da estrada da montanha...
• E por outro lado quem já não sentiu o ar sufocante de um congestionamento dentro de um túnel escuro?
• O fato é, que ambos ambientes, fazem parte da vida de todos os motoristas!


SALMO 30
1 Salmo. Cântico para a dedicação do templo. Davídico.

Eu te exaltarei, SENHOR, pois tu me reergueste e não deixaste que os meus inimigos se divertissem à minha custa. 2 SENHOR meu Deus, a ti clamei por socorro, e tu me curaste. 3 SENHOR, tiraste-me da sepultura; prestes a descer à cova, devolveste-me à vida. 4 Cantem louvores ao SENHOR, vocês, os seus fiéis; louvem o seu santo nome. 5 Pois a sua ira só dura um instante, mas o seu favor dura a vida toda; o choro pode persistir uma noite, mas de manhã irrompe a alegria. 6 Quando me senti seguro, disse: Jamais serei abalado! 7 SENHOR, com o teu favor, deste-me firmeza e estabilidade; mas, quando escondeste a tua face, fiquei aterrorizado. 8 A ti, SENHOR, clamei, ao Senhor pedi misericórdia: 9 Se eu morrer, se eu descer à cova, que vantagem haverá? Acaso o pó te louvará? Proclamará a tua fidelidade? 10 Ouve, SENHOR, e tem misericórdia de mim; SENHOR, sê tu o meu auxílio. 11 Mudaste o meu pranto em dança, a minha veste de lamento em veste de alegria, 12 para que o meu coração cante louvores a ti e não se cale. SENHOR, meu Deus, eu te darei graças para sempre.

Vamos ver o contexto do Salmo 30

Um salmo de comemoração pela volta da arca da aliança (ou arca do Senhor) ao Templo de Jerusalém.

Davi se tornou rei de Israel, depois de anos de espera e sofrimento, cumpriu-se a profecia feita por Samuel, a coroa estava sobre a sua cabeça.

A arca da Aliança era muito importante, era o SHEKHINAH, a manifestação e o esplendor da presença de Deus entre seu povo.

Na administração anterior de Saul a arca fora quase esquecida, e com isto toda consciência de moralidade e verdadeira espiritualidade se foi junto.

No começo Davi cometeu erros, pediu a dois homens que não conheciam bem a lei de Moises para transportar a arca, e foi um desastre, não leram o manual (Que está no livro de Levíticos) de transporte da arca, colocaram-na de qualquer jeito sobre um carro de bois e foram embora, não se lembraram que estavam carregando o objeto mais sagrado da terra.

- No meio do caminho como estavam carregando de qualquer jeito a arca ia caindo do carro, quando um homem chamado Uzá ia segurando a arca, morreu. Estava escrito que não se poderia colocar a mão na arca de qualquer maneira.

Davi ficou espantado e temeroso (II Sm. 6:9). Depois daquele episódio Davi passou a olhar a arca de Deus de outra maneira. E decidiu deixá-la na casa de uma pessoa, Obede-Edon, por 3 meses até que ele se estabilizasse no Reino e as coisas se organizassem, porque ele sabia da importância daquela arca dourada, depois de três meses ele viu como aquela família foi abençoada.

Depois de entender bem como transportar a arca, ele fez a mudança e durante o trajeto ofereceu sacrifícios ao Senhor, e diz a Palavra em II Sm. 6: 13-15, que Davi dançou de alegria...

“Quando os que carregavam a arca do SENHOR davam seis passos, ele sacrificava um boi e um novilho gordo. Davi, vestindo o colete sacerdotal de linho, foi dançando com todas as suas forças perante o SENHOR, enquanto ele e todos os israelitas levavam a arca do SENHOR ao som de gritos de alegria e de trombetas.”

O Salmo 30 expressa a alegria de Davi quando Deus transformou o seu vale existencial em em um lugar alto, um lugar de vida e paz.

Na estrada da sua vida...
1. DEUS QUER TRANSFORMAR A DOR EM CURA: v. 2

“SENHOR meu Deus, a ti clamei por socorro, e tu me curaste.”

Davi fez...
• Oração por cura,
“Clamei...”

• Louvor por cura,
“Cante louvores e não se cale”

• Propósito da cura,
“Te darei graças para sempre”

Toda cura tem uma finalidade. Se Deus cura é porque ele tem um claro propósito. Ele não cura simplesmente para você se sentir melhor, ou viver alguns anos a mais e depois morrer de outra enfermidade.

2. DEUS QUER TRANSFORMAR A MORTE EM VIDA. v. 3

“SENHOR, tiraste-me da sepultura; prestes a descer à cova, devolveste-me à vida.

3. DEUS QUER TRANSFORMAR O PECADO COM A GRAÇA. v. 5a.

“Pois a sua ira só dura um instante, mas o seu favor dura a vida toda;”

4. DEUS QUER TRANSFORMAR O CHORO EM ALEGRIA. v. 5

“o choro pode persistir uma noite, mas de manhã irrompe a alegria.”

5. DEUS QUER TRANSFORMAR A INSTABILIDADE EM ESTABILIDADE. vs. 6-7

“Quando me senti seguro, disse: Jamais serei abalado! SENHOR, com o teu favor, deste-me firmeza e estabilidade;”

6. DEUS QUER TRANSFORMAR O PRANTO EM DANÇA. v. 11

“Mudaste o meu pranto em dança.”

Imagine depois de tantas lutas com o terrível Saul, tantas dores, tanta espera pela coroação. Lá estava ele entrando na cidade santa, com a arca santa... Foi só dança, só alegria.

Davi estava dizendo: VALEU A PENA ESPERAR! Com Deus sempre vale a pena esperar!

7. DEUS QUER TRANSFORMAR O SILÊNCIO EM FESTA. v. 12

“para que o meu coração cante louvores a ti e não se cale. SENHOR, meu Deus, eu te darei graças para sempre.”

O texto nos faz uma grande lembrança: Sua vida está cheia de alegria: NÃO SE ESQUEÇA DE DEUS!

Se você está bem, renda graças a Deus!

CONCLUSÃO

Deus tem o melhor! Ele é Deus dos montes e dos vales.

Sl. 23: 4 – “Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem.”

Onde você está na montanha russa da sua vida? Em cima ou em baixo?

• Vimos que se você está em cima! Renda graças a Deus.

• Mas e você que está em baixo, passando pelo vale da sombra da morte, você que está no sufocante túnel, você que está desistindo da estrada, você que já saiu fora da estrada porque a curva era muito fechada desta vez?

Jesus quer ajudar você!

Saia do vale de sua vida e encontre Jesus


Fonte: Pr. Ricardo Aurino /
http://www.pibjacarei.com/esboco/esboco_03_06_2007.htm





::::::::::::::::::::::::::::::
::::::::::::::::::::::::::::::