quinta-feira, 19 de agosto de 2010


Dominando
Territórios


Introdução

- Há uma ordem que Deus tem dado a humanidade desde o princípio, desde Adão e Eva. A ordem é dominar.

- Já no princípio o SENHOR deixou claro que o propósito pelo qual Ele criou o homem, é de dominar os territórios.
“E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.” (Gn 1:28)

- Devido ao pecado, o homem entregou o domínio dos territórios a Satanás. Este enganou Eva, e se apossou de algo que não é seu, os territórios.

- Satanás é um posseiro. Ele tem sujeitado os territórios em sua vontade. Este posseiro encheu de maldições os territórios. Desde então, o homem trava uma batalha com Satanás e seus demônios para ter de volta o que Deus lhe deu por herança.

O domínio deve começar em nós mesmos.

a) Somos território do Espírito Santo de Deus.

“Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (I Co 3:16)

- Nosso corpo é morada do Espírito Santo, por isso deve ser um território dominado por Ele, sujeito a Ele.

b) Devemos dominar nosso ser.

- Um dos gomos do fruto do Espírito Santo é o domínio próprio. Sujeitar nosso corpo à vontade de Deus. “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio” (Gl 5:22).

- Para que tenhamos domínio sobre nós mesmos temos que andar na direção do Espírito Santo.

- Devemos ter relacionamento intimo como Espírito Santo. É Ele quem nos dá o domínio próprio.

- O apóstolo Paulo entendia claramente o quanto devemos nos dominar, e nos deixou seu exemplo: “Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado” (I Co 9:27).

- Se uma pessoa não domina a si mesmo, jamais pode dominar outros territórios. Alguém que não domina seus impulsos, vontades, desejos, sua carne, não tem autoridade para dominar mais nada.

O segundo território em que devemos estabelecer domínio é em nossas casas e famílias.

Então partimos para domínios maiores. Dominar ruas, bairros, cidades e nações inteiras para o SENHOR.

Para ter domínio nos territórios temos que:

1. Crer na palavra profética que Deus tem liberado.

“E mandou chamar a Baraque, filho de Abinoão de Quedes de Naftali, e disse-lhe: Porventura o SENHOR Deus de Israel não deu ordem, dizendo: Vai, e atrai gente ao monte Tabor, e toma contigo dez mil homens dos filhos de Naftali e dos filhos de Zebulom?” (Jz 4:6)

- Nesta passagem vimos Débora chamando a atenção de Baraque, para que este cresse, e cumprisse a palavra profética que Deus o havia dado de conquista.

- Temos que crer na palavra profética que o SENHOR tem nos dado de conquista, de domínio de territórios. Deus tem nos dado em nossas mãos às cidades, o estado e nação. Temos que nos levantar crendo nesta palavra.

2. Posicionar-se diante da estratégia que Deus dá.
“Porventura o SENHOR Deus de Israel não deu ordem, dizendo: Vai, e atrai gente ao monte Tabor, e toma contigo dez mil homens dos filhos de Naftali e dos filhos de Zebulom?”
(Jz 4:6)

- Deus tinha dado uma estratégia a Baraque. Ele apenas tinha que seguir a direção de Deus, a estratégia que Deus havia dado.

- Deus tem nos dado as estratégias de como cumprir com a palavra profética. Basta seguirmos a visão que ele tem nos dado. Para que sejamos livres, necessitamos executar a estratégia de libertação e cura que o SENHOR tem nos dado.

- Para preparar líderes é necessário fazer os treinamentos. E para conquistar nossas cidades temos que multiplicar células. Ganhando, consolidando, discipulando e enviando novas vidas.

3. Ter unidade.

“Então lhe disse Baraque: Se fores comigo, irei; porém, se não fores comigo, não irei" (Jz 4:8).

- Baraque buscou o apoio de Débora.

- Para conquistarmos territórios temos que andar em unidade com nossa equipe. Tendo um só coração. Não deixando que nenhuma espécie de divisão venha em nosso meio.

4. Ser ousado.

E disse ela: Certamente irei contigo, porém não será tua a honra da jornada que empreenderes; pois à mão de uma mulher o SENHOR venderá a Sísera. E Débora se levantou, e partiu com Baraque para Quedes” (Jz 4:9).

- Débora nos instiga a sermos ousados. Quem não é ousado jamais conquistará territórios. Sem ousadia ninguém faz história. Temos que ter ousadia de enfrentar exércitos, através da unção que Deus nos deu.

Conclusão

- Uma vez que nos apossamos da palavra profética que o SENHOR tem nos dado para dominarmos territórios, e deixamos o SENHOR dominar primeiramente nossas vidas. Depois nossas casas e famílias.

- E assim nos tornaremos grandes conquistadores de cidades e nações. E cumpriremos a ordem do SENHOR de dominar!


.. Quem escreveu o artigo acima?

AUTOR: Pr. Tony Leno Ribeiro
Teólogo, Pastor Presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular da Seis de Agosto, Membro da Academia Brasileira de Letras e Oradores Evangélicos e Conferencista.



:::::::::::::::::::::::::

:::::::::::::::::::::::::::::





Nenhum comentário:

Postar um comentário