sábado, 5 de junho de 2010


“O FOGO DO ALTAR”
Texto: Levítico 6: 8-13


INRODUÇÃO

- Lemos, na Bíblia Sagrada, a respeito do altar que estava diante do templo em Jerusalém.

- Naquele altar, o fogo nunca deveria se apagar. Dia e noite, sem cessar, o fogo deveria ser mantido aceso. Para, para que isso acontecesse , era necessário que os sacerdotes diariamente fizessem duas coisas: Tirar as cinzas e colocar lenha.

PROPOSIÇÃO
Para o fogo manter se aceso é preciso remover as cinzas e colocar lenha.

INTERROGATIVA
Como Manter o Fogo do Altar?

TRANSIÇÃO
Vamos fazer uma comparar com este Altar e a nossa Vida.

1. O QUE ERA O ALTAR E O QUE REPRESENTA ELE HOJE

- O Tabernáculo era um Santuário central em que Deus podia ser adorado, segundo a maneira divinamente estabelecida por Ele.

1.1. O ALTAR ERA O LOCAL DE SACRIFÍCIOS.

- O altar é o lugar em que todas as ofertas são apresentadas. Seus significados essenciais são: Julgamento, Redenção e Consagração.

- A primeira exigência de Deus é que você ponha tudo no altar. Porque?

1.1.1. O Altar tipifica a Cruz

- Precisamos ser examinados e julgados pela cruz. Esta é a experiência cristã correta: depois de algum tempo na presença do Senhor, sentiremos que Ele nos pede que ofereçamos tudo o que somos tudo o que temos e tudo o que conseguimos fazer.

- Não se julgue inteligente.
- A edificação de Deus não precisa de pessoas espertas, nem de imbecis, mas apenas daqueles que têm sido postos na cruz, que têm sido oferecidos no altar.

1.1.2. O segundo significado do Altar é a redenção

- Tudo o que Deus julga ele também redime (resgata). A redenção resulta em ressurreição. A vida de ressurreição é o próprio Espírito Santo nos conduzindo à vida.

1.1.3. O terceiro significado do Altar é a consagração

- Somos um povo consagrado. Esse é o verdadeiro significado do altar.
- Tudo o que é trazido a Deus precisa ser posto no altar e ser julgado, redimido e consagrado.

- Somente após passarem pelo altar, é que todas as coisas estarão verdadeiramente consagradas a Ele.

- Nada pode realmente ser de Deus até que passe pelo altar. A experiência do altar deve preceder todas as coisas. Tudo o mais se baseia nisso.

1.2. NOSSO CORPO É O SANTUARIO E O NOSSO CORAÇÃO É O ALTAR DE SACRIFIOS.

- Por isso que onde estiver seu coração ali estará seu tesouro. É em nosso coração que está todo sacrifício que oferecemos aDeus.

- Como está o seu altar, o que você tem colocado nele para ser julgado, redimido e consagrado?

TRANSIÇÃO
Então entendemos que tudo que colocamos no altar é julgado, redimido e consagrado a Deus e então é consumido pelo fogo.

2. O QUE ERA O FOGO E O QUE REPRESENTA ELE HOJE

2.1. O FOGO REPRESENTA ALGO MUITO IMPORTANTE.

- Deus revelou a Sua presença na sarça ardente por meio do fogo.

- Deus se manifestou a Moises naquele fogo que desceu no Sinai entre chamas e relâmpagos.

- A representação do fogo era algo tão importante para os Hebreus que o emprego do fogo para fundir metais já era conhecido por eles, mas, no entanto no dia de sábado nenhum lume se acendia para qualquer fim doméstico.

- O Espírito Santo é comparado como fogo, sendo a sua obra converter e purificar as almas, inflamando-as de amor a Deus.

- A palavra de Deus é também, apresentada como semelhante ao fogo.

2.2. O FOGO APONTA PARA DEUS

- O Fogo representa a presença manifesta de Deus em nossas vidas, ou seja, é a shekina de Deus.

TRANSIÇÃO
Se o fogo representa a presença de Deus, o fogo do nosso altar tem que esta continuamente aceso.

3. NO ALTAR DA NOSSA VIDA O FOGO DE DEUS NÃO PODE SE APAGAR

- O fogo do Espírito Santo nunca deve se apagar. Que fogo é esse?

3.1. O FOGO DO AMOR

- Não podemos deixar apagar o amor que sentimos pelos nossos irmãos;

- Pelo nosso chamado e nossos propósitos;

- A alegria em ir à igreja, a célula;

3.2. O FOGO DA CONSAGRAÇÃO

- Jejuar e orar, falar em outras línguas;

- Ler a Bíblia, falar do Cristo para outras pessoas;

- Fazer os cursos visualizando uma maturidade espiritual.

3.3. O FOGO DA FÉ

- A fé confere realidade e comprova coisas que ainda não foram vislumbradas, tratando como se já fossem objetos visíveis, e não apenas esperados.

TRANSIÇÃO
Temos que prestar muita atenção porque não adianta coloca-mos o sacrifício (que é a nossa vida dedicada à obra de Deus) no altar, e colocar-mos a lenha (nossa oração e jejuar) no altar, se não remover-mos as cinzas do nosso altar.

4. NÃO PODEMOS DEIXAR AS CINZAS SE ACUMULAREM

- O que acontece? Não falto nos cultos, jejuo, oro, tenho me dedicado na obra de Deus, mas não cinto o fogo de Deus arder no altar da minha vida.

- A cinza é algo pequeno, mas, quando se acumula pode matar, sufocar a mais bela fogueira.

4.1. UM DOS SEGREGO DE MANTER A FOGO CONTINUAMENTE SOBRE NOSSO ALTAR (CORAÇÃO) É REMOVER AS CINZAS.

- Essa cinza pode ser uma amargura que carregamos;

- Perdão que nunca liberamos.

- Quem sabe algo que roubamos, anos atrás, e nunca restituímos.

- Pensamentos impuros, a cinzas pode ser qualquer pecado que carregamos.

- Devemos remover todas as cinzas, se não o fogo de Deus se apagará no altar de nossas vidas.

4.2. O NOSSO CORAÇÃO DEVE SER PURIFICADO DIARIAMENTE.

- Precisamos tirar as cinzas e tira-las diariamente;

- Fazemos isso pela confissão de nossos pecados ao Senhor.

- Tiramos as cinzas quando finalmente vamos até aquela pessoa e acertamos tudo com ela.

- Tiramos as cinzas para que o fogo de Deus possa arder sempre, sem nunca se apagar, no altar de nossa vida.

CONCLUSÃO

- O altar é o lugar em que todas as ofertas são apresentadas.

- O Fogo representa a presença manifesta de Deus em nossas vidas.

- Não deixe apagar o fogo do amor, da consagração e da fé do seu coração.

- Precisamos tirar as cinzas e tira-las diariamente;

- Fazemos isso pela confissão de nossos pecados e nossas falhas ao Senhor.

- Venha faça isso hoje sai do seu lugar venha tirar as cinza do seu altar e cinta o fogo de Deus arder no altar de nossa vida.


Fonte: http://www.batistarestituicao.com.br/ministracoes/FOGO-NO-ALTAR.doc




++++++++++++++

++++++++++++++


Nenhum comentário:

Postar um comentário