segunda-feira, 26 de julho de 2010


Evitando

o fascínio

de uma vida

cristã estéril.

Como está sua vida cristã?

“Equilíbrio: Evitando o fascínio de uma vida cristã estéril.”
“De que adianta, meus irmãos, alguém dizer que tem fé, se não tem obras? Acaso a fé pode salvá-lo? Se um irmão ou irmã estiver necessitando de roupas e do alimento de cada dia e um de vocês lhe disser: "Vá em paz, aqueça-se e alimente-se até satisfazer-se", sem porém lhe dar nada, de que adianta isso? Assim também a fé, por si só, se não for acompanhada de obras, está morta. Mas alguém dirá: "Você tem fé; eu tenho obras". Mostre-me a sua fé sem obras, e eu lhe mostrarei a minha fé pelas obras.” Tg. 2: 14-18

“Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração...Pensem nisto, pois: quem sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado.” Tg. 4: 8 e 17

O maior desafio da Vida Cristã: A FÉ, VIDA E MINISTÉRIO!
“Equilíbrio é o ato de focalizar nosso relacionamento com Deus” - Calvin Muller

Introdução:

- O Equilíbrio entre o CONHECER e o FAZER é nosso maior desafio como cristãos nesta sociedade.

- Muitos crentes e igrejas estão abrindo um negócio por conta própria e seguindo uma programação separada da vontade de Deus.

- A oração é uma disciplina que começa com o ato deliberado de chegarmos a sua presença.
Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.” Rm. 8: 26.

- Quando nos oferecemos para ficar em silencio para Deus, e deixamos de lado nossa programação pessoal, Deus vem até nós e sua presença orienta nossa vida.

- Muito cuidado para que sua fascinação por Deus, não lhe impeça de servi-lo!
- Não existe mérito humano na adoração por mais apaixonante e ardente que ela seja! Só faz sentido adorar, se aliamos isto aos outros 4 propósitos de nossas vidas.

“Os adoradores precisam deixar de lado seus “aleluias” vestirem o avental do serviço” - Calvin Muller.

É sempre tentador preferir o Jesus transfigurado, ao invés de imitar o Jesus lava pés! - Carlito Paes

- Cuidado para você não pegar a síndrome da montanha e se esquecer da missão no vale.

- Já disse, W. Shakespeare, na peça “Os dois cavalheiros de Verona”: “Aquele que não demonstra seu amor não ama.”
- A idéia perfeita de equilíbrio não é falar a respeito da vida interior, Mas vivê-la de fato no exterior.

- Quando meu filho era criança, eu lhe dizia: “Filho, ponha o lixo para fora!”. E ele obedecia! É assim que demonstramos nosso amor e respeito – sendo obedientes.

- Mas, imaginemos que, ao receber a minha ordem, ele respondesse: - Ah, papai, você é tão bonito; só quero ficar aqui sentado contemplando sua sabedoria e poder.

- Mas, filho – posso insistir - , reconhecer meus atributos tem pouca utilidade se você não quiser me obedecer. Ponha o lixo para fora!

Então primeiro devemos obedecer a Deus, e vamos em seguida louva-lo.

• Três perigos distintos na busca de Deus:
1. A BUSCA PELA SANTIDADE PODE GERAR UM FIM EM SI MESMO, UM VÍCIO INTERIOR.
- Talvez você ame o lugar quieto e silencioso que você criou para você mesmo e pense que está oferecendo isto para Deus em adoração.
- Silêncio pode ser apenas disciplina de quietude e não adoração, isto até budistas fazem melhor que qualquer cristão!
- A Confissão de fé de Westminster declara: ”O dever principal do homem é glorificar a Deus e desfrutá-lo para sempre”.
- Tem muita gente que gosta da leitura sobre a vida dos santos de Deus, mas não gosta de imitar a prática da vida deles.
2. A BUSCA PELA SANTIDADE PODE PRODUZIR UM MUNDO MÍSTICO E DISTANTE.
- Gente comum, vivendo as mesmas pressões do mundo e da carne, se considerando a “elite espiritual de Deus na terra”.
- Deus não tem esta gente! Este negócio não tem a ver com Deus.

- O problema é que pessoas assim podem cair na mais comum das ciladas de satanás: Julgamento e condenação do próximo! Porque seu estilo de vida condena os demais.
3. A BUSCA PELA SANTIDADE PODE INDUZIR A SÍNDROME DO “JESUSINHO ADOCICADO”.
- Uma fé num cristo do pietismo meloso, baseado num evangelho sem respostas, encalhado, produto de liquidação de 5a. categoria. Que está mais para museu que para vida real. Ex: catolicismo.

- Demonstrado em telas de péssimo mau gosto, e auréola exageradamente artificiais.

- Jesus não veio para ser um bebezinho de nossa piedade pessoal ou da nossa tradição familiar.
- Jesus veio cumprir uma agenda de Deus, programada para REDIMIR e RESGATAR a humanidade.

- Agenda que foi regada com suor, lágrimas e muito sangue! E não com sorriso rosa adocicado dos artistas do humanismo e do renascimento!

- Ao avesso a esta falsa religiosidade, temos outro extremo de religiosidade:
- Lugares, onde muitos até bem intencionados estão sendo enganados com promessas mirabolantes.

- Onde slogans como: “Pare de sofrer” promete o céu na terra e produtos como:
“sabonete de arruda”, água do Jordão, pedras do Monte Moriá e folhas das oliveiras do Monte das Oliveiras relevam uma fé frágil e ingênua.

Quais os caminhos para uma espiritualidade equilibrada e fritífera?1. Devoção: “Orem continuamente.” - I Ts. 5:17

Oração – Meditação – Contemplação – Adoração – Comunhão.

2. Humildade: “humildemente considerem os outros superiores a si mesmos.” - Fp. 2:3

Caráter – Honestidade – Moralidade – Consciência - Vida!

Tg. 4: 6 - "Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes"
3. Permanecer: “Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dará muito fruto.” – Jo. 15:5b.

Estar com Cristo, ser parte Dele, viver com Ele, estar ligado intimamente com ele.

4. Incluir: “Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos.” – At. 2: 47.

A convicção da missão de trazer outros para fé, para comunhão da igreja de Cristo. É a obediência ao IDE, a grata convicção em PERTENCER.

5. Regozijar-se: “o justo pode cantar e alegrar-se.” – Pv. 29:6

Satisfação perfeita em Deus, não em coisas ou em você mesmo!

Só o justo pode viver o verdadeiro sentido da vida!

“O silêncio das coisas exaltadas, geralmente levam os ingênuos a querer preenchê-los com palavras.” Calvin Muller

Conclusão:
“Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre! Amém.” Rm: 11: 36.

- Você quer viver uma vida Cristã de equilíbrio?

- FÉ, VIDA e MINISTÉRIO!

- Está é a vontade de Deus para você!

Fonte:
http://www.pibjacarei.com/esboco/esboco_14_02_2007.html



+++++++++++++

=============



:::::::::::::::::::::::::

=============




Nenhum comentário:

Postar um comentário